História Gravity falls:voltando pra eles - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Ação, Gravity Falls, Romance, Sobrenatural
Visualizações 54
Palavras 1.470
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem do capítulo : )

Capítulo 11 - Nosso primeiro show


dipper e a sua banda estavam a caminho do parque,no carro eles não paravam de conversar sobre o show e qual música eles vão tocar,a conversa e risadas rolavam solta até eles finalmente chegarem no parque,centenas de pessoas estavam lá esperando o parque abrir com os seus familiares,dipper e o resto do grupo foram pelos fundos e encontraram o dave lá.

dave:oi galera,espero quê vocês estejam prontos!

todos:SIIIM!!-todos pularam e gritaram juntos.

dave:perfeito!vocês já podem entrar pra curtir algumas atrações,quando o show for começar,o mega fone vai chamar vocês,e mais uma coisa,qual é o nome da banda de vocês?-todos se olharam com cara perdido,eles não tinham pensado nisso ainda,eles formaram um rodinha e ficaram discutindo o nome da banda,depois de um minuto de discussão eles se viraram pro dave e falaram.

todos:"bloody suit"-eles disserem com convicção e determinação.

dave:beleza,podem entrar!-todos entraram correndo sem saber o que fazer primeiro,dipper e pacífica seguiram pra uma direção enquanto mabel e wendy foram pra outra,dipper e pacífica não se desgrudavam nem por um minuto,eles comeram e foram em vários brinquedos,pra eles aquele dia estava incrível!enquanto isso mabel e wendy tambem estavam se divertindo,wendy teve que ir no banheiro deixando a mabel sozinha tomando refrigerante,até que um cara apareceu,ele usava um boné verde,um casaco roxo,shorts marrons e um tênis preto.

???:iae gata,porque está aqui sozinha?-mabel ficou um pouco desconfiada,mas sem querer ser mal educada respondeu o garoto.

mabel:só to de boa tomando refri esperando minha amiga,quem seria você? 

???:eu sou o léo gata,e você princesa?-mabel não tava gostando dos apelidos e responde revirando os olhos.

mabel:meu nome é mabel-o garoto abre um sorrizo e continua a elogiar a mabel.

Léo:sabe mabel,eu te achei bem bonita,o que acha de nós dois irmos tomar uma cerveja?

mabel:obrigada mas não-mesmo com a resposta direta,o rapaz continuava a se aproximar ficando cada vez mais perto,mabel cada vez tenta se distanciar mas não adianta,o garoto a agarra pela cintura,mabel começa a ser mais agressiva.

mabel:sai de mim se filho da puta!-mabel acerta um soco na cara dele que faz seu nariz sangrar,mas não adiantou de nada,ele continua a agarrar mabel e a leva pra um canto escuro-ME SOLTA!SOCORRO!-mabel começa a se desesperar e cada vez mais cansada,o garoto joga ela no chão com um sorriso sádico.

Léo:vamos nos divertir!-ele se aproxima de mabel que está machucada e chorando,ela tenta se arrastar pra longe mas ele segura sua perna-você pensa que pode fugir? hahaha-ele puxa mabel cada vez mais perto até ficarem cara a cara,ele lambe o rosto da mabel.

mabel:SOCORRO!

???:TIRA AS MÃO DELA!-Léo e mabel olham pro lado e eles vem o dipper e dave com os olhos pegando fogo,Léo sai de cima da mabel e começa a ir pra trás devagarinho.

dipper:aonde você pensa quê vai seu pedaço de merda!-dipper começa a correr atrás dele o seguindo até a floresta deixando dave cuidar da mabel.

dave:mabel,você tá bem?-ele ajuda mabel a se levantar.

mabel:mu-muito obrigado dave-ela disse um pouco corada

dave:vamo sair daqui e procurar wendy e pacífica okay?-mabel se acalmou e respirou fundo,a voz de dave acalmava ela,ele se sentia confortável,dai eles foram atrás de pacífica e wendy,enquanto isso,o dipper seguia o léo pela floresta com sangue nos olhos.

Léo:foi mau cara,eu não sabia o quê eu estava pensando!-dipper não ligava pras desculpas dele,só fazia ele ficar mais puto ainda,dipper não se importava mais e começou a voar em direção dele já que eles estavam longe dos outros-meu deus!quê porra é você?!-dipper gargalhava ao ver o garoto em desespero e correndo feito uma barata tonta,dipper cansou de brincar e aterrissou na frente dele.

dipper:cansei de brincar,vamos pro show pricipal! hahaha!-dipper já estava com os olhos amarelados,e sumonou socos inglêses em suas mãos,Léo desesperado pega um galho e acerta na cabeça de dipper-hahahaha!isso!isso!continue a lutar pra ficar mais divertido!-Léo continua a bater,mas não causa nada além de arranhões,dipper levanta o braço e da um soco bem forte na cara de Léo,ele fica desesperado e chorando com a boca toda arrebentanda e com o nariz quebrado.

