História Good Bye - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Katsuki Bakugou, Shouto Todoroki
Tags +18 Pelo Yaoi, Katsuki Bakugou, Shouto Todoroki, Todobaku
Visualizações 50
Palavras 613
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLHA! EU VOLTEI! ESSA VAGABUNDA!
Algumas pessoas vão ficar putas comigo pq estou fazendo one e não atualizo a minha YK. Mas tudo bem, é a vida kkkkk.

Isso aqui tá ruim, aviso já.
Quero agradecer a o meu querido amigo @_shushumu que fez a betagem e a @BangtanGirl09 por ter me ajudado a escrever.

Vamos logo para essa merda!
Até mais!
Beijos! ^^ ❤

Capítulo 1 - A toast to our selfishness


O vento gélido soprava e Katsuki sentia-o bagunçar seus cabelos - estes que já eram naturalmente bagunçados. 


Bakugou avançava seus pés igual a uma criança quando não consegue alcançar o chão abaixo do balanço, a diferença é que o lugar aonde ele se encontrava era perigoso. Até porque o terraço da U.A não era nada baixo. 

 

Em uma de suas mãos havia uma lâmina já usada antes por uma amiga antes em ocasiões solitárias. A pele bronzeada encontrava manchada por um líquido carmesim brilhante. O líquido lembrava suas íris, apesar de seus olhos não terem mais brilho.


O brilho esperançoso, destemido ou até mesmo corajosos não existia mais. Os olhos do loiro eram um vermelho opaco, ausente de uma vivência esperançosa. Nada, não existia nada naquele lugar apenas desesperança. 


Isso talvez explicaria o porque do loiro estar ali com seus pulsos cortados e o moletom encharcado de sangue. Que mesmo de mandar elevadas conseguiu manchar. Ele sabia que provavelmente ninguém o entenderia; ou iriam falar que tudo aquilo era frescura, mas ele realmente não ligava. A verdade era que: não ligava para absolutamente nada. O de olhos rubis tacou o "foda-se" para tudo e todos.


E assim terminava se escrever sua carta, a mesma possuindo quatro folhas, sendo três delas para certas pessoas especiais, enquanto a última falava sobre tudo que o fez chegar naquele nível.


A primeira carta era para o seu querido squad, os que animaram mesmo quando xingava os mesmos. Eles eram amigos de verdade, aceitaram o explosivo do jeitinho que era e o amavam mesmo nos seus dias de mal humor. O loiro os amava, eles o ajudaram imensamente. 


A segunda carta era para um certo bicolor. O explosivo havia se apaixonado pelo filho de Zuku e Elsa. Chegava a ser incrível como era totalmente opostos, e isso fazia o loiro se perguntar mentalmente se poderia dar certo algum dia. Provavelmente não, já que na visão de Katsuki ele era apenas um depressivo que escondia suas dores através do orgulho. Cheio de insegurança e, fora o fato de ser um ranzinza e profundamente chato. Enquanto Shouto era um dos caras mais perfeitos que havia visto na vida. Com certeza não teria chances.


A terceira carta era para Midoriya. Por mais incrível que parece, sentia-se culpado e com razão. Havia feito tanto bullying com o esverdeado que até mesmo falou para que se matasse.


"Quão lixo eu fui e sou? Na verdade, ainda sou..." pensou Katsuki.  Porém o peso recaiu sob sobre ele. Irônico como o loiro estava fazendo o que falou para Izuku fazer.


Sabia que era fraco, isto ele sabia melhor do que ninguém. 


A última carta falava o que estava acontecendo com sua "maravilhosa vida". Seu pai agora vivia bêbado,e sempre o espancava irracionalmente, já a sua querida velha descontava estresse do trabalho todo em si com xingamentos em sí, dizendo que a culpa de tudo aquilo era apenas dele, menosprezando sua existencia que para ela era repugnante. Na escola constantemente recebia cartas onde o conteúdo era sobre o fato de ser um lixo ,que não merecia viver.


Descobriu sozinho e pela maior dor que tinha depressão, ansiedade e fobia social. Estava realmente cansado, com seus pulsos cheios de cicatrizes. Não aguentava mais.


Bakugou riu seco.


Como havia chegado naquele ponto? Ou melhor, por que isso aconteceu? 


Agora, de pé e descalço sentindo a brisa chicotear suas bochechas. Nunca sequer pensou que esse seria seu fim, na verdade, nunca pensou que metade das coisas que aconteceram iriam o afetar tanto. Mas, no final de tudo ele sabia que iria desistir. Apenas não admitiria.


- Me desculpem por ser fraco...Até mais.


Deu seu último passo.  


Notas Finais


Foi sad? Talvez?
Talvez tenha sido um desabafo? Talvez... Quem sabe.
Espero que tenham gostado!!!
Talvez eu faça uma continuação, o que acham?
Bom, digam o que acharam dessa porra ae.
Bye, Bye!! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...