1. Spirit Fanfics >
  2. Golden's Models >
  3. Oitavo Capítulo- ( Declaração! )

História Golden's Models - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor



Capítulo 8 - Oitavo Capítulo- ( Declaração! )


Nos dias seguintes, Masato novamente não veio até o estúdio. Ele passou à não responder minhas mensagens e eu não sabia mais o que fazer. Eu suspiro enquanto Maya caminha para perto de mim me entregando um copo de café.

Aika: Obrigada...

Maya: Então ele também não veio hoje, não é?

Aika: Sim... Estou um pouco preocupada... Ele não pode continuar faltando, suas seções podem ser canceladas e eu serei redimida pela Naomi-san... O responsável por Masato pode até reclamar com ele...

Maya põe a mão em meu ombro.

Maya: Calma, tudo dará certo. Beba esse café e se acalme, irei resolver isso para você.

Aika: Eh?

Ela caminha até alguns arquivos dos modelos que chegam no estúdio e parece procurar alguma coisa. Eu apenas observo ela, curiosa. Bebo goles do café e então Maya volta. Ela me estende um papel na qual conseguiu de dentro de uma pasta.

Maya: Aqui.

Aika: O que é isso?

Maya: O endereço do apartamento em que Masato está hospedado.

Aika: Eh? Mas, o que eu faço com isso?

Ela põe suas mãos na cintura.

Maya: Ver como ele está, oras.

Eu quase salto da cadeira, cuspindo o café.

Aika: O-o quê?!

Maya: Sim! Se ele não responde suas mensagens e muito menos vêm até o estúdio, alguma coisa aconteceu!

Aika: M-mas, por que eu tenho que ir?!

Maya: Você é a mais próxima dele nesse estúdio! Você é a única que pode trazer ele de volta!

Eu abaixo a cabeça, observando o papel. Alguns funcionários e fotógrafos chamam Maya e ela acena para eles.

Maya: Bom, eu tenho que ir agora, me conta como tudo terminou.

Ela corre até os funcionários. Eu prossigo observando o papel e penso intensamente sobre o que fazer. O tempo passa e meu horário de trabalho termina. Quando estou saindo do estúdio, Maya me manda uma mensagem.

"Boa sorte, ele é muito teimoso."

Eu acabo por rir da mensagem e suspiro no final. Eu olho para o papel novamente e apertando firmemente, caminho em direção ao apartamento em que ele está. Depois de minutos eu chego em um apartamento enorme e luxuoso. Fico boquiaberta com o que vejo e quase me esqueço de entrar. Quando entro, sou recepcionada pelo porteiro e pergunto à ele sobre Masato. Ele sorri para mim, mas acabo não entendendo o porquê. 

- Basta ir ao elevador, lá irão te guiar até o quarto do seu namorado.

Então era por isso!

Aika: E-ele não é meu-!

Antes que eu possa terminar minha fala, o elevador chega e eu entro, de cabeça baixa. Subo por alguns andares e então uma serviçal me mostra o caminho até o quarto dele. Eu me pego observando a porta dele nervosamente e pensando se eu realmente deveria estar aqui. Acabo por engolir seco e bater na porta. Depois de alguns segundos, ninguém atende e então quando estou prestes à bater novamente, Masato abre a porta e eu dou de cara com ele. Ele me observa, aparentemente surpreso. Eu desvio o olhar, um pouco envergonhada.

Aika: A-ah, Masato-san!! É... Eu vim saber como você está... Você não responde minhas mensagens e já faz tempo que não aparece no estúdio...

Ele apenas me observa.

Aika: B-bem... Você me disse que está doente... Então...

Masato: Você se preocupou comigo?

Aika: S-sim... 

Masato: Como descobriu meu endereço?

Aika: Maya-san conseguiu enquanto lia informações sobre os modelos do estúdio, seu endereço estava lá...

Masato: Entendo.

Aika: M-mas se não quiser que eu fique, eu irei embora! Afinal, você parece estar bem, então-

Quando eu começo à caminhar para ir embora, ele segura meu braço, me fazendo parar e olhar diretamente para ele.

Masato: Você pode entrar...

Eu o observo e então entramos no quarto. Eu olho ao redor e me surpreendo ainda mais com a decoração do local e como tudo era tão elegante. Ele se senta em um sofá e serve uma xícara de chá para ele e uma outra xícara, aparentemente para mim.

Masato: Sente-se, beba um pouco de chá.

Ele arrasta uma xícara para perto de uma cadeira e eu me sento. A qualidade do chá era incrível e reconfortante.

Aika: Masato... Por que está faltando tanto nas seções fotográficas?

Ele me olha firmemente.

Masato: Seu amigo veio atrás de mim.

Aika: Eh? Amigo? Quem?

Masato: Sadao Matsuda.

Aika: Sadao-san?! Mas, o que ele queria com você?

Masato bebe mais goles do chá e me observa.

Masato: Ele quer que eu deixe de ser próximo à você.

Aika: O quê?

Masato põe a xícara de volta no pires e cruza as pernas.

Masato: De fato eu estava doente e voltaria ao estúdio no dia seguinte, porém, na noite do dia em que eu lhe disse que eu estava doente, Sadao veio até o apartamento e me disse que não quer que nós sejamos próximos. 

Aika: Qual motivo ele tinha para falar algo assim?

Masato me observa.

Aika: Mas... Apenas por isso você não respondeu minhas mensagens e deixou de ir ao estúdio?

Ele desvia o olhar.

Masato: Mais ou menos.

Aika: Nossa... Parece até que eu não existo...

Eu acabo sorrindo, tentando ser irônica, mesmo estando triste com isso.

Masato: Na verdade, Aika... Você não será mais a minha fotógrafa...

Meus olhos se arregalam.

Aika: O... quê?

Masato: Perdão... Parece que a Rika retornou e irá terminar as seções.

Minhas mãos se apertam umas nas outras e eu abaixo a cabeça.

Masato: Aparentemente, você só irá me fotografar mais uma vez.

Aika: E-entendo...

 Masato: Em relação ao Matsuda, eu realmente não me importo se ele quer que sejamos próximos ou não, nossa relação permanecerá do mesmo jeito.

Aika: Entendo... V-você já está melhor, não é?

Masato: Sim.

Aika: I-isso é bom... Então... Eu acho que já vou indo...

Eu me levanto, ainda de cabeça baixa e literalmente triste. Masato me observa e então se levanta em minha frente. Eu levanto meu olhar para ele e nós nos observamos. Ele põe uma de suas mãos em meu rosto e eu coro um pouco, surpresa com o movimento repentino dele.

Masato: Aika... Eu estou gostando de você.

Antes que eu pudesse responder algo, seus lábios encostam nos meus e o seu toque fervoroso faz meu coração bater aceleradamente. Posso sentir uma vermelhidão subir em minhas bochechas e então ele me olha. Seus olhos parecem perfurar a minha alma. Eu acabo por segurar sua camisa e então ele me aperta ainda mais forte. Seu beijo me faz derreter e eu quase desmaio de tanta pressão. Ele retira seus lábios e então eu o observo, recuperando meu fôlego.

Masato: Aika...

Aika: M-masato...

O pôr do sol nos abraça pela janela e ele me beija novamente. Antes que eu possa perceber, nós estamos deitados no sofá e ele beija meu pescoço me fazendo arrepiar. Eu me sinto nas nuvens e percebo no meio disso tudo que eu gostava do Masato de uma forma intensa, mas que nunca percebi. Eu o abraço e ele continua à me beijar. Depois de minutos, percebo que acabei de ter a minha primeira vez.



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...