Léo:ca-cara,eu sinto-to muito,por favor,me deixe ir!-dipper nem mudava de expressão,continuava com um sorriso de psicopata no rosto,ele achava hilariante o desespero do rapaz,até que ele se cansou de olhar pra ele e pegou um graveto que tinha no seu lado e foi na direção de dave.

dipper:sabe de uma coisa?seu olhos me irritam!-ele pegou Léo pelo pescoço e furou um olho do Léo infiando o graveto até o fundo do crânio,Léo não parava de gritar e dipper não parava de rir-olha só,agora você é um pirata!hahaha!-dipper agora sumona uma faca grande e afiada,e aponta ela pro outro olho-se você voltar pra essa cidade ou pior,encostar na minha irmã,eu vou cortar seu outro olho,arrancar seu nariz e fazer você engolir,infiar uma lança no seu traseiro e fazer um cachorro de três cabeças comer o quê restou de você!en-ten-deu?-Léo balança a cabeça coberto de sangue-muito bem!você aprende rápido!e lembre-se de que fui eu "bipper"que fez isso com você!-dipper soltou ele quê correu cambaleando pra fora da cidade,dipper ao estalar os dedos todo o sangue que estava nele some e ele volta voando pro parque,ele aterrissou antes de chegar pra ninguém ver ele voar,ao entrar ele ve mabel,dave,wendy e pacífica sentados em uma mesa.

pacífica:dipper!você voltou!-todos olharam pra dipper que ainda estava com um olhar vazio.

dave:tá tudo bem?cadê o cara?-dipper abre um sorriso que assusta os amigos.

dipper:dei uma lição nele,ele nunca mais vai voltar a pisar nessa cidade-todos ficaram sem entender,dipper olha pra mabel,ele para de sorrir e a abraça chorando-sinto muito mabel!eu quase não tive do seu lado!-mabel abraça o irmão e limpa as lágrimas.

mabel:nós todos estamos bem,é isso quê importa,aliás,o parque já já vai abrir e nós temos quê nos apresentar-dipper engole o choro e se levanta,o mega fone chama as três bandas pro centro do parque pra a apresentação,eles seguiram dave até um palco grande com luzes e maquinas de fumaça,levou eles pra de trás do palco,eles iam fazer o show de encerramento,após as duas primeiras bandas se apresentarem,era a vez deles,dave deu boa sorte pra eles,e um sorriso pra mabel que corou na hora.

eles entraram no palco,a plateia já estava agitada e gritando de emoção,dipper pegou o micro-fone e disse empolgado.

dipper:nós somos os "bloody suit"e nós vamos levar esse lugar as alturas!!-a plateia gritava e gritava,dipper fez l sinal pro grupo e começaram a tocar!

animal i have become-three days grace

mabel começou com o baixo já deixando a platéia no ritmo e atrás estav a wendy fazendo o quê sabia fazer de melhor,pacífica começa a tocar deixando o dipper esperando sua deixá,e logo com a batida mais forte,o dipper se une ao grupo senguindo o ritmo,tudo se acalma e dipper começa a cantar,diferente da música que eles tinham tocado antes,ele não tava botando emoção na voz de propósito pra entrar no clima da música,de momentos e momentos ele volta a cantar até ele afinar um pouco a voz pra fazer o refrão,a música combinava muito com o dipper e pelo o quê ele está passando,os instrumentos explodem com o som enquanto dipper cantava quase sem respirar,no refrão todos entravam em armonia e tocavam mais sérios,a voz de dipper ecoava por toda gravity falls junto da bateria de wendy,mabel e pacífica não ficavam pra trás e mostravam como é que se toca,na segunda parte da música,dipper voltava com seu tom de "sem alma",as pessoas não conseguiam  tirar os olhos da banda, realmente era impressionante o jeito que eles tocavam,com o refrão de novo,eles aumentaram a potência mais ainda!dava pra sentir a dor e amargura que saia da voz de dipper,no final os instrumentos ficaram em silêncio menos dipper e sua guitarra que cantava sozinho,e tudo volta com a batida de wendy,eles realmente pareciam profissionais,os instrumentos vão parando de tocar até música terminar.

a platéia não acreditou no quê acabou de ouvir,todos da plateia gritavam e comemoravam pelo incrível show,mabel não parava de pular,wendy estava de boca aberta,dipper e pacífica não paravam de se olhar,foi nesse momento de gritos que dipper percebeu que ele ama a pacífica,ele puxa ela pela cintura e a beija,um beijo forte e quente,mas não passou disso porquê eles estavam na frente de centenas de pessoas e então pararam,pacífica ficou muito invergonhada e feliz ao mesmo tempo,eles foram pra de trás do palco e viram o dave batendo palma.

dave: vocês foram IN-CRÍ-VEIS-nós todos nos abraçamos e pulamos juntos,dai o gideon aparece atrás da gente.

gideon:vocês foram incrívelmente demais!o publico adorou!vamos comemorar com bebida!-todos concordaram e nós fomos até uma sala vip com um mini bar,sofás e poltronas,petiscos e bebidas,ele festejaram e se divertiram,até o gideon participou,pacífica se aproxima cada vez mais de dipper e mabel se aproximava de dave,tempos depois o gideon levou a gente pra casa de limusine,foi um dia incrível!


Léo corre pela mata desesperado cobero de sangue,ele tenta entender que porra aconteceu,"aquele cara era humano?"era o que passava em sua cabeça,após correr por algun tempo,ele esbarra em um homem grande com uma máscara de um triângulo de um olho só.

???:o quê você sabe ?



Notas Finais


link da música----https://youtu.be/xqds0B_meys

espero que tenham gostado desse capítulo

(já sabem,qualquer crítica,sugestão ou pergunta é só escrever)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...