1. Spirit Fanfics >
  2. Grávida de Uma Completa Estranha >
  3. 49 - Terceira Temporada

História Grávida de Uma Completa Estranha - Capítulo 88


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.❤️

Capítulo 88 - 49 - Terceira Temporada


 

Ally narrando

Allyson Cabello Jauregui é meu nome. Tenho uma família diferente das diversas que vejo pelas ruas, mas não trocaria por outra por nada nesse mundo. Minha família "diferenciada" é um porcentual a mais de felicidade para mim, e não admito quem queira falar mal dela.

Moramos com minha avó Ninel, que mais parece minha tia, tio Shawn que namora ela e Berta a empregada que já é da família, ela trabalha aqui a muitos anos.

Tenho 15 anos, sou filha biológica de Lauren Michelle e Camila - a minha latina que parece uma boneca de tão perfeita. Mami é linda além de não aparentar ter tido três filhos. Como eu estava dizendo, sou filha biológica delas porque mamãe é intersexual, ela tem pênis.

Me contaram isso faz algum tempo, e foi muito engraçado. Mamãe não sabia como dizer o nome do dito cujo, ficou procurando palavras para defini-lo.

 

Flash Black on.

– Filha sua mãe e eu precisamos te contar uma coisa. — Disse mami sentando ao meu lado na cama e mamãe no outro.

– Aconteceu alguma coisa? — Olhei de uma para a outra, elas estavam sérias.

– Sim e não. — Respondeu mamãe me deixando confusa.

– Como assim? — Franzi o cenho.

– Meu amor você não foi adotada como todo e qualquer casal homossexual faz.

– Não? Contrataram uma barriga de aluguel

– Quê? Claro que não menina, até parece, eu sou lá mulher de usar barriga de aluguel quando posso fazer. — Mamãe disse e a olhei com curiosidade.

– Tá ok. Então me expliquem o quê está havendo aqui?

– Ally, a Lô é intersexual, ela tem um... — Mami travou um pouco sem graça.

– É filha eu tenho um. — Mamãe afirmou sorrindo nervosa.

– Ela tem um meu amor.

Mami repetiu e eu boiei completamente. Do quê elas estão falando meu Deus? Estou entendendo nada.

– Isso é algum tipo de código ou vocês podem me explicarem o que quer dizer esse tal "um"?

– Lô fala logo amor, não é tão ruim assim.

– Tá eu vou falar — Ela respirou fundo. – Ally o que temos para dizer é que tenho um brinquedinho.

– Brinquedinho? — Franzi o cenho outra vez.

– É. — Mamãe limitou-se a dizer.

– Que brinquedinho? — Cada vez fico mais confusa. Santo Deus.

– Um piu-piu filha.

– Mamãe a senhora tem um piu-piu de pelúcia? — Acabei sorrindo porque aquilo era surreal.

– Porra. Essa menina é loira por dentro? — Sussurrou baixo, mas eu escutei.

– Hey! Não sou burra não ok!? Digam com clareza, tentar adivinhar está foda. — Suspirei irritada.

– Um. Brinquedinho. Piu-piu. — Disse mamãe se levantando e apontou para baixo.

– A senhora tem um pênis?!! — Quase gritei com olhos arregalados.

– É isso aí — Coçou a nuca. – Espera como sabe que se chama assim?

– Quem é que não sabe.

– Como quem é quê não sabe dona Allyson? Onde você anda aprendendo sobre essas coisas?

– Mamãe no colégio temos aulas de orientação sexual esqueceu? — Falei naturalmente e a vi ficar vermelha.

– O quê as pessoas daquela escola estão pensando? Querem instruir minha filha de 13 anos a fazer sexo!! Vamos te tirar de lá amanhã mesmo.

– Mas mãe eu não quero!

– Não interessa. Vamos procurar outro colégio. — Cruzou os braços de bico.

– Não vamos não dona Lauren. Nós sabíamos que isso iria acontecer um dia. É bom que os jovens já estejam informados antes mesmo de cometerem algum erro. É normal amor, natural da vida. Ally não ia ficar só no mundo da Frozen, os filhos crescem.

– Preferia mil vezes quando ela pedia sempre para ver "lé gooo".

Eu me vejo pedindo pelo filme, fazendo bico. Elas registraram tudo, tanto meu quanto dos meus irmãos, quando demos o primeiro passo, primeiro dentinho, primeira palavra que dissemos, quando aprendemos a montar de bicicleta. E os tombos também.

Eu, Zoe e Rhavi chorando por termos ralado o joelho, mamãe passando remédio e jurando que iria sarar e parar de doer, com uma mami toda chorosa por estarmos machucados.

