História Arrogante Sonserino - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cho Chang, Colin Creevey, Cornélio Fudge, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Fílio Flitwick, Fleur Delacour, Fred Weasley, Gina Weasley, Godric Gryffindor, Gregory Goyle, Gui Weasley, Harry Potter, Helena Ravenclaw, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lino Jordan, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Marcus Flint, Merlin, Minerva Mcgonagall, Ministro Milicent Bagnold, Molly Weasley, Molly Weasley II, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Olívio Wood, Padma Patil, Pansy Parkinson, Parvati Patil, Percy Weasley, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Ronald Weasley, Salazar Slytherin, Simas Finnigan, Theodore Nott
Tags Dramione Hinny
Visualizações 26
Palavras 3.075
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Maisss ummmm 👣

Espero que gostemmm!!!

Boa leitura

Capítulo 2 - A marca dos traidores


Fanfic / Fanfiction Arrogante Sonserino - Capítulo 2 - A marca dos traidores

         Draco acordou ja de manha, ele deu de cara com Pancy e Luna preocupadas.

Lu: Draco.. esta bem? Meu Merlim que susto deu na gente..!

Dra: Estou bem agora maluquinha acalme se certo? -levantou calmamente. 

Pan: O que aconteceu? 

Dra: aquilo de novo.. Só que agora me veio um nome..

Pan: -suspirou- Ultimamente meus flash's tem voltado. E tambem saiu um nome.

Dra: o seu quem foi? 

Pan: a irma de Astoria..

Dra: o que fez com ela? -olhou assustado.

Pan: Entreguei ela para o Voldemort.. -baixou a cabeça. 

Dra: Astoria sabe? 

Pan: n-nao, nao tive coragem de contar..

Dra: Deixe como esta..

Lu: podem me explica? 

Dra: Essas marcas foram amaldiçoadas antes de Voldemort morrer. Como fomos traidores de sangue, ele fez com que nós ficassemos revivendo tudo aquilo. E os nomes.. eles sao como a chave.. Eles mostram quem nos arrependemos mais de termos machucado ou matado.. Fomos condenados a ter pesadelos todas as noites, senti cada feitiço que fizemos. -suspirou.

Pan: pra ser sincera devo muito ao Draco..

Dra: aquilo.. nao foi nada..

Lu: o que fez? 

Pan: ele usou o feitiço do esquecimento em nós obliviate.. Tenho apenas flash's graças a ele. Ele tambem fez em Astoria e Blasio. 

Lu: E o Theo? 

Dra: assim como eu.. Theo quer lembrar de tudo. Como um castigo digamos assim..! Queremos ter aquilo para nao voltar a ser como antes. É o preço que tenho que pagar pela minha liberdade.. pela vida da minha mae.. e por meus amigos nunca terem me abandonado mesmo eu sendo estupido e arrogante.

Pan: Ele me contou o que fez. Eu nao aguentava -suspirou. - a dor é imensa..

Lu: Voce realmente esta mudado Draco.. 

Pan: Draco nem sempre foi ruim conosco Luna, era mas na frente dos outros. Eramos como irmaos. 

Dra: -sorriu de canto- ainda somos. 

        Eles ficaram um pouco lá. Ate ela sairem para ir a aula e ele ficar. Blasio e Theodore ja haviam saido. Ele levantou fez suas higienes e saiu indo direto para o jardim, sentou se no banho e la mesmo ficou. Pensou em tudo que estava acontecendo.

         Draco p.v.o

   Tudo que jamais imaginei ta acontecendo. Sou amigos de uma Weasley, amigo de uma lufana que era conhecida como Dilua e do cara que era meu inimigo desde a infancia. Se um dia alguem me dissesse que isso iria acontecer, eu daria risadas. 

       Sentei e fitei o lago, era como se tudo voltasse na memoria. Aqueles dias no 1 ano ate agora. Era tudo diferente. Eu podia ter feito tudo, tudo diferente. Podia desde o inicio ser amigo de todos, eu estraguei minha vida tentando agradar meu pai. Suspirei pesadamente ate ver minha coruja. Ela pousou no meu ombro. Peguei em seu bico uma carta. Era carta de minha mae. Sorri e abri. 

