1. Spirit Fanfics >
  2. Gray Eyes - Loki Laufeyson >
  3. Ta-daaa!

História Gray Eyes - Loki Laufeyson - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Eu escrevo essa fanfic no Wattpad tbm, se quiserem ir lá ver o user é: @smallbody-bigheart

Capítulo 6 - Ta-daaa!


Fanfic / Fanfiction Gray Eyes - Loki Laufeyson - Capítulo 6 - Ta-daaa!

[Loki]

- Vamos, querido, entre... - Minha mãe pede, dando pequenos tapinhas nos meus ombros para que entrasse na caverna das bruxas.

Sempre entrei sem exitar naquele lugar, por quê hoje estava sendo diferente?

- Olá, Loki... - Uma voz sombria ecoou pelo local - Filho de Laufey. - Completa, dou dois passos para trás involuntariamente.

Minha mãe segura meus ombros e me olha gentilmente.

- Pode traze-lo para o centro. - A voz pede, Frigga me leva até o meio da caverna onde tinha uma luz, aquela parte era descoberta.

- Prometa que não vai machuca-lo... - Minha mãe diz, a olho assustado - Está tudo bem, meu filho. - Ela me conforta e se afasta.

Algumas figuras encapuzados se aproximam do centro e no mesmo momento um círculo vermelho surge em minha volta.

Escuto as figuras falarem línguas estranhas, eu não conseguia enxergar direito, pois o sol era muito forte.

Me sentia agoniado, procurava minha mãe mas não conseguia encontrá-la.

Eram as bruxas, aquelas?

- Loki? - Abro os olhos lentamente, consegui ver o rosto de Afrodite, me aliviei - Está suando muito, princesa. - Ela se afasta, sorria sínico mas conseguia ver um ar de preocupação.

Me levanto e vou até o banheiro, tranco a porta e o me sustento na pia, me olho no espelho, estava realmente muito suado.

O que foi aquilo?

Eu estava sonhado?

Mas parecia tão real...

- Uma lembrança...? - Não tinha resposta para aquilo, lembro de todas as vezes que fui naquela caverna treinar com as bruxas, mas por quê eu não me lembro desta vez? - Apesar de que aquilo não parecia treinamento... - Suspiro pesado e escuto a porta sendo aberta.

- Hora de ir, princesa, se apresse. - Era Afrodite, escorada na fresta da porta.

- Já estou indo, - Falo - e não me chame de princesa, pelo amor. - Digo irritado revirando os olhos.

Ela ri e volta a fechar a porta.

...

Estávamos no castelo, precisávamos de uma nave, e tinha uma que estava lá desde o ataque dos elfos negros.

- É estranho vê-lo assim, irmão. - Eu andava ao lado esquerdo de Thor e Afrodite ao direto - Tão clandestino... - Faço um ar de mistério - Tem certeza que não quer que troquemos socos até sairmos daqui? - Afrodite coloca a mão na boca para não rir alto.

- Se continuar falando, talvez eu precise. - Ele fala sério.

- Tudo bem, como desejar. Não estou mais aqui. - Me transformo em um guarda, não lembro qual, mas tenho a impressão que já tenha tido algo com ele. Realmente não lembro, foram muitos - Está melhor?

- Melhor companhia, pelo menos. - Revira os olhos.

- Muito bem, mas podíamos chamar menos atenção. - Me transformo de volta, e a Thor em nossa adorável amiga, Lady Sif - Ah, irmão, está encantador... - Sorrio flertando, Afrodite revira os olhos.

- Hum, não vai doer menos quando eu te matar nesta forma. - Thor me ameaça.

- Tudo bem, talvez prefira seus novos companheiros, - Olho para Afrodite que estava séria sem tirar os olhos do corredor - já que gosta tanto deles... - Me transformo no Steve Picolé Rogers - Opa, assim está bem melhor. - A de olhos cinzas me olha mas assim que percebe que eu já estava a olhando era desvia - O uniforme é um pouco exagerado, mas a confiança... - Faço uma pausa dramática, Afrodite solta uma pequena risada. Me contenho para não fazer o mesmo - Posso sentir a honradez aumentando! - Me viro para Thor, agora podia olhar mais atentamente para Afrodite, desta vez falo para ela - Oi! Quer ter uma discussão estimulante sobre a verdade?! - Digo animado e ela ri alto, vejo Thor revirar os olhos mas tinha um pequeno sorriso no rosto - Honra? Patriotismo? - Continuo - Deus abençoe a Ameri-

Thor me empurra na parede e tampa minha boca com a mão, volto ao normal.

- O que foi isso?! - Ele balança a cabeça para o lado indicando dois guardas que possivelmente estavam fazendo a ronda - Podia pelo menos me dar uma arma? Minhas adagas, por exemplo.

- Eu quero também! - Afrodite se aproxima animada

Thor pega algo no bolso - Ah, finalmente, alguma sensatez- Mas o que? - Ele coloca algemas nas minhas mãos, o olho feio, Afrodite coloca as mãos na boca para disfarçar o sorriso.

- Pensei que gostasse de ficar preso. - Ele ri e Afrodite acompanha - Vamos! - Ele me puxa e cruzamos o corredor - Vamos esperar Jane... - Assim que ele fala isso Jane e Sif aparecem vindo em nossa direção.

- Olá... Eu sou Loki, você já deve ter ouvido falar de mim. - Sorrio flertando com a mesma, Afrodite e Thor reviram os olhos, sinto meu rosto arder.

