História Graças á um feitiço - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Dean Winchester, Sam Winchester
Tags Dean, Sam, Wincest
Visualizações 366
Palavras 1.155
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Fluffy, Lemon, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello amores, chegamos ao final da Fic, espero que gostem ❤ Bjao *-*

Capítulo 3 - Finalmente em seus braços


Fanfic / Fanfiction Graças á um feitiço - Capítulo 3 - Finalmente em seus braços

-Espera um pouco, do que está falando Cass?


O anjo permanece calado, apenas encarando Sam e o cachorro ao seu lado.


-Dean é o cachorro?


-Sim, quando você saiu eu senti uma energia familiar emanando do peludo. -Castiel andava pelo quarto - Então tirei minhas dúvidas, Dean foi enfeitiçado e transformou-se em cão.


O mais novo empalideceu, nessas duas semanas, chorava pedindo para que Dean retornasse, “conversava” com o cão sobre seus mais profundos sentimentos.


~Flashback ON~


Uma semana, uma maldita semana sem nenhuma pista de onde seu irmão pudesse estar. Cogitou a hipótese de Rowena tê-lo pegado para fins de testar novos feitiços, mas logo descartou a ideia, pois Castiel se assegurou que a ruiva não havia chego perto de Dean.

Sentou-se na cama do mais velho, passando as mãos nervosamente pelos cabelos grudados na testa de suor. O cachorro se aproximou dele lambendo sua mão e choramingando.


“-Sam, não fica assim! Eu logo voltarei ao normal!”


-Ah Dean...Como sinto sua falta…. -Sussurrou Sam acariciando as orelhas do animal -Queria tanto poder te abraçar de novo...Dizer o quanto eu te amo.


“-Sammy, estou aqui, irmãozinho, eu também te amo! “


-Mesmo que eu me arrependa, irei confessar que lhe amo mais que um irmão, como um homem!


Sam gritou, jogando tudo que via pela frente, aquela agonia de não ter saída alguma para o problema, Dean poderia está em graves perigos e ele estava fazendo o que?! Nada! Chorando, senso fraco como sempre se achou, sem Dean sentou-se impotente, sozinho e um fraco.


~Flashback OFF~


-Sam!


-Hã? O quê?


-Tudo bem? -Castiel o encara confuso


-Sim, sim, estou, mas então se o cão é o Dean como desfazemos tal feitiço?


-Já trouxe todos os ingredientes, é simples a cura.


Então o Winchester mais novo e o Anjo se puseram a trabalhar, misturaram os ingredientes dentro de uma bacia, Sam sangrou como a última coisa, recitaram tais palavras. Após um tempo, o corpo do cachorro brilhou e em seguida uma nuvem de fumaça tomou conta da sala do bunker.

Quando a fumaça abaixou, os dois avistaram o corpo do mais velho estirado no chão, nu, completamente nu.

Dean abriu os olhos, tentando acostumar com a claridade do quarto, sentou-se na cama sentindo todos seus músculos retesaram e a dor passar pelos cantos de seu corpo. Sua cabeça latejou sentindo um cheiro gostoso vindo da cozinha.

Seguiu o cheiro, encontrando seu irmão no fogão, a mesa posta com todas suas comidas  preferidas.


-Bom dia, Sammy.


O mais novo da um pulo de susto, virando-se para o irmão, Dean trajava apenas uma calça do pijama da noite passada. Engoliu em seco corando e voltando sua atenção para o fogão.


-Bom dia...Dean, pelo visto sente-se melhor.


-Pois é, ser um cão não é nada fácil. -Disse sorrindo de lado se aproximando do mais novo.


-Verdade, mas que bom que não teve nenhuma sequela. -Falou tentando disfarçar o nervosismo.


-Não ficou, mas sabe Sammy… -Abraçou-o por trás subindo as mãos pelo peitoral do mais novo enquanto dava leves beijinhos em seu pescoço. -Descobri coisas bem interessantes.


-Que... Coisas?


Dean se calou, virou o irmão para si atacando seus lábios com gula. Já enfiando sua língua na cavidade molhada de Sam e sendo retribuído na mesma intensidade.