"Como voce esta meu querido? Eu soube o que houve, por Merlim Draco, queria muito ir ai e te abraçar. Segurar sua mao meu querido. Voce nao merece nada disso! É um bom garoto Draco nunca se esqueça disso. Eu quando soube queria te tirar dai. Mas sabe como ta sendo perigoso  pra mim e ai eu sei que esta seguro dos comensais. Me conte tudo! Como vai? Se esta tudo bem com seus amigos.. e se ez novas amizades... Meu filho, eu te amo tanto. -Ele ja imaginava que sua mae chorava escrevendo aquilo e seus olhos marejaram- sinto tanta sua falta Draco. Meus dias estao sendo horriveis assim como acredito que estejam sendo os seus. Queria te pegar e te levar pra longe dessa vida miseravel que seu pai nos trouxe. A culpa foi minha por me casar com aquele monstro. Oh filho como me arrependo deste feito. Como me arrependo de nao ter pegado voce e levado pra longe. Eramos para ter fugido no dia que colocaria essa maldita marca! Estariamos livres destas pessoas que só nos fazem mal! -ele ja chorava, queria esta longe dali com sua mae. A unica pessoa que sempre o amou. - Eu te amo meu filho! Logo nos veremos e eu vou te abraçar tao forte que seria capaz de quebrar voce ao meio -ele sorriu em meio as lagrimas- Seja forte! Voce nao é, e nunca sera fraco! E muito menos covarde. Lembre-se disso. Ate breve meu filho.

                 Com todo amor do mundo: Mamae..

       Nao pude evitar chorar. Queria esta com ela, imagino que com ela seja a mesma coisa. Mesmo ela tendo ajudado o Potter, Os acertos ninguem vê, agora erra... Erra que eles te tacaram pedras.! 

           Como sentia falta da minha mae. Como devia esta indo por la? Ela estaria comendo? Se cuidando? Corri para biblioteca para escrever uma carta de volta. 

     "Não se preocupe mamae estou bem! Sobre Pan, Blas, Ast e Theo, estamos juntos e nossa amizade anda superando toda essa dor e tristeza. E sobre amizades novas, nao vai acreditar Mas virei Amigo de Harry Potter, Gina Weasley e Luna Lovengood. Eles estao ajudando eu e os outros a nos enturmar. Nunca pensei que isso aconteceria. Estou sendo forte por voce mae! E estou com tanta saudade! Me diz como como vai tudo certo? Se esta se alimentando bem.. como sao seus dias... Quero muito te ver.. Te amo mae!

         ** Com todo amor do mundo Draco..

        Selei a carta e deu a minha coruja. Vi ela ir embora, olhei em volta a biblioteca estava quase cheia. Como nao sou bem vindo me levantei pra ir embora. 

Pan: Draco!

       Olhei e vi ela vindo com uma expressao assustada.

Dra: o que houve?? 

Pan: Theodoro, ele encontrou algo sobre esta nova marca que Voldemort nos deu. 

Dra: A marca dos traidores? -aquilo arrepiou minha espinha.

Pan: Se encontrarmos com a pessoa que mais magoamos, e ela pelo menos triscar em nós com raiva ainda, seremos enviados a um sonho e nesse sonho reviveremos tudo de novo. E morreremos se nao conseguirmos sai de la. - entao se a Granger encostar em mim... Eu morrerei... 

Theo: -chegou junto aos outros- Me digam os nomes de quem sonharam!

Pan: por que??

Theo: nao vou perde nenhum de voces. Vamos nos proteger destas pessoas. Pedirei ajuda ao Harry.! 

Bla: -suspirou- Certo entao. 

Theo: Astoria qual nome apareceu para voce? 

Art: Ronald Weasley..  -suspirou.

Bla: meu primeiro foi a Luna.. Mas.. nao sei o que houve 

Theo: ela nao tocou com raiva. Ela te perdoou. 

Bla: entao apareceu Fred Weasley..

Theo: dois Weasley's.. E a Gina? 

Bla: ela me perdoou. 

Theo: Pancy..

Pan: -olhou para Astoria- D-Daphne Grengrass

      Agora sim daria merda. Vi os olhos de Astoria se arregalarem. 

Art: n-nao é possivel que tenha sido vocd Pancy! 

Pan: Art eu ..

Art: -irritada- NAO CHEGA PERTO DE MIM ENTENDEU? 

Pan: Art so temos uma a outra aqui na escola. Jamaia faria mal a voce.. sabe disso..

Art: v-voce entregou a minha irma.

Pan: fui obrigada por isso me arrependo.

       Pancy abraçou Astoria. Ela ja chorava muito.

Theo: nao podemos brigar gente.. so temos um ao outro.

       As duas nada falaram. 

Theo: O meu nome que saiu foi Neville.. 

Bla: mas foi o seu pai que matou a avó dele Theo.. 

Theo: Mas eu podia ter salvado ela. -suspirou. - se fosse corajoso. 

Bla: -suspirou- nem um de nos teve a coragem necessaria para se livrar daquilo. 

