1. Spirit Fanfics >
  2. Graças ao diário-Jin >
  3. Cap 7

História Graças ao diário-Jin - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem...
Boa leitura
Desculpa pelos erros ortográficos

Capítulo 7 - Cap 7


Fanfic / Fanfiction Graças ao diário-Jin - Capítulo 7 - Cap 7

Quando o encontro acabou todos saímos do bar, bem Jungkook e os outros são bem legais. Nos despedimos eu e o vice-presidente esperamos todos irem embora para ai sim sairmos, já que ninguém pode saber ainda. Ao longo do caminho que caminhávamos ele me roubava alguns beijos, me abraçava. Então resolvi tocar em um assunto delicado. Que esta me incomodando.

-Jin?-paro de andar fazendo ele parar também e me olhar esperando eu dizer o que tenho que dizer.

-Sim?

-É verdade que seu pai não é a favor do nosso namoro?-pergunto.

-Sim mas como você já disse eu já sou grande e não preciso do pai me erguendo.-sorri.

-Ah... bem vamos?-pergunto.

-Claro.-volta a caminhar.

Após alguns minutos andando chegamos em minha casa. Assim que eu abri a porta o Jin tirou o sapato dele e eu também tirei o meu então entramos.

-Pode ficar a vontade vou tomar banho-digo ao Jin enquanto tiro meu cachecol e vou para meu quarto.

Entrei no meu banheiro, me despi das roupas. E liguei o chuveiro na água gelada. Estava no banho quando ouço a porta abrir quando olhei vejo o Jin sem terno usando apenas a calça deixando eu totalmente tremula. Ele sorri de canto e abre o box entrando embaixo do chuveiro comigo a água que era gelada se tornou quente. E junto a água quente Jin deposita em minha boca beijos, que conforme vão descendo ao meu pescoço ficam quentes. Ele desliga o chuveiro, e me pega no colo me tirando de dentro do box, e me coloca sentada na pia, ele tira a calça social que estava deixando seu membro apertado por ele estar acordado e pelo fato que como a calça foi molhada ela "murchou" ficando apertada em seu membro quando ele tirou. Tirou também a box branca que ele usava. Ele me pegou no colo novamente e me leva para o meu quarto me coloca deitada na cama e sobe em mim depositando mais beijos logo após isso a boca dele já estava em minha intimidade, ele fazia movimentos com a língua que me deixava louca de prazer fazendo eu soltar também alguns gemidos baixos. Aquilo era tão bom que cheguei em meu ápice, o mesmo engole tudo e depois me beija novamente. Quando nos separamos do beijo, eu resolvi dominar.

-Agora é minha vez!-digo mordendo o lado esquerdo de meu lábio empurro ele fazendo ele ficar sentado na cama eu fico de joelho e abocanho seu membro que estava ereto. Como era bem grande eu não conseguiria colocar tudo em minha boca então para não passar a vergonha de não conseguir colocar tudo coloquei oque eu consegui fazendo movimentos de vai e vem pudia ouvir os gemidos dele roucos ele jogou a cabeça para trás enquanto eu movimentava. Quando senti as veias de seu membro pulsar dentro da minha boca eu iria continuar a os movimentos mas ele me pediu para parar.

-Deixa eu meter dentro de você!.-diz.

-Tá vou deitar na cama.-assim que eu estava subindo ele me segurou e pediu.

-Tu é virgem?

-Não!-eu perdi a virgindade quando eu tinha 16 anos não foi tão bom não. Mas enfim.

-Fica de 4.-diz sério. Com a voz rouca.

-Okay!-FAÇO oque o mesmo pediu e fico na posição. Ele sem ao menos dizer nem avisa nada entra dentro de mim com pressa e faz estocadas rápidas e ferozes.

-Isso contrae no meu pau S/n-diz rouco e ofegante por estar fazendo as estocadas. Quando ele iria chegar no ápice dele parou as estocadas e ficou de pé pedindo para mim chupar ele me ajoelho e ele mesmo se masturba liberando seu gozo em minha boca não hesito e engulo tudo. Quando acabamos tomamos banho mas não rolou nada. Coloquei meu pijama, como o jin não trouxe roupa meio que ele ficou apenas de toalha na cintura.

-Está com fome?-pergunto para o mesmo que acenti que sim.

-Vem vou fazer ramen.-ele vez trás de mim.

-Ramen?-ele pergunta.

-Sim ramen nunca comeu?-digo enquanto preparo os ramens e o kimchim.

-Não.-diz se sentando.

