História Graças a Alfred Hitchcock - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 32
Palavras 408
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, LGBT, Literatura Feminina, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! ;D Quanto tempo, não?! Esse plot surgiu como um diamante na minha cabeça, pois como eu adoro ler, pensei: ''Por que não colocar um pouco da minha pessoa em ambos personagens?" e PUM; foi nesse caminho.

A história está um pouco mais detalhada que outras, com uma pegada mais fofa, sem muito +18,. Claro que há a insinuação de sexo, mas sem as ''cenas'' passadas ao longo do mini plot.

Enfim eu espero que vocês gostem, eu planejei essa estória e escrevi-a faz dois meses, só estava aguardando a capa ser finalizada pelo pessoal do @BusanCity - que edita muito bem, Deus!

Depois corrijo os erros, ok! Até mais. :D

Capítulo 1 - Preciso de atenção, não um livro!


Jeon era um menino exibicionista que adorava atenção e jogos de computador, e Jimin o típico cara que respirava  literatura, livros e tudo o que tinha a ver com leitura. 

Há algum tempo Jeon havia percebido a distância de Jimin por conta da sua concentração nos livros do Alfred Hitchcock; Primeiro começou lendo O mistério da Sombra que ri, depois  Morir para ver, e em seguida Psicose, que havia sido adaptado para um filme. O baixinho mais velho passava dias sem ver o menino coelho,  por conta dos livros novos na prateleira de sua casa na Rua de Naengjeong-ro, onde  Jeon ia todos os dias. Os livros faziam parte do cotidiano do homem que nasceu em 1995, ele respirava livros, sua alma girava em torno daquilo, principalmente os livros de Stephen King e Alfred Hitchcock. Jimin tinha certeza de que seus livros favoritos de ambos escritores, era Joyland e Os Pássaros, podia ler e reler aqueles livros pra sempre, e amaria, se apaixonaria e nunca, nunca enjoaria. 

Já Jeon era o viciado em jogos como Overwatch e Watch Dogs, passava dias na frente do computador, comendo batatinhas chips e refrigerante de melão, e apesar da estrutura corporal ser ótima, já havia ido ao médico por pressão alta. Mas nada disso impedia o Jeon de amar Jimin, e Jimin de amar Jeon, em muitas ocasiões os dois aproveitavam fazendo o sexo em toda casa, ou jantando em restaurantes caríssimos com comida de primeira e bebidas que eram produzidas por puro fastio. 

 (...)

Jeon havia deixado de jogar um pouco, perdeu uns 4 quilos, enquanto Jimin havia se graduado em literatura inglesa, na qual tinha tanta paixão. Á noite, foram para casa, tomaram um Chianti delicioso, de mil e setecentos, doce e duramente preenchido de álcool. Foram aos beijos até o quarto, Jimin deitou-se em cima do menino Jeon e ambos, trocaram carícias voluptuosas, assim evoluindo-se para a foda casual do casal, mas sempre envolvendo os sentimentos, principais de um mero par que se ama. 

— Eu te amo como a mãe do Norman. — Jimin disse, tendo aquela conversa pós sexo.

— Credo Jimin! Que bizarro, anda assistindo  muito psicose. — O coelho deu um tapa nos braços envolventes de músculo, enquanto o mais velho sorria bobo.

O final da noite foi como qualquer outra, eles se cobriam com um lençol de seda branca, deitavam a cabeça no travesseiro em uma massa fofa de pena e pano, e abraçavam-se protegendo um ao outro. 

 

 


Notas Finais


Ok gente! Espero que tenham gostado, eu estou realmente muito animada de estar postando esse plot, deus! Meu coração está pulando de alegria KKKKKK.

Comentem! E não, não haverá continuação; como eu disse é um fluffy drabble bem detalhado; cheio de coisas da minha personalidade, e não tem o porque continuar.

quem quiser falar comigo sobre qualquer dúvida ou critica: https://curiouscat.me/bangpaoboys


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...