História Gotta Be You (Rafael Lange - Cellbit) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Thiago Elias "Calango"
Personagens Alan Ferreira, Felps, Rafael "CellBit" Lange, Thiago Elias "Calango"
Tags Alanzoka, Batista, Calango, Cellbit, Felps, Gabs, Guaxinim, Rato, Sasa, Satty
Visualizações 106
Palavras 974
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioi pessoal, nossa desculpa novamente pelo meu sumiço aconteceu muita coisa nessa semana, não foram coisas muito boas sabe.

Os capítulos de quinta e sexta ficaram prontos na terça só que eu me desliguei do mundo por um tempo e esqueci de postar mil novamente

Boa leitura meus anjos

Capítulo 5 - Capítulo (04) - You are welcome


Fanfic / Fanfiction Gotta Be You (Rafael Lange - Cellbit) - Capítulo 5 - Capítulo (04) - You are welcome

"...Senta, escolhe o jantar
Espera a vergonha passar
Pra eu cantar pra você..."

...

- Vocês dois passaram o dia todo fazendo o que mocinhos? - Andreia tinha sentado no outro sofá, meu pai subiu para se trocar.

- A gente conversou bastante, assistirmos um filme - Sorrir enquanto olhava nos olhos do Rafael.

- fico feliz que vocês dois estão se dando muito bem - Ela sorriu, se levantou e foi em direção ao quarto do meu pai.

Encaro o Rafael parecia que ele estava perdido nos seus pensamentos.

- Rafa? - O chamei, despertei o garoto do seu transe.

- Desculpa você falou alguma coisa? - Ri baixinho

- O que você queria naquela hora? - Perguntei confusa pra o garoto a minha frente, parecia que estava um pouco nervosa?

- Não era nada - Um sorriso doce se formou em seus lábios, retribuir o sorriso.

E novamente estávamos um encarando o outro, nossas respirações estavam se misturando aos poucos. 

Ele mordeu o seu lábio e continuo mim olhando, os seus olhos desceram para minha boca...(?)

- Rafael vamos? - A voz da Andreia nos despertou daquele clima, sorriu em resposta e levantou.

- Amor fica mais um pouco? - meu pai estava abraçado com a Andreia, sorrir observando a cena.

- Preciso ir Roberto, depois a gente conversa sobre a mudança ok? - ela deu um selinho no meu pai e depois o abraçou.

- Você tem meu número né? - Rafael me perguntou, neguei com a cabeça ele pegou o celular que estava em meu bolso do short. 

Ele digitou o número no meu celular e depois me entregou

- Depois a gente conversa por mensagem? - A resposta já era um pouco óbvia.

- Claro que sim Rafael - Um sorriso se formou em seus lábios, ele me puxou para um abraço

E me apertou em seus braços, o seu cheiro forte de menta em apenas dez minutos se tornou o meu favorito. Beijei o seu pescoço e pode perceber que ele se arrepiou um pouco.

- Já se ficaram melhores amigos? - Meu pai perguntou enquanto sorria. Eu me afastei e sorrir como resposta.

- Ficamos amigos - Rafael me encarou e sorriu.

- Agora vamos? - Andreia perguntou novamente, eu e o meu pai levamos eles até a porta.

Um sorriso triste se formou nos lábios da Andreia e do Rafael, eles se despediram e entraram no carro. Meu pai me abraçou de lado e seguimos indo entra novamente

- Bonito dona Anna você nem liga mais para mim! -Ouço a Voz da Alice um pouco, olho para trás e vejo uma menina um pouco baixa, cabelos de um tom loiro escuro com algumas mexas roxas espalhadas.

Ela corre em nossa direção.

Droga, esqueci de ligar para ela! Lá vem dramas senhor me ajude

- Oi Tio Roberto - Assim que ela chegou perto de nos, ela sorriu e falou com o meu pai.

- Oi Lice como você está? - Ela abraçou o meu pai e ele sorriu.

- Estou bem e o senhor como está? - Cruzo os meus braços e observo ela me ignorar com sucesso.

- Estou bem, você não quer entra? eu vou fazer um bolo pudim maravilhoso - Ela deu um gritinho de felicidade. Onde tem comida lá está a Alice

- Claro que eu quero Tio! 

- Você vai me ignorar até quando Alice? - O sorriso que estava em seus lábios sumiu, um semblante raivoso se formou em seu rosto. 

- Eu acho melhor eu entra vocês duas se resolvem, que eu vou preparar o bolo - Meu pai praticamente saiu correndo e eu fiquei ali com a fera.

- Anna você disse que iria para a minha casa hoje, e se acontece alguma coisa você iria ligar para mim! - Ela cruzou os braços e ficou esperando a minha resposta.

- Eu... - Eu não tinha nenhuma desculpa para esse momento, alguém me "Helpa" por favor! - Apenas não pode ir

- Por que você estava com... - Do nada ela mudou de expressão, um sorriso malicioso se formou em seus lábios e descruzou os braços, Olha a bipolaridade atacando pessoal, tem tratamento isso - Aquele garoto maravilhoso de olhos azuis!

Ele deu um gritinho mais um vez, senhor porque o senhor me deu uma amiga tão exagerada? 

como ela viu o Rafael? 

- Como você viu o Rafael? - Ela jogou os seus cabelos para o lado e piscou para mim.

- Aqui é profissional - revirei os meus olhos é a puxei para dentro da minha casa. - Amiga quem era aquele gato?

E novamente revirei os meus olhos

- É o filho da namorada do meu pai 

- Você dois  passaram a tarde fazendo o que? - e novamente aquele sorriso malicioso se formou nos lábios da "safrada" ao meu lado.

- A gente apenas Conversou, não pense besterias Alice - Enfatizei o "A gente apenas Conversou"

- Se você diz tudo bem, vou lá na cozinha ver se o tio precisa de ajuda... - Meu celular vibrou em meu bolso, sinal que eu recebi uma mensagem nova. - Você vem?

- Eu vou já já - Ela vai andando em direção a cozinha, tiro o celular do meu bolso e sorrio assim que vejo a mensagem.

Você recebeu uma nova mensagem de Futuro Irmãozinho 

Já estou com saudades Luazinha

O que eu faço mds?

Luazinha 

Mas já?

Assumo, também estou com saudades de você senhor Lange

O que devemos fazer Mds? 

 

Futuro Irmãozinho

A gente pode se encontra

Ir ao cinema amanhã?  O que acha?

Quero te encontrar antes de ir embora 

Luazinha

Em apenas um dia já me ama desse jeito nossa

Futuro Irmãozinho

Impossível não se apaixonar por você Anna 

 

 

"Tento não da pra disfarçar

Não consigo parar

De olhar pra você"

 


Notas Finais


Olá meus amores vim aqui pra me despedir de você, espero de coração que vocês tenham gostado do capítulo e que estejam gostando da fic faço tudo com muito amor s2

Obrigada por todos os votos e comentários.
Estou trabalhando em uma nova fic do Rafael lange logo logo irei postar S2 espero que vocês gostem muito pois, essa fanfic eu estou amando escrever

Se você gostou não se esqueça de votar e de comentar qual foi a sua parte favorita.

Se quiser falar comigo pode me mandar mensagens que eu vou responder estou precisando de amigos virtuais ksksksksksksksk S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...