História Guerra dos reinos (Fanfic Interativa!) - Capítulo 89


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Guerra, Medievalcomconteporânea, Plottwist, Poderdereflexão
Visualizações 1
Palavras 1.494
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Álcool, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 89 - O desconhecido nos leva a uma sensação, e isso é falho


Luz

—Como eu tenho esses pensamentos e raciocino com essas  próprias coisas que estão acontecendo, a transmissão da realidade ocorre por alguma onda que está raciocinando já tudo isso que está em volta de mim. Eu já me conheço, já tenho significados. E a cada hora que falo sobre uma coisa, sinto que me lembro e raciocino daquilo. Conjugar, eu conjuguei, minhas lembranças voltam aos poucos. O que capta a luz, meus olhos, a luz a transformação de energia com seus feixes que transmitem a informação da matéria. E a matéria com pensamentos se distorce, então o maquiavelismo surge nesse ponto. Só que, de alguma forma essa acolhimento que eles fizeram não está sendo nos pontos de vários lugares, está sendo ótimo. Eles estão ao ponto de perfeição. Mas, eles quem?

—Ela, a neta do rei com seu nome desconhecido, mas com suas idéias perfeitas – disse Stella;

—Ela, a neta do rei com seu nome desconhecido, mas com suas idéias perfeitas – disse Juliet;

—Ela, a neta do rei com seu nome desconhecido, mas com suas idéias perfeitas – disse Poliana.

As três que são o que nós vemos se reencarnaram com as suas lembranças, vendo a luz que as cerca. Stella, falou para as três:

—Eu falo com ela!

Stella, sendo super protetora, sempre sabia que as outras se sentiam como pessoas fora de liberdade, mas com um lazer maior, mas isso a fazia de alguma forma especial.

—Como que você afinal é tão perfeita, como vários dilemas, como exatamente estereótipos de objetivos “Ter as melhores pessoas”. Mas a exterminando, você não exterminou ninguém, você as testou, na verdade você é a que está descobrindo...

—Está confusa de tão admirada não é? Vários ficaram assim mesmo, ótimas palavras, mas eu não fiz nada além de nascer. Agora eu quero fazer algo, estou fazendo já um império, para conseguirmos a coisa que realmente queremos. Vocês, não se lembram do que sentiram não é?

—Nós sentimos, mas nós somos tímidas tirando para nós mesmas, transmitir aos demais... – Tenha coragem, tente alguma coisa, espiritualidade!!!- Eu tentarei, mas não confirmo, irei tentar libertar todos, irei enfrentar os espíritos, para que haja uma libertação. Mesmo que eu morra, conseguirei fazer alguma coisa para libertar as almas, para que haja o que vocês querem. Para que a vida melhore e se torne o que nós queremos. AMÉM!!!!

—AMÉM!!!!

—AMÉM!!!

Eis que elas já saíram do mundo das verdades, que afetaram totalmente tudo nelas. Elas corriam, não se importando com o que veria, os próprios genes delas estavam modificados, sua presença seria detectada de uma forma bem mais complexa. Era como se olhassem o pretérito de alguns segundos, o presente e o futuro em alguns segundos. Elas lembraram cada uma do seu passado naquela ditadura, naquele mundo acabado por não poderem se confiar, nenhuma poderia ao menos  achar que um sistema de apenas mil pessoas que arrecadam muito em proporções de 1 milhão de pessoas comuns,dividir. Até a alma tem que dividir igualitariamente? Eu vive nessa ditadura e mau pude sair já fui para outro que era falsa. E na verdade era uma ambição bem diferente eles tendo que se fazer de maus. Agora é a decisão sem nenhum dilema. Uma pessoa parada, isolado com uma bebida que a infectava totalmente, foi perfeita, para... Ela tentar libertar a aura, porém como realmente libertar a alma. Ela teve a alma libertada, a partir quando a conexão entre tudo ao redor dela está em real equilíbrio; Assim ela tentou tirar a alma infectada que atacava brutalmente o sangue escorria. Ela tentava também imitar de se libertar para libertar os demais, para que tudo fosse controlado para o bem, só que, eis que ela percebeu ela estava sem a aura libertada. Ela só estava tentando invadir a mente do bêbado, que sempre que se aproxima dela falando:

—Quer ser a minha namorada, então ta bom!

Levaria um projétil, que o acertaria superficialmente, para tentar invadir e repelir os sentimentos ruins. Juliet, via que nada adiantaria, mesmo com alguma flecha de Poliana, ela e Poliana pularam na briga, tentando penetrar o bêbado, sobre o efeito e tirar tudo de ruim, fazendo a mesma coisa que a neta, que sabia que elas não conseguiriam restabelecer um corpo as condições necessárias. Por isso ela queria fazer as três aprenderem por conta própria. Porém, precisaríamos invadir a alma adversária, Stella já sabia isso, porém sabia que isso exigia muita mais experiência;  Na verdade tudo isso só poderia ser realizado com o poder que sempre era utilizado no mundo das verdades.

Bom vocês descobriram logo, logo o segredo do mundo das verdades e o que ele é realmente.

