1. Spirit Fanfics >
  2. Good Enough - KaisAhri >
  3. Capítulo único - Você é a razão de tudo Isso

História Good Enough - KaisAhri - Capítulo 1


Escrita por: Lady_of_Hearts

Notas do Autor


Oii gentee!! Como vcs estão??✨🦋

Não, essa fic não foi planejada! Ksksksk

Essa semana foi bem difícil pra mim por alguns motivos, e eu me senti no pico da minha ansiedade. Resultado: qualquer coisa era o suficiente para me fazer surtar e deixar a minha autoestima e autoconfiança na vala.
Hoje mais cedo eu acabei tendo a ideia desse plot e fiz o que as influencers sempre dizem pra fazer: transformar as desgraças em conteúdo!

Essa one se passa durante a turnê mundial que eu citei na minha outra fic, Awaken the PopStars, porém, vc n precisa ler ela para entender essa história aqui!🦋

O tema é meio delicado e a história ficou curtinha, mas eu tentei expressar um pouco do que eu estava/estou sentindo. Por incrível que pareça, fiquei bem mais leve depois de escrever.

Obrigada a todos que me apoiaram nesses últimos dias, msm que eu saiba que a grande maioria não vai ler isso ksksk!🦋✨

Espero que gostem da história!
Nos vemos nas notas finais!✨🦋

Boa leituraaaa!✨✨🦋

Capítulo 1 - Capítulo único - Você é a razão de tudo Isso


Fanfic / Fanfiction Good Enough - KaisAhri - Capítulo 1 - Capítulo único - Você é a razão de tudo Isso

Nova Iorque, EUA/ 19:43




Naquela noite fria de janeiro, as quatro cantoras estavam terminando de se preparar para o show que mudaria suas vidas e indicaria a primeira turnê mundial do grupo, a primeira de muitas, como Akali havia feito questão de dizer.


Por mais que todas já tivessem certa experiência com palcos, já tendo se apresentado juntas na final do mundial de League of Legends, onde marcaram sua estreia nos palcos, e em alguns programas de música coreanos, as KDA lidavam com o nervosismo de maneiras diferentes naquele momento. Afinal, mal haviam se acostumado com o sucesso do grupo e agora, estavam prestes a iniciar uma turnê.


Muitos disseram que o presidente da Riot Entertainment havia enlouquecido quando decidiu levar um grupo com menos de três meses de debut para um tour mundial, mas Khada Jhin confiava mais do que tudo em seus artistas, e sabia que as meninas dariam conta do recado. Ele realmente podia ser considerado doido, mas não ao ponto de ignorar toda aquela luz que as KDA começaram a irradiar.


A turnê foi preparada em tempo recorde, já que tudo ficou pronto em menos de dois meses, não apenas graças ao esforço das integrantes, mas também de uma enorme equipe de produção. Os fãs surtaram quando as promoções do primeiro álbum das meninas acabaram e elas logo em seguida anunciaram a novidade, já era de se esperar que os ingressos para a maioria dos destinos esgotassem em menos de uma semana.


Com tudo terminado, muitos ensaios e regravações inéditas para algumas faixas do álbum, além de covers de músicas famosas, Akali, Ahri, Evelynn e Kaisa ingressaram para Nova Iorque, onde realizaram o primeiro show. Em total acordo com a equipe de produção, o grupo decidiu começar a turnê pelo outro lado do globo, e ir intercalando os países de destino com os países natais de cada uma das integrantes, até que finalmente voltassem para a Coreia e terminassem o tour em Seul, a cidade natal da líder.


As apresentações foram planejadas e projetadas pensando nos locais onde seriam feitas. Naquele dia, por exemplo, Evelynn teria alguns momentos solo a mais do que as outras cantoras, pois a Diva já havia conquistado muitos fãs americanos graças a antiga fase de sua carreira.


Com menos de vinte minutos para o início do show, a vocalista mais velha e a rapper do grupo estavam terminando de arrumar no camarim, enquanto a dançarina procurava impaciente pela líder, que havia saído para tomar um ar e não havia retornado. Kaisa já estava prestes a desistir de procurar a cantora, até que a encontrou sentada, abraçando as pernas atrás de algumas caixas de som, na parte de trás do palco.


Ao se aproximar um pouco mais, ela confirmou suas suspeitas ao ver que a cantora estava chorando baixinho.


– Gumiho, o que aconteceu? – Ela se sentou ao lado da companheira de grupo, passando os dedos delicadamente entre os fios loiros. 


– Eu… eu não sei se consigo Kai. – Ahri levantou a cabeça e virou os olhos dourados para a dançarina. – Eu não sei se consigo subir naquele palco hoje.


– Posso saber por que você não conseguiria? 


– Eu não consegui me dedicar tanto aos ensaios quanto vocês, e se eu errar alguma coreografia? E se eu desafinar e o público não gostar de mim? Eu fiquei anos afastada, eles têm vários motivos para me detestarem.


– Ahri, você está se escutando? – Kaisa secou uma lágrima que escorria no rosto da vocalista. – Você é a pessoa mais incrível e talentosa que eu já conheci, eu já disse que me inspiro em você desde antes de nos conhecermos. Seu comprometimento com as coisas, os detalhes que você nunca deixa passar, sempre se preocupando em transformar tudo o que fazemos em obras de arte. 