Theo: Vamos continuar.. Falta apenas voce Draco.

       Droga, por wue o meu tinha que ser a Granger..?

Dra: Hermione Granger..

Bla: -arregalou os olhos- Ela nao tem so raiva. Ela te odeia! Um simples empurrao dela mataria voce Draco! 

Theo: Acho que teremos que nos afastar de nossos novos amigos..

Dra: claro que nao! Luna e Gina ficariam mal com isso.

Bla: Draco.. A Granger que sua cabeça e toda vez que ver elas conosco ela vai se aproximar.. Vai brigar e pode te acerta outro soco. 

Theo: é perigoso demais Draco. Vamos explicar a elas. Ao Harry! 

Pan: voce sempre nos ajudou Draco.. Vamos retribuir isso! Mesmo que tenhamos que nos afastar das pessoas boas que nos acolheram. Vale o risco. Alem do mas Nao iremos ignora-las. So materemos uma distancia. E se a Granger vir.. Voce sai! Entendeu? Se afaste dela! 

      Eles fariam tudo por mim. Olhei nos olhos deles, eram minha familia agora. Matariam e morreriam um pelos outros. Os antigos sonserinos arrogantes haviam desaparecido. Eramos pessoas novas.. Valorizavamos cada esforço. Eu nunca decepcionarei eles!

      Theo se preparou para continuar. 

Theo: Vou explicar o que significa. O triskle é um símbolo celta que representa as tríades da vida em eterno movimento e equilíbrio, como nascimento, vida e morte, corpo, mente e espírito, céu, mar e terra. É uma espécie de estrela de três pontas, geralmente curvadas, conferindo à imagem uma graciosa fluidez de movimento. Pode ainda ser definida como um conjunto de três espirais concêntricas, sendo um dos elementos mais presentes na arte celta, e tem sua origem atribuída aos povos mesolíticos e neolíticos. O triskle é um antigo símbolo indo-europeu, também utilizado por povos germânicos e gregos. Os Celtas consideravam o número três sagrado e o triskle, com suas três pontas, tem a ver com o fluxo das estações e, por consequência, representa a própria Deusa Tríplice (Donzela, Mãe e Anciã), bem como as três fases da lua (crescente, cheia e minguante), ou ainda a nossa natureza tríplice (corpo, mente e alma). Assim, a presença do triskle em achados arqueológicos em terras celtas, da Irlanda à Europa Oriental, atesta sua ampla adoção pelos Antigos. A iconografia continental atribui grande ênfase ao simbolismo da tríade, o conceito da triplicidade, e o conteúdo mítico-literal ausente no continente é amplamente fornecido pela infindável variação desse tema na literatura irlandesa e galesa.

Pan: Corpo, mente e alma.

Theo: sim.. O corpo entrara em coma, a mente ficara repleta de imagens e sonhos sombrios e a alma.. ela.. 

Bla: ira embora.. Matando qualquer um de nos. 

Art: Nascimento, vida e morte.. Passaram tudo?

Theo: Sim! 

Pan: nao a uma cura? 

Theo: Sim como qualquer coisa feita pela natureza a uma ponta solta. Teriamos que ter o perdao daqueles que fizemos mal. 

Dra: eu ja to morto! Certeza! 

Art: vish idem! 

Theo: Dificil qualquer um de nos receber este perdao. Entao ficaremos longe! E se acontecer isso. Um de nos tera tres dias para acorda. Se passar...

Dra: Estara.. morto!

        Minha mae precisa de mim. Meus amigos contam comigo. Eu nao chegarei nem sequer perto da Granger.. Nao importa o que aconteça.

       Draco off /Narrador(a).on

   Hermione ia a biblioteca com os amigos para estudar para prova de arte das trevas. 

Ha: sera tipo um duelo -falava enquanto andava ao lado da castanha.

Her: sim Harry.. 

Lu: nao é perigoso? Qualquer um poderia se machucar! 

Gi: Estou rezando para mao ser com a sonserina. 

Ron: e eu rezando para ser. E eu lutaria cm a Grengrass.. Ou Malfoy! 

Gi: Rony! 

Ha: Grangrass? 

Ron: odeio ela! Falsa e metida!

Gi: Ela deu um fora nele tempos atras. -riu.

Ron: ela me humilhava e na guerra atacou Fred quando ele estava mal por.. Jorge.. 

Gi: Rony... -suspirou. - Jorge odiaria esse odio.. ele era um Grifinorio, corajoso e gentil. Seu coraçao sempre foi bom. Entao... Precisa aprender a perdoar.. por ele..

Ron: Nao consigo.. e nao quero!

