História Gravidez Indesejada (Taekook - Vkook) - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias ATEEZ, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Got7
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bottom!taehyung, Gravidez Na Adolescência, Jk!top, Kooktae, Kookv, Kth+jjk, Mpreg, Tae! Mpreg, Tae!bottom, Taehyung!mpreg, Taekook, Taekook Mpreg, Top!jungkook, Vkook, Vkook Mpreg
Visualizações 228
Palavras 4.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegueeeei 🥰

Capítulo 36 - Um dia "normal"


Taehyung on:

2 Semanas depois

Passou duas semanas desda festa que o Jungkook deu junto com os amigos dele, nessas duas semanas conversamos muito, já que no dia seguinte da festa ele foi para a empresa resolver algumas coisas, e agora ele finalmente está de férias e com isso tem mais tempo, e vai poder finalmente vim para Miami.

Mas, infelizmente ele não vai poder vim nessa semana, motivo? Nem eu sei direto, ele apenas disse que vai está ocupado mas que na próxima semana vai vim. Não vou dizer que estou feliz com isso, mas o importante e que o mesmo em algum momento vai vim..

Quinta; novembro

Autora on:

Depois do almoço Taehyung e os meninos assistiram um episódio de uma série que os mesmos estavam viciados. Eles prometeram um para o outro que só iria assistir quando todos estivessem juntos.

Porém, o mais novo não aguentou assistir todos os episódios e acabou pedindo para sair, por motivo de cansaço. Então logo foi para o seu quarto descansar, e acabou dormindo por horas.

2:23 P.M

- Taehyung? - chama Jimin, já entrando no quarto e fechando a porta em seguida.

O mesmo não escutou nenhuma resposta, então foi em direção a cama do mais novo e viu o mesmo dormindo. Sorriu do jeito fofo que o menino estava. Estava com um bico adorável nos lábios e com o rosto amassado, com as mãos na sua barriga como se tivesse protejendo os bebês que ali se encontrava, e com o edredom branco até o pescoço.

- Tae Tae - diz Jimin se agachando ao lado do mesmo e viu o pequeno resmungar, porém não se mexe.

- Tae Tae? vamos sair? - continua Jimin, se sentando na cama e começando a balançar delicadamente o mais novo.

- Não!, Para! - diz Taehyung abafado e se afasta do Jimin que riu soprado

- vamos logo Taehyung. - continua Jimin e tira o edredom de cima do mesmo fazendo ele resmunga e preocurar ainda de olhos fechados o edredom, que se encontrava no outro lado da cama.

- Você não vai pegar, pode levantando. Vamos sair - diz Jimin e vai até a janela abrindo a cortina e a janela, já que as mesmas não deixava adentrar a luz do sol.

- Poxa, e o que que você quer? - diz Taehyung se sentando na cama preguiçosamente.

- nós dois vamos sair - diz Jimin e vai direto para o guarda roupa do mais novo e pega uma calça moletom da Adidas preta com agora o elástico, para não machucar o mais novo, blusa larga branca também da Adidas e um tênis preto simples, depois de já ter pegado tudo o mesmo joga na cama para o outro vestir, o mais novo apenas o olha com tédio e volta a se deitar na cama. 

- Mas eu quero continuar dormindo Jimin - resmunga Taehyung e o mais velho revira os olhos.

- Taehyung, eu te conheço você não consegue dormi mais quando alguém te acorda, para de drama e levanta. Quando mais rápido você acabar, mais cedo chegamos em casa. - Jimin fala e se senta empurrando a roupa na direção do Taehyung que se levanta emburrado e pega as roupas e coloca seu chinelo e vai em direção ao banheiro batendo o pé.

Depois de ter tomado banho, feito as higienes e ter colocado a roupa o mais novo sai do banheiro e se senta na cama colocando o tênis...bom pelo menos tentando.

- Acabou? - diz Jimin segurando o riso vendo a tentativa do mais novo para colocar o tênis, já que a barriga atrapalhava. 

