História Going Crazy - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Lu Han, Sehun
Tags Baekhah, Chanbaek, Comedia, Exo, Hunhan, Lubaek, Romance
Visualizações 56
Palavras 1.626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiis capitulo novinho atualizado!

O drama de Baekki continua... lol

Capítulo 2 - Sozinho


Fanfic / Fanfiction Going Crazy - Capítulo 2 - Sozinho

~ . ~ . ~ . ~

 

 

   Eu devia estar ficando maluco. Ir até a casa do Chanyeol pra me encontrar com ele as escondidas, esse não era pra ser meu papel nessa história. Mas eu não posso desperdiçar essa chanca de tentar reconquistar ele de novo pra mim, e quem sabe, a gente possa voltar a namorar. Eu ainda tenho esperanças, eu sei que o Chanyeol me ama.

 

   Cheguei no horário marcado, mas assim que me aproximei pra tocar a campainha da casa do Chanyeol meu celular tocou, olhei no visor e era uma ligação do Luhan, o chinês deve estar enfurecido comigo.

 

   - Oi Lu. – Atendi.

 

   - “Oi Lu”? Cadê você Baekhyun? Tá meia hora atrasado! – Ele falou impaciente. Como é que eu explico onde estou agora?

 

   - Desculpa Luhanzinho, eu tive um imprevisto, amanhã eu te conto tá legal? Me perdoa mesmo bolinho. – Tentei ser o mais doce possível. Luhan ia comer meu fígado se descobrisse que eu tava indo me encontrar com o meu ex.

 

   - Imprevisto? E por acaso esse seu imprevisto tem nome e altura? – Putz. Ele acertou na mosca.

 

   - Amanhã te conto todos os babados, agora eu preciso desligar! Tchau Lu. – Desliguei antes que ele me amaldiçoasse mais. Mas eu sei que ele vai me entender, Luhan é meu melhor amigo e sempre me apoia.

 

   Ok, eu estava na porta do Chanyeol, provavelmente só está ele em casa pra ter me chamado assim com tanta segurança. Toquei a campainha algumas vezes e aguardei ele aparecer. Não demorou muito e ele abriu a porta, estava sem camisa apenas com uma bermuda preta de cetim. Puta que pariu. Fiquei parado babando olhando pra ele e pra aquele corpo que eu já conhecia bem cada detalhe, mas nunca me cansava de admirá-lo.

 

   - Você veio mesmo meu amor... entre. – Falou em seguida dando passagem. Adentrei a sala e em seguida ele trancou a porta.

 

   - Cadê seu namoradinho? – Usei meu tom de ignorância, não pude evitar.

 

   - Esquece o Junmyeon. Aqui somos só eu e você amor. – Ele veio se aproximando de mim. Opa, se ele acha que vai ser tão fácil assim está redondamente enganado.

 

   - Vamos com calma Chanyeol, eu não to aqui pra fazer papel de amante. – Por mais que eu quisesse ficar com ele.

 

   - Eu nunca te trataria assim Baekhyun. – Ele me olhou sério. – Acontece que eu e você sempre brigamos, terminamos várias vezes por motivos idiotas, que na maioria das vezes era por ciuminhos seus... e por mais que eu te ame, eu não vou dispensar o Junmyeon por causa de um relacionamento que eu nem sei se tem futuro. – Aquelas palavras me machucaram... eu não esperava isso do Chanyeol.

 

    - Se eu sentia ciúmes era porque você dava motivos Chanyeol! – Retruquei. Eu não era o único culpado ali.

 

   - Baekhyun você enxerga coisas onde não tem! Você não percebe que seus ciúmes te deixa cego? – Ele me olhou cruzando os braços.

 

   - Não é bem assim Chanyeol! Você e aqueles seus amigos...

 

   - Amigos? Você quer falar de amigos então? – Ele me interrompeu dando um sorriso irônico. – O que me diz do Luhan? Sua sombra!

 

   - Ah não começa, agora você que tá sendo ridículo. O Luhan é como um irmão pra mim, sem contar que ele namora o Sehun, outro garoto que também é meu amigo. – Comecei a me enfurecer, era só o que faltava. Tentar justificar suas palhaçadas falando do Luhan.

 

   - Pra mim o Luhan sempre foi apaixonado por você. – Ele fez uma cara séria.

 

   - Ai meu Deus Chanyeol, depois sou eu que deixo meus “ciúmes me cegar”. – Tive que rir de tão ridículo que era.

 

   - Viu só Baekhyun? Não temos diálogo. Nós só brigamos. É por isso que terminamos. – Ele falou em seguida e bufou passando as mãos sobre os cabelos bagunçados.

 

   - Eu só vim aqui porque achei que queria algo sério pra conversar, afinal, você me ligou cinco vezes! – Falei dando de ombros.

 

   - Eu te liguei? Quando foi que eu te liguei Baekhyun? – Ele parecia não acreditar.

 

   - Hoje! A uma hora atrás. Você tem amnesia por acaso? – Falei mostrando meu celular pra ele com meu histórico de ligações.

 

   - Cara, deve ter sido minha sobrinha brincando com o meu celular... minha irmã deixou ela aqui mais cedo porque precisou sair... – Ele falou colocando a mão sobre a testa.

 

   - Chanyeol você é um babaca, que tipo de tio deixa o celular na mão da sobrinha de oito anos? – Me deu vontade de socar a cara dele, me senti completamente idiota de ter ligado de volta pra ele.

