História Gravidez indesejada (mpreg) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), K.A.R.D, VIXX
Personagens B.M, Hyuk, Jeon Jungkook (Jungkook), Ken, Leo, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Ravi, Somin
Tags Leo, Mpreg, Ravi, Vixxx, Vixxx Lr
Visualizações 166
Palavras 2.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores. Tudo bem? Espero que sim...

Estou aqui com mais um capítulo, e esse é a explicação onde Jimin descobre toda a verdade.

Sei que muitos ficaram confusos, mas aqui esta a explicação do último capítulo.

BOA LEITURA!

Capítulo 12 - Explicações


Dois meses antes...

 As coisas sempre ficam complicadas, e perdem o controle. Claro, que é um pouco difícil de impedir o inevitável,mas mesmo assim tentar resolver não custa nada,não é?

 A vida do Kim estava calma, além do mais, ele estava tendo uma pequena ajuda de seu irmão. Jungkook não se negou na hora de ajudar o irmão, mas esquecera que tinha um marido, e o mesmo já estava agindo um pouco estranho em relação ao Kim.

 O Jung mais novo não sabia o motivo, mas algo no Kim lhe intrigava, ele sabia que tinha algo em Wonshik, mas o que era? 

 [...] 

 O dia estava um pouco nublado,mas não deixava de ser bonito naquela manhã. O sol dava seus pequenos vestígios de luz, e os pássaros faziam questão de acorda quem ainda estava dormindo. 

 Jimin havia se acordado cedo naquele dia, ele queria fazer algumas compras, e aproveitar para passear pela grande Coreia. 

 Naquela manhã, seu filho iria ficar com Leo, já que Jimin o impedira de sair, já que o clima não parecia muito amigável, pelo menos, não para seu pequeno Min. Leo não pode opinar, ele ficou junto ao sobrinho. 

 Não demorou muito, e Jimin chegou ao seu destino...

 [...]

 - você vai continuar assim, né? 

 - do que você está falando?

 - Ravi, o Jimin está ficando desconfiado, ele está agindo estranho. - Jungkook falava enquanto bebericava sua xícara de café.

 - eu sei, eu percebi. - Ravi se sentou na cadeira em frente ao amigo, e olhou fixamente para a foto que se encontrava na mesa. - mas, eu não vou voltar atrás! 

 - você está falando com bastante determinação. - Kook passou a mão sobre a face, e respirou fundo. - você vai precisar de muito mais, quando descobrirem a verdade. 

 Embora Jungkook tivesse razão, nada mudava a vontade do Kim de permanecer perto de seu amado. Todavia, será que seu amado irá querer ficar perto dele, quando toda verdade vir à tona? 

 - eu... Não sei. 

 * * *

Enquanto Jungkook e Wonshik, discutiam sobre tal situação. Jimin se encontrava perto da empresa da família, onde os mesmo estavam. Ele não tinha previsão de que iria para a empresa Jung's.

 Mas, como ele sempre fazia tal coisa, quando seu marido se encontrava na empresa,não era nada de anormal. E como as compras que ele havia feito, estavam pesadas, o mesmo havia pedido para um táxi deixar em sua casa, já que seu irmão iria receber as compras. 

 Ele entrou no grande prédio, e como sempre, foi esboçando seu lindo e simpático sorriso, para todos que trabalhavam na empresa de sua família.   

- Oi, bom dia, senhor Jimin! Como o senhor está? - perguntou a secretaria de seu irmão, quando viu o mesmo se aproximando. 

- vou bem Nam-Hee, obrigado por perguntar. Você sabe me dizer se meu marido está aí dentro? 

 Ele aponta para a sala, onde o Jungkook se encontrava, porém não era uma boa hora para as visitas. Pelo menos, não a de Jimin.

 - está sim. Ele está acompanhado do senhor Kim, creio que o senhor conhece. 

 - Kim Wonshik? - ela assentiu. - conheço, conheço sim. Ele está aí faz tempo? 

 - não, não muito tempo. Bem, o senhor quer que eu lhe anuncie?

 - não será necessário.

 Jimin fala, e logo segue em direção a sala, mas antes que o mesmo pudesse entrar, ele escuta o nome de seu irmão ser citado no meio da conversa. - sim, ele ia escutar atrás da porta. 

- o Leo está deixando eu me aproximar mais dele, e eu vou participar de uma consulta do bebê. 

 Jimin estava atento a toda conversa - Pelo menos, a parte que ele começou a escutar -, ele sabia dos tais sentimentos que o Kim dizia ter pelo seu irmão, mas por que eles estariam falando sobre ele agora? O Jeon resolveu não se mexer, e continuar escutando a conversa, que parecia que iria ficar mais interessante.

