1. Spirit Fanfics >
  2. Grávida de Uma Completa Estranha >
  3. 41 - Segunda Temporada

História Grávida de Uma Completa Estranha - Capítulo 80


Escrita por:


Notas do Autor


❤️❤️

Capítulo 80 - 41 - Segunda Temporada


Shawn puxou uma cadeira para sentar perto dela, Lauren quis sentar também, mas a dor que dominava seu corpo por inteiro não lhe permitiu fazer isso. Ela suspirou derrotada, precisaria se recuperar rápido para terminar o que tem que fazer, e para que todos saibam que está bem e viva.

– Onde os acharam?

– Bom, Felix estava tentando fugir no jatinho particular, já imaginávamos isso então ficamos na cola dele e o pegamos bem na hora. Se eu não tivesse que parecer tão sério teria gargalhado alto. — Lauren franziu o cenho sem entender.

– Por que?

– O cara estava tão assustado Laur, mas tão assustado que só faltou fazer merda nas calças. - Sorriu ao lembrar. — Parecia uma marica amedontrada.

– Queria ter visto isso. — Deu seu costumeiro riso ladino.

– Nem parecia aquele cara todo mauzão e cheio de sí.

– Shawn me fala uma coisa. Como está a Camila, os meus filhos?

– Bom, Mila está bem deprimida Lauren, ela sente sua falta, quase não come e quando a vejo está chorando. — Lauren tencionou a mandíbula novamente movendo a cabeça em sentido negativo.

– Outra vez ela está sofrendo por minha causa.

– É, enquanto aos meus sobrinhos está tudo bem, só a Ally que anda meio tristinha, você sabe que ela é apegada contigo.

– Sei sim — Suspirou. – Que merda isso viu! Quando vou poder sair daqui?

– O doutor nos informou que você vai estar 100% daqui a uns dois meses.

– Caraca tudo isso?

– Cara o acidente foi feio, Jacob e eu ficamos muito preocupados que você não passasse dessa.

– Eu já te falei que não é fácil derrubar a Jauregui?

– É, acho que já escutei isso sim. — Sorriu como quem não quer nada.

– Não se faz de besta não oh palhaço! - Socou o braço dele.

– Só não revido porque você está bem debilitada viu. — Esfregou o lugar.

– Admite que não vai devolver porque tem medo de levar outro. Sou bem mais forte que você malandrão. — Shawn a encarou erguendo um dedo.

– Malandrão não, essa vida não me pertence mais. — Oiscou e Lauren sorriu.

– Mas vem cá e a Normani? Onde vocês encontraram aquela vadia?

– Escondida na casa do pai dela, aquele homem é um medroso, uma prensa e o cara tremeu igual vara verde. Você está ligada que ele faz uns esquiminhas ilegais, foi só ameaçar que logo descobrimos que a cadela estava lá.

– Menos dois — Shawn concordou. – E aí como foi?

– Ela se negou a falar, então tivemos que usar aquele método. — Arqueou uma sobrancelha.

– Aquele lá? — Lauren Sorriu e ele afirmou.

– Sim, ela já estava desesperada, gritando feito uma louca, então resolveu falar, já que tinha percebido que perderia os dedos senão o fizesse. De acordo com o que Normani falou ela e Felix se conheceram por acaso. Foi antes daquilo tudo acontecer com a Camila e você bater nela.

– Sei, sei. Continua.

– Então, depois disso por vingança assim como ela mesma nos informou, entrou em contato com ele e passou as coordenadas de onde você e sua família mora.

– Maldita, vagabunda! Só de imaginar que os gêmeos podiam não ter nascido, tenho vontade de matá-la.

– Não esquenta mais com isso Laur , ela já está tendo o que merece e seus filhos estão bem, é o que realmente importa. — Lauren suspirou contrariada, mas concordou.

– Quero pegar o Austin, não sei, mas algo me diz que ele vai aprontar. Se aquele maldito se atrever a tocar na minha Mila eu o mato Shawn, tô com sede de fazer isso tem um tempo já. — Fechou a mão com força.

– Bom, ele ainda não achamos. O importante agora é que se recupere para darmos continuidade ao que vinhamos fazendo.

                                            (...)

Uma semana tinha se passado, bem rápida por sinal, Camila preferiu não voltar ao trabalho por enquanto, optou ficar em casa esperando por notícias, já que não adiantava ir e não ter cabeça para mais nada que não fosse pensar em Lauren. Demi e May estavam sempre dando força a ela, Belinda e Poncho também, queriam ajudar de alguma maneira, mas nada podiam fazer, o corpo da Jauregui continuava desaparecido para todos os efeitos.

Chris e Andrew souberam do ocorrido e já tinham decidido cancelar a lua-de-mel para tentar ajudar de alguma maneira, mas Camila pediu que não fizessem isso, tudo o que podia tinha sido feito, agora era pedir muito a Deus e rezar para que Lauren estivesse bem e com saúde.

– Comeu direitinho hoje minha rainha? — Perguntou Ninel alisando os cabelos da filha, Camila estava no quarto da mãe com a cabeça no colo dela.

– Sim mama, tenho que fazer isso para ter leite para amamentar meus filhos.

– Por eles e por você Mila, não fique assim meu amor, tudo vai acabar bem. — Camila suspirou.

– Quero tanto acreditar nisso mama, mas já se passou uma semana.

– Sim eu sei, só que tenho certeza que vamos encontrá-la, Lauren vai aparecer. Por falar nisso cadê meus netinhos?

– Estão com a Laura, quer dizer, os bebês dormiram, mas Ally ainda está febril mama, fiquei com ela até que dormisse, pedi que Laura ficasse de olho, caso a febre venha a aumentar é para me avisar imediatamente — Suspirou. – Me dói tanto ver minha filhinha assim, ela está sofrendo e eu não posso fazer nada. — Fungou.

– Hey, hey minha rainha não chore. Não chore Mila , Ally sente muita falta da Lauren, mas ela vai ficar bem tenho certeza. — Tentou confortá-la.

– Até quando mama? Não aguento mais.

– Shhiii...Filha, não chore por favor. — Ficou ninando-a até notar que Camila não chorava mais.

– Com licença, Camila tem umas flores lá embaixo para você. 

– Para mim Berta? — A mulher afirmou. – De quem?

– Não sei. Mas são gardênias. — Camila levantou rápido da cama.

– Como é? Eu não acredito que o cretino do Rodrigo tenha a cara de pau de continuar me mandando flores!!

– O que esse garoto tá querendo hein? — Perguntou Ninel ao se levantar também.

– Infernizar a minha vida!!

– Veio com esse cartão. — Berta entregou a Camila.

Agora você está livre para mim minha latina, aquela maldita saiu do nosso caminho! Nada mais nos impede, vem para mim Mila, te esperando.

                                    Bj. Austin.

– Idiota! Ímbecil!! Nunca, eu nunca voltaria com você , nuncaaaaa!!! — Rasgou o pápel o jogando no chão com raiva.

– Berta livre-se dessas flores. — Ordenou Ninel e a mulher  assentiu saindo. – Esse garoto não desiste, mesmo você estando casada minha rainha.

– Pois é mama, isso já está me tirando a paciência. Parece até obsessão. — Soltou o ar irritada.


Notas Finais


😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...