História God's wish of war(Interativa) - Capítulo 46


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags God's Wish Of War, Guerra, Interactiva, Interativa, Iterativa, Mediaval, Original
Visualizações 26
Palavras 1.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu sei que está curto em relação aos outros é que aqui em portugal é verão e época de verão é quando a família vem visitar e este capitulo costumo escrever ao longo da semana mas devido a esses "eventos familiares" só pode escrever hoje para manter os prazos e eu já estou cansado por isso tinha duas opções não mandava hoje o capitulo e fazia o que me faltava durante a semana ou mandava hoje e na semana escrevia algo melhor...eu fiz a segunda opção por isso este não é muito grande nem tem muito intriga politica ou guerra e até ao final do verão vai ser meio assim por isso peço já desculpa.

Capítulo 46 - Filha da lua


Fanfic / Fanfiction God's wish of war(Interativa) - Capítulo 46 - Filha da lua

Linha do tempo nº304

126 Mundo deste universo

Localização:Capital do império do Escorpião.

Cidade do escorpião, uma cidade extremamente grande com ruas movimentadas e lojas por todos os cantos mas é ao por do sol que a cidade fica concorrida, devido ao calor intenso durante o dia e o frio na noite as pessoas da cidade costumam sair na alvorada e no crepúsculo onde as temperaturas são mais agradáveis.

(Mercador)-Serpentes no espeto...quem quer suas cobras?

(Mercador)-Gafanhotos assados...Gafanhotos quentinhos.

(Mercador)-Leite de camelo...acabado de tirar.

(Mercador)-Carne seca...carne bem salgada.

(Brad)-(príncipe mais novo de Bogha) Que alimentação o povo do sul tem afinal…

(Winnie)-(General e braço direito de Brad) Mas parece muito bom...aqueles gafanhotos tem cá um cheirinho.

(Brad)-Pff...comer insetos...deviam era provar as nossas comidas como puré de batata com leite de égua isso sim é um prato.

(Winnie)-Mas já que estamos aqui não fazia mal provar não? (vai ter com um mercador)

(Brad)-Nós não estamos aqui para fazer turismo...(olha para o castelo que fica mesmo no centro da cidade)...temos outros assuntos a tratar.

(Winnie)-(com um gafanhoto na boca) E como vamos entrar?

(Brad)-Não te preocupes Winnie quando souberem que o príncipe de Bogha veio aqui para ver o seu rei tapetes vermelhos serão estendidos aos meus pés.

Algum tempo depois nas masmorras do castelo.

(Brad)-Ei me larguem...eu sou o príncipe de Bogha!!!

(Soldado)-(atira Brad para uma masmorra onde Winnie já estava) Sim,sim e eu sou o rei do sol...é cada maluco (fecha a porta e vai se embora)

(Brad)-(agarra as grades da porta) Mas eu sou mesmo principie de Bogha...me deixem falar com o vosso rei!!

(Winnie)-...então onde estão esses tapetes vermelhos meu príncipe?

(Brad)-Está calada Winnie.

Encanto isso na quarto da princesa do escorpião.

Um monte de mulheres todas elas bem bonitas vestidas com túnicas brancas e peles negras entram no quarto algumas delas vão abrindo as cortinas outras vão aos armários escolher as roupas, umas iam encher pequenos jarros de água e algumas ficavam na cabeceira da cama, uma delas se aproxima da princesa que estava por baixo dos lençóis de seda brancos coberta até a cabeça a dormir profundamente abraçada à travesseira.

(Iana)-(chefe das servas da princesa) Está na hora de acordar (retira os lençóis para trás) Hoje temos muito que fazer.

Iana é um serva da Princesa, ela tem cabelos bem curtos case como um homem escuros, olhos castanhos e pele escura, ela bem alta para uma mulher (1,85) e tem a mesma idade que a princesa (21) seu rosto e corpo são bem bonitos.

A albina se abraça mais a almofada mas lentamente abre os olhos e senta.

