História Greek mithology: the untold history - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Grega
Visualizações 8
Palavras 2.308
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Ola, pessoas. tudo bom? bem, primeiramente me desculpem a demora e nao me agridam (como Esmeralda (vocês no proximo cap a conheceram) quase chegou a fazer e Nate também)
mas esta ai. espero que vocês gostem e não me agridam por causa de um fato que vai aparecer ai
(me doeu ter que escrever, mas foi necessário)
para compensar a demora.. capítulo grandão pra vocês

Capítulo 9 - Museu Arqueológico de Olimpia.. e agora?


Fanfic / Fanfiction Greek mithology: the untold history - Capítulo 9 - Museu Arqueológico de Olimpia.. e agora?

Posso dizer a vocês, queridos amigos, que eu nunca havia dormido tão bem na minha vida, mas por quê? Pelo simples fato de estar de conchinha com Malu num dos sacos de dormir e ela estar com o rosto enterrado no meu pescoço e com o braço envolto na minha cintura. Imagino que no acampamento eu era a única acordada, apenas aproveitando o momento. Comecei a ficar com sede, então me remexi um pouco para tentar sair do abraço sem acordar Luh, péssima ideia.

- Laraaa, onde você está indo?- uma Malu sonolenta falou sentando em seguida.

- estava só indo tomar agua, bb- eu disse sorridente com a visão de Maria Luísa sonolenta, com os cabelos embaralhados, coçando os olhos e bocejando

- cadê meu beijo de bom dia?- ela disse fechando os olhos e fazendo biquinho. Peguei e dei um beijo em sua bochecha

- só depois que eu escovar os dentes, estou com bafo- ela fez cara de cachorrinho pidão e eu não cedi.

- bom dia, galera- disse Nate acordando.

- bom dia, príncipe- disse mandando um beijo com a mão pra ele.  

Fui num riacho próximo, tomei agua, escovei o dente e cheirei minha axila.

- eu necessito urgentemente de um banho- sabia que nenhum dos meus amigos viria então me despi por completo e pulei no riacho, mergulhando e me purificando naquela agua quando de repente escutei um “TCHIBUM” na agua. Logo fiquei em alerta e com a guarda levantada. Mas não tinha ninguém na superfície, ate que de súbito Malu rapidamente surgiu em minha frente e eu diferi uma tapa na cara dela e ela começou a gargalhar.

- você tinha que ver a sua cara- ela disse ainda rindo. Eu cruzei os braços e fechei a cara, ate que ela parou de rir e me olhou como se ela fosse um leopardo e eu fosse uma gazela. Ela veio se aproximando de mim e eu ainda estava na minha pose de furiosa. Ate que ela chegou mais perto e ai me dei conta de que

- AI MEU ZEUS, EU TO NUA- eu disse me afastando dela rapidamente.

- Ei, eu tbm estou kkk relaxa, vamos aproveitar, nadar um pouco e dar uns beijinhos, não vamos passar disso- ela disse e eu concordei com um balançar de cabeça e me aproximei – não precisa ter vergonha de mim, você é linda- ela disse e eu sorri. Aproximamo-nos, eu soltei meus braços um do outro e assim como ela, andei para quebrar a proximidade. Meus seios nus encostaram-se aos seus, ela abraçou minha cintura nua e eu seu pescoço e nos olhamos profundamente e encostamos nossas testas, iniciamos então um beijo lento, senti sua língua passear em minha boca e senti seus lábios macios dominarem sobre os meus. Por um momento eu esqueci toda aquela batalha, todas as dores, todo o peso do meu destino e missão. O nosso beijo começou a acelerar e a esquentar, fiquei dividida entre se faria ou não faria, porque afinal estávamos nuas num riacho e não queria que minha primeira vez fosse assim, mas como se eu lesse pensamentos, Malu desceu a mão ate minha bunda. Garota afobada (N.A: esse fator é incoerente com a realidade, pois no período em que namorava a “Malu da vida real” nunca nem tirei minha mão da cintura dela (eu ficava dopada, serio)).

De repente Nate, Amaya e Lari pularam no riacho fazendo-nos nos soltar rapidamente e começar a rir pelo jato d’agua vindo à nossa cara. Eu não sei se agradeço aos deuses agora ou depois por eles terem interrompido

- atrapalhamos alguma coisa?- o babaca do Nate  perguntou

-não-

-sim- eu e Malu falamos juntas, ela com a maior cara de zangada pra cima de Nate

Passamos ainda um tempão no riacho, tentando esquecer um pouco o que se passava..

Algum tempo depois... já a caminho do próximo destino

-Aqui no mapa diz que o próximo diamante vai estar numa cidade próxima, vamos ao local acabar logo com isso- dizia Amaya a todos nós. Antes de partirmos, visto que seria numa cidade mortal, vestimos roupas próprias para a ocasião.

