1. Spirit Fanfics >
  2. Guerra entre dois mundos. >
  3. Em busca de algo ainda maior

História Guerra entre dois mundos. - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Em busca de algo ainda maior


Fanfic / Fanfiction Guerra entre dois mundos. - Capítulo 11 - Em busca de algo ainda maior

Horas antes com a Ajuda de Kurapika, Killua e Ikki, Gon finalmente havia derrotado para sempre Hisoka.

Longe dali...

Senku:eu não vou te matar (caindo ao lado do mesmo) apesar de tudo eu não teria coragem!

Tsukasa:eu sei, você provou que é melhor do que eu em todos os aspectos e eu fui muito burro por não ter percebido isso antes!

Senku: tenho dez bilhões porcento de certeza de que você está certo nessa aspecto, mas se você quiser a gente pode fazer o mundo voltar ao que era se não como antes, mas pelo menos parecido!

Tsukasa: eu só arrumaria problemas para você e pelas regras da luta entre dois homens o perdedor deve seguir para bem longe do vencedor e nunca mais voltar!

Senku:tudo bem mas antes que você parta eu preciso que me ajude em algo, eu andei pensando sobre o que o Tony falou e tem um jeito de tudo voltar ao normal.

Tsukasa:claro que não, só se a gente voltasse no tempo, não me diga que já tem um jeito para isso?

Senku: tem, mas vamos precisar de toda a ajuda possível inclusive a sua o que acha?

Tsukasa:tipo consertar o mundo?

Senku: sim, quer consertar o mundo comigo, só que agora do jeito certo?(sorri olhando para o céu)

Tsukasa:sim, eu quero!(devolvendo o sorriso)

Mais tarde eles foram encontrados e foram tratados mas devido aos graves ferimentos eles tiveram que ficar na cama por uns dias.

Tony: realmente você pensa além do seu tempo não é?(ri) bom pelo bem da humanidade podemos tentar, mas vamos precisar ser tipo da FBI!

Shikamaru: é tão grave assim? E tão difícil de achar ele?(fala já bocejando)

Senku: sim, afinal não podemos cometer o erro várias vezes ou o futuro poderá ser mudado de uma forma irreversível e pode causar a morte de alguém!

Tony: é isso mesmo, quando poderemos começar?

Senku: daqui a dois dias vamos organizar tudo direito e vamos deixar eles descansarem um pouco!

Tony:certo!(já saindo da cabana)

Enquanto esperavam todos ficarem mais descansados alguns não se aguentaram e fizeram um multidão para fazer outras pessoas ao normal enquanto outros faziam o Almoço, outros conversavam, ainda tinha uns que treinava e Gen estava cuidando das crianças e dos idosos.

Longe dali...

Ukyo:e então, eu percebi que nesses dias você não tem falado muito comigo e nem deu a resposta que eu lhe pedi naquele dia!

Chrome: aconteceu muitas coisas nesses últimos dias, sabe até ontem eu estava apaixonado pela Ruri mas agora eu não sei mais!

Ukyo:você já beijou alguém na vida? Digo na boca?

Chrome: não, não tinha nem quem eu beijar!

Ukyo: se eu te beijar talvez você decida mais rápido, aí se ainda estiver com dúvida depois você beija ela e compara para ver de qual você gostou mais!

O rapaz foi se aproximando e Chrome continuava imóvel sem saber o que fazer e o olhava assustado...

Ukyo: não se assusta, você vai gostar!

O arqueiro então pegou nas mãos do cientista e foi aproximando devagar os seus rostos, e o Albino enfim lhe tocou os lábios com muita ternura, logo tirando seus lábios dos dele para ver a reação de Chrome...

Ukyo:gostou? Essa é uma das formas de beijo!

Chrome: eu estou sentindo algo estranho na minha barriga e eu acho que é uma coisa boa!

Ukyo: quer que eu te der o beijo de verdade agora?(um sorriso de lado lhe escapou)

Chrome: sim, eu quero saber como funciona todos esses beijos!

Ukyo: ficarei feliz em ajudar você!(o agarrando pela nuca)

Já na vila Ishigami...

Goku: parece que você ficou mais forte Vegeta, está muito mais divertidos lutar com você agora!

Vegeta:o que está querendo dizer com isso seu verme insolente?(jogando o homem para longe)

Goku: só estou te elogiando um pouco, ou nem de elogio você gosta mais?(fala se divertindo com a cara do outro)

Vegeta: vamos continuar com a luta que é melhor!

No lado leste da floresta...

Kurapika: ainda nem acredito que o Gon derrotou o Hisoka e finalmente nós livramos dele!

Gon: eu não faria nada sem vocês!(sorrindo)

Killua: Gon, bora apostar um corrida até o riacho?

Gon: vamos, aposto que dessa vez eu ganho!

Os dois então começaram a correr logo sendo perdidos de vista...

Kurapika: esses dois não mudam nunca não é Leorio?(ri) hey, por que está tão calado hoje?

Leorio: eu estou pensando em tudo o que a gente viveu esses últimos dias sabe? De como eu fiquei louco de preocupação quando eu virei humano e não te vi!

Kurapika: o que achou que poderia acontecer?(sorri) afinal eu era uma estátua e até onde eu sei estátuas não sentem nada!

Leorio: não brinca com isso pô, eu pensei que tivessem te levado para o lado do mau sei lá né!

Kurapika: eu nunca faria isso e você sabe!

Leorio: me desculpa por pensar isso de você!

Na cabana...

Tsukasa: Sabe Senku...eu não espero perdão de ninguém além do seu, e eu não estou pedindo perdão por aqueles miseráveis que eu matei mas por ter batido em você!

Senku:eu acho que não tem necessidade disso afinal eu rumei ácido em você então estamos quites!

Tsukasa: eu sei que quando tudo voltar ao normal a gente não vai estar mais casados, mas eu nunca vou esquecer daquela noite que eu tive com você!

O cientista virou para o lado oposto ao do rapaz sentia que a qualquer momento poderia chorar, n em dez bilhões de anos pensou que se sentiria tão inseguro com relação a alguém ou até a si mesmo.

Tsukasa: eu sempre quis ter você desde daquela vez que você me salvou e eu salvei você e seus amigos logo em seguida, eu não queria que as coisas chegassem a esse ponto!

Sem que percebesse lágrimas já escorriam e sua voz começava a ficar embargada, mas ainda continuava calma.

Senku: é, naquele tempo a gente só estava querendo salvar a nossa pele sem pensar em nada!

Tsukasa:sabe, olhando para trás agora vejo como eu não merecia nem que você tivesse se casado comigo, nem ao menos ter se deitado comigo, afinal eu tentei te matar duas vezes!

Senku: já disse que não precisa você ficar voltando no passado toda vez, isso não muda em nada o que aconteceu e eu já disse que estou de boa sobre isso!

Tsukasa: eu só falei tudo isso por que eu cheguei a conclusão de que eu mereço não ser amado por você e se você não quiser mais ser meu marido tudo bem!

Senku: depois a gente resolve isso, agora temos que pensar no futuro da humanidade!

Tsukasa: tudo bem, como você quiser!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...