(Iana)-ليلة سعيدة (Boa noite) princesa...toca a mexer hoje temos muita coisa a fazer (bate palmas e as servas começam a se mexer)

As servas com jarros de água começam molhar pequenas esponjas e panos e passar pelo corpo da princesa encanto a despiam, aquelas que estavam ao lado cabeceira começam a fazer rapidamente a cama e aquelas que estavam a escolher a roupa se põe na frente da princesa para ela escolher os vestidos, a princesa ainda com os olhos meio fechados ia escolhendo as roupas abanado a cabeça, aquelas que ela recusava iam de volta para o armário e o resto posto de parte, aquelas que estavam a lavar o corpo da princesa a ajudam a levantar e começam a lavar-lhe pernas.

(Nephthys)-...ليلة سعيدة (Boa noite) Iana...o que temos para hoje? (boceja)

(Iana)-Primeiro temos de ir comer cal quer coisa na sala de jantar, logo depois temos de ir para a sala do trono ouvir os problemas do povo.

(Nephthys)-Mas isso não é trabalho do meu pai? (começam a vesti-la)

(Iana)-Sim mas seu pai está muito ocupado com a guerra de Bogha ele não pode ver isso de momento.

(Nephthys)-Não tem problema eu sempre gosto de ajudar o meu povo...mas ainda não intendi porquê a guerra de Bogha é tão importante...acho que não fui feita para a guerra.

(Iana)-Os assuntos da guerra são só para os homens minha princesa...não pense muito nisso

(Nephthys)-Sim tens razão...que mais tenho para hoje?

(Iana)-Sim...há meia-noite e ponto começa a festa do filho do nobre Adílson.

(Nephthys)-Oh é hoje...já me tinha esquecido.

(Iana)-E ele fez muita questão da convidar.

(Nephthys)-Entendo...então passo por lá para o cumprimentar...mas não quero ficar lá muito tempo.

(Iana)-Estou certa que isso basta para o deixar feliz.

As servas acabam de a vestir.

(Nephthys)-(dá uma volta) Então estou bonita?

(Iana)-(sorri) Como todas as noites.

As servas ficam no quarto a arrumar o que falta, Iana e Nephthys saem do quarto, ao abrir a porta do quarto está um soldado em tronco nu apenas usado umas calças brancas mas sujas com um enorme sabre nas costas, o soldado era alto (1,90) e bem musculado, tinha várias cicatrizes pelo corpo junto a várias tatuagens brancas espalhadas por todo o seu corpo tinha cabelo bem curto preto e olhos castanhos e orelhas grandes, e em sua mão direita uma pulseira de ouro.

(Habib)-(soldado escorpião) ليلة سعيدة الاميرة (Boa noite princesa) أنا هنا لخدمتك ليلة واحدة أخرى (Estou aqui para te servir outra noite)

(Nephthys)-وكيف الليالي الأخرى (e como as outras noites) أنا أعول عليك (Eu conto com você)

Os três começam a andar até a sala de jantar.

(Nephthys)-Então como vão as crianças?

(Habid)-Bem vossa majestade.

(Iana)-O Omar aprendeu a andar ontem.

(Nephthys)-Sério?...tem dos trazer um dia para o castelo aos anos que já não os vejo.

(Habid)-Tem mesmo a certeza?

(Nephthys)-Claro...fui eu que cuidei do vosso casamento e a nomeação de nome dos vossos filhos eu meio que sou tia deles não?

(Iana)-Essas palavras me deixam muito felizes princesa.

(Nephthys)-Não fiques assim nós crescemos juntos vocês os dois são como irmãos que nunca tive.

(Habid)-Princesa...muito bem nós trazemos os nossos filhos se assim desejar.

(Nephthys)-(sorri)

Na sala de jantar.

(Nephthys)-Então o que temos para comer?

(Representante dos cozinheiros) Hoje há noite temos peixe do rio com pão de trigo, legumes,manteiga e gordura de ganso... para sobremesa temos bolinhos de mel.