 - então, você está me dizendo que vai permanecer, Ok? mas e sua mãe? 

 - o que tem ela? - você à conhece muito bem, sabe o que ela fará se descobrir que será avó?

 Jimin não entendeu, se o Kim dizia esta apaixonado pelo seu irmão, por que ele teria um filho com outra pessoa? 

 " ele deve ser um safado! " pensou Jimin já tirando suas conclusões.

 - eu não vou deixar ela fazer nada ao meu filho! - Ravi falou se ajeitando no assento.  

- eu sei que não, mas você sabe que ela não vai gostar nada disso. - Jungkook falou.

 - não me interessa, se ela gostar ou não, eu não dependo dela! 

 - é eu sei... 

" eu acho que eles não vão falar nada de interessante. É melhor eu entrar " Jimin pensou, e na hora que ele rolou a maçaneta, sua mão parou ao escutar a frase que fez suas pernas e sua mão, paralisar: 

 - Leo está esperando um filho meu, e minha mãe não pode se meter na minha vida! 

 Jimin ficou estático, ele não acreditava no que acabara se ouvir. Ele soltou levemente a maçaneta, e fixou na porta. 

 - eu não acredito nisso! É ele? - Jimin sussurrou, e uma raiva subiu pelo seu corpo. Ele não acreditava que o Kim teria tal coragem, como uma pessoa poderia ser tão desumana? Ele via o quanto Leo ficava triste, quando pensava no outro pai de seu filho, e mesmo assim... continua mentindo. 

"Então, Jungkook sabia de tudo? E não me contou!" O Jeon estava indignado com seu marido, ele teve a coragem de esconder, o assunto que mais o preocupou. 

Jimin controlou sua respiração, pois sem perceber ela tinha se acelerado, assim como os seus batimentos cardíacos. 

- que tal irmos, o Jimin deve está nos esperando, ele não veio hoje. - Kook levantou da cadeira. - você vai,não é?

 - sim.

 Ambos já estavam de pé, mas antes que eles pudessem virar para a entrada da sala, a voz de Jimin ecoa pela sala. 

- vocês só saíram daqui, depois que me explicarem essa palhaçada! 

 O Kim e o Jeon se assustaram minimamente, e viraram para ver Jimin,e o mesmo estava vermelho - mas de raiva - e olhava para eles com uma cara nada amigável. 

 - J-jimin! Quando você chegou? - Jungkook perguntou, e seus olhos se arregalaram ao ver o marido na porta.

 - essa não deveria ser a pergunta que você deveria usar, Jeon Jungkook! - Jimin fecha a porta, e se aproxima um pouco mais dos outros dois. - eu acho que a pergunta certa seria: o quanto você escutou, Jimin?

 - e - eu posso explicar!

 - NÃO, VOCÊ NÃO PODE! - Jimin gritou. Ele estava frustrado, e amuado.- quem deve me explicar alguma coisa, é o senhor Kim! 

 - Jimin...

 - não Jungkook, ele tem razão. - Ravi interrompe o Jeon, e suspira. - eu sei, eu deveria ter dito antes... 

 - você acha? Não me diga o óbvio! Foi com você, não foi? 

 Ravi entendeu o que o Jeon estava querendo dizer, e tratou de responder: 

- sim, foi comigo. - Ravi olhava diretamente para o menor a sua frente, ele não tinha intenção de abaixar a cabeça, além disso, Jimin já havia escutado uma boa parte da conversa, não tinha mas como mentir. 

- você... - Jimin apontou para o Kim, mas não conseguiu prosseguir, a vontade que o menor tinha era de pular no pescoço de Ravi, e enforca até não poder mais. Ele respirou fundo, e disse: 

- e mesmo assim, por que não contou pra ele?

 - eu tenho meus motivos. - Ravi estava calmo, até demais. 

- motivos? E quais são? Fazer meu irmão sofrer? Por que se for,meus parabéns Kim Wonshik, você conseguiu! 

- a última coisa que quero fazer é o Leo sofrer, mas como você acha que ele reagiria a essa notícia? Ele está grávido, e não vou arriscar perder meu filho, e machucar o Leo!

 - ah, então você pensa! Que milagre. Eu deveria está impressionado? - Jimin se aproximou mais do Kim. - você só é um egoísta!

 - sim, talvez eu seja. - antes de Jimin falar algo, Ravi continuou: - se for por causa do Leo,pode me chamar de egoísta. Eu sei que você está com raiva, não o culpo. 

 - é, já que o único culpado é você! - Jimin finalmente olhou para o marido. - e você Jungkook? Sabia de tudo, e mesmo assim não me contou nada! 

