História Grávido de um desconhecido - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kankuro, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Menma Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Pain, Rock Lee, Sasori, Sasuke Uchiha, Shisui Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Comedia, Fugamina, Itanaru, Menhina, Nejilee, Romance, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 359
Palavras 1.347
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente sinceramente sinto muito por não estar respondendo os comentários mas eu leio todos eles é fico muito feliz por todo carinho que vocês me dão

Capítulo 13 - Se entregando


Autora-on

Quando o uchiha chegou com todas as compras Naruto já tinha feito uma macarronada junto com um suco de maracujá.

O uzumaki estava farto de comer pizza com refrigerante e prometeu que de agora em diante faria aquele uchiha comer comidas mais saudáveis (se bem que macarrão não é tão saudável assim mas era o que tinha pra comer)

- viu a lista de compras que eu te mandei pelo WhatsApp?- o uzumaki perguntou terminando de arrumar a mesa

- pode ficar tranquilo que eu comprei tudo que tinha naquela lista- o uchiha falou colocando uma parte das compras na mesa- eu vou voltar la no estacionamento para pegar o resto das compras

- não espera que eu vá ajuda-lo né? 

- séria o mínimo

- nem pensar itachi não posso pegar peso

- está bem, eu irei pedir para que o porteiro me ajude- o uchiha saiu da cozinha resmungando fazendo o uzumaki rir

- só mais 5 meses Itachi- naruto falou alto para que o uchiha escutasse 

Parou de rir ao sentir duas fortes pontadas na barriga como se duas pessoas estivessem chutando e logo tratou de sentar e por as duas mãos sobre a barriga sentindo um pouco de dor

- Voltei naruto, um dos nossos vizinhos acabou me ajudando a carrgar as sacolas até aqui- falou itachi entrando na cozinha- você está bem? 

- foi só um chute mas acabou me machucando

O uchiha colocou as sacolas no chão e foi em direção ao uzumaki.

quando estava de frente para o loiro se ajoelhou e pós a mão na barriga de naruto

- ei meu menino, não maltrate sua mamãe- naruto ia reclamar sobre o apelido mas foi só vê o sorriso na cara do uchiha ao falar com sua barriga que desistiu- mesmo você não tendo nascido ainda, saiba que o papai te ama muito. Fico feliz por ter tomado a decisão certa

Naruto sorriu para o uchiha e recebeu um sorriso de volta que fez o coração do uzumaki bater mais rápido e uma estranha sensação de felicidade lê atingir

- vamos comer itachi, o macarrão vai esfriar. Depois eu te ajudo a guarda as compras

Lee-on

~terça-feira~ 

Quatro meses tinha se passado desde de que eu comecei a namorar o neji.

Muita coisa aconteceu nesse tempo algumas brigas por conta do ciúme e possessão excessiva por parte do hyuuga.

Não vou disser que não sou ciumento pós isso séria uma mentira deslavada.

Mas algo que não mudou no nosso relacionamento foi o fato dele nunca ter me tocado.

Não por que ele não queria e sim porque eu não me sentia confortável. 

Não sou mais apaixonado pelo gaara como era antes descobri que tudo que eu sentia pelo ruivo era pura admiração.

Se eu dizer que não sinto nada pelo hyuuga eu estaria mentindo.

neji é cheio de qualidades e defeitos

E eu sem querer aprendi amar cada um deles.

Isso mesmo eu comecei a amar o moreno mas eu nunca tive coragem de deixar ele passar dos limites.

Sinto vergonha pós sou inexperiente nesse assunto na hora H não saberia o que fazer.

Tenho medo de decepcionar o hyuuga

Sai dos meus pensamentos ao escutar a voz do meu pai Maito Gai gritar avisando que eu tinha visita

Gai não é meu pai de sangue mas é meu pai de coração. Ele e sua esposa Mei me acolheram quando eu tinha apenas 2 anos de idade.

Sei muito bem que eles lutaram para ter minha guarda.

Ele me contou uma vez que me encotrou jogado num beco sujo deixado para morre e sem pensar duas vezes logo tratou de me levar para o hospital. 

- Pai, quem é?- perguntei saindo do banheiro só de toalha

- o seu namorado- Gai falou aparecendo na minha frente com neji ao seu lado 

O hyuuga nem disfarçou assim que me viu de toalha me lançou um sorriso malicioso e voltou a encarar minha barriga lisinha

 - ah ta, oi neji- falei desviando o olhar com minhas bochechas coradas

- Lee eu e sua mãe vamos sair. Tem algum problema você ficar sozinho até as 7?