(Nephthys)-Muito bem podem me trazer.

(Representante dos cozinheiros)-Sim é para já.

(????)-Oh ليلة سعيدة (boa noite) ابنة القمر (filha da lua)...como está nesta noite?

Na sala entra um homem alto (1,85) gordo mas não muito tinha mais uma barriga de cerveja, tinha a pele muito escura, careca e com olhos castanhos um grande sorriso no rosto seus dentes eram muito brancos mas um dos dentes da frente era de ouro, usava uma túnica verde e tinha consigo dois escravos ao seu lado.

(Nephthys)-Nobre Adílson! Estou bem e o senhor?

(Adílson)-Eu estou ótimo como sempre!!...me diga princesa vai comparecer há festa do meu filho?

(Nephthys)-Sim eu vou.

(Adílson)-Ótimo estou certo que o meu filho vai ficar muito feliz por ouvir isso...talvez bata um clima não (bate no ombro da princesa)

(Nephthys)-(dá um sorriso meio tremido)

(Adílson)-Não fique assim foi só uma brincadeira.

(Nephthys)-Entendo…

Os cozinheiros começam a por a comida da mesa, encanto punham o lorde começa a olhar para a comida com um olhar de luxuria e Nephthys nota isso.

(Nephthys)-Quer se juntar a mim meu lorde?

(Adílson)-Sério?...(se senta na mesa) obrigado...sabe esse físico não se mantém (começa a mexer na barriga e a rir)….(cheira a comida) hum que cheirinho...quem fez a comida cozinheiro?

(Cozinheiro)-O chefe Xoloni meu lorde.

(Adílson)-Oh Xoloni...(se vira para a princesa) ele faz o melhor peixe da região.

(Nephthys)-Vejo…

Adílson começou a comer como se não comece a anos.

(Nephthys)-...Parece que continua animado como sempre.

(Adílson)-?? hahahaha desculpe princesa mas comida está mesmo muito boa...é nestes momentos que fico feliz por ser nobre...eu sei que parece meio arrogante tendo sabendo que alguns do nosso povo passa fome mas eu acredito que tenho de aproveitar a vida...se o destino me deu um berço de ouro tenho de aproveitar afinal não sei o dia de amanhã.

(Nephthys)-É um maneira de ver as coisas eu acho….

(Adílson)-Hahahahaha...mas voltando a conversa anterior...eu estaria mentido se disse que não queria ver meu filho casado consigo afinal meu sangue estaria presente nos próximos reis...mas também acredito que essas coisas não podem ser forçadas...e a princesa já tem 21 anos já está a perder o tempo de casar.

(Nephthys)-Sim sei mas...eu ainda não quero pensar nisso.

(Adílson)-Pense bem...veja o meu exemplo eu e minha mulher...que os céus a protejam agora….nos casamos tinha eu 10 e ela 6 e nos amos até ao final...a menina já tem 21 e é a princesa...a única princesa deste reino e o povo está a espera de um sucessor em outras palavras a princesa já está a ficar sem tempo já está na hora de pensar no assunto...(acaba de comer) aquilo que quero dizer é melhor pegar alguém que ame e casar já que no futuro casar com alguém que não ame.

(Nephthys)-...sim tem razão...obrigada pelo conselho.

(Adílson)-(se levanta)...só pense no assunto ok?...e se quiser casar com meu filho esteja a vontade hahahaha obrigada pela refeição (se vai embora).

Entretanto nas masmorras.

(Winnie)-Não me parece que alguém venha…

(Brad)-….(suspira) Bom já dizia o provérbio se o barco não vai até ao mar (retira um arame que estava nas botas) o mar vai até ao barco (põe o arame na fechadura e abre) Parece que minha infância sempre fechado em prisões compensa no final...anda Winnie.

(Winnie)-Para onde?

(Brad)-Encontrar o rei desta terra.

Fim do capitulo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...