- Me ajuda nessa merda aqui? - diz Taehyung e escuta a gargalhada do mais velho atrás de si - Se você continuar rindo e não vim me ajudar, eu não vou em lugar nenhum - diz e lança um olhar mortal para o outro e ele logo sai da cama e vai o ajudar.

Depois de ter colocado o tênis no Taehyung, Jimin ainda ajoelhado olha para a barriga do amigo e levanta a blusa sem permissão, recebendo um olhar reprovado do outro.

- O que? Estou mimando os meus sobrinhos ou sobrinhas, ou sobrinha e sobrinho... Ah, você entendeu - diz Jimin dando de ombros e começa a beijar e conversa com os bebês e fazer barulhos estranhos com a boca. Fazendo o mais novo rir doce com a cena.

- Ta bom jiminie, depois você continua. Agora temos que sair quero chegar cedo - diz e o mais velho assente e se afasta e o mais novo faz o mesmo.

Taehyung pega o seu celular e carteira colocando no bolso da sua calça.

- Vamos? - diz Jimin vendo o outro se virar para si assentindo.

Taehyung on:

Shopping

3:47 P.M

Eu já tinha chegado e já estava emburrado, o Jimin pegou o shopping mais longe da nossa casa, alegando que esse tinha mais opções. Ah, sinceramente, vai se fuder.

- Taehyung, tira esse bico da cara - diz Jimin pegando na minha mão, já que ele adotou essa mania quando soube que eu estava grávido, provavelmente como forma de me proteger.

- Não! Você veio logo no shopping mais longe, você podia muito bem ir naquele que é mais perto de casa... Mas Nãooooo tem que vim nesse - digo e tento separar a nossa mão. Porém o mesmo aperta e eu bufo.

- Esse aqui tem mais opções Taehyung, e aquele outro lá não - diz Jimin calmo, sem da importância por eu estar bravo ou não.

- Só porque ele e grande? - digo e ele vira para mim me olhando

- Sim! - ele diz e volta a andar e eu reviro os olhos bufando mais uma vez.

- Vou comprar um sorvete para você depois, se você se comporta direitinho e não fazer birra. - diz Jimin sem me olhar

- Eu não sou uma criança, e eu não estou fazendo birra - digo indignado

- Está sim, e sim você e uma criança de 16 aninhos - diz Jimin se virando e apertando a minha bochecha, apenas reviro os olhos.

- Você só é meses mais velho que eu - digo e ele ri e tira as mãos da minha bochecha.

- Continuo sendo mais velho - ele diz e eu solta a minha mão da sua.

- Você está chato hoje - digo

- Você sempre foi chato, a única coisa legal que você tem agora e meu sobrinhos. - ele diz e eu o olho surpreso

- Não conte comigo para nada também, palhaço. - digo e começo a andar pelo shopping

- TAEHYUNG, O BANHEIRO E PARA O OUTRO LADO - Grita Jimin e todos olham para ele, eu o olho mortalmente - E ALI Ó - ele grita ainda me olhando e apontando em direção ao banheiro olho ao redor e todos estavam me olhando. Me viro para o Jimin e dou o dedo do meio e saio batendo o pé agora mais rápido pelo constrangimento.

*5:10 P.M*

Já tínhamos passado em várias lojas e comprado algumas coisas que a gente gostava, e eu estava louco para ir para casa. Mas vê se Jimin queria? Eu estava ao ponto de o pegar pelos cabelos e ir arrastando até em casa.

- E só mais essa loja e vamos para casa - diz Jimin com umas 6 bolsas grandes das lojas

- Você disse a mesma coisas nas 2 lojas anteriores que a gente foi - digo e ele revira os olhos me puxando e para em uma loja.