Mãos experientes do mais velho tratou logo de se desfazer da camisa de flanela que Sam usava arranhando seu peitoral apertando cada como de músculo daquele abdômen bem feito.

Os beijos cessaram, Dean abocanhou os mamilos do mais novo, chupando, lambendo e beijando arrancando suspiros de prazer do Winchester mais novo.


-mmm


-O que você quer Sammy? -Sussurrou mordendo o nódulo da orelha - Me diz maninho, o que você quer que eu faça?


-Me chupa…


Dean deu um sorriso malicioso se afastou do irmão para retirar sua calça junto a cueca box, ficando nua a sua frente, retirou o restante das roupas de Sam puxando-o para seu quarto empurrando-o na cama de pernas abertas dando-lhe visão de sua entrada rosa, pulsando.

Lambeu os lábios em sinal de tesao, abaixou-se ficando de frente aquele falo pulsante que pedia por alívio. Passou a língua na fenda onde saia o pré gozo, para logo em seguida abocanhar com gana aquele pedaço de carne pulsante e quente.

Sam arqueou as costas, delirando com a boca do irmão.


-D-Dean...Eu...Vou…


-Ainda não Sammy…


Dean voltou-se para cima, beijando-o com gosto, deu três dedos para que o mais novo pudesse chupar, mas Sam apenas sorriu negando.


-Não...Precisa...eu...já estou pronto para você…


Dean arqueou uma sobrancelha, desceu o corpo até a entrada do mais novo, constando que a mesma estava esticada, voltou a encará-lo com ciúmes.


-Não é o que você está pensando! -Tratou logo de explicar -Eu me tocava pensando em você!


-Que safado… -Falou rouco.


Enfiou a língua na entrada de Sam, só para deixar mais lubrificada e mais alargada. Posicionou a cabeça na entrada pincelando só para provocar.

Observando a expressão no rosto de Sam, o mesmo rebolava para que ele entrasse e assim o fez, entrou numa só estocada já alcançando seu ponto especial.


-Porra Sam ... Você é apertado ainda…


-V-Você que é grande…-Suspirou - Vem...Se mexe…


As estocadas começaram lentas, apenas para que ambos apreciam a sensação de estarem se unindo um com o outro, finalmente.


-Dean...Mais rápido…


Dean ergueu o tronco, segurando as coxas do mais novo colocando-as em seu ombro assim facilitando mais a penetração, indo mais fundo e judiando da próstata do irmão.

Os gemidos invadiam seus ouvidos, o cheiro de sexo e suor impregnava o quarto, os corpos suados numa dança sensual em cima da cama, o prazer sendo expelido pelos seus poros.

Dean vagou sua mão entre os corpos tocando o pênis até então abandonado do irmão, bombeando no mesmo ritmo das estocadas. Logo sentindo o prazer de Sam melando sua mão e as barrigas.

Sua entrada ficou contraída, apertando seu membro é não aguentando se desfez dentro do mais novo, caindo exausto por cima dele.

Ficaram em silêncio por um curto período de tempo, Dean ficou sentado na cama encarando o nada, Sam o observava, pensando se o maior havia se arrependido do que fizera.


-Dean...Eu…


-O que me disse era verdade? -o cortou - Quando eu estava em forma de cachorro, escutava e entendia tudo que você fazia e falava para mim.


-Eu...Me desculpe Dean, sei que é errado, é doentio mas eu não tive escolha! -Estava ficando desesperado.


Antes que o mais novo surtasse, Dean o beijou, um breve selar de lábios. Assim o acalmando. Sorriu para ele, fazendo um breve carinho em seu rosto.


-Eu não vejo nada de mal Sammy...Ao contrário, fiquei muito feliz em saber que sou correspondido. -Virou o rosto vermelho - Droga, Sam, sabe que não sou bom com palavras…


-Não importa, eu te amo Dean! -O abraçou


-Eu também te amo, Sammy, meu Sammy.


Voltaram a se beijar, um beijo apaixonado, cheio de carinho, amor e companheirismo. Eram apenas os dois no mundo, eram apenas dois corações que queriam se amar, eram apenas duas pessoas que ficariam juntas para o que der e vier.


Notas Finais


Então foi isso, agradeço quem comentou e favoritou, isso me deixa feliz ❤
Até a próxima amores *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...