- não pai, pode ir sem se preocupar eu vou ficar bem

 - ok, tchau lee, neji. Irei buscar a Mei no hospital

Meu pai saiu de casa me deixando sozinho com o hyuuga que não parava de me encarar como se quisesse dizer algo

- o que foi?- perguntei tentando quebrar o silêncio

- esqueceu que a gente ia no shopping hoje?

- ah é verdade, desculpe mas a gente pode deixar para outro dia. Não estou me sentindo muito bem- menti não estava afim de sair hoje

- sem problemas, quer que eu fique com você?- perguntou e eu pude perceber que o moreno ficou preocupado

- claro, pode esperar eu só terminar de tomar banho?

- pode ir lá

Sorri para o hyuuga e voltei para dentro do banheiro não tranquei a porta apenas a deixei encostada. 

Desde pequeno eu nunca gostei de tomar banho de porta trancada.

Estava tão distraído com meus pensamentos que nem percebi a porta do boxe sendo aberta 

Me assustei quando senti braços envolverem minha cintura e um beijo ser depositado em meu pescoço

- você é tão gostoso lee- me acalmei um pouco ao reconhecer a voz do neji

- N-neji? O-o que e-está fazendo? - perguntei gaguejando ao sentir o membro do hyuuga se encostar na minha bunda

- por favor lee, eu te amo e acredito que você também me ame- o hyuuga falou no meu ouvido me arrepiando completamente- confie em mim prometo que se doer eu paro

Confirmei com a cabeça surpreendente um pouco o hyuuga que logo sorriu e me virou me fazendo ficar de frente pra si

Senti seus lábios envolverem o meu em um beijo necessitado e cheio de paixão.

deixei o moreno dominar o beijo que logo foi quebrado por um gemido meu ao sentir neji me masturba

Percebendo que só eu estava tendo prazer resolvi fazer que eu nunca tinha feito.

Me ajoelhei em sua frente e coloquei a cabeça de seu pênis na minha boca lambendo ela em seguida. 

Pude perceber pela expressão de prazer de neji que eu estava fazendo algo certo e ao sentir sua mão em meu cabelo e me puxando para mais perto

O hyuuga empurrou minha cabeça me fazendo engolir todo o membro dele me fazendo engasgar por um instante

Já mas acostumado com o tamanho do neji comecei com movimentos de vai e vem devagar e acelerando aos poucos, mantive esse ritmo por um tempo enfiando boa parte do seu pau na minha boca.

Senti ele segurar meus cabelos com força e os usando para manter meu rosto no lugar enquanto ele começou a socar seu pau com força na minha boca.

-Vou gozar!-Ele gritou e logo senti o gosto do seu esperma na minha boca.- Desculpa

Apenas sorri e me virei de costa dando sinal para que neji me penetrasse. 

-AHHH- dei um gemido de dor ao sentir o hyuuga entrar dentro de mim

- L-lee você é tão apertado- neji gemeu e agarrou minha cintura fortemente

A cada estocada do hyuuga eu pude perceber o quanto aquilo é bom e me arrependi de não ter feito isso com ele meses atrás.

 Fui tirado dos meus pensamentos ao sentir uma mordida no meu pescoço e a mão de neji descer indo de encontro ao meu pênis o masturbando.

- e-eu vou gozar- vamos juntos

Gemi alto ao sentir o jato do neji me preenchendo completamente

O moreno saiu de dentro de mim e soltou minha cintura e eu senti minhas pernas bambas.

- Eu te amo lee- neji falou e me abraçou fortemente

- eu também te amo neji

itachi-on

Depois da janta eu lavei a louça e fui em direção a sala dando de cara com um uzumaki todo estirado no sofá.

- chega pra lá- falei e empurrei as pernas do loiro para o chão e me deitei com a cabeça nas pernas dele

- que abusado! Eu só não te dou uns tapas por que estou cansado- naruto reclamou me fazendo sorri

- se puder fazer um cafuné eu agradeço- brinquei e recebi um tapa como resposta

- eu devia ser pago pra aquentar seus abusos

Reclamou mas logo senti sua mão no meu cabelo fazendo um leve cafuné muito bom na minha opinião e sem perceber acabei pegando no sono


Notas Finais


Gente eu sou péssima no Lemon desculpa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...