História Great New Universe - Capítulo 1


Escrita por: e JackieSparrow

Postado
Categorias Doctor Who, Supernatural
Personagens 11º Doctor, Amara, Amelia "Amy" Pond, Bobby Singer, Castiel, Chuck Shurley, Clara Oswald, Crowley, Dean Winchester, Jack Harkness, John Winchester, Lúcifer, Michael, Personagens Originais, River Song (Melody Pond), Rory Williams, Sam Winchester, The Master, War Doctor
Visualizações 13
Palavras 587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Eu estou reescrevendo essa história que postei a um bom tempo atrás... Eu espero muito que gostem, obrigada ♡

Capítulo 1 - Mudança.


Fanfic / Fanfiction Great New Universe - Capítulo 1 - Mudança.

Estou suando, mas apenas fazem 8 graus. Acabo de acordar de mais um sonho com um cara que admiro muito, ele se chama Matt Smith, mas ele estava vestido como o Doctor e não entendi muito bem o porque.
No meu sonho estávamos em um estacionamento, e eu agachada ao seu lado, próximos a um carro, eu mantinha os olhos atentos nele mas sua atenção estava em outro lugar, eu ainda estava em choque pois tinha acabado de conhecê-lo. E assim que meu olhar mudou de foco eu simplesmente estava de pé, sinto no mesmo momento um choque forte percorrendo meu corpo e tudo começa a ficar embaçado, ouço o Doctor gritar meu nome e sinto ele me pegar em seus braços...

O barulho do despertador volta a se repetir em um som irritante, o procuro em meio a bagunça da minha cama, e assim que o encontro encaro a tela do celular confusa .
- Ahh.. Por que 5:30 da madrugada?... Não tenho nada importante hoje.
Murmurei cansada e joguei o celular de lado. Voltei a fechar meus olhos ignorando os passos no corredor e assim que estava prestes a cair no sono novamente escuto alguém abrir a porta.
- Belle, vamos logo!... O aeroporto é em São Paulo, e dependendo do transito nós vamos acabar se atrasando... -disse minha mãe da porta com uma voz rouca pois tinha acabado de acordar também.
- okay, mãe... já estou indo -murmurei rouca de volta e ela fechou a porta com um estrondo.
Vou fazer intercambio em Londres, eu ja estudava em uma faculdade aqui no Brasil mas decidi pedir uma transferência já que minhas chances poderiam ser melhores lá. E isso tudo ta acontecendo graças ao meu avô que tem muito dinheiro e minhas notas claro.
Levanto da cama quase me arrastando e vou até o banheiro, me assusto ao ver meu reflexo assustador no espelho mas abro um leve sorriso de animação.
Ligo o chuveiro e dou um grito baixo ao levar um choque, graças ao meus machucados e hematomas que aparecem do nada isso acontece.
Não consigo esquecer daquele sonho, eu não me lembro dele detalhadamente, mas eu to com um pressentimento ruim, o banho quente não está ajudando.
Coloco uma roupa confortável e vou pra sala de jantar, vou sentir falta de casa, da comida, de praticamente tudo mas eu acho e espero que la vai ser legal como aqui.
Tomei meu café da manhã bem rápido e logo saímos de casa, cheguei ao aeroporto 10 minutos antes do meu vôo, faço o check in e vou me despedir da minha família .
- Deus, nossa garotinha está crescendo... vou sentir tanta saudade –diz minha vó já com sua voz de choro e me abraça forte.
- não é necessário chorar, daqui a pouco eu volto – eu retribuio o abraço dela e beijo sua bochecha com carinho.
- eu me lembro quando você era uma pestinha ainda...
- ficava pegando as barbies e fazendo festa na piscina... depois saia com elas com os carrinhos do seu primo...
Disse meu pai e minha mãe de um jeito nostálgico o que me fez revirar os olhos.
- parem, eu só vou viajar para estudar, não vou embora pra sempre... talvez – abracei os dois
Abraço todos novamente e escuto chamarem o meu vôo, é hora de ir, deixar tudo isso pra traz. É um certo alivio, vou ser idependende, vou tentar estudar muito e espero ter uma carreira legal... Mas vou deixar quem eu amo pra trás.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...