Após algum tempo chegamos ao  local onde nosso diamante estaria. Saímos da carruagem e seguimos em direção a cidade. Era uma cidade de mortais, seu nome era... Olímpia. Chegamos na entrada da cidade onde havia uma grande placa escrita em várias línguas “Seja bem vindo a Olímpia, aqui tudo acontece” e juntamente a aquela placa havia uma outra placa escrita “visite o Museu Arqueológico de Olímpia e conheça nossa diversificada coleção de diamantes”

- pessoal, acho que encontrei a joia- eu disse chamando a atenção de meus companheiros . fomos mais rápido ao local. E chegamos ao grande museu. Compramos rapidamente a senha e entramos, correndo para a sessão dos diamantes.. correndo não, andando, afinal.. não queríamos chamar a atenção. Chegamos a sessão dos diamantes, e caramba eram muitos, não fazia ideia de como chegar a joia e muito menos sabia a sua aparência. Dividimos-nos e fomos procurar individualmente. Se passaram 40 minutos e nada de acharmos. Ate que Malu chegou e nos chamou

- pessoal, achei a Joia, so tem um problema...- ela disse e nós a seguimos

- que problema?- Nate, Amaya e Lari perguntaram

- esse- Malu disse apontando para um diamante branco, protegido por uma caixa de vidro com certeza a prova de bala, com grades a sua volta, lasers a sua volta e seguranças em cada ponta da sala

- Ahhh- eu disse sem ideia do que fazer

- Tive uma ideia, vamos esperar o museu fechar para podermos agir sem chamar muita atenção- disse Amaya. Todos nós concordamos e ficamos andando pelo museu até da a hora.

- Galera, vou dar uma voltinha- eles assentiram e fui dar uma caminhada. Precisava ficar sozinha, por que tinha que ser eu a pessoa que tinha que salvar o Olimpo? Por que não Hercules? Ou ate mesmo Zeus? Que droga, a vida da Terra depende de mim, a vida dos meus amigos, das minhas mães, de Malu. E se eu não conseguisse? E se eu fracassasse? Fizesse besteira? Uma serie de pensamentos negativos começaram a me atingir. Não, Lara, voce vai conseguir. Continuei andando ate que escutei gemidos vindos do banheiro de deficientes, que estranho.. parecia a voz da Malu, não pode ser.. quando abrir a porta vi Malu e um rapaz desconhecido transando

- eu não acredito- disse com meus olhos cheios de lágrimas ao ver a cena. Ao me pronunciar, Malu virou e percebeu que eu a olhava. Ela pareceu petrificada por algum momento

- o que esta acontecendo? – ela disse, analisando o que estava aconteceu e me olhando – quem é você? Lara não é o que você esta pensando, não esta acontecendo nada. Meus deuses o que eu estou fazendo aqui?- ela começou a vestir a roupa.

- esquece, Malu.. voce faz o que quiser. So não me iluda mais, por favor- eu disse enxugando minhas lagrimas, afinal, jamais que alguém como Maria Luisa de virgo ia olhar para alguém como eu.

Voltei a encontrar com os outros. Amaya e Lari ao ver que eu estava mal, foram me abraçar. Não perguntaram nada, ficamos só em silencio ali. Logo Malu se juntou a nós e não disse nada. Aguardamos o museu fechar escondidos no armário do zelador. Passando-se 1 hora, saímos e fomos em direção a sala, Nate ia desligando as câmeras e o sistema de alarme pelo seu celular, já que ele havia aprendido tudo isso com os filhos de Hefesto, que também dominavam a arte de desarmar sistemas de segurança. Chegamos na sala onde a joia estava. Nate logo cuidou de desarmar os alarmes e o sistema de segurança a laser. Larissa cuidou de abrir um buraco a caixa de vidro que o protegia. como? Não faço a mínima ideia, pois estava junto com Amaya e Malu de cobertura caso algum guarda viesse e tivéssemos que lutar, o que já esperávamos fazer. Como se tivessem lido meus pensamentos, os quatros guardas chegaram

- ei, o que vocês estão fazendo- um deles gritou, logo os quatro avançaram para cima de nós.

- Nate, Larissa vao ajudar os outros, eu cuido do diamante- eu disse com pressa

-Mas, Lara, eu não acabei de abrir o buraco, ta pequeno demais para a nossas mãos passarem- ela disse

-VAI!!!- Eu disse gritando, ela logo tirou seu arco e começou a lutar com os guardas. Eu olhei para a caixa e vi que realmente o buraco estava pequeno. Mesmo assim, enfiei minha mão lá dentro, devido a lamina do vidro ainda ser presente e estar insuficiente o espaço acabei cortando a lateral da minha mao direita desde o dedão ate a lateral do meu a pulso. Assim que alcancei o diamante e o agarrei num movimento só. Imediatamente uma dor insuportável apareceu um pouco abaixo do meu umbigo, como se palavras estivessem sendo escritas, gritei auto chamando a atenção de todos

- LARA- Malu gritando correndo em minha direção, eu estava no chão com o diamante na mão eu chorava

