1. Spirit Fanfics >
  2. Guerra estelar >
  3. Relatório

História Guerra estelar - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meus/minhas queridos/as e amados/as leitores/as.

Como falei na minha outra fic estava criando uma outra fic de brawl stars.

Espero que gostem.

Boa leitura S2

Capítulo 1 - Relatório


Fanfic / Fanfiction Guerra estelar - Capítulo 1 - Relatório

~Narrador

Ruffs estava na sala de arquivos revendo um último relatório que havia chegado há uma hora atrás:

Aqui é a nave Air-14 e provavelmente esse é nosso último relatório, eu peço que ousam com atenção pois isso pode salvar o universo – não havia um momento da gravação em que não se ouvisse chiado.

Estávamos fazendo uma patrulha em uma das luas do planeta Ziliom-3 quando avistamos uma nave sair de dentro do planeta, a nave era enorme, tão grande que se quer conseguíamos ver o fim, a nave disparou na lua em que estávamos, causando a destruição por completo da lua, todos foram mortos só eu estou vivo mas em breve vou morrer, eu pesso que convoquem toda a Defesa Espacial pois essa guerra será contra o velho comandante da frota Sy... – uma explosão sobrepôs a fala do soldado.

BOOOOOM...

Merda! Eles estão me atacando! Preciso de mais tempo para falar! Vou tentar fugir com um Nyltron que não explodiu – ouviu-se um som de disparo – MERDA JÁ ERA!

TUUNNMMM...

A gravação termina com um som estrondoso, as expressões de Ruffs mostravam o ódio que estava sentindo.

– Senhor Ruffs esse foi o fim da transmissão – um “rosto” apereceu no monitor sobrepondo as imagens da gravação.

– Então não sabemos quem foi o responsável pela destruição do planeta Ziliom-3 e da frota Air-14 e mais 14 estrelas próximas?

– Exatamente senhor Ruffs, mas de acordo com as especificações do patrulheiro Zilioniano ele era o velho comandante de alguma frota.

Ruffs fechou o punho com toda força que tinha e socou a mesa que estava a sua frente causando um mini tremor em tudo que estava em cima.

– Ele não terminou de falar, mas o nome da frota começava com as letras Sy, pesquise no banco de dados da defesa espacial alguma frota com esse nome! – Ruffs ordenou o monitor ageitando a manga do uniforme que havia dado o soco.

– Senhor Ruffs a pesquisa foi bem sucedida, temos 4572 tropas com essas iniciais no nome.

– Parese que não vamos descobrir quem está ameaçando o universo tão fácilmente.– as expressões faciais de Ruffs eram uma mistura de ódio e angústia.

– Senhor Ruffs em breve estaremos na rota da base estelar Colossus-0.

– Estou ciente disso! toda a defesa espacial vai se reunir lá para o velório e memorial em nome da população do planeta Ziliom-3.

– Senhor Ruffs estamos em velocidade de dobra, chegaremos na Colossus-0 em quatro dias!

– Entendido! Pode se desligar!

– Boa noite senhor Ruffs.

– Monitor desligar! – Ruffs ignorou o monitor

Ruffs desaba no chão e começa a chorar pelas destruição do planeta onde morava seu melhor amigo, ele sentia uma dor imensa que não podia ser expressada com palavras.

Seu melhor amigo havia morrido de uma forma horrível, todo o planeta havia sido queimado, não havia sobrando nada, apenas cinzas vagando pelo Espaço.

Naquela hora a única coisa que Ruffs queria era matar da forma mais horrível possível o responsável pela destruição de seu melhor amigo e fazer ele sentir na pele a dor que tinha causado a um planeta inteiro.

Ruffs se levanta e vai até a saída da sala de arquivos, ele abre a porta e se depara com um homem alto e músculoso vestindo um traje branco e vermelho com um cinto no formato de um touro junto a um capacete com chifres.

– Sr. Ruffs, nós precisamos parar para reabastecer a nave, o combustível está quase acabando. – a voz do homem era muito grossa.

– Fale para a piloto mudar a rota para o posto mais próximo! – Ruffs não estava em sã consciência para dar ordens então falou a coisa mais simples a se fazer.

– Entendido senhor – o tripulante saiu correndo pelo corredor de uma forma muito estranha.

Ruffs andou pelo corredor até chegar em uma porta com a palavra “Comandante” escrita, ele abriu a porta e entrou no quarto.

No quarto não havia nada exagerado apenas uma cama, uma porta levando a um banheiro, um armário e uma grande parede de vidro dando vista para a imensidão do espaço.

Ele tirou o uniforme de comandante e guardou no armário junto a vários uniformes iguais, só havia um uniforme diferente dos outros e era um manto ciano.

Ruffs fechou o armário e se deitou na cama olhando para o espaço através da vidraça, pensando em onde estaria seu melhor amigo naquele momento, até que Ruffs caiu no sono.

Cabine da nave

A cabine da nave era branca com detalhes vermelhos no meio da sala havia um grande painel junto a uma cadeira que aparentava ser da piloto.

Havia uma garota albina sentada na cadeira e logo atrás dela o tripulante que a pouco tempo estava falando com o Comandante.

– Bull, avise para o Comandante que a rota já está travada para o posto espacial do planeta Yurg e que vamos chegar em dose horas! – a piloto fala para o tripulante que havia trago as ordens do comandante.

– Acho melhor não incomodar o Comandante. Ele parece estar muito afetado com a destruição do planeta Ziliom-3, Você sabe se ele tinha algum parente lá?

– Bull deixe de ser egoísta! Qualquer pessoa ficaria triste com a destruição de um planeta! – a albina confrontou o tripulante.

– Desculpe, não pensei antes de falar – o tripulante pareceu não ter entendido.

– Pra ser sincera eu estou nessa nave a mais de um ano e não sei nada sobre o Comandante. – a albina parecia nunca ter pensado nisso.

– Parece que existem coisas no passado dele que ele não quer “reviver”. – o tripulante falou imaginando coisas horríveis que poderiam fazer parte das memórias do comandante.

– É melhor não pensarmos muito sobre isso, quanto menos lembrarmos ele do pasado melhor! – a piloto desviou do assunto.

– Entendido! Vou para os meus aposentos.

Bull saiu da cabine e foi em direção de seu quarto.

A piloto se levantou da cadeira e foi até um armário de ferro da cor azul marinho, abriu o armário e tirou de lá uma espécie de livro, ela fechou o armário e voltou para a cadeira e abriu o livro, logo ao abrir o livro aparece um mini circulo no canto do livro e a albina coloca o dedo fazendo o livro desbloquear as anotações.


~informações sobre o capítulo


Air-14 : uma frota espacial  do planeta Ziliom-3, atualmente todos estão mortos. 


Defesa espacial : uma instituição formada por várias tropas para manter a paz universal 


Ziliom-3 : Um dos vários planetas que compõem a União estelar, esse planeta era um dos planetas mais avançados em critérios de tecnologia.


Zilioniano : como é chamado todos que nascem no planeta Ziliom-3. 


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?

Se quiserem deixem um comentário com críticas(boas e ruins é claro 😆).

Obrigado por ler S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...