História Good Life - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Troye Sivan, Zayn Malik
Visualizações 37
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction Good Life - Capítulo 10 - Capítulo 10

POV JAY


— Zaaaaaac! -. Gritei com meu noivo na esperança de fazê-lo acordar já que estava o chamando faziam quase cinco minutos, e pensei que gritando fosse adiantar alguma coisa, mas eu só ouvi um “hm” vindo dele. Isso é sério?! Eu praticamente berrei no ouvido dele e ele nem sequer abriu os olhos.

— Isaac! Se você demorar mais um minuto eu vou ir sem você! -. Gritei novamente e ele abriu somente um olho. Um avanço.

— Vai onde sem mim, amor? -. Ele pergunta se aconchegando mais aos cobertores.

— Como onde? Você esqueceu que tenho um ultrassom marcado para hoje?! -. Pergunto já irritada e ele senta na cama calmamente enquanto coça os olhos, se eu não quisesse o matar agora com toda a certeza do mundo eu estaria o abraçando por ser tão fofo.

— Ultrassom? -. Isaac diz calmo e em seguida arregala os olhos e dá um grito. — Meu Deus Jay! Porque você não me falou logo mulher?! -. Ele levantou correndo indo em direção ao banheiro, mas acabou por tropeçar e cair no chão e eu fiz o que toda boa noiva faria, comecei a rir descontroladamente ouvindo ele resmungar coisas desconexas.

Ele não havia mudado quase nada desde a adolescência, ainda possuía aquela cara de menino e continuava um idiota, Isaac havia amadurecido muito em seus vinte e sete anos, mas no fundo ainda é aquele adolescente sonhador e viciado em videogames pelo qual me apaixonei perdidamente.

Não podia estar mais feliz, vamos nos casar em três semanas e teríamos um filho em menos de seis meses. Meu Deus! Eu vou me casar em três semanas! E se alguma coisa der errado? Calma Jay, vai dar tudo certo, você vai ter um casamento lindo e vai estar tudo perfeito, não precisa ligar pro seu pai surtando como das últimas quinze vezes, calma… respira… você consegue ficar calma.. AI MEU DEUS EU PRECISO DO MEU PAI!

Peguei meu celular discando rapidamente o número do meu pai Z, torcendo para que ele atendesse o mais rápido possível.

— Alô, Pai eu preciso de você! -. Disse desesperada assim que o telefone foi atendido.

— Qual o problema? O Isaac ficou preso no banheiro de novo? -. Ouvi meu pai Lee dizer e comecei a rir lembrando da vez em que Isaac sem querer quebrou a tranca do banheiro e ficou preso por mais de três horas.

— Oi pai, como o senhor está? -. Perguntei ainda rindo e pude ouvir alguns gritos vindo do outro lado me fazendo franzir o cenho. — Está acontecendo uma guerra nessa casa?

— Guerra? Não, é só a Allison que está aterrorizando a Lucy, que está aterrorizando o Alex, que está aterrorizando a Kimmy, que pela cara está prestes a bater em alguém -. Ele diz calmamente como se aquele barulho todo não o estivesse incomodando.

— A Lucy e o Alex estão aí? -. Perguntei e em seguida ouvi meu pai Z gritar com a Kimmy mandando ela parar de tentar quebrar o braço de Alex.

— Sim, Lucy dormiu aqui essa noite, Allison praticamente implorou para Louis deixar alegando que elas precisavam de “uma noite de garotas” seja lá o que significa, daqui a pouco Harry vem para levá-las para a aula -. Ele respondeu e pude ouvir o papai gritar “Liam James você trate de levantar essa bunda que você não tem desse sofá e vir dar um jeito nas suas fil- Esse é meu celular? Com quem você tá falando Liam?!”

— Eu estou falando com nossa filha, ela está com problemas -. Meu pai gritou e eu novamente comecei a rir ao ouvir o tio Niall perguntar se o Zac tinha ficado preso no banheiro

— Jay meu amor, fala pra esse ogro parar de me bater pelo amor de De- AI ZAYN, QUER ME DEIXAR INFÉRTIL?! -. Eu só sabia rir enquanto os ouvia discutirem sobre o porquê dele se importar se era fértil ou não.

— Tá morrendo ou o que? -. Ouço Zac dizer ao voltar para o quarto e o chamo para se sentar ao meu lado, colocando o celular no viva voz.

“KIMMY PARA DE ATACAR O ALEX” -. Tio Niall gritou e Zac me olhou confuso enquanto eu não parava de rir.

“MAS EU NÃO TO FAZENDO NADA TIO!” -. Ouvi minha irmã gritar de volta e em seguida o som de algo caindo se fez presente e o choro de um bebê vio logo após.

“MEU DEUS LUCY, VOCÊ MATOU O MATTEW!” -. Alex gritou e tanto eu quanto Isaac arregalamos os olhos, que merda havia acontecido?!

— Pai?! O Matt tá bem?! -. Perguntei preocupada, o choro dele já estava me deixando desesperada.

— Ele está bem, a Lucy caiu e ele se assustou -. Eu não pude deixar de suspirar aliviada, mas quase não o ouvia já que todo mundo naquela casa estava gritando, e hoje ainda é segunda. — Só um segundo Jay, o Harry chegou, fale com Niall enquanto isso.

— Okay -. Disse baixo e esperei até que tio Niall atendesse.

— Olá Johannah, como você está nessa linda segunda feira minha querida? -. Ele disse fazendo uma voz séria me fazendo rir baixo.

— Olá tio Niall,  estou ótima e o senhor? Como está Matthew? -. Falei da mesma forma que ele

— Matthew e eu estamos bem plenos enquanto assistimos seu sogro calar a boca de todo mundo… Talvez Matthew esteja babando em mim, mas ninguém precisa saber.

— Ele é uma gracinha até babando -. Falei sorrindo e imaginando quando meu filho ou filha nascesse, eu com toda a certeza não via a hora de conhecer meu filhinho.

— Sim, sabia que ele falou a primeira palavra?! Jay ele falou Papai! Meu menino é tão inteligente -. Eu tinha certeza que ele estava sorrindo todo bobo agora, tio Niall é um pai muito coruja e tinha absoluta certeza que Isaac seria do mesmo jeito.

— Sério?! Ele está a cada dia mais esperto, e está crescendo rápido também

— Nem me fale, parece que foi ontem que Josh e eu o adotamos, eu lembro como foi maravilhoso segurar aquele bebezinho de apenas um mês em meus braços, foi um dos melhores momentos da minha vida e logo vai ser você -. Ele disse em um tom totalmente animado e eu sorri levando minha mão até a pequena saliência que havia em minha barriga e acariciei o local.

— Eu mal posso esperar tio, daqui a pouco tenho uma consulta -. Falei e começamos uma conversa animada sobre o possível sexo do bebê e nomes que isaac e eu gostaríamos de colocar em nosso filho, mas tive que desligar pouco tempo depois já que estávamos quase nos atrasando para a consulta.

Isaac foi devagar o caminho todo, dizendo que não queria o risco de nenhum assistente, eu entendia perfeitamente sua preocupação, mas ele já estava me irritando visto que ele estava muito abaixo da velocidade mínima, o que fez com que o trajeto de dez minutos durasse mais de quinze e por sorte conseguimos chegar alguns minutos antes da consulta marcada.

E se Isaac e eu choramos feito bebês quando ouvimos pela primeira vez os batimentos rápidos do coraçãozinho do nosso filho ninguém precisava saber.


Notas Finais


Meus amores, essa fic será bem mais curta que as outras duas temporadas... As coisas vão acontecer mais rápido e não terá tanto drama


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...