- Essa você vai amar - ele diz e coloca as mãos nos meus olhos as tampando

- para que isso tudo? - digo tentando tirar as mãos dos meu olhos, sem sucesso

- Ash para de ser chato, vai anda - ele diz e eu faço começo a andar e ele vai me guiando até parar

- abre as mãos - ele diz e eu faço

Ele coloca algo pequeno e macio nas minhas mãos, ele tira as mãos dos meus olhos e eu lentamente abro e vejo o item.

Era 4 roupas de bebês, 2 de meninos e 2 de meninas. É simplesmente lindo.

- por que está chorando Tae? - diz Jimin sorrindo fofamente na minha direção, vou até ele e o abraço tomando cuidado com a minha barriga

- Muito obrigada Chim, É lindo. - digo e ele sorri passando a mão na minha barriga fazendo carinho e depois no meu rosto limpando as lágrimas.

- Eu comprei dois de menino e dois de menina porque eu não sei o sexo dos bebês. Vai que eu compro uma roupa de menina e outro de menino e não vem menina, e sim dois meninos. Eu iria ter que dar para alguém a roupa - ele diz e rimos.

- Como você comprou assim tão rápido?- digo curioso e ele rir

- Eu vim aqui mais cedo e comprei, só que eu deixei com a atendente e falei para ela guarda que depois eu iria pegar, eu peguei o número dela e no carro mandei mensagem avisando que já tinha chegado e que eu ia fazer umas compras e depois iria pegar o presente. Na hora da entrada ela já estava lá na frente, ela pegou o presente e me entregou enquanto você ainda estava de olhos fechados - ele explicou e eu o olho surpreso

- Nossa que inteligente, Obrigada mesmo, você foi a primeira pessoa que deu o presente. Você com certeza vai ser o melhor padrinho para eles. - digo sorrindo esperando a reação surpresa do mesmo, já que ele estava me implorando a algumas semanas atrás para ele ser o padrinho e eu apenas disse "Quando os bebês nascerem eu resolvo isso".

- Fico feliz que você gostou - ele sorriu e 5 segundos depois ele me olhou surpreso - Repete o que você falou - ele diz ainda surpreso

- Você com certeza vai ser o melhor padrinho para eles - digo e coloco uma das mãos na barriga e a outra segurando as roupas

- SERIO? - Ele grita e eu faço sinal para o mesmo fala baixo - É Sério mesmo? - ele diz agora com o tom baixo, assento e ele começa a pular e dar mini gritinhos

- Vamos comprar alguma coisa na loja? - digo vendo o mesmo ainda surtando

- É claro - ele diz e pega minha mão andando pela loja com um sorriso no rosto, sorrio com isso.

6:02 P.M

Chegamos em casa e logo fui para o quarto e coloquei as compras na minha cama e comecei a tirar das sacolas e organizar na cama, logo depois Jin aparece.

- O que você está fazendo? - ele pergunta

- Vou organizar essas roupas, só que o meu closet está lotado. Não sei aonde eu vou colocar - digo e ele assente

- Quer ajuda? - ele diz se sentando na cama

- Se puder - digo e começo a dobrar as roupas e ele faz o mesmo

Quando acabamos ele se levanta.

- Tae, eu tenho uma cômoda no meu quarto. Eu não estou usando eu posso trazer para cá e você coloca as roupas dos bebês lá por enquanto. Até a gente se mudar para o apartamento e começar a comprar as coisas. - Jin diz me olhando e eu olho para o mesmo sorrindo

- Você consegue trazer ela? - digo e ele nega, desfaço o sorriso

- Pode volta a sorrir Tae, eu não consigo levar mais os seguranças sim. E só chamar dois e eles ajudam a gente - ele diz e eu volto a sorrir assentindo - vou chamar eles, deixa a porta aberta para quando eles entrarem não ter que ficar esperando você abrir com peso. - ele diz e se levanta indo em direção a porta e abrindo

Ta bom, vou estar esperando sentado na cama - digo e ele assente

15 minutos depois eu vejo dois seguranças fortes entrando com uma cômoda branca e colocando no chão em seguida

- Aonde eu coloco? - diz um dos seguranças

- pode colocar ali - aponto e eles assentem e coloca no lugar aonde apontei

Me levanto e vejo eles vindo até mim. Sorrio

- Obrigada - digo e reverencio colocando as mãos em baixo da barriga

- De nada, qualquer coisa e só chamar - o outro que estava quieto diz e sorrir.