– Bokkie…


– Ahri, não existe chance do público não gostar de você. Os nossos fãs entendem que foi necessário esse tempo em que você ficou fora dos palcos, e eles sabem que você só fez isso para voltar dez vezes mais forte. – Ela segurou as mãos da líder, que ainda derramava algumas lágrimas discretas. – Se você não conseguiu se dedicar tanto aos ensaios, foi porque você estava planejando uma turnê inteira, e olha só onde nós estamos.


– Eu tenho medo de não ser boa o suficiente, Bokkie. Vocês três são tão incríveis em tudo, eu só quero sentir que sou boa o suficiente para estar ao lado de vocês. Já me disseram tantas mentiras sobre o que eu era ou sobre como as pessoas de fora me enxergavam, que nem eu sei mais como lidar com isso?


– Ahri, você confia em mim? – Os olhos violetas se voltaram para as orbes douradas da líder, chamando a sua atenção.

 

– Mais do que tudo. – A vocalista disse sem hesitar, porém um pouco insegura com o que viria a seguir.


– Nem eu, nem as meninas estaríamos aqui se não fosse por você. Foi você quem descobriu a Kali na internet, quem conseguiu afastar a Evelynn das polêmicas pelo que ela me disse, e quem convenceu o Jhin a me deixar fazer a audição. Você é o coração do KDA, todo mundo que está lá fora veio aqui pra ouvir a sua voz Ahri. Ninguém é perfeito, não se cobre tanto por favor.


A loira refletiu um pouco, antes de cuidadosamente limpar as lágrimas restantes, com toda a calma para não borrar a maquiagem, que por sorte era a prova d 'água.


Ela tinha tanto medo de que aquele momento se transformasse em uma lembrança ruim, queria apenas conseguir aproveitar a oportunidade wue o universo estava lhe dando, mas tinha medo de falhar.


No final, ela acabou cedendo aos olhares esperançosos da dançarina, se perguntava como ela conseguia emanar esse sentimento bom, de que tudo iria ficar bem. Com esse pequeno impulso, ela conseguiu afastar por hora, os pensamentos ruins, e focou sua energia em tentar acompanhar o brilho da mais nova.


– Obrigada Kai, de verdade. Acho que você foi a melhor pessoa que eu conheci com esse projeto, não conta pra Akali por favor. – Elas riram. – Não vou dizer que o medo sumiu, mas eu vou dar uma chance para o que vai. acontecer essa noite.


Em um gesto que pegou a dançarina de surpresa, Ahri quebrou a distância que existia entre as duas com um abraço apertado, que foi rapidamente retribuído. Por ter crescido na Coreia, sem muita aproximação com sua família, a vocalista não tinha o costume de tocar nas pessoas, e principalmente, de abraçá-las, mesmo que fosse com as meninas. Então, aquele gesto de carinho foi o suficiente não só para deixar Kaisa surpresa, mas também, muito feliz de uma maneira geral, pois com isso, ela percebeu que aos poucos estava derrubando as barreiras que Ahri havia construído ao seu redor, e quem sabe, conseguiria ajudá-la a superar toda aquela insegurança.


Quando se distanciaram novamente, a dançarina se levantou do chão gelado e estendeu a mão para a líder, que não demorou a se colocar de pé.


– Vamos, ainda dá tempo de retocar a sua maquiagem, quero que você fique ainda mais perfeita pra esse show. – Kaisa segurou a mão da loira e a guiou de volta até o camarim.


– Eu só me pergunto o que aquelas duas estão fazendo sozinhas lá dentro. – Ahri riu. Ela já havia notado o clima que estava surgindo entre Evelynn e Akali, desde antes da estreia. – Tem certeza que é uma boa ideia entrar lá?


– Você tá certa, vamos para outro camarim então. – A dançarina entrou na brincadeira e as duas seguiram até o cômodo ao lado, onde conseguiram escutar alguns sons no mínimo estranhos que vinham do camarim ao lado.


Ignorando o que acontecia ali, elas deram os toques finais nos visuais e subiram novamente para o palco, prontas para iniciar uma nova fase em suas vidas, um caminho que obviamente não seria fácil, mas que reservava muitos momentos incríveis pela frente.

Elas estavam destinadas a brilhar.



Notas Finais


E essa foi a One! Gostaram?🦋✨

Alguém aí já se sentiu/sente como a Ahri, é uma sensação horrível quando vc sente que nada q vc faz tá bom o suficiente. Eu sou uma pessoa muito perfeccionista e as vezes acabo me prejudicando por conta disso.

Uma pessoa que eu conheço me disse essa semana que as vezes a gente precisa se jogar de cabeça, mesmo que nem tudo saia de um jeito perfeito, nunca vamos aprender sem errar!🦋

Obrigada por terem lido essa fic/desabafo!🦋✨ Me contem o que acharam nos comentários!! Se tudo der certo, esse mês eu volto com as atualizações de Awaken!!✨✨☀️

Nos vemos na próxima!✨🦋 Beijoss!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...