História Guardians - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias My Little Pony, Sonic The Hedgehog
Personagens Apple Bloom, Applejack, Chaos, Discórdia, Flash Sentry, Fluttershy, Holly Dash, Iblis, Personagens Originais, Pinkie Pie, Príncesa Cadance, Princesa Celestia, Princesa Luna, Rainbow Dash, Rarity, Scootaloo, Shining Armor, Spike, Sunset Shimmer, Sweetie Belle, Trixie, Twilight Sparkle, Vovó Smith
Tags Futuro, Guardiãs, Humanos, Magia, My Little Pony
Visualizações 32
Palavras 2.878
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aloha meus docinhos de caramelo! Aqui está mais um capítulo de Guardians! É, dois no mesmo dia e esse... meu Deus! Tá intenso! Eu não vou falar muito nem aqui e nem nas notas finais porque eu quero ver como serão o comentário após esse capítulo, por isso, desejo todos um Boa Leitura!

Capítulo 4 - Tão fraca...


Fanfic / Fanfiction Guardians - Capítulo 4 - Tão fraca...

A pior parte de uma festa para Twilight é a roupa… nunca sabe se deve levar um vestido luxuoso, ou uma roupa casual e na festa de Pinkie muito menos já que não sabe se é só ela e Pinkie, ou se vai ter mais alguém e, mesmo que soubesse, não havia forma de saber o que todos iriam vestir… em última análise… a roupa casual mostra que a roxeada já é suficientemente “amiga” da rosada para ir casualmente a sua casa e ter uma festa, já o vestido dizia: “Oi, sou uma garota insegura e quero que me elogie pela aparência para compensar minha falta de peito…”

É, definitivamente usaria apenas um casaco branco com pelo negro em cima, com uma camisa roxa por baixo e uma calça negra para parecer mais descolada… agora era só colocar um pouco de maquilhagem para parecer que se arrumou, porém, ao olhar para os utensílios de beleza, uma breve lembrança veio à jovem Sparkle…

-Hehehe! Você vai ficar linda com isso! –Foi o que disse uma das “amigas” que Twilight teve anteriormente e também uma das que humilhou a roxeada na frente de toda a escola…

Só essa frase do passado foi suficiente para fazer a roxeada dar um tapão nos utensílios do estoque de maquilhagem de Celeste e os lançar ao chão, o que despertou certo medo em sua tia que foi ver o que se passava…

-Querida? Twilight? Está tudo bem?

-Deixa-me! Porquê eu fui concordar em ir nessa festa?! Eu não quero ser amiga daquela esquisitona! Não quero ser amiga de ninguém! Amizade é apenas um truque que as pessoas usam para machucar os outros! Para machucar-me! –Gritava enquanto dava para ouvir a jovem soluçando e batendo com as mãos na pia, Celeste não pôde ficar parada e entrou apenas para ver a sobrinha em prantos enquanto estava com a testa encostada no espelho do banheiro… -Tia… eu não consigo fazer isso…

-Oh meu amor… -A mulher de cabelos verdes-azulados chegou até à roxeada e a abraçou, acariciando sua cabeça. –Sei que foi muito ruim aquela experiência, mas você tem de largar o que aconteceu no passado, porque já passou e se alguém se ofereceu a fazer uma festa só para você então acho que o melhor é dar uma chance…

-E se ela estiver apenas me enganando para fazer uma pegadinha? Como aquelas três fizeram? –Perguntou, se agarrando bem forte à tia enquanto segurava as lágrimas.

-Você não saberá até ir lá e ver por si própria… -Falou, dando um beijo na testa de Twilight enquanto a abraçava. –Agora, limpa essas lágrimas e vai se divertir nessa festa!

-… ok… -Com isso, Celeste saiu do banheiro, ainda ouvindo um soluço da sobrinha e a mesma se olhou no espelho, várias mudanças ocorreram desde a última escola, seu cabelo voltou a ser longo, como era antes de ter sido cortado forçadamente, seu corpo amadureceu, mesmo que em comparação com outras não fosse quase nada e até ganhou alguma confiança para tentar conseguir o cargo de representante da turma… realmente, a Twilight de antigamente estava no passado, essa Twilight iria aproveitar o presente e o futuro…

A jovem apanhou os utensílios de beleza, depois o vestido que havia caído no chão e, assim que fechou a porta do banheiro, a roxeada apanhou um susto com Spike olhando para ela no corredor de forma surpresa.

-O q-que foi? –Perguntou, fazendo o garoto acordar para a realidade e corar pela ponta do nariz.