       Todos ficaram em silencio. Entraram e sentaram numa mesa longe da dos sonserinos. Nem perceberam que estavam ali. 

      Os sonserinos continuavam a conversa sobre a distancia que teriam de cada repectivo nome. 

Theo: Pancy e Blasio, voces dois sao os unicos que nao correm risco. Entao fiquem sempre perto de Astoria e Draco. 

Pan: enquanto a voce Theo? 

Theo: Neville nem se quer se aproxima de mim! E ele é sempre reservado e quando me ver passa longe. Acho que nao vem atras de mim.

Bla: mesmo assim, tentarei ficar ao lado dos dois.! 

Dra: concordo. 

      Hermione olhava as prateleiras, adora aquele cheiro se livros. Estava procurando o seu livro preferido. Viu ele no topo ta estante endorme.

Her: quem diabos colocou la? Que droga! -subiu na escada e foi indo. 

         Draco ia procurar um livro para estudar para prova que tambem faria quando a viu no topo da escada. Antes de dar meia volta viu que ela havia se desequilibrado. 

Her: droga.

        Ele olhou assustado. Se ela caisse daquela altuea podia bater a cabeça e morrer. E ai sim ele jamais se perdoaria. Correu ate la e antes que ela caisse ele a pegou.

Pan: NAO DRACO! 

       Foi a ultima coisa que Draco Ouviu quando entrou em seu sonho/pesadelo. Ele caiu de joelhos, Hermione segurou sua cabeça antes que fosse ao chao. 

Her: o que esta havendo? 

Bla: DROGA DROGA DROGA! -chutou uma cadeira. 

Art: PRECISA PERDOA O DRACO! GRANGER!

        Hermione apenas olhava atordoda o que acontecia. Pancy chorava.

Theo: Ela tem que perdoa se coraçao.. -seus olhos encheram de lagrimas. 

        Hermione nao entendia nada. Entao Draco começou a gritar em agonia.

Theo: -fechou os olhos- As torturas de Voldermort.. 

         Harry olhava incredulo. 

Lu: Loirinho... -sussurrou em lagrimas.

      Ela Abraçou Blasio que ja chorava.

Her: o que ta acontecendo com ele?

      Theo estava em choque. Nao conseguia falar nada. 

Art: Seu perdao.. voce precisa perdoa o Draco.

Her: nao se perdoa alguem que fez o que ele fez.

Bla: DROGA ELE SE ARREPENDEU PRECISA DAR UMA CHANCE A ELE! -berrava em lagrimas. - se nao.. ele vai.. morrer..

Ron: Ja era hora de ele morrer. Comensalzinho de merda! covarde

       Astoria foi segurada por Theo.

Theo: ele tocar em voce..

Art: NAO IMPORTA! ELE NAO VAI FALAR ASSIM DO DRACO! VOCE SEU WEASLEY DE MERDA NAO SABE O QUE PASSAMOS PARA FALAR DELE! NOS FOMOA TORTURADOS ANTES DE TORTURAR. MORREMOS CADA DIA ANTES DE MATAR. NOSSAS FAMILIAS EM RISCO SE NAO FIZESSEMOS O QUE ELE MANDAVA! DRACO FOI O UNICO QUE VARIAS VEZES TOMOU AS DORES DE CADA UM DE NOS -chorava-  ELE APAGOU NOSSAS MEMORIAS PARA NAO SOFRERMOS COMO ELE E THEO SOFREM. COVARDE É VOCE QUE SEMPRE PRECISOU DO POTTER OU DA GRANGER.. SEM ELES VOCE SERIA SO UM ALUNINHO DE NOTAS BAIXAS. SEMPRE FOI O PIOR BRUXO. SE NAO FOSSEM ELES.. VOCE NEM SEQUER ESTARIA AQUI. AGORA NAO SEI COMO ME ARREPENDO DE TER TE FEITO MAL.  EU SOU UMA IDIOTA MESMO.

      Rony ficou calado estatico com os berros da menina. Ela desabou em lagrimas. E Theo a abraçou 

Pan: n-nao sabem o que passamos.. Nao sabe.. nao sabe como Draco nos ajudou a superar. Nao sabem como é ser tratados como armas. Alguem aqui foi usado? Alguem aqui tinha seus familiares em cativero.. alguem aqui era ameaçado para ficar ao lado do Potter? Nao ne? Nos eramos.. -olhava Draco se contorcendo de dor. E as lagrimas dele em seu colo.- Cada um de nos.. Tinha um familiar em apuro. Se matamos foi por medo de machucarem quem amavamos. Tinhamos tanto medo -chorava- eu entreguei a irma da minha melhor amiga para nao matarem minha mae -olhou para Astoria. - Nao sabem nem a metade do que fomos obrigados a fazer .. Acham que foi so ir la e ter a marca? Acham que como voces nos nao fomos treinados? So que ao contrario de voces que aprenderam usando em objetos ou em animais. Nos paticavamos um nos outros.