- Aqui toma, pelo trabalho - vou até o meu criado mudo e pego minha carteira tirando uma boa quantia e dando para cada um deles.

- Oh, não precisa - eles dizem ao mesmo tempo e eu rio

- Precisa sim!, o trabalho de vocês e manter a nossa segurança. Não levar uma cômoda para outro quarto, aceitem. Vocês não podem negar um grávido - digo e eles sorriram e eu retribuo gentilmente

- Obrigado senhor - eles dizem ao mesmo tempo, provavelmente eles estão tão acostumados a chamar as pessoas que trabalham no condomínio de "senhor ou senhora", que falam até juntos agora. No automático

- De nada, não precisa me chamar de senhor eu sou mais novo que vocês. Podem me chamar de Taehyung ou Tae mesmo - digo e vejo eles reverenciar e eu repito

- Bom... Obrigada Tae. - diz um deles e se afasta indo em direção a porta e parando esperando o outro

- Tchau Tae e obrigada. - o outro diz e se despede balançando a mão e o que estava parado na porta faz o mesmo. Repito o ato e os seguranças sai pela porta.

Olho para a cômoda e vejo que ela está bem limpa. Pego as roupas e começo a organizar sozinho mesmo, já que não era muita coisa.

10:26 P.M

Já com o banho tomado, jantado e com os dentes escovados. Eu me deito na cama e pego meu celular. Começo a mexer nas minhas redes sociais. Até que eu resolvo criar uma nova conta no twitter. Crio e tiro uma foto para colocar de perfil, com a foto tirada eu vou no Pinterest e pego uma foto de capa e coloco.

Coloco uma biografia e não coloco minha data de aniversário e nem a localização. Por questão de privacidade.

Vou no grupo de mensagens que estava eu, os meus amigo, e os amigos do JungKook e o mesmo. Passo o meu twitter para eles e digo para eles me seguirem.

Continuo mexendo em mais algumas coisas e depois vou jogar algum jogo. Quando me canso apenas coloco o celular para carregar e apago as luzes com o controle, me cubro com a coberta e logo adormeço.

09:46 A.M; Outro dia

Quando acordei logo fui fazer minhas higienes e desci, encontrando os meninos e minha mãe na mesa, e para a minha surpresa o meu pai também estava na mesa.

- PAI - Grito e corro até ele

- NÃO CORRE TAEHY - Ele diz rindo e se levanta da mesa com os braços abertos e quando chego até ele o mesmo me abraça com cuidado. - Que saudades meu filho - ele diz e se afasta me olhando - Olha, está mais bonito que já era, vou ficar com ciúmes. - ele diz e eu rio

- O senhor também esta muito bonito, eu também estava com saudades. - Digo e ele sorrir e depois coloca a mão na minha barriga

- Olha, esta bem grande já. A barriga da sua mãe não estava tão grande quando ela estava com 5 meses não! - ele diz confuso e eu rio dele

- E porque tem dois bebês pai - digo e ele me olha rindo

- Ae, verdade. Agora vamos comer. - ele diz me segurando pela mão e me levando até a mesa e me sentando na cadeira

- pelo visto você vai ficar igual o Jimin pai - Digo rindo

- Ué, porque? - ele diz e volta a se sentar na mesa

- Por que o Jimin está super protetor comigo, quando vai sair ele segura a minha mão. Se alguém chegar muito perto ele praticamente me abraça, se fosse um cachorro tenho certeza que rosnava - digo e todos na mesa riram, menos Jimin que me olhou indignado

- Eu também não te projeto mais - ele diz emburrado e faz bico

- Depois fala que eu sou criança que fica fazendo bico, olha agora você mesmo está fazendo - digo e ele logo desmancha o bico

- Hoje você está chato, não gostei disso - ele diz e eu rio

- E hoje você está fofo, gostei disso - digo e ele revira os olhos

- Oh, tia e tio. Fala para ele parar de palhaçada? - Jimin diz olhando para o meu pai e minha mãe que apenas comiam calmamente sem se importar com a nossa conversa.