-N-n-nada… só que… você está menos feia que o normal… -Respondeu enquanto olhava para o lado com os braços cruzados, a roxeada deu um pequeno riso e foi até o esverdeado, acariciando a cabeça dele. –Huh?

-Obrigada, se tentasse usar, novamente, aquela roupa que sua mãe comprou para você, poderia ficar menos feio… -Ao ouvir isso, Spike corou feito um tomate ao se lembrar do horrível gosto para roupas que sua mãe tinha, comprando uma roupa com um estilo muito riquinho para o filho e que ele só usou uma vez, já que acabou levando várias indiretas e diretas de seus colegas por causa da “roupa de mauricinho”, como ele chamava…

-C-c-cala a boca tá! Argh! –Rosnou, se virando de costas e escondendo seu rosto com o capuz de seu moletom roxo.

-Qual é, só tô brincando, afinal, você nunca vai ficar menos feio do que já é! –Nesse momento, Spike se virou com os olhos vermelhos enquanto tentava chegar ao rosto de Twilight para espancar a mesma que ria e estava segurando o primo apenas com um dos braços.

No meio dessa “briga”, um objeto acabou caindo do bolso do jovem Solaris e, quando foram a ver, era uma caixa do tipo que se usa para guardar jóias, algumas delas caíram, sendo que uma tinha formato de uma estrela púrpura de seis pontas, outra de uma maçã laranja, uma de uma borboleta rosa e outra de um balão azul…

-Essa não! –Gritou Spike, reunindo todas as jóias e colocando no bolso novamente, porém a caixa foi retirada por Twilight

-O que é isso, Spike?

-Ah! Aghhh… é… hehe… você não conta para ninguém? –Perguntou, corando no início e depois ficando com uma face séria.

-Não, agora me diz o que é isso…

-Bem, eu tava olhando no porão se tinha alguma daquelas jóias que a mamãe guarda e aí encontrei essas cinco nessa caixa e pensei que era o ideal para o que eu quero fazer…

-Ah é? E o que você quer fazer?

-E-e-então… tem uma garota da minha sala que eu…

-Aaahhh!!! Você tá apaixonado?! –Gritou Twilight sorrindo, dando um grande abraço em Spike que gelou ao ouvir o grito da roxeada e ainda mais por Celeste ter subido novamente para aquele andar.

-O meu pequenino dragãozinho está apaixonado?! –Perguntou com um enorme sorriso e seus olhos brilhando como pérolas. –Ahhh! Conta-me tudo! Como ela é? É bonita? É da sua idade? Está na sua escola?

-Mamãe… -Começou o esverdeado, envergonhado pelo excesso de perguntas que a mais velha estava fazendo, afinal, não queria dizer nada para ninguém… já a roxeada, muito sorrateiramente, pegou numa das jóias e devolveu a caixa ao bolso de Spike, correndo para fora de casa.

«…»

Twilight tinha consciência que roubar era errado, porém algo naquelas jóias a fez ter vontade de usar uma, o brilho delas era diferente de todas as outras e, já que não era para usar um vestido deslumbrante, pelo menos iria ter algo que fizesse ela parecer mais especial e aquela jóia de estrela com seis pontas era o ideal…

Ao chegar na casa da Pinkie, a roxeada teve uma sensação familiar, já que a casa era um pouco estranha e estranha no facto de ser redonda e ter o caminho até ela com um gramado, não podia esperar que a casa da garota fosse como a dela, que era num prédio enorme, afinal a rosada vivia num bairro bem pobre, mas o formato da casa foi totalmente inesperado…

Assim que abriu a porta, Twilight não viu ninguém e estava tudo escuro, heh, o típico truque de apagar as luzes para gritar “surpresa”, um clichê, mas seria bem legal que fosse verdade e não fosse uma pegadinha… uma luz acendeu e ela iluminava uma pessoa num manto negro a alguns metros da jovem Sparkle, nesse momento a garota teve medo de ser mesmo uma pegadinha e esperava ser só uma espécie de ritual doido da Pinkie para começar a festa, porém, não foi nada disso…

A figura retirou o manto e mostrou ser uma mulher de físico muito forte usando uma armadura com os ombros com ponta bicuda, um capacete que só deixava o cabelo escapar atrás e esse cabelo era uma fumaça, ou energia, azul escura que parecia refletir o céu, os olhos da mulher brilhavam muito forte, como a lua cheia de hoje e um sorriso de deboche estava estampado em seus lábios.

-Então, você é Twilight Sparkle…? –Perguntou, fazendo a jovem recuar um passo. –Oh, não tenha medo, eu só quero conversar…

-O-o-ok… mas primeiro, quem é você?