- eu pedi pro Jungkook não falar nada, Ele só fez o que pedi. 

 - ah, então eu tenho um marido obediente? - Jimin falou com sarcasmo. - que engraçado, você não costuma esconder uma coisa de seu marido,que feio Jungkook! 

 - Jimin, por favor! - Jungkook se aproximou do marido. - deixe ele explicar, ok? 

 Jimin olhou para o marido, não acreditando no que estava escutando, e antes que ele falasse, Ravi falou:

 - você disse que queria uma explicação, não é? Então, apenas escute.

 Jimin olhou para os dois, e resolveu sentar, ele não tinha muita opção, então sentou. 

 Ravi começou e falou desde do dia que ele conheceu o Jung, até o dia que o reencontrou.

 Jimin estava calado, e escutava tudo atentamente. Ele estava bravo com tudo isso, já que na sua cabeça havia passado várias coisas que o Kim poderia está aprontando, mas ser pai de seu sobrinho... 

 - então, você simplesmente ficou com meu irmão, o engravidou e quer conquistar ele, sem contar a verdade,é isso? - Jimin perguntou se levantando, e indo na direção da janela. 

 O céu estava com uma ótima aparência, melhor do que antes. Olhar aquele imenso azul,fez Jimin pensar um pouco, sobre tudo que está acontecendo.

 - talvez,você possa ser contra,mas não pense que vou desistir tão fácil!

 - eu entendo. - Jimin se virou e fixou no amigo do seu marido. - e eu percebi que você é bem insistente. Eu... Não vou interferir,pelo menos não agora, mas não pense que serei à favor dessa mentira! 

 - mas, por que concordou? - o Kim perguntou.

 - não sei ao certo, mas espero que o senhor não venha prolongar essa mentira. E se meu irmão descobrir, e não quiser mais saber de você...- Jimin se aproximou. - suma e deixe meu sobrinho, e irmão em paz!

 - não ache que eu me separei deles tão fácil. 

 - eu sei,mas está tendo sua oportunidade. Não a desperdice. - Jimin foi para a porta. - e jungkook, vamos embora, agora! 

 O Jeon não pode dizer nada, apenas seguiu seu marido e o Kim foi atrás. Após saírem da empresa, eles se despediram e o casal foi para um lado, e o Kim seguiu seu caminho.

 (...)

 - então, você está mais calmo? - kook pergunta, enquanto dirigia. 

 - eu acho que você não vai querer saber! - Jimin suspirou. - kookie, eu realmente não queria que isso estivesse acontecendo, mas... meu amor, se o Leo descobrir, não quero nem ver!

 - eu sei... 

 O casal Jeon não demorou muito para chegar na casa, e entraram. Claro que eles não falaram nada a respeito, durante o almoço eles apenas se olhavam mas, deixavam de lado... 

[...]

 - anda, não fique assim. - Jungkook abraça o marido por trás, e dá um beijo em seu pescoço. 

 - não Kook, pode parar! - Jimin falou baixo ao sentir os lábios do marido em sua pele. - não ache que vou te perdoar, a - assim tão fácil. 

 Querendo ou não, Jimin não resistia ao Beijos do marido. Kook virou Jimin e falou: 

 - eu sei, mas não fique assim , por favor! - kook deu um selar em Jimin. - eu te amo. 

 Kook ao colar seus lábios, no doces e macios de seu marido, sentiu o menor o empurrar levemente. Mas, ele o trouxe mais para si.

 - Ju-ngkook. - Jimin tentava falar no meio do beijo. 

E nessa oportunidade, kook enfiou a língua na pequena boca de Jimin,sem ao menos pedir passagem. A boca de ambos, se encaixavam perfeitamente, e Jimin viu que não adiantava resistir. Eles, aos poucos, foram chegando perto da cama e Jungkook joga o menor em cima do colchão.

 Eles voltam a se beijar, mesmo negando, jimin sentia Saudades dos toques do marido, ele queria sentir o marido...

 - aaahhh... Ko - kook. - o pequeno gemeu. 

Os lábios de Jeon mordiam levemente a pele do marido. Naquela noite, Jimin resolveu deixar de lado o assunto de seu sobrinho. 

Ele sabia que o Kim estaria encrencado se Taekwoon descobrisse a verdade, mas Jimin iria manter tudo em sigilo. Por enquanto...


Notas Finais


É isso galerinha do meu kokoro.
Eu sei que muitos ficaram confusos, por causa do último capítulo.
Entretanto, cheguei com esse capítulo.

Espero que tenham gostado, e deixem um comentário♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...