1. Spirit Fanfics >
  2. Goold Old Fashioned Lover Boy >
  3. John e Veronica Deacon

História Goold Old Fashioned Lover Boy - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - John e Veronica Deacon


JOHN DEACON NARRANDO 

Eu iria me casar hoje.

Eu estava apavorado.

Eu não queria me casar com ela.

Eu queria me casar com Freddie.

Veronica precisava ficar com um homem que a amasse.

Não eu.

Eu estava com um olhar melancólico enquanto esperava minha noiva no altar.

Eu estava com um ar melancólico e taciturno.

Eu não sorri,nem esbocei qualquer reação quando vi o pai de Veronica a trazer até o altar.

-Estamos aqui reunidos para,começou a dizer o padre quando Veronica ficou ao meu lado.

Durante a cerimônia eu estava calmo e sereno.

Não esboçava qualquer reação.

Apenas fiquei parecendo meio taciturno.

Eu rezava para que acabasse logo e eu pudesse ir para um canto chorar em paz.

Na hora de recitar os votos eu os recitei calmamente e serenamente.

Parecia um robô.

-Pode beijar a noiva,disse o padre.

Eu respirei fundo e depositei um beijo casto nos lábios de Veronica.

Durante a festa meu pais vieram me parabenizar.

Depois vieram os pais de Veronica e disseram que eu era o gênero dos sonhos deles.

Isso me fez me sentir pior do que já estava.

Disse licença a minha noiva pois nós estávamos em uma mesa separada só pra nós e fui procurar um lugar para chorar em paz.

Tudo piorou quando vi Freddie e Paul se beijando às escondidas na festa.

Eu rapidamente me tranquei no banheiro do salão de festas e comecei a chorar.

Lágrimas e mais lágrimas escorriam pelo meu rosto.

Os soluços sacudiam meu corpo violentamente.

Eu não conseguia parar de chorar.

Por mais que tentasse.

Não sei dizer quanto tempo se passou enquanto eu chorava.

Só sei que depois de um tempo eu limpei as lágrimas,lavei o rosto,destranquei a porta e voltei para minha esposa.

-Aonde estava querido ? Questionou-me Veronica.

-Meu pai queria conversar em particular comigo,menti na esperança de que ela acreditasse.

-Ah sim,disse-me ela sorrindo.

-Está na hora da valsa,disse minha esposa.

-Tudo bem,respondi me levantando e a levando até a pista de dança.

Quando começou a valsa eu estava novamente com aquele ar aéreo e taciturno.

Queria que acabasse o mais rápido possível.

Olhei para Freddie enquanto dançava e vi seu rosto banhado por lágrimas.

Eu queria ir até lá e confortá-lo.

Eu queria abraçar ele e dizer que dicaria tudo bem...igual um namorado ou marido faz.

Mas eu não podia.

Então Paul fez isso no meu lugar.

Meu sangue ferveu após ver a demonstração de afeto entre eles.

Respirei fundo contendo minha raiva e olhei para minha esposa enquanto dançávamos a valsa.

Quando acabou eu dei um selinho nela ouvindo as palmas e assobios dos convidados.

Depois voltamos a nos sentar e conversar e eu voltei a ficar novamente a ficar com aquela expressão taciturna em meu rosto.

Durante minha cerimônia de casamento eu não sorri nenhuma vez.

Não verdadeiramente,pelo menos.

A única vez em que eu sorri foi enquanto o fotógrafo tirava as fotos para o álbum de casamento.

Durante a festa de casamento meu único pensamento foi:Estou fazendo isso por que é o correto a se fazer...estou fazendo isso pelo meu filho.

Eu não sorri durante a minha festa de casamento.

Apenas fiquei com um ar melancólico e taciturno.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...