1. Spirit Fanfics >
  2. Grávida de um desconhecido >
  3. 01

História Grávida de um desconhecido - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


𝔽𝕒𝕟𝕗𝕚𝕔 𝕟𝕠𝕧𝕒 🌌💜
▪︎
𝔼 𝕊 ℙ 𝔼 ℝ 𝕆
▪︎
ℚ 𝕌 𝔼
▪︎
𝔾 𝕆 𝕊 𝕋 𝔼 𝕄
▪︎
𝔹𝕠𝕒 𝕃𝕖𝕚𝕥𝕦𝕣𝕒 💜

Capítulo 1 - 01


💫

— É bonito pra sua cara! —coloquei as mãos no seu colo, a afastando pra longe de mim —

— Mellanie eu posso explicar! —ela conseguiu me segurar pelo braço —

— Me solta Liz. 

— Por favor me escuta. 

— Não! Me largue. —Tentei me soltar de seus braços —

— Mellanie! —Continuou me segurando—

— Ah. Ia me esquecendo! Enfia isso daqui... —Joguei-lhe a sacola com os ingressos — No c*!  Mais uma coisa, terminamos por aqui! —Lhe apontei o dedo do meio —

{ Algumas horas antes }

Eu, por um lado, não gosto tanto de jogos de beisebol. Porém há duas razões para eu está comprando isso. Primeiro, minha namorada falou o mês inteiro sobre esse bendito jogo e segundo era nosso quinto aniversário de namoro e eu queria comprar-lhe algo especial. 

— Quantos ingressos? —A garota no caixa me perguntou sem tirar os olhos da tela —

— Dois por favor. 

— Arquibancada superior ou inferior? 

— Hã... qual a melhor? 

— A inferior fica mais próximos dos jogadores. Mais a superior, da para ver melhor. 

— Então a superior. 

— dinheiro ou cartão? 

— Cartão. 

— Coloque a senha aqui por favor. —Me entregou a maquininha de cartão — Obrigado. 

Depois de comprar os ingressos, tentei ligar para minha namorada porém ela não atendeu. Chamei um táxi e fui até a cafeteira de sempre onde nos conhecemos, afim de encontrá-la lá. 

Sai do táxi, e tentei ligar para ela novamente. Mas continuei sem resposta. Mandei mensagem ainda de frente a cafeteria. Olhei rapidamente pelo vidro, um casal de jovens e uma delas me era muito familiar. 

Não.

 Não pode ser!  

Mais infelizmente era. 

Era a idiota do minha namorada. De conversinha com uma qualquer. No momento, nada passou pela cabeça. Encruzei os braços deixando uma cara de deboche se formar na minha face. Passei alguns segundos lá. Parada, até  ela me ver e sai de onde estava.  

— É bonito para sua cara.—Coloquei as mãos no seu colo, a empurrando para longe de mim—

— Mellanie eu posso explicar. — ela conseguiu me segurar pelo braço —

— Me solta Liz. 

— Por favor me escuta. 

— Não. Me largue! —Tentei me soltar de seus braços —

— Mellanie. — Continuou me segurado —

— Ah. Ia me esquecendo... enfia isso daqui... — Joguei-lhe a sacola com os ingressos — No c*! Mais uma coisa, terminamos por aqui! — Lhe apontei o dedo do meio —

Consegui me soltar de suas mãos, sai de perto dela o mais rápido possível. Liz é super idiota quando quer. Não sei como a aguentei cinco anos seguidos. 

Escutei a mesma gritando meu nome. Eu, não respondi. Nem lhe olhei. Apenas entrei no primeiro táxi que passou por mim. 

— Qual o destino Srta? 

— O mais longe possível por favor. 

— Okay. 

[•••]

— Mellanie querida. O que houve? — Jennie, se levantou ao ver o meu estado —

— E-eu terminei com ela. 

Ela não respondeu nada. Apenas me abraçou ao ver as lágrimas querendo escorrer pelo meu rosto. 

— Calma meu bem. —Acariciou meus cabelos — Relaxa, tá? — A morena nos separou, secando algumas lágrimas afim de me acalmar —

— Posso dormir aqui hoje? 

— Você sabe que pode. 

— Obrigado Jennie. 

— Vai tomar uma banho quente e tenta se acalmar tá? —Balancei a cabeça positivamente como sinal de resposta—

Sequei as lágrimas e suspirei contando até dez mentalmente. Deixei minha bolsa na sala, indo até o banheiro, me despindo e entrando logo debaixo da água morna. Sentindo-a relaxar cada músculo e expulsando cada pensamento negativo. 

Após o banho, vesti uma roupa simples e confortável. Pedimos comida e fomos virar a noite comendo besteira e assistindo filmes. Só nós duas. Como nos velhos tempos. 

— Eu gostava dela, sabia? 

— Sabia sim. 

— Mas, de uma ano pra cá... meu sentimento desceu pelo ralo.  

— Sério? 

— Sim. Eu acho que não passava mais do que uma paixonite de adolescente. 

— Uma paixonite que durou cinco anos, né? 

— É. É sim. —Rimos —

— Vamos sair amanhã? Ouvi dizer que vai acontecer a reinauguração da uma boate muito famosa. 

— claro que sim! Vamos chamar as meninas também. 

— Boa ideia! Quem sabe se você não arranja um novo partido, hm? —fez uma cara maliciosa —

— Jennie! Não quero entrar em outro relacionamento agora. 

— Sei. Mais enfim, quero beijar umas bocas novas. 

— Bocas novas é? Bocas de cima ou de baixo?

— Como você 'tá pervertida hein. 

 — Aprendi com você ué. 

— Quê? Óbvio que não. Eu sou Santa minha filha. —juntou as mãos, fechando os olhos, fazendo uma carinha fofa —

— Santa do pau oco. Só se for né Jennie. —Rimos —

{ Dia Seguinte }

Pelo visto eu havia acordado primeiro. Não havia sinal da Jennie pela sala, banheiro e cozinha. Fui devagar até seu quarto e a vi deitada ainda apagada. Fui ao banheiro lavando o rosto e fazendo minhas necessidades e logo depois escovando os dentes. Vesti a mesma roupa que estava ontem e deixei um pequeno bilhete agradecendo a noite de ontem. Sai do AP e caminhei de volta para minha casa. 

— Lar doce lar... —Falei suspirando após entrar em casa — 

Tirei o sapatos e deixei a bolsa no tripé. Adentrei no cômodo vendo uma certa bagunça lá. Vesti uma roupa mais confortável e mãos à obra. 

{•••}

Voilá! 

Tudo está limpinho e no seu devido lugar. Ótimo. Agora minha pessoa pode tomar um banho, comer e ir procurar um emprego. Senão irei ter que vender meu tão querido e amado AP para ir morar de volta na Coréia e voltar a ter uma vida medíocre e chata como antes.

Tomei um belo banho após comer e me vesti formalmente e me arrumei também. Peguei celular e uma bolsa, para ir a procura de emprego. Sai de casa e andei em vários lugares entregando meu currículo. Passei quase o dia inteiro andando por vários lugares nas ruas de NY.

 E por último, passei em um mercadinho perto de casa, porém disse que ia pensar. Enquanto aguardo, vou encarar isso como mais um motivo para sair com as minhas amigas hoje. Falando nisso, vou até falar com elas pra saber se hoje a noite vai dar tudo certo. 

𝐂𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚...


Notas Finais


Créditos da capa: @babygirlco


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...