Já sei como fazer, é só necessário esse fungo.

O bêbado deu um golpe na barriga de Stella, que sabia que alguma hora isso iria acontecer, a energia concentrada amorteceu o golpe, ela o contra atacou, criando um exército, e parou um projétil de Juliet que iria com certeza matar o bêbado, Juliet entendeu, Stella viu todas as probabilidades possíveis para acertar aquela energia que ela estava querendo tanto, aquele feitiço, para depois conseguir liberar e conseguir chegar ao interior mais facilmente. O bêbado, assim a atacou com a sua espada, com movimentos muito rápidos, parecia até que um espírito tinha o pego. Stella, então invadiu dessa vez ele, ninguém soube como, porém antes que alguém pudesse ver com a luz viram com o sentimento, ela que sempre foi uma maga da luz, tinha sido das trevas bloqueando por um momento, a modificação genética, além das condições distorcidas do cérebro foram totalmente burladas.

Ele começou a ter uma mente bem mais sábia, só que com outro cérebro implantado no bêbado, sua alma foi contida. Deixando a alma muito densa, a personalidade tinha se alterado, pela densidade.

—Parabéns Stella, foi muito astuta mesmo. Nunca pensei que poderia pensar em usar o materialismo para as coisas espirituais!

Stella, porém não conseguia ouvir mais nada. Pelo silêncio, que havia, alguma coisa, para ela tinha acontecido. Juliet e Poliana, começaram a chorar arrependidas pelo o que fizeram, esse medo depois da escuridão fez as duas atirarem e se protegerem, só que elas pensaram individualmente demais, assim fazendo o castigo de terem praticamente matado a Stella.As duas culpadas, decidiram, tomar posse daquele espírito do bêbado libertado, assim liberando uma forte sensação de aura e sentimentos de seguir o futuro, aquela invasão de aura estava muito cruel, elas poderes não estavam mais libertadas, elas voltaram aos pecados, tentando acabar com o bêbado. Que logo depois riu:

—Mataram uma das suas companheiras, nunca pensaram que isso poderia acontecer, vocês 3 conseguiram se segurar bem nesse mundo conquistado pelo mal na verdade, eu sempre fui o demônio de vocês e sempre serei.  

Entendido, por que aquela alma densa poderia despertar o maior alvoroço, diminuiu o espaço dos átomos e despertou um demônio que logo depois destruiu uma parte de um;Juliet e Poliana ficaram perto de Stella, tentando a reanimar, tentando invadir a alma de um ser que já tinha se ido... Ela tentava reanimar todas as atividades, respiração celular, fazer metabolismo, se adaptar. Para que ela pelo menos sentisse algo depois da morte. Jonath, chegou essa ora dizendo:

—Juliet e Poliana precisamos ser ainda mais fortes tanto individualmente como coletivamente, minha prima que tinha sofrido tanto e tinha aprendido tanto morreu com o demônio que a amaldiçoa. Mas, vocês se tornaram um coletivo individuo mesmo, e por isso só um demônio atormentava vocês. O conceito de demônio ainda não é bem compreendido, os demônios não são registrados como maus, mas sim como algum equilíbrio do universo para o crescimento. Só que eu mesmo despertei psicopatia por causa dos horrores que eles faziam do mundo das verdades. Mas, se eles fossem algo par ao equilíbrio, por que eles ainda eram egoístas?

Não posso me aproximar, ele sim tem experiência, além de lógica de combate, provavelmente o conhecimento dele é mais avançado que o da minoria melhor que a maioria. Além disso nós não queremos pegar todos de uma vez e nem eu quero, é bom deixarmos esses equilíbrios, a ordem mundial ocorrerá de forma correta, assim podendo fazer uma passagem bem natural. A humanidade está podendo ser controlada direito por nós que bom! Mas, é ora de deixar.

—Juliet e Poliana, pelo visto ela é mais uma falecida, porém os Héchster Intellektuellkeet avisaram a todos que qualquer coisa que acontecesse que fosse assim nós tentássemos decifrar o que significa. Afinal o que ela fez para despertar essa loucura em vocês? Porém, eu só posso ajudar dizendo uma coisa para vocês, sigam em frente, esqueçam da ditadura comunista que pssaram, tentem entender e ficar conectada com a Stella a cada minuto e segurem uma da outra, tentem fazer a evolução humana que está acontecendo nessa guerra.

Elas ficaram com os olhos cheios de esperança, só que Jonath saiu, porém elas entenderam. Assim virando as costas.

—Parabéns a mim e a vocês!!

Continua...Acho que vocês entenderam, se não entenderão na descrição...


Notas Finais


Humanos corrompidos, podemos dizer que são como agentes duplos, que equilibram a humanidade e a União dos Reinos, para que o plano da União dos Reinos ocorra, mas lutando a favor da humanidade, sendo que a União dos Reinos quer a humanidade e talvez o humano corrompido seja o meio para tudo isso, eles tem personalidade distintas, que quanto encontradas são perseguidos, mas que aprendem muito com isto. Enfim, é díficl explicar mas com acho que vós entendem o que é HUMANO CORROMPIDO, grifem esta palavra...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...