1. Spirit Fanfics >
  2. Grávido do Meu Inimigo - TodoDeku >
  3. Aquele do eu te odeio

História Grávido do Meu Inimigo - TodoDeku - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oie! Essa é uma história já MINHA só que de outro shipp. Espero que gostem ♡

Capítulo 1 - Aquele do eu te odeio


Em uma belíssima tarde ensolarada como qualquer outra, numa janela azul, estava um garotinho de cabelos bicolores observava a vizinhança, escrevendo em seu caderno algo sobre o seu dia ou talvez apenas mais um plano pra infernizar a vida de um outro jovem da mesma idade.

Mas ao invés de ter cabelos loiros e sim verdes, como um brócolis.

Shoto Todoroki e Izuku Midoryia, inimigos desde que se conhecem por gente. Ninguém sabe ao certo o que levou aos dois terem tanta raiva um do outro.

Mas isso acontece desde que Todorki se mudou para a cidade e foi frequentar a sua nova escola aos sete anos.

Alguns dizem que ele sentou no lugar do garoto que na época tinha cabelos verdes bem clarinhos, e ninguém poderia sentar em seu precioso lugar, pois de acordo com ele era sagrado.

Coitado do Shoto, não sabia disso, não conhecia ninguém ali, apenas a professora pois a conheceu no dia que veio visitar sua nova escolinha.

Deku vendo aquele garoto estranho em seu lugar, fez o maior escândalo. O pequeno sem entender nada, apenas pede desculpas e se senta na cadeira detrás. Jaemin o olha e lhe lança uma careta se dando por vencido, ai ai, pobre Deku ele não sabia com quem estava lidando.

Hoje aos 19 anos de vida, Todoroki sendo o mais velho por um ano, estava no último ano de sua escola e preparados para seguir um novo rumo nas suas vidas, estavam contentes.

Ambos tinha um objetivo de irem para o mais longe possível um do outro, mas o destino nem sempre tem escolhas positivas.

— Como assim você vai pra mesma faculdade que eu, seu energúmeno? - Disse um gnomo de cabelos verdes.

— Bom dia pra você também ô! E eu fui aceito, mas isso não quer dizer que eu vou pra esta faculdade, há algumas que ainda irão me ligar!

— Acho bom mesmo, eu não quero ver essa sua cara de bolacha!

— Poxa amor, assim você me magoa. - disse o loiro passando uma das mãos no rosto de Deku.

— Tira essa mão de punheteiro da minha cara agora Shoto Todoroki !

— Mas você não reclama quando eu bato nessa sua bunda Dekuzinho.

E era assim todos os dias, os amigos de ambos, que por sinal, os grupos se conhecerciam e se tornaram amigos, adoravam vê os dois brigando, menos quando as coisas passavam do controle.

— Você me paga seu  pavê. - disse se retirando do local.

— Até mais doçura. - lançou uma piscadela para o garoto que saiu bufando.

Lá no fundo o garoto gostava de irritar o mais novo, era sua fonte de energia de todas as manhãs. Nenhum café, cereal ou café matinal lhe dava tanta energia quanto ver um gnomo verde irritado.

Ele anotava tudo em seu caderninho, era intitulado como o "Caderninho de Artimanhas contra Izuku Midoryia".

— Vamos lá, aonde você está garoto Deku, me diga! Apareça. - um binóculo no rosto e de frente para sua janela azul observando o outro lado da rua vendo se encontrava o garoto. — Eu sei que você já deve ter chegado em casa da biblioteca. Deve com certeza está fazendo algo de interessante.

Midoryia do outro lado, saía de seu banho com uma toalha na cabeça e um roupão sobre o corpo cantarolando e abrindo o seu armário nem se dando conta de que um ser humaninho estava lhe observar.

A Janela do quarto de Midoryia era a mais alta, então era necessário um binóculo para enxergar, era assim desde de pequenos.

— O que irei vestir? - observava cada peça de roupa detalhadamente. — Aonde está o...achei. - andou até a escrivaninha e ao olhar de relance para a janela, viu algo que o chamou atenção.

Se vocês pensaram em Shoto Todoroki estão enganados, ele olhou para Shinsou. O vizinho, que arrancava suspiros do garoto. Uma pena que ele nunca deu bola para o rosado.

Shinsou chegou a cidade há alguns meses e já estava na faculdade, Midoryia tinha uma pequena atração pelo o rapaz, ele era de tudo. Culto, artista, engraçado, e talentoso.

Deku o vira uma vez em uma apresentação em uma lanchonete e se apaixonou mais ainda por ele, porém ele achava que um garoto como aquele jamais iria lhe dá um"hey vamos sair eu quero ficar com você".

Do outro lado alguém observava tudo e não entendia o motivo de não gostar do novo vizinho. Algo lhe incomodava mas ele não sabia o motivo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...