História Grito de Amor - Capítulo 10


Escrita por: e Mel63

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Elizabeth Liones, Gelda, Meliodas, Zeldris
Tags Geldris, Melizabeth, Nanatsu No Taizai
Visualizações 123
Palavras 1.077
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Necrofilia, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiê! Como prometido, mais um capítulo. Eeeee

Roupa das meninas para o massacre. (Capa do capítulo)

Capítulo 10 - Vingança- parte 1- lembranças


Fanfic / Fanfiction Grito de Amor - Capítulo 10 - Vingança- parte 1- lembranças


Meliodas: Sim, irmãozinho... Acabei descobrindo que logo logo, os Liones farão uma visitinha a uma casa de prostituição, D'Luxe se não me engano, a 500 km daqui. 

Zeldris: O que estão planejando?...- ele encara a mesa fria tentando raciocinar


Meliodas: Está mais que óbvio não? Só não entendo o que vão caçar lá, com aquelas mulheres divinas que eles tem, nunca vi mais linda do que Katarine


Zeldris: Ou elas estavam mentindo.


Meliodas: Bem provável. Mas , tenho um plano que vai tirar todas as nossas dúvidas.

 

 

Elizabeth on

 

 

Tudo quase pronto pro grande show, onde eu e Gelda enfim poderíamos nos vingar por anos de sofrimento. 

 

 

Arrumamos tudo que foi necessário, e nos disfarçamos, pra que não fossemos reconhecidas. Pintei meus cabelos de preto  com uma tinta temporária, amarrei em rabo de cavalo,  passei um batom vermelho e um delineador preto. Estava quase pronta. Mas, faltava algo. Juntei as pequenas mechas da minha franja que cobriam meu olho diferente, e o prendi logo atrás da cabeça. Peguei minhas lentes de contato castanhos escuros e coloquei. Precisava estar diferente custe o que custar. Vesti minha roupa, e, lá estava eu, prontissima.

Desço as escadas a espera de Gelda, a mesma desce glamourosa com sua roupa sexy, seus cabelos presos em um coque solto, numa tonalidade roxo bem escuro, e uma maquiagem pesada, mas que ainda valorizava sua beleza natural.

 

Nossos homens começariam a invasão logo após o nosso sinal. Gelda desenvolveu um aparelho para que pudéssemos nos comunicar e comandar tudo sem que ninguém suspeitasse. 

 

Ellie: Pronta?

 

Gelda: Pronta!


Saímos em direção ao nosso carro , e entramos. Dirigimos por mais de duas horas ao chegar na casa de prostituição. Nossos homens já estavam lá se preparando para receber ordens. Descemos do carro e desfilamos até a entrada seguidas de diversos olhares maliciosos. 

 

Guarda: O que fazem aqui princesas? Esse lugar não é pra vocês...- nos olha de cima a baixo com desejo.

 

 

Ellie: Somos uma atração especial da noite. – sorrio maliciosa para o mesmo e pisco um olho.

 

Guarda: Certo, certo... É só falarem com a senhora Derriere e o senhor Monspiet seguindo as últimas escadas na primeira porta a esquerda.

 

 

Ellie: Obrigada!- falo adentrando o local acompanhada de Gelda.

 

Olho para toda a extensão da casa, e é simplesmente lamentável. Consigo reconhecer algumas meninas, e tinham outras que eram bem novas. Aquilo me fez lembrar de mim. Quando eu era uma criança, e abusaram da minha inocência e ingenuidade. Eu estava feliz por que em fim, me vingaria junto com Gelda, por nós, e por todas as meninas que sofriam naquele local tenebroso.

 

Olho pra Gelda, que vejo uma lágrima escorrer de seus olhos, enquanto observa a tamanha crueldade que elas foram expostas. A lembrando de seu passado.

 

Ellie: Vamos nos vingar. Você vai se sentir melhor

 

Gelda: Não vejo a hora.

