História Grey; chang.lix - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Lee Felix, Seo Chang-bin
Tags Changlix, Sadness, Skz, Stray Kids, Suicide
Visualizações 34
Palavras 672
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Poesias, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


aqui estou aqui com mais um plot tristinho 一 aproveitei que eu estava na bad e resolvi expressar meus sentimentos aqui. eu não lembro de quem é esse plot, perdi todos os meus livros que estavam baixados na biblioteca que não consigo encontrar KKKKKKKKKK se alguém souber, avisa aí pra eu dar os créditos!

faz um tempinho que eu estou com essa ideia na cabeça, mas a tristeza nunca era grande o suficiente para que eu pudesse escrever algo assim.

eu fiz com bastante amor e carinho, então votem se gostarem e comentem vossas opiniões. obrigada ♡

[eu escrevi isso há muitos meses e só agora fui ver que não havia postado; acabei por mudar o shipp.]

❁ ❁ ❁

Capítulo 1 - Healthy heart


querido e falecido lee felix,

sinto-me triste até os dias de hoje, acredita? você está aí me vendo, você sabe bem o sofrimento que eu tenho passado ultimamente, não sabe? sinto tanto a sua falta.

sabe o que é acordar todos os dias torcendo arduamente para que tudo o que nos aconteceu não tenha passado de um pesadelo? o pior pesadelo de todos? é tão doloroso perceber que cruzamos os dedos para nada, que tudo o que eu estou passando é a realidade. e eu odeio essa realidade.

porque eu ainda te queria aqui, do meu lado, me dando apoio e sorrindo como a primavera. aliás, a nossa última primavera ainda me perturba.

era para ter sido a melhor estação anual de todas, pois a primavera é colorida, gloriosa, divertida, aquela da qual nunca queremos que termine... é quando todos os ambientes ficam com um clima ótimo, é quando os pássaros estão dispostos a cantar o tempo todo, é quando as flores florescem mais livremente, é quando as pessoas parecem mais felizes... mas a primavera não é mais bela assim, desde que você me deixou.

então eu tenho visto tudo cinza, mais cinza do que a própria cor triste e melancólica. criei raiva disso tudo, eu queria ter ido também, eu queria ter ido com você, felix, eu não aguento mais. meus pais já não sabem mais o que fazer, os psicólogos não me ajudam. eu mesmo não me ajudo. sinto-me perdido, e é o mesmo que estar sozinho quando estou no meio de muitas pessoas.

e essas estações anuais até essa nova e dolorosa primavera só me deixam mais para baixo.

no último verão, estava calor demais. o céu nunca tinha nuvens o suficiente para impedir os raios ultravioletas de fazer nossas peles queimarem, o sol parecia estar bravo mesmo quando ia embora. lembrava-me de quando saíamos em dias quentes para ir à praia ou de quando vendíamos limonada na esquina da minha casa ㅡ muito infantil, mas nós nunca éramos velhos demais para qualquer coisa. todos os verões ao seu lado eram os melhores.

no último inverno, estava frio demais. chovia sempre, e era tão entediante ficar em casa sem fazer nada. e era em momentos assim, de solidão, que você me vinha a cabeça, de forma tão natural que chega a assustar. lembrava-me de quando saímos para tomar banho na chuva ㅡ escondido de nossos pais, porque provavelmente pegaríamos resfriado ㅡ ou de quando nos reconfortávamos com cobertores, em sua casa, e com chocolates quentes em mãos, assistíamos nossas séries preferidas. nada era entediante ao seu lado, felix, você sempre tinha algo engraçado para falar.

no último outono, tinha tudo para estar perfeito. o clima realmente estava bom, não fazia nem tanto calor nem tanto frio, todos saíam pelas ruas procurando diversão, as crianças dos bairros se reunindo para brincar... podia estar o mais perfeito o possível, mas tudo para mim não passava de um cenário bonito, com protagonistas felizes e jovens. eu queria só ser jovem com você, agora me sinto velho e desgastado, como se já tivesse vivido tudo e nada mais pudesse me animar. lembrava-me de quando saímos para acampar ou fazer piquenique.

e, agora, essa minha última primavera, foi tudo um caos. sinto-me fraco. tudo só tem me lembrado mais de você, exatamente tudo. eu realmente não queria me lembrar de quando saíamos para passear pelas ruas de seul, de mãos dadas, ou de quando eu acordava cedo para ir passar o dia na sua casa, e levava comigo um buquê de rosas vermelhas. os seus sorrisos, as minhas palavras, os nossos beijos, e todos aqueles “eu te amo” ㅡ aliás, foi a última coisa que você me disse antes de partir.

eu posso ir para onde você está? eu não quero mais ficar um dia aqui. eu ainda almejo estar com você para toda a eternidade.

então, logo estaremos juntos novamente, e eu vou poder te ter em meus braços, eu poderei contemplar seus sorrisos e meu coração estará saudável, de novo. como nós na nossa última primavera; eu estou sozinho.

eu te amo.

com amor, seo changbin.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...