-Meu nome é Nightmare Moon, sou a Deusa da Lua… eu trago a noite ao mundo… -Se apresentou, fazendo um vénia para Twilight que relaxou um pouco a postura. –E hoje eu desci ao mundo para tomar o que é meu por direito, porém, você deixou isso mais fácil…

-Isso só pode ser uma pegadinha… me diz que é… huh?! –Do nada, as luzes acenderam e todo o lugar se iluminou, mostrando uma festa toda organizada, com uma fita em cima de um mini palco falando: “Bem-Vinda Twilight!” e no teto havia várias bolhas com os convidados da festa, que até eram muitos… então era verdade, Pinkie estava mesmo planejando uma festa só para a roxeada…

-Não é pegadinha… agora pare de interromper… -Falou e, com um gesto feito por sua mão, a boca de Twilight foi coberta por uma fita azul escura. –Você é sobrinha de Celeste Solaris, uma antiga amiga minha que acabou me roubando algo que é meu por direito… as Jóias da Harmonia

Jóias da Harmonia? Ah! São aquelas jóias na caixa que o Spike encontrou! Deduziu a jovem entre seus pensamentos enquanto tentava arrancar a fita em sua boca…

-As Jóias da Harmonia são 6 jóias mágicas que, separadas, têm um poder imenso, porém, juntas são capazes de fazer um milagre, eu tinha todas elas e estava pronta para o meu milagre, mas aí sua tia as roubou de mim e só pude ficar com uma delas… -Disse, mostrando uma das jóias que tinha forma de diamante. –Mas você trouxe a mim uma das jóias mais poderosas… essa… -Nightmare Moon apontou para a jovem e a jóia em forma de estrela começou a brilhar num tom roxo que surpreendeu Twilight, mesmo não entendendo quase nada do que se passava… -Agora, darei a você a opção de me dar o que é meu e não farei mal a você, ou a seus amigos, ou eu terei de retirá-la à força e isso pode ser um pouco mais… violento…

Com isso, a fita foi retirada da boca de Twilight e a mesma aproveitou para respirar, já que o ar faltou por segundos… e agora? Entregaria a jóia de sua tia? Afinal, não tinha hipóteses contra essa mulher e a mesma conseguiu aprisionar todo os seus colegas sem ao menos suar e ainda cobrir a boca de Twilight com uma espécie de fita mágica… porém, aquele desejo… aquela vontade que lhe fez retirar a jóia da caixa, estava de volta, é como se… ela tivesse pressentido que algo aconteceria e por isso a trouxe… para alguma coisa foi… a roxeada segurou a jóia com força, com uma feição séria, dizendo…

-Não entendo metade do que você disse e, sinceramente, eu não quero entender… mas eu sei de uma coisa… minha tia não é uma ladra! E se ela estava com essas jóias era porque elas pertenciam a ela! Por isso não vou dar nenhuma delas a você! –Gritou, retirando a jóia de seu casaco e apontando ela para Nightmare Moon com o punho cerrado…

Nessa hora, a mão de Twilight brilhou em roxo, fazendo vários símbolos em roxo espalharem-se pelo seu corpo até que o seu corpo todo foi envolvido em uma esfera da cor dos símbolos, Nightmare Moon olhou aquilo com pura surpresa e total descrença, não podia ser verdade…  A garota é… uma delas!

Assim que a esfera se quebrou, Twilight possuía um manto violeta em seus ombros, uma roupa parecida com a de um monge que luta alguma arte marcial da cor roxa, uma fita púrpura em sua cintura e por baixo era um uniforme inteiro violeta mais claro…

Como primeiro movimento, a roxeada avançou rapidamente até à mulher de armadura, muito mais completa que a dela e deu um socão forte ao ponto de a empurrar até o mini palco, já a azulada respirava ofegante, a energia contida naquele soco era muito forte, claro que não ao ponto de chegar ao seus pés, mas foi o suficiente para a mover… a jovem Sparkle estava para dar mais um soco, mas dessa vez, um único tapa de Nightmare Moon em suas costas foi o suficiente para a mandar ao chão…

-Tão fraca… acha mesmo que poderia me ferir? Garotinha… acorda… -A mulher colocou o pé na cabeça da roxeada enquanto essa respirava com dificuldade, deixando saliva escapar de sua boca de tão bruto que foi o tapa… -Só conseguiu me empurrar graças à energia da transformação que ainda corria em você quando me atacou, porém, você não sabe manipular magia… você não consegue nem concentrar a mesma para me dar um soco de verdade… é um milagre ainda estar transformada… agora, vou pegar o que é meu…