Theo: Eramos obrigados a matar quem nao era bom para Voldemort. Perdemos nossas almas quando tivemos que mata-los. Cada sonserino.. cada amigo.. ate restar apenas nos cinco. Draco é a nossa familia Granger.. Draco foi quem sempre sempre nos ajudou. Ele tinha ajudas de Snape, entao ele ensinava a nos tudo para nao sermos mortos. Para voces que nao o conheciam ele era arrogante e metido. Pra nos ele era amigo e companheiro. Quando mataram minha mae Draco esteve do meu lado.

Bla: quando sequestraram meu irmao. Draco me ajudou a encontra-lo. 

Pan: quando Voldermot nos deu uma nova marca.. marca dos traidores.. eu tinha pesadelos todas as noites e Draco segurava minha mao todas aquelas malditas noites para me deixar calma.. Ele sempre me fazia ri.. -segurava a mao dele- 

        Hermione sentia uma pontada no coraçao. Mas o mal que ele havia feito era profundo demais. Ela saiu correndo de la. Deixando os sonserinos em lagrimas.

Theo: MALDITA SEJA VOCE GRANGER!

Ast: se ele morrer.. eu vou atazanar a vida dela! 

Bla: Nao ataquem ela! Sabem o que Draco faria.. Ele jamais iria querer isso.. 

       Madame Pomfrey levou Dracoa  enfermaria. E todos so quatro nao ousavam sair de perto. Luna, Gina e Harry os deixaram com ele. Preferiam nao se intrometer na dor deles. Por mas que se importassem cm o loiro, eles nao eram tao intimos como eles. E a madame pomfrey foi rigida em deixar apenas os 4. 

#No dormitorio Grifinorio Masculino#

      Harry estava olhando o fogo. Nao estava acreditando no qua havia acontecido. Hermione ia cair e Draco a segurou sabendo que um toque dela ele morreria. Nao havia mas coragem do que aquilo. Morrer por alguem que odiava ele com todas as forças. 

Ne: Harry.. vamos jantar?

Ha: agora nao Neville.. Estou sem fome.. obrigado..

Simas: nao pode ficar assim pelo comensal Harry.

Ha: -olhou irritado- Nao ouviu nada que eles disseram? 

Simas: Nao acredito em nada que eles dizem.

Ron: eu senti uma pontada no coraçao. É realmente uma pena a morte de Malfoy mas.. Seria menos uma ameassa futura.

Ha: ameassa Ron? Merlim.. onde esta com a sua cabeça? Malfoy mudou! E eu acredito nisso! Apos tudo aquilo como nao acredita? 

Ron: so ouvi ex comensais lamendo a morte de um deles.. Eles eram bons entre si Harry.. com a gente eles eram arrogantes e covardes.

Ha: acha morrer por quem o odeia covardia?

Ne: Harry tem razao.. Mione podia morrer caindo daquela altura. E o Malfoy a salvou disso e agora esta entre a vida e a morte.

      Harry saiu de la antes de ouvir mas sobre aquilo. Nem pareciam seus amigos. Ele seguiu para torre da Grifinoria para olhar a escola de cima. Deu de cara cm Hermione.

Ha: Hermione esta bem? 

        Ela estava com cara de choro. Seus olhos vermelhos.

Her: esta.. Harry.. nao sei como perdoa ele..-em lagrimas. - Ele vai morrer.. eu nao consigo perdoar. Se ele pelo menos tivesse dito uma palavra aquele dia..

Ha:e como sabe que ele nao falou? Pode ter dito algo mas nao deu pra voce ouvir.. 

Her: Nao acho que ele faria isso.

Ha: entre na cabeça dele. Veja suas memorias.

Her: É isso harry! 

       Ela correu de la indo a enfermaria. Viu que nao havia sinal dos 4 sonserinos ao redor de Draco Malfoy. Provavelmente havia sido mandados comer. Ja era noite. Ela entrou la e Draco suava frio. 

Dra: p-pare.. por favor.. por favor pare..   

        Ela usou um feitiço para entrar em sua cabeça e ver aquele sonho. Segurou a mao dele e sentiu uma onda de elerricidade atravessa o corpo. Fechou os olhos. 

Her: me deixe sabee tudo.. Malfoy.. 






Notas Finais


E aaaiiii? Gostaraaaammmm?

O que acham?

Comentem aiiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...