 

Enquanto subiamos as escadas, eu me lembrava de tudo que aconteceu comigo. Vários flashbacks passaram por minha mente a qual, cada escada era uma lembrança 


 

Flashback on

 

 

X : Vamos senhoras e senhores, não sejam tímidos, 10 mil? Dole uma, Dole duas... Vendido 

 

Xxxx: Agora a nossa atração da noite! A menina mais cobiçada de todas! Elizabeth Liones, 15 anos, cabelos prateados naturais e olhos heterocromaticos! Corpo escultural, como uma deusa deve ser.

 

Enquanto a plateia olhava a garotinha rodando em um disco giratório por sua tamanha beleza, seios e nádegas fartas, cintura fina e beleza estonteante se ouvia gritos dos homens loucos para comprar uma noite com a garotinha.

Yyyy: Pago cinquenta mil!

Zzzz: 100 mil!

Pppp: 200 mil!

Dole uma..... 

 

 


 

 

 

Dole duas.........

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

......Vendido.....

 

 



 

{..........}

Ppppl: Cala a boca puta! Eu paguei para que você fizesse o que eu mandasse e nada menos! Agora fica quieta e aproveita


Assim, mais e mais gotículas de lágrimas se esparramaram pelo o rosto da garota, sentindo a dor de sua defloração novamente, mas cada vez pior....


Flashback off

 

 

Mais um degrau...


 

 

Flashback on

{......}

 

Fica quieta! Você é uma aberração, porém, muito linda

 

 

A menina tentava se soltar do próximo homem que a compraria.
Até ouvir um estalo forte de suas mãos em seu rosto, sentindo um gosto metálico em sua boca.

 

Vvv: Você é difícil, não devia se comportar assim... Mas eu tenho a permissão para fazer o que quiser com você..... Vamos ver se depois de umas surras, você aprende a lição. Isso vai ser excitante.

 

A dor latejante em suas pernas , costas e barriga, anunciavam a tamanha brutalidade que era tratada. Mas ninguém se importava. Por que ela não era ninguém.

 

 

Flashback off


Elizabeth segura nas mãos de Gelda e assim sobem mais um degrau juntas e um turbilhão de lembranças vem em suas mentes

 

 

Flashback on


Em uma caixa de vidro perfeitamente brilhante e límpida , se encontrava as duas moças, uma loira e a outra prateada. As mais lindas daquele local, seminuas, apenas com roupas íntimas se abraçando em um canto sentadas pra esconder o máximo que podiam de sua nudez, enquanto homens esbanjavam dinheiros e suas riquezas apenas para vê-las nuas....


Era horrível...

{••••} 

 

Derriere: Vocês tem que sensualizar, eu não aceito não fazerem nada para terem suas vidas um pouco melhor! Na próxima vez façam o que eu mando ou então iram se arrepender.


Alívio. Suspiros de alívio eram escutados das garotas por não apanhar novamente. Era o que pensavam.

 

{•••} 


Ellie: Aaaaaaaaaaaaaa! Por favor pare!

 

 

Gelda: Naaaoo! Por favor!! Isso dói- a dor pulsante , vermelhas e roxa mostravam que os corpos já haviam sofrido demais. Já tinham aprendido a lição.


As moças foram jogadas em uma sala onde recebiam tratamento de tortura. E a tortura da vez era a arma de choque. 


{•••} 

 

Ellie: V-vai ficar tudo bem- a prateada dizia em soluços para a loira, enquanto amarrava ataduras nos locais do choque.

 

Gelda: Será que um dia isso vai parar


Ellie: Vai! Eu te prometo. Me escuta! Eu te prometo que todos aqui vão se arrepender de tudo que nos fizeram!- diz com lágrimas brotando em seus olhos.

 

 

Flashback off

 

 

 

As meninas ao pisarem no último degrau , se olharam e as mesmas já estavam com os olhos encharcados, pois enfim teriam sua vingança, e seria da melhor forma e dolorosa Possível.  Estavam felizes. A promessa de Elizabeth havia se cumprido.

 

 

 

 

Foram caminhando de mãos dadas pelo azulejo de madeira, com seus saltos batucando no piso, mostrando poder. Chegaram em frente a porta, e a bateram.

 

 

 

Ouviram uma voz conhecida

 

 

 

Xxxxxx: Entre .


Notas Finais


Triste, mas elas terão sua vingança. Preparem os corações para o próximo capítulo. Obrigada por comentarem e favoritarem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...