História Grávida De Um Vampiro! - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Amor, Aventura, Brigas, Drama, Ficção, Ficção Adolescente, Intrigas, Mistério, Paixão, Romance, Terror, Tragedia, Vampiro
Visualizações 81
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 18 - A nova garota


Fanfic / Fanfiction Grávida De Um Vampiro! - Capítulo 18 - A nova garota

CONTINUAÇÃO..

VICTÓRIA...

{Achava que era coisa da minha cabeça ate ver uma sombra escura nas janela...me desesperei, mais foi quando senti uma mão em meu ombro. eu dei um pulo de susto, me virei assustada e dei de cara o Dylan, rindo. todas as sombras haviam desaparecido.}

Victória: do que você tá rindo?

Dylan: do seu susto kkk.

Victória: isso não tem graça Dylan!

Dylan: tem sim, afinal por quê você se assustou tão facil?

Victória: é que, eu não encontrei ninguém, ai...que saber deixa queto. {eu fui sai mais ele segurou meu braço}

Dylan: já começou a falar, vai continuar..

Victória: eu acho..que era coisa da minha cabeça. esquece

Dylan: não, vamos pode continuar.  {ele me fez contar tudo, ele achou estranho o que aconteceu, eu não sei se foi coisa da minha cabeça ou se realmente aconteceu. mais é como minha mãe disse, coisas vão começar a acontecer, e falta tão puco para a data que o medico disse que eu ganharia meu filho, eu tó anciosa para conhece-lo, mais também estou com medo do que pode acontecer quando meu bebê nascer...já estava anoite e por esse motivo eu tava um pouco cansada mesmo tendo dormido por horas, ultimamente, eu to sentindo fome o tempo todo, tó também muito emotiva, eu tive dois desejos durante essa gravidez, o primeiro foi de comer morango e o segundo foi o mais desejado eu chega sonhei comendo, no caso o desejo foi de comer Brigadeiro, me senti tão satisfeita quando meu desejo foi satisfeito, fico agradecida pelo meu desejo não ter sido bizarro como o de muitas mulheres. eu depois descobri que o Edward tinha saido, só não sei para onde, a Mel, foi para a casa da tia. aquela sena só ficava retornando na minha mente. eu jantei e depois de um tempo eu fui dormir, eu tava realmente cansada. Eu acordei com o sol batendo em meu rosto, fui tomar café já que minha barriga estava roncando, os chutes do meu filho estão ficando cada vez mais frequentes, é dolorido mais também é fofo. eu encontrei o Edward na cozinha.}

Edward: bom dia. {ele diz e me beija,}

Victória: bom dia. {eu tomei café, eu e o Edward conversamos sobre o nome do bebê, depois de tanto pensar decidimos que será Lucca. agente tinha que decidir logo mesmo. a Mel voltou da casa da tia, o irmão dela continua na casa dela, atè hoje ela nunca mais foi na casa da mãe por conta dele, já ele não pretende sair tão cedo. ainda tava de manhã quando a campainha tocou, a Mel foi atender, mais logo me chamou, chegando da lá do de cara com uma garota chorando, com as roupas rasgadas e ferida.}

Victória: mais o que aconteceu com ela?

Mel: ela disse que foi atacada por lobos.

Victória: mais também, andando sozinha por essa floresta que é cheia de lobos. {eu não tenho que falar muito eu também ando por ela sozinha. a Mel me ajudou a pegar ela e colocar para dentro de casa, não sei como ela conseguiu sobreviver. nós tomamos conta dela, ela tomou um banho e a mel emprestou uma roupa para ela, nós cuidamos dos ferimentos dela, ela comeu algumas coisas ela tava com muita fome. eu descobri que o nome dela era Ane, ela disse que fugiu de casa depois de uma briga e quando viu a floresta ela simplesmente entrou e deu de cara com os lobos e eles a atacaram, eu fiquei com muita dó dela, ela se reusou a voltar para casa o Edward aconselhou deixa-lá ficar aqui por um tempo até ela voltar para casa, Ane era uma garota linda morena com os olhos azuis, a pele bem clarinha, ela era carinhosa, sempre queria sentir meu bebê, as vezes ate em momentos íncovenientes. mais era boazinha.}

Mel Narrando...

{Eu me assustei quando abri a porta e me deparei com aquela garota toda machucada, com a roupa rasgada e os olhos marejados, mais tenho que adimitir que nunca fui muito com a cara dela, ela é um puco estranha apesar que a Vick diga que isso pode ser normal eu não acho. fico até imaginando por qual motivo ela brigou com os pais, ela nunca que tocar nesse assunto ela sempre foge quando alguém que falar disso. Não sei ao certo se ela ta tramando algo mais só garanto que eu estou de olho nela; o Dylan tá muito estranho quando ele ta perto de mim, bom que dizer ele vive perto de mim, eu nunca perguntei a ele se foi mesmo ele quem me beijou aquele dia, bom eu não tenho duvidas que foi ele pois afinal o Edward não seria pois ele ta namorando a minha amiga então só pode ser o Dylan e eu acho que esse beijo mexeu com ele, pelo simples fato dele estar tão estranho, ele não implica mais comigo, que dizer mais ou menos, só que eu acho que ainda não estou pronta para ter algo com ele, afinal ele não é lá uma pessoa que possa se confiar, ele é diferente do irmão ele tem um sangue frio, apesar de ter mudado bastante. Eu estava quieta no meu quarto com o fone apenas de um lado do ouvido e com o celular na mão quando ouso batidas na porta, eu mando entrar e era quem eu imaginava (DYLAN) como eu disse ele esta atras de mim o tempo todo feito um cachorrinho atrás do dono.}

Mel: o que você quê Dylan?

Dylan: eu queria saber se você não que dar uma volta comigo pela floresta!,

Mel: não sei não Dylan.

Dylan: vamos por favor, eu não quero ir sozinho, pois a minha vida foi assim sempre.

Mel: ok { não aceitei por dó, aceitei pois eu queria mesmo sair daquele quarto, nós dois saímos de dentro da casa, e começamos a dar uma volta pela floresta, era tão linda e grande parecia não ter fim nunca.}

Dylan: Mel?

Mel: oi!

Dylan: você gostou daquela garota que chegou em casa?

Mel: bom, possamos dizer que eu não fui muito com a cara dela.

Dylan: achei que tinha sido só eu que achei isso.

Mel: Ela parece ser estranha, parece que esconde algo.

Dylan: eu também acho, olha Mel nois dois pensamos igual, viu como nós damos bem juntos!

Mel: vai começar com isso?

Dylan: Eu acho que você ta insegura em relação a mim!, você acha que eu te machucaria?

Mel: na...não é isso é só que..

Dylan: você tá gaguejando isso já te entregou você, olha aqui nos meu olhos {ele diz parando na minha frente  segurando meus braços, suas mãos estavam geladas e seus olhos vibrantes.}

Dylan: eu nunca teria coragem de te machucar, ou você não acha que eu já teria  feito isso quando te conheci? {eu apenas abaixo minha cabeça}

Dylan: não, levanta a cabeça e me olha Melanie,  você já se esqueceu que já fomos melhores amigos?, eu nunca te machuquei e nunca irei, eu sei que nossa amizade acabou por eu ter revelado algo que não foi bom para você, mais saiba de uma coisa não sou que mando no meu coração intenda isso. {eu não sabia nem o que dizer, por que ele só falou a verdade. as vezes eu me culpo por ter feito nossa amizade acabar, por um sentimento que ele não tem culpa, nenhum de nós temos, como ele disse nós não mandamos no nosso coração.}



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...