– Mas Camz...

– Sem essa Michelle, Ally vai continuar nesse colégio e ponto final. Além do mais eu apoio as aulas de orientação sexual. São fundamentais para prevenir doenças sexualmente transmissíveis e gravidez precoce. — Mamãe engasgou e começou a tossir.

– Como é? — Me encarou.

– Eu não tô. — Ergui as mãos em rendição.

– E lembre-se de nunca ficar, senão mato o espertinho que tentar entrar no meio das pernas da minha filha! — Saiu bravinha.

– Mamãe!

Quer dizer que vou ficar para a titia??

– Relaxa filha, ela só está com raiva, depois passa. — Mami piscou para mim e me deu um beijo na bochecha antes de sair.

Flash Black off.

 

Bom, não dei importância ao que descobri e afirmei que nada mudaria, como não mudou mesmo. As vezes acho que mamãe deixa aflorar seu lado masculino, toda vez que cito uma festinha ou coisa do tipo.

Tem sempre um "não" na ponta da língua para me dar. E as coisas pioram por ela ser policial, quer saber por onde eu ando e com quem eu ando, controla minhas amizades e até o que vejo na internet. Isso sufoca.

Sei que dei uma exagerada dizendo que a odeio, mas eu estava com raiva, nunca sentiria ódio por ela. Me enche de orgulho, exerce sua profissão com responsabilidade, além de ser ótima esposa e maravilhosa mãe. É muito legal quando ficamos os cinco em casa só zoando.

Tenho irmãos gêmeos. Zoe e Rhavi, eles tem 13 anos. As vezes brigamos, mas nada que uma boa guerra de travesseiros não resolva.

Decidi levantar e ir tomar banho. Depois disso deitei na minha cama e fui assistir um filme. A nova cinderela que eu amo, quando estava no fim, o que já devia ser quase onze horas, escuto meu celular tocar, assim que o pego vejo que é minha amiga.

– Oi Paulina. — A considero minha irmã de mãe diferente.

– Ally por que não veio a aula? Está tudo bem?

– Está sim, só acordei com uma dorzinha chata na cabeça, e aproveitei para falar com mamãe sobre a festa.

– E aí conseguiu domar a fera?

– Quem disse? Só parece que não a conhece, me disse um não logo de cara.

– O que ela tem de linha dura tem de gata!

Gargalhou, mas não gostei. A verdade é que odeio quando ela faz essas gracinhas. Mami nunca gostou da Paulina, mas quando viu o olhar malicioso dela em cima de mamãe, uma vez que fizemos trabalho juntas lá em casa, aí as coisas pioraram.

Mami ficou o tempo todo grudada na mamãe, beijando-a e esfregando na cara da Paulina quem mandava ali. Eu gostei, pelo menos minha amiga aquietou o facho, mas não a levo mais na minha casa, apesar dela se oferecer.

– Paulina dá para ter respeito?

– Ih qual foi Ally? Só elogiei.

– Não fala assim da minha mãe que eu não gosto.

– Tá parei sua chata. Vem cá que tal se eu passar aí depois do colégio?

– Péssima ideia, minha mami tá em casa. — Menti eu sei, mas ela precisa parar com isso ou nossa amizade acaba.

– Jura? Então deixa para a próxima.

– É quem sabe.

– O Alex gato perguntou por você. — Oi? Gato? Desde quando Paulina é tão íntima dele??

– O quê Pettyfer quer comigo?

– Ah Ally cê sabe que ele está louquinho para ficar contigo.

– É? Não sei, Alex tem uma fama nada boa, é galinha, pega e não se apega.

– Isso é mesmo, mas é um gatinho amiga. Se você não ficar eu fico.

Sorriu alto e não gostei nenhum pouco do que ela disse. O Alex pode ser galinha, mas sou apaixonada por ele.

– Ally? Ally?? — Fiquei alguns minutos muda. — Allyson sua besta estou brincando, eu nunca furaria seu olho amiga.

– Não tenho nada com ele. — Suspirei e desliguei a TV.

– Mas gosta que eu sei. Olha agora vou precisar desligar, depois nos falamos. Beijos miga.

– Beijos, tchau.

Deitei muito incomodada com o comentário que ela fez. E acabei lembrando do que Mani me disse.

"Ally essa garota é loba em pele de cordeiro"

Será mesmo? Paulina mudou um pouco de uns anos para cá, nos conhecemos na sexta série, ela era mais amiga do que é agora. Tomara que seja só impressão ruim, apesar de tudo gosto da nossa amizade.


Notas Finais


😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...