1. Spirit Fanfics >
  2. Gostoso >
  3. Ai que saudade

História Gostoso - Capítulo 23


Escrita por:


Capítulo 23 - Ai que saudade


Fanfic / Fanfiction Gostoso - Capítulo 23 - Ai que saudade

 

Os treinos voltaram. Marcelo tinha decidido ficar no C.T para não ter que fazer Caio e as meninas terem de ficarem com ele, e a Yasmim claro. Então ele voltou hoje para pegar algumas coisas e dar um carinho para os cachorros, que ele sempre iria voltar para ver, afinal os deixaria em uma pet. As meninas tinham saído para comprar algo para fazer mais uma das maluquices vegetarianas de Yasmim.  

 

Marcelo foi até a cozinha encher sua clássica garrafa de água. Caio estava lá. Os dois se olharam rapidamente, mas não soltaram um som sequer. Caio ficou encarando o corpo de Marcelo com uma voracidade enorme. O mais velho ficou com o coração em disparada. Eles estavam longe um do outro há alguns dias. 

 

C.A/ Sabe. — Disse cortando o silêncio e assustando Marcelo. — Ninguém faz do jeito que você faz. — Até porque ninguém sabe fazer o boquete perfeito, Caio. — Realmente, eu não consigo parar contigo, eu sempre quero mais e mais. — Disse surpreendendo Marcelo. Os dois se aproximaram calmamente. 

 

C.A/ Eu quero você aqui. — Apontou para seu colo e Marcelo apenas deu um sorriso de canto ao concordar. Se acomodou onde sempre se sentiu desejável e completo. Caio apenas passava suas mãos pelo corpo de Marcelo ao o provocar. 

 

M.V/ Olha pra mim. — Os dois se encararam com intensidade. — Vem que eu tô afim, tira essa roupa logo e me faz sentir… — Ia terminar, mas Caio o beijou profundamente, se levantando e levando o mais velho até o quarto ao trocarem diversas risadas. Na cama com Caio se preparando para adentrar em Marcelo, ele para e encara o corpo do mais novo. — Eu tô com saudade de você dentro de mim. — Caio riu ao concordar. — Tô com saudade daquilo. — O que? — Indagou ao abrir as pernas do mais velho. — Você. — Terminou ao sentir um leve selinho de Caio. 

 

Um movimento impactante foi o que Marcelo sentiu ao Caio entrar em si. Movimentos lentos para os dois se aproveitarem um do outro com mais calma. Mordidas e juras de amor trocadas enquanto as estocadas aconteciam. Aquele sexo selvagem que sempre era feito foi trocado por um “fazer amor”. Muito tempo depois os dois se saciaram após Marcelo fazer o que Caio tanto sentia saudade, um belo boquete. Agora, os dois estavam um do lado outro, suando e rindo de terem mais uma vez cometido o pecado de não aguentar mais. 

 

C.A/ Vou te falar a verdade. — Disse após alguns minutos de silêncio. — De madrugada bate aquela saudade. — É só lembrar de tudo que já fizemos. — Fazer amor contigo é uma necessidade. — A vontade invade, né? Passar o dia com tesão acumulado já virou rotina. — Caio deu uma risada e se sentou puxando Marcelo para cima. — O teu cheiro no meu travesseiro, eu queria que fosse realidade. — Eu também, Caio. Ainda mais que eu vou ficar no C.T por hora. — Você não tem noção da saudade que eu tô sentindo de ti, isso aqui não é nada comparado com o que eu quero. — Não é só você que anda assim. — Deu um sorriso caloroso ao acariciar a barba do mais novo. — Posso pedir com carinho uma coisa? — Qualquer coisa. — Vamos comer carne? — Os dois riram e Marcelo concordou. — Mas, a gente podia fazer amor gostoso de novo, o que acha? — Eu quero te ouvir gemer mais uma vez. — Disse ao beijar Marcelo de modo intenso.

[...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...