- Me tira dessa - meu pais falam juntos e Jimin franze a sombrancelha

- Venci - digo e ele jogo um pedaço de pão na minha direção e eu desvio

- Vai pegar - digo e ele nega com a cabeça

- Oh, mãe. Jimin jogou o pão no chão - digo e minha mãe olha para Jimin mortalmente e vejo o mesmo engolindo em seco

- Pode ir pegando - ela diz e ele me olha

- Mas, não foi minha culpa foi do Taehyung - ele diz apontando para mim e ela me olha do mesmo jeito que olhou Jimin, só que agora sem dizer nada. Afinal, não precisa nem dizer que só pelo olhar a gente já entende.

- Eu nada, não foi eu que joguei! Quem tem que pegar é você e eu estou grávido não posso ficar agachando - digo sorrindo de lado

- Vai pegar o pão Jimin - diz minha mãe e Jimin levanta me encarando e eu mostro lingua.

Ele pega o pão que estava no chão e depois me manda o dedo do meio e se senta de volta na cadeira e joga o pão no lixo. Apenas sorrio e começo a preparar o meu pão e o meu suco.

12:32 P.M

Já na hora do almoço, eu e os meninos e meus pais se sentamos agora no sofá já que vamos assistir um filme.

- Vem, pegam a comida de vocês - minha mãe diz e eu vou e pego minha comida que estava na mesa e me sento no sofá, coloco o meu suco na esteira que fica no braço do sofá (porta copos).

- Qual filme vamos ver? - diz Hobi se sentando ao meu lado e me dando seu copo para colocar no mesmo lugar que o meu.

- Vamos assitir Joker - diz meu pai se sentando na outra ponta do sofá junto com minha mãe (A: O sofá e grande e é aqueles que é tipo "cama"/ Joker = Coringa)

- E depois malévola, eu quero assistir já faz tempo - diz Jin e eu assento já que eu também estava querendo assistir

Minha mãe da play no filme e começamos a assistir.

2:06 P.M

Quando acabamos de comer todos foram escovar os dentes e desceram de volta, e começamos a conversar.

- Tae - Chama Jimin sorrindo de lado, lá vem.

- Sim? - digo o olhando

- Fala para eles o que você disse para mim na loja ontem - diz Jimin sorrindo

- A-ah o que eu falei mesmo? - tento desviar do assunto, já que eu tenho certeza que os meninos vão brigar por isso...

- Não lembra? Poxa Tae - diz Jimin se fazendo de chateado, eu vou matar esse menino.

- Não - rio nervosamente

- Então deixa que eu falo - ele diz e olha para os meninos e meus pais que estavam tentando estender o que estava acontecendo.

- Não precisa Jiminie, eles não querem saber. - digo sorrindo sem mostra os dentes

- Queremos sim - diz minha mãe

Poxa mãe!!!

- Bom... O Taehyung falou que eu vou ser o padrinho dos bebês - diz Jimin sorrindo feliz

Pronto, lá vem a gritaria.

- O QUE? - Os meninos dizem ao mesmo tempo e olha para mim

- O que? - digo sorrindo

- O que? O que? Eu que tenho que ser o padrinho, eu sou mais velho e cuido de você - diz Jin me olhando indignado

- Claro que não, eu que tenho que ser já que eu que te divirto, te levo em vários lugares e compro sempre comida para você. - diz agora Hobi indignado

- Para com isso, Taehyung já me aceitou como padrinho. Aceitem invejosos - provoca Jimin e eu o olho reprovando o seu ato. Ele quer ver circo pegando fogo, só pode.