- não preciso de ajuda, va la lutar- eu disse ainda com um pouco de magoa

- mas você..- ela disse e eu a interrompi

-mas nada, me obedece- eu disse e ela voltou a lutar, impedindo que um dos guardas batesse em Nate, qual a desses guardas que conseguem lutar com semi deuses?  Obvio, Lara, por que voce não se tocou antes? Gritei com um fio de voz para meus amigos.. e Malu

- SÃO DEMONIOS, CUIDADO- os guardas sorriram com um sorriso que dizia “vocês são burros de não terem percebido antes”

A dor finalmente passou no entanto ainda estava ardendo e por ser visível na blusa, estava sangrando muito. Tirei minha blusa ficando so de sutiã e vi que abaixo do meu seio, desenhado tinha o nome em Grego “Μαρία Λουίζα”, ou traduzindo para nossa língua “Maria Luisa”. O que o nome dela fazia  em mim? Levantei e como a dor já estava mais suportável peguei minha espada no meu bolso e comecei a lutar com a mão esquerda com um dos guardas, já que a minha direita estava praticamente imóvel, pelo machucado. Passaram-se mais alguns minutos de luta, muitos ferimentos ate que os guardas estavam no chão, pelo visto.. mortos..

Finalmente soltei minha espada e me ajoelhei chorando muito. De dor, física e emocional.

Me acalmei e meus amigos perguntaram

-Lara, o que foi aquilo?-

- quando eu peguei o diamante, comecei a sentir uma dor insuportável, como se alguém estivesse com uma faca escrevendo em mim- eu disse

- e o que escreveram?- finalmente se manifestou Maria Luisa

- Seu nome- eu disse a olhando

-m-mas po-por que?- ela perguntou

- e voce acha que eu vou saber?- eu respondi grossa. Amaya e Lari se encararam como se descobrissem o motivo de eu estar mal

-eu sei- uma voz desconhecida nos assustou e logo ficamos de prontidão

-Vitória? O que você faz aqui?- Lari correu abraçando a tal de Vitória, uma morena alta, magra de cabelos pretos longos, muito bonita.. claro, irmã de Lari e filha de Afrodite

- Vim dá-los uma ajuda- ela disse

- errr.. oi, estamos aqui- eu disse

- ihhhh, perdoe-me, esqueci de me apresentar. Sou Vitória, sou irmã de Lari e filha de Afrodite, dona dessa Jóia.

Pera, Afrodite, deusa do amor.. aaa não não não não

- explique- me o que esse desenho significa- eu disse

-oras, sua alma gêmea, senhorita..- ela disse fazendo e Malu arregalarmos os olhos – no entanto, não necessariamente você vai ficar com essa alma gema, a joia só revela quem voce deveria ficar, quem foi criado especialmente para voce- ela concluiu

FLASHBACK ON

- tantas moças lindas no olimpo, Luh, e você foi logo dizendo a mim que eu era especial? pq?- eu preciso entender

- porque talvez eu esteja apaixonada por você- está certo, por essa eu não esperava

- como, Maira Luisa?- falei surpresa

- eu estou apaixonada por você, Lara. Talvez eu não seja tão boa nisso porque eu nunca gostei de ninguém, não sei agir como deveria. Eu transava com outras garotas, mas era apenas sexo, não tinha sentimento. Eu quero fazer as coisas de maneira correta com você, eu quero mudar para poder te conquistar. Talvez você não sinta o mesmo agora, mas vou fazer de tudo para te conquistar. Por nós, e.. - não deixei que ela terminasse a frase e fui logo me jogando no pescoço dela atacando aqueles lábios. Nosso beijo a principio era lento, mas logo foi tomando força e forma, digamos assim. Nossas línguas travavam uma guerra para ver quem dominava, ela chupava meu lábio inferior o mordendo. Aquilo era muito bom,. Estávamos sentadas no tronco, então Malu me puxou para seu colo nos levantou e nos deitou no chão. O nosso beijo não parava, e era viciante.. poxa, eu queria mais.. Parece que Malu havia lido meus pensamentos por que ela logo apalpou minha bunda e apertou com gana, me fazendo arfar, eu segurava em sua nuca.

 Paramos o beijo e enchi o rosto dela de beijinhos.. ela ficava rindo, aa que sorriso lindo era aquele. Nos levantamos e nos olhamos e  eu disse por fim

- eu também estou apaixonada por você, baby-

 

FLASHBACK OFF

Me via chorando ao lembrar de antes de ontem.

- Mas.. eu tenho uma dúvida- Malu falou, eu a olhei- por que eu transei com aquela pessoa? –

- simples, querida Malu.. pera voce chegou a transar com a pessoa? Que droga, eu disse pra mamãe que esse feitiço protetor ia dar problema para alguém...- ela não conseguiu concluir pois os guardas haviam se levantado e estavam se juntando formando uma imensa Hidra de 4 cabeças.

-Mais que merda- eu disse

- depois a gente conversa- disse Vitória pegando a espada da sua bainha...


Notas Finais


Valeu e é nois! espero que tenham gostado

trailer desse capítulo https://youtu.be/zx8fIObvtiw


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...