Ela bateu em mim?

- Gostei dela... - Olho para Thor e sorrio sínico.

- Thor, quem é ela? - Sif pergunta apontando a espada para Afrodite

- Uma amiga de Loki, - Ele responde - e minha também. - Thor sorri para Afrodite e ela sorri de volta.

- Prazer... - A de olhos cinza estende a mão para a morena que a olha com desdém, Afrodite sorri sínica, e recolhe a mão.

Sorrio ladino.

- Vamos. - Thor diz e passa os braços pelos ombros de Jane.

Voltamos a andar mas Sif me para e estende a espada no meu pescoço, Afrodite fica em posição de ataque - Se você trair ele, eu mato você!

- É bom te ver também, Sif. - Sorrio, ela abaixa a arma e se vira desaparecendo de nossa vista - Tudo bem, - Olho para a ruiva - ela não iria conseguir nem que tentasse. - Falo brincando e ela sorri relaxando.

...

Chegamos na nave e Volstagg estava a nos esperar.

- Obrigado, meu amigo. - Thor fala e aperta a mão do ruivo, ele e Jane entram na nave.

- Você! - Volstagg apontou seu enorme cajado para mim - Se você se quer pensar em trair ele-

- O que? - Interrompo-o - Vai me matar? - Sorri - Entre na fila.

O grandão olha de esguelha para Afrodite, que sorri sínica.

Guardas começam a chegar aos montes então ele grita - Vá! - Nós corremos para a nave e Volstagg se põe de frete aos guerreiros - Por Asgard! - Ele sai correndo para lutar.

Reviro os olhos.

Por Asgard? Pelos Deuses...

- Você poderia ir mais rápido. - Entro na nave logo depois de Afrodite.

- Eu estou indo rápido! - Thor aperta vários botões com força.

- E mais delicado também... - Reviro os olhos.

- Isso não é delicado o suficiente?! - Quando ele aperta um botão a nave começa a voar e ele a manobra.

- Faltou uma coluna. - Falo, quando Thor, e sua incrível habilidade de pilotar naves, consegue quebrar as colunas do castelo.

- CALA A BOCA! - Ele responde estressado.

Olho para o lado e Afrodite estava sentada ao lado de Jane que a olhava apavorada, porque a ruiva estava com aquele olhar psicopata.

Abro um pequeno sorriso.

Thor continuava a manobrar a nave por Asgard - Porque não me deixa assumir? - Pergunto - Com certeza sou o melhor piloto.

- Acha mesmo? - Ele responde sorrindo - Quem de nós dois sabe voar de verdade? - Me olha convencido.

Jane desmaia e Afrodite vai ajudar - Oh céus. - Digo sem animação - Ela morreu?

- Jane?! - Thor a chama e quase bate a nave em um prédio.

- Tô bem... - Jane responde cansada se levantando com a ajuda da meia-elfa.

Thor passa a nave e destrói um prédio - Nenhuma palavra!

- Agora estão nos seguindo. - Digo assim que naves começam a atirar em nossas costas - E agora atirando em nós!

- Obrigado pelo comentário, Loki. VOCÊ NÃO ATRAPALHA NEM UM POUCO!

Afrodite ri. Thor passa pelo túnel decapitando uma estátua.

- Parabéns, acabou de decapitar seu avô! - Sorrio ao ver Afrodite rir mais ainda, ela adorava nossas brigas - Isso é maravilhoso, é realmente uma ideia estupenda! - Falo quando mais naves começam a atirar - Vamos roubar a maior e a mais óbvia nave do universo, e escapar nela pela cidade, batendo em tudo no caminho para que todos nós vejam! - É BRILHANTE, THOR! Realmente Brilhante-

Thor me empurra da nave e caiu de costas em outra nave.

- Oi. - Levanto e me viro, Frandal.

Reviro os olhos.

Afrodite cai na nave também e logo em seguida Thor com Jane em seus braços.

Frandal ri - Parece que o tempo nas masmorras não o deixou menos gracioso, Loki.

Afrodite fecha a cara igualmente a mim.

- Você mentiu para mim. - Me dirijo a Thor - Quem diria...

- Que bom que o agradei, - Ele se vira depois de colocar Jane confortável - agora faça o que prometeu. Leve-nos ao seu caminho secreto...

Coloco a mão no volante e sorrio, estávamos indo muito rápido.

- Frandal... - Thor o chama.

- Certo, - Ele segura a corda - por Asgard. - E pula para outra nave

Outro louco.

Vou aumentando mais a velocidade e Thor se assusta - Loki...

- Se fosse fácil, todos usariam esse caminho. - Afrodite se levanta, que até agora estava sentada do lado de Jane, e sorri para mim, lunáticamente.

- Vamos morrer...! - Ela diz rindo como uma maluca

- Está maluco?! - Thor pergunta apavorado.

- Possivelmente... - Sorrio e vejo Afrodite fecha os olhos, como se estivesse em um momento de prazer.

A nave passa pela pequena frecha da caverna, olho para o lado e vejo a entrada da caverna que minha mãe um dia me levara para treinar.

Me lembro do sonho, um arrepio corre pela minha espinha, mas balanço a cabeça para espantar aquele pensamento.

Em um instante estávamos no Mundo Sombrio - Ta-daaa!


Notas Finais


Sábadou, honeys!

Espero que tenham gostado!

Daqui pra frente é só pra trás, gente...

♡Obrigada por lerem até aqui!♡
(capítulo não revisado)

❤️💍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...