História Godzilla world of the kaijus - Capítulo 26


Escrita por:

Visualizações 15
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Luta, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eae rapazeada, esse capítulo é só para adicionar o Moguera na história.



Então boa leitura.

Capítulo 26 - M.o.g.u.e.r.a


Fanfic / Fanfiction Godzilla world of the kaijus - Capítulo 26 - M.o.g.u.e.r.a

Pov 3 pessoa 

Por mais forte que o Spacegodzilla fosse ele não causou tanta destruição, só destruiu uma cidade o que era bom para humanidade. 

Em uma das bases no Estados unidos eles conseguiram pegar algumas imagens da luta do Spacegodzilla contra o Godzilla e ficaram surpresos com a força que esse novo kaiju tinha.

General:Jesus, tivemos sorte dele não ter acabado com a humanidade- Dizia olhando para uma tela onde passava a luta -precisamos aumentar nossas forças.

Logo depois de ver a luta eles foram para a base onde ficava o Kyrio pois era a base mais avançada e chegando lá eles mostraram a luta que tinham visto e rapidamente todos concordaram que precisavam aumentar suas forças.

5 DIAS DEPOIS 

Eles decidiram criar um robô um pouco diferente já que não lembra um humano e nem um kaiju, ele era bibede, suas mãos tinham um formato de cone, e no lugar da boca era uma broca (foto da capa)

Tinha 115 metros de altura e seu nome é mecha-02 ou como é chamado, Moguera.

Logo quando criado eles colocaram uma parte da inteligência artificial do Kyrio e por isso ele tinha todas as memórias do Kyrio.

Pov Moguera 

Eu estava dentro de uma cápsula ao lado do Kyrio e eu olhava para todos os lados vendo os humano passando por mim ou mexendo em tablets.  

Kyrio:ei, você- eu me virei para olha-lo -Moguera não é?Eu concordei com a cabeça.

Moguera:eles não nos entende?Disse olhando para os humanos. 

Kyrio:pelo visto não, e você tem minhas memórias? 

Moguera:sim.Disse olhando para ele.

Nós ficamos conversando por um tempo até que o painel que ficava  no centro da base mostrou  que apareceu um kaiju e resolveram me mandar para me testar.

Eu estava voando usando meus purpulsores perto de uma ilha quando o dispositivo que avisava quando um kaiju está perto apitou mostrando que o kaiju estava na ilha, eu pousei na ilha e comecei a procurar a pé.

Fiquei andando por alguns minutos até que avistei o kaiju de costas para mim mas logo ele se virou para mim.

Ele era um besouro preto com algumas partes do peitoral amarelas e tinha 90 metros de altura, era um megalon.

Eu sabia disso por causa das memórias do Kyrio que sabia que Kaiju era esse.

Moguera:calma, eu não...Fui interrompido por ele tentando me perfurar com sua mão que era um lâmina que consegui desviar indo para a direita.

Moguera:calma, eu...Ele tentou me perfurar de novo e fui para a esquerda. 

Moguera:calma...Ele tentou de novo e desta vez fui para trás.

Moguera:cal...De novo e eu já tava puto.

Moguera:VOCÊ VAI ME DEIXAR TERMINAR FILH...Ele tentou de novo e fui para a direita fazendo ser só de raspão.

Moguera:perdi a paciência.Ele veio para cima só que desta vez eu bati com minha mão na cara dele o fazendo ir para o lado.

Eu decidi matar ele já que pelo visto ele é um desses kaijus que só querem matar tudo, ele se levantou e veio para cima para cortar minha cabeça com sua pata esquerda mas eu fui para baixo desviando e logo depois e me levantei rapidamente fazendo minha cabeça bater no queixo dele o deixando meio tonto.

Com minha mão direita bati na cara dele o fazendo virar a cabeça e logo depois ele pulou em cima de mim nos fazendo cair, ele estava em cima de mim e levantou sua pata e tentou perfurar minha cara mas desviei virando a cabeça e fazendo ele prender a pata no chão.

Sem perder tempo lancei meus raio lazer que são amarelos no peito dele o fazendo voar longe, eu me levantei e olhei para ele que abriu suas asas  de besouro e voou para cimavindo em minha direção. 

Eu abri meus braços e comeceia rodar e quando ele chegou perto eu acertei o rosto dele o jogando em uma montanha levantando muita poeira, eu estava preparando um ataque quando vi uma luz amarelas dentro da fumaça e logo depois um raio amarelo acertou o meu peito me fazendo ir um pouco para trás.

Depois ele veio correndo na minha direção e cravou sua mão esquerda no meu ombro e levantou a outra para cortar a minha cabeça ao meio mas coloquei minha mão defendendo e logo depois com a outra mão eu transformei em um canhão e atirei no peito dele o fazendo voar longe.

Eu me levantei e corri em sua direção e quando cheguei perto eu cravei minha "boca" que é uma broca no olho dele e ele rugiu de dor, logo depois eu soltei meus raios lazer nos olhos dele o cegando e ele de novo rugiu de dor.

Ele tentou me acertar provavelmente seguindo o meu som mas consegui desviar e ele estava prestes a lançar o seu lazer em mim mas eu transformei minha mão em um canhão e atirei no chifre dele quebrando o mesmo.

Eu abracei ele e comecei a voar e depois desci com tudo para o chão o fazendo bater de costas e provavelmente quebrou a coluna e depois subi para o céu e abri o meu peito lançando um lazer muito forte que quando atingiu ele criou uma grande explosão.

Depois que a fumaça sumiu eu vi o corpo dele imóvel mas só para garantir eu desativei os meus purpulsores e cai bem na cabeça dele explodindo a mesma.

Depois disso eu voltei para a base e fui concertado da batalha e nesse mesmo dia eu conversei com o Serizawa pois o Kyrio ligou para ele e deu para notar que ele era um cara legal.

Moguera:será que um dia eu vou ver eles?Disse depois que ele desligou.

Kyrio:talvez, a gente espera um dia quando não tiver ninguém na base.Disse olhando para mim.

Depois disso conversamos um pouco e ele se desligou, é o nosso "dormir" e eu também para descansar pois eu me canso mesmo sendo um robô.

Pov 3 pessoa 

Em um lugar no mar um "crustáceo" extremamente pequeno se sentia estranho, ele se sentia mais forte mas ele se sentia tão forte que achava que poderia destruir tudo.


Notas Finais


Esse final é um spoiler do que vai acontecer futuramente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...