Ao falar isso, Nightmare Moon quase tocou em Twilight com sua mão direita, mas a jovem bateu suas duas mãos no chão, criando uma onda de energia que atirou a roxeada para fora do alcance da azulada…

-Ora, ora… você realmente está aprendendo rápido hein…? Nem eu quando comecei conseguia fazer isso… vê-se logo que você é filha da Twilight Velvet

Nessa hora, a roxeada ficou confusa enquanto Nightmare Moon esboçou um sorriso e, em um flash, a mulher ficou de frente para Twilight, dando um soco em seu estômago que a lançou para cima, na direção dos céus colegas que estavam encarcerados nas bolhas, mas, antes de bater contra alguma delas, Nightmare Moon apareceu um pouco mais acima e chutou a jovem noutra direção, aparecendo novamente mais à frente que a garota e golpeando-a mais uma vez

Ficou nisso por um tempo até que a jovem Sparkle estava no meio do grande salão e recebeu um soco da azulada com as duas mãos juntas, fazendo Twilight chocar contra o chão com tanta força que deu para ver gotas de sangue na hora do impacto, vindas da boca da jovem quando se engasgou com a dor…

-Hehehe… -Riu a adversária da garota, que era obviamente muito mais forte que ela… a azulada pousou no chão e viu o corpo de Twilight sem se mover, mas a alma ainda brilhava de forma forte, indicando que estava viva… porém, mesmo viva, não havia como Twilight impedir que Nightmare Moon retirasse a jóia… era o fim da batalha e a roxeada perdeu… -Agora você é minha…

-Não tão rápido! –Exclamou uma voz na frente da azulada, assim que levantou a cabeça para ver quem gritou, um flash de luz brilhante cegou a mulher e sua armadura e cabelo começaram a se desfazer aos poucos, chegando a um ponto que a grande “Deusa da Lua” era apenas um ser de forma humanóide de pele azul e olhos com a íris na forma de lua em branco e o resto dos olhos tudo preto com lágrimas da mesma cor saindo deles…

Quando conseguiu ver quem a atacou, teve uma desagradável surpresa ao ver Celeste com uma armadura muito parecida com a de Nightmare Moon, porém essa tinha muito mais detalhes e uma enorme coroa na cabeça com o símbolo do sol…

-Nos encontramos de novo… Luna

-Não me chames por esse nome! Você não tem o direito depois do que fez comigo e com a Chrysalis!!! –Gritou, tentando se levantar, mas era impossível, o raio de energia da tia de Twilight havia acabado com qualquer chance da azulada se mexer, ou fazer algo contra qualquer pessoa naquele local…

-Eu fiz o que nós… Guardiãs da Harmonia… fazíamos antes de vocês sucumbirem à maldade… -Respondeu a esverdeada-azulada com um olhar sério. –Acabar com qualquer ameaça para o mundo…

-Pensei que nós fossemos amigas… praticamente irmãs

-E somos, mas você escolheu um lado, eu escolhi outro e isso só acaba de duas formas… quando uma de nós matar a outra, ou uma de nós admitir que está errada e se juntar à outra…

-E como eu nunca vou admitir então isso significa que você vai me matar… não é…? –Perguntou, olhando para a mais velha que se preencheu de tristeza e raiva, apertando a mão com força.

-Não… eu não vou… ao contrário do que você pensa, eu tenho piedade, por isso não fiz o que fiz à Chrysalis com você… ainda há chance de mudar, só precisa tentar…

Nightmare Moon olhou para a suas mãos, ela estava horrível, um monstro, uma aberração que nunca pensou em se tornar… e a culpa dessa forma deplorável… era de Celeste… ou pelo menos era o que ela acreditava no momento… a azulada deu um sorriso e estendeu a mão, deixando a esverdeada-azulada muito feliz e quase apertando a mão da outra, mas parando quando a mão da “amiga” se transformou em um enorme espigão que atravessou a mão e todo o braço de Celeste por dentro até chegar ao fim… a grande Guardiã do Sol gritou em agonia enquanto aquele espigão azul voltava a ser uma mão e saía do braço da mulher…

-Hehehe… isso é uma forma de você sempre se lembrar de mim, Celeste… -Disse, desaparecendo dentre uma fumaça azul que saiu pela janela… a Solaris agarrou seu braço com força e tentou usar sua magia para o curar, mas aí, Twilight despertou novamente, olhando para a tia de uma forma que já dizia tudo…

-Tia… precisamos conversar…


Notas Finais


E é isso meus doces, agora só quero ver os comentários sobre esse capítulo, tô ansiosa! Até mais! Aloha!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...