-Nossa. Mas é oque se imaginar você é rico nunca comeria isso. Rio por achar engraçado.

-É...-suspira.

-Mas você e dono de um restaurante e não sabe oque é ramen?-pergunto enquanto coloco os macarrãoes instantâneo na mesa abro a geladeira e pego kimchim.

-Bem... comidas que tenho no cardápio eu já comi eu já comi kimchim e ramen mas nunca comi esses de lojas de conveniência. Eu como geralmente oque eu faço.

-Ah... então prova é muito bom.

-Mas como se come?-me pergunta.

-Bem você pega um pouco do ramen e come ai você coloca o kimchim na boca. E pronto.

-Ah... assim?-ele faz.

-Sim.

-Nossa é realmente bom.-diz comendo tudo com pressa.

Apenas sorrio vendo ele comer de forma fofa.

-Quem fez esse kimchim?

-Eu.

-Nossa você tenha talento para cozinha.-Diz ainda comendo.

-Não como você... come devagar para não passar mal.

-Ok.

Quando comemos joguei as embalagens de ramen no lixo e lavei os potes que usei com kimchim. O Jin foi para meu quarto. Quando entrei no meu quarto vejo o Jin dormindo feito um anjo me deito ao lado do mesmo.

-deve ter sido um dia cansativo para ele hoje.-digo para mim mesma.

Após menos de minutos eu durmo.

Outro dia....

Jin on

Quando acordei vejo que Sn não estava deitada na cama me levanto e vejo que meu terno estava seco. Quando peguei o terno senti o cheiro de amaciante. "Ela lavou" sorrio ao ter esse pensamento. Vou ao banheiro e me visto quando sai fui para a sala de Sn e vejo ela colocado algumas comidas na mesa de centro.

-comer no chão?-pergunto.

-Bem as famílias ricas geralmente come na mesa, mas quero te mostra uma coisa de pessoas simples.-Coloca algumas almofadas no chão e pede para mim sentar, assim que me sentei ela foi para cozinha e trouxe os hashis. Então começamos a comer.

-Nossa como é legal comer no chão e bem diferente do que sentar na mesa de jantar.

-Sim minha família geralmente come assim.-sorrio.

-Ah...-quando acabamos de comer ela pegou as coisas e levou para a cozinha eu a ajudei lavei os pratos sujos e depois fomos para empresa. Mas na hora que saímos da casa de Sn ela foi na caixinha do correio e pegou uma carta. O rosto dela que tinha um semblante feliz ficou triste.

-Jin pode ir indo para empresa não vai ser bom se verem nos 2 juntos.-ele diz indo para um caminho ao contrário.

Eu apenas fiquei ali,liguei para meu motorista e ele veio me buscar. Então fui para a empresa.

Sn on

Quando eu estava pronta para sair com o Jin para a empresa, resolvi ver se havia alguma correspondência quando olhei vejo uma carta estava dizendo...

"Olá sou pai do seu chefe Kim seokjin pessoa na qual você está tendo um caso. Preciso que venha aqui na minha empresa Agora".

Havia também algumas fotos minha e do Jin juntos. Apenas pedi para o Jin ir sozinho para empresa ele foi então fui para o endereço que estraga escrito na carta. Quando cheguei o mordomo me leva para onde o senhor kim estava era uma sala toda marrom com detalhes amareirados.

-quero que se afaste do meu filho.-diz sério.

-presidente!-me ajoelho no chão chorando.-eu te imploro me deixa ficar com o Jin posso mostrar para o senhor que eu mesmo não sendo rica tenho minha qualidades. Eu te imploro!-digo chorando.

-Não precisa se ajoelhar eu... te dou uma semana para você me mostrar confiança.

-Obrigada presidente.-me levanto. E saiu da mansão.

Senhor Kim on

Assim que aquela moça ajoelhou, eu percebi que o amor dela pelo meu filho e verdadeiro. Vou apenas dar minha benção para eles, na verdade o motivo de mim estar sendo rígido com eles é que o Jin já namorou varias mulheres e sempre traiu ela meu medo era dele trair ela também, com o tempo achei que ela fosse interesseira, mas... agora viu ficar ao lado dos 2 mas caso o Jin machuque ela. Não perdoarei ele.

-presidente ela já foi-diz meu mordomo.

-ok... fique de olho nas atitudes do Jin com a moça.-digo sério.

-ok. Presidente ela é uma boa moça.

-percebi.

Continua....


Notas Finais


Tchau.
ATÉ o próximo capítulo
Bjs
Se hidratem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...