 

   - Eu só deixei pra ela me dar privacidade com o Junmyeon! – Ele falou em seguida. Meu sangue ferveu.

 

   - Então eu nem sei o que eu to fazendo aqui. – Disse em seguida. – Eu vou embora.

 

   - Espera Baekki. – Ele segurou meu braço. O maior foi se aproximando de mim e ao invés de correr eu fiquei parado, ele olhou nos meus olhos e segurou meu rosto com suas mãos.

 

   - Não vai embora, eu to com tanta saudade de você... – Ele me puxou pela cintura colando meu corpo ao dele. Desceu suas mãos pelos meus braços me deixando arrepiado, mas eu precisava me controlar.

 

   - Você não sente saudades de mim Chanyeol. Você sente é saudades de me comer na sua cama, você sente saudades da minha boquinha te chupando, de como eu era submisso a você. É disso que você sente saudades. – Encarei ele seriamente que parecia surpreso com as minhas palavras.

 

   - Como você pode afirmar isso com tanta certeza? – Ele me olhou indignado e me soltou de seus braços.

 

   - Porque se você me amasse mesmo, não teria colocado outro em meu lugar tão rápido. – Minha voz saia fraca, eu queria chorar naquele instante, estava doendo muito ter que reconhecer aquilo. Chanyeol era a coisa que eu mais amava e adorava na minha vida, ele era tudo pra mim... mas parecia que eu não era tudo pra ele.

 

   - Baekhyun, eu já te expliquei que-

 

   - Sim Chanyeol. Você já me “explicou”. – Respirei fundo. – Agora... com licença, eu vou embora. – Não deixei que ele me impedisse, fui rapidamente correndo em direção a porta sem esperar qualquer movimento dele, e sai pela mesma.

 

     E o prêmio de maior trouxa do ano vai para... Byun Baekhyun!!1

 

 

~ . ~ . ~ . ~

 

 

   Cheguei em casa e tudo que eu fiz foi cair na cama e chorar como um condenado por horas, até meus olhos ficarem vermelhos e inchados, depois disso adormeci e dormi como uma pedra. Acordei apenas no dia seguinte sentindo alguns pingos de água gelada borrifarem contra meu rosto... pensei estar sonhando, mas só quando abri os olhos notei que estava chovendo muito lá fora e eu tinha deixado a janela do meu quarto aberta. Ótimo, dia nublado e de chuva não podia melhorar mais meu dia depressivo.

 

   Fui para o banheiro tomar um banho, eu estava atrasado pra faculdade. Felizmente era meu último ano naquele inferno. Tomei um banho rápido e vesti minhas roupas com pressa. Desci e tomei café da manhã rapidamente, minha mãe já havia saído pro serviço, ótimo que nem viu minha cara amassada de choro.

 

   Peguei minha moto e acelerei o máximo possível. Em meia hora eu havia chegado, molhei toda a minha jaqueta por causa da chuva no caminho. O único lado bom é que estudo junto com Luhan, eu ia ficar sozinho naquela sala se Luhan não tivesse se transferido pro período matutino. Ele disse que não podia me deixar sozinho, e como o curso do seu namorado Sehun não tinha no período de manhã, ele estudava a noite.

 

   - Meu Deus, o que houve com você? – Luhan me viu entrar na sala todo ensopado. Me assentei na carteira que ficava atrás do Luhan.

 

   - Acordei tarde... minha mãe já tinha saído com o carro... – Falei a ele aproveitando que a professora estava distraída passando alguma coisa no quadro.

 

   - Pelo visto a noite ontem foi boa... – Ele revirou os olhos.

 

   - Nem te conto, maior desastre da minha vida Lu. – Bufei.

 

   - Como assim? Aquela hora que eu te liguei jurei que você tava com o Chanyeol... fazendo... coisas... – Ele coçou a cabeça sem jeito.

 

   - Não vou mentir que era o que eu esperava... mas... aconteceu tudo ao contrário... nós só discutimos mais uma vez. – Fiz um bico. Luhan me olhou com sua cara de “bem que eu te avisei”.

 

   - Bem, acho que eu nem preciso falar que eu bem que-

 

   - Não não não... shhhii... – O interrompi colocando meu indicador em seus lábios, Luhan engoliu seco. E ficamos em silencio. Em seguida peguei meu caderno de dentro da mochila pra começar a copiar e Luhan se virou para frente fazendo o mesmo. Impressão minha ou ele ficou vermelho? Acho que to meio bugado pela noite de ontem.

 

   - Ei Luhan... – O chamei depois de um tempo. Ele se virou olhando pra mim.

 

   - Fala...

 

   - Me desculpa por ter furado com você ontem... podemos sair hoje se você quiser. – Disse sorrindo empolgado.

 

   - Ah... é que, o Sehun me chamou pra sairmos hoje... só nos dois... sabe... então eu não posso...

 

   - Ah, claro claro, eu entendo. – Respondi antes que ele terminasse. Luhan me olhou de um jeito diferente, não sei se ficou muito sem jeito de me dispensar, mas eu entendo que é o namorado dele, eu não posso me intrometer.

 

   Mais um dia que vou passar a noite sozinho... eu realmente não queria passar essa noite sozinho, poxa eu to tão mal. Queria qualquer companhia, mas só queria sair droga.

 

   Chanyeol tem namorado, meu melhor amigo tem namorado, e eu? O que eu tenho mesmo? Parece que nem dignidade.


Notas Finais


Obrigado por ler, deixe seu comentário se gostou! até o próximo capitulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...