- CALA A BOCA, INVEJOSO E VOCÊ! - grita Hobi e Jin olhando para Jimin

E eles continuam com isso por uns 2 minutos.

- JA CHEGA - Grita minha mãe e todos ficam quietos, seguro o riso para não apanhar. - Se vocês continuarem com essa palhaçada vão ficar sem celular ou qualquer outro tipo de tecnologia.- ela diz e os meninos a olham espantados

- Pedem desculpas um para o outro agora - diz meu pai e os meninos se olham

- Desculpa - dizem

Depois disso, continuamos a conversa. Até que Jimin teve que sair para atender o telefone e logo depois minha mãe, depois que Jimin voltou ficou todo estranho. Já minha mãe ficou normal. Eu estranhei mas não comentei nada, porém, já estava me estressando Jimin ficar olhando o tempo todo no celular.

- Jimin? - o chamo e ele me olha - está esperando alguém? - digo e ele logo nega.

-  Não, eu só estou esperando a ligação do Yoongi - ele disse e eu rio

- Está todo apaixonadinho - diz Jin e ele ri fofamente e começa a corar

- Ele está corando que fofo - diz Hobi e Jimin abaixa a cabeça

- Para gente, está envergonhado o menino apaixonado - diz minha mãe entrando na brincadeira

- Aí, gente para - Jimin fala ainda escondendo o rosto corado, agora com as mãos

- Não sei do que vocês estão falando, todos aqui estão apaixonados - diz meu pai rindo

- Verdade - diz minha mãe também rindo

- Nada a ver - digo e ela me olha

- Ata, Taehyung. Até parece que eu não escuto você falando com o JungKook no telefone, todo fofo. - diz minha mãe e os meninos e meu pai começa a rir, agora sou eu que começo a corar

- Verdade, e bem assim: "Como foi seu dia hoje amor?" "Você está bem anjo?" "Saudades vida" - diz Hobi e eu abaixo a cabeça

- "Estou bem bem anjo e você? Os bebês estão bem! E você está bem? Se alimentou?" - diz Jin rindo da minha cara.

- Parem com isso, não e assim. Vocês por acaso estão ouvindo minha conversa atrás da porta? - digo sério

- Hã? Claro que não? Está louco. Nunca fiz isso - diz Hobi desviando do meu olhar, já que eu o encarava.

- Hoseok, você não consegue mentir - digo e ele sorri tentando conforta a conversa e me convencer de não dá um sermão nele.

- Não e para vocês ficarem ouvindo a minha conversa atrás da porta - digo bravo olhando para os outros que estava na sala.

- Mas a gente não escuta Tae - diz Jimin me olhando fofamente e sorrindo fazendo os seus olhos sumirem minimamente.

- Não tente me converser do contrário Jimin - digo serio e ele para de sorrir

- Vocês iriam gosta se eu fica- fui interrompido pela campainha da casa tocando.

- Vai atender Taehyung - diz minha mãe e eu a olha arqueando uma das sombrancelhas

- Por que eu? - digo indagando

- Por que eu estou mandando você atender, anda - ela diz e eu me levanto bufando.

Vou andando até a porta e eu abro, me surpreendendo com a pessoa que estava na porta.

- J-jugkook? - digo, confuso e sentido meus olhos arderem criando lágrimas.

- Olá, amor. - ele diz me encarando com os seus olhos brilhantes e sorrir




"As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar."



Notas Finais


Não foi revisado amores, se tiver algum erro me desculpem e avisem para que eu não venha errar mais.

Espero que vocês tenham gostado desse capítulo.

Bom... É isso, até o próximo. 💜🥺

⟩⟩❤️ - 💬⟨⟨
Voto - Comentario


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...