História Guerra Invernal - Interativa - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Boku No Hero, Bts, Dragon Ball Z, Fantasia, Guerra, Interativa, Mitologia, Naruto, Original, Percy Jackson
Visualizações 2
Palavras 2.821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 28 - O início da batalha final


P.OV~Autor

Após fugirem do campo de batalha entre Azazel e Astaroth, Lucius e seus companheiros haviam retornado onde os demais estavam. Lá, Félix corre para abraçar seu pai, que apenas deixa a ação enquanto olhava para o horizonte com seriedade dizendo:

Lucius: tomara que não venham até aqui.- diz, dando um suspiro de preocupação.

Valentina: eles quem? Falando nisso eu senti duas energias demoníacas agora há pouco, quem era?- pergunta, preocupada.

Lucius: seu avô, o Astaroth, estava lutando contra o Azazel, que absorveu os poderes de demônios e de todas as raças deste mundo. Há alguns instantes ele o venceu, e pra não ficarmos na zona de guerra fugimos.- diz, enquanto olhava para seu anel.

Valentina: e...Ele está aqui?! Impossível, se for verdade então não adianta nos escondermos pois ele irá nos encontrar.- diz, assustada.

Félix: o seu vô também é vô da minha mãe, não é?- pergunta, seriamente.

Valentina: sim. Nosso vô é o demônio mais poderoso de todos, e somente os 7 Arcanjos Lendários e o Deus Milo podem vencê-lo. No caso, somente o seu vô e sogro do seu pai poderia derrotá-lo nesse momento.- diz, engolindo saliva. 

Lucius: preciso que todos se preparem, pois os poderes de Astaroth são muito superiores aos nossos. E Farbant é ainda mais poderoso, e pelo que parece esconde alguma coisa.- diz, fechando o punho com força.

Thorbjorn: é nesses momentos que precisamos de mais poder.- diz, cabisbaixo.

Lucius: sim....*fica sério*....DROGA!!! Eles estão aqui.- diz, olhando duas figuras no céu.

Astaroth: LUCIUUUUS!!!!- grita, prestes a lhe acertar um golpe com sua espada, mas Lucius ativa seu escudo e absorve o dano posteriormente devolvendo com um golpe com 1000 vezes mais poder, causando uma explosão concentrada que arremessa o rei demônio pra longe.

Farbant (pensando): que interessante, ele conseguiu devolver o golpe de Astaroth com muito mais poder do que o usado por ele. Esse escudo é fascinante.- pensa, com a mão no queixo de forma pensativa.

Astaroth: GRRR!!! Me pegou de surpresa, mas agora eu vou te mostrar o que um rei demônio pode fazer!!!- exclama, pegando sua espada e dando milhares de cortes flamejantes que iam na direção de Lucius.

Para sua sorte, as lâminas flamejantes eram lentas e então Lucius consegue desviar de cada uma delas e quando se viu encurralado e estava prestes a ser acertado por uma ele ativa seu escudo e absorve a lâmina refletindo uma esfera de energia dourada com 1000 vezes a potência destrutiva da lâmina.

Astaroth então prende sua espada no chão e põe ambas mãos na frente segurando a esfera, mas esta era 1000 vezes mais forte que ele e portanto o estava empurrando, e após alguns minutos uma enorme explosão é gerada no local, e por incrível que pareça esta era muito comprimida em um único ponto, portanto havia causado "pouco" dano ao ambiente e muito ao rei demônio.

Lucius: eu pensei que um rei demônio era mais forte, agora vejo por que Natanael te venceu tão fácil.- diz, em pose de combate. 

Astaroth: AAARRGGHH!!!!! FÚRIA DE SURTUR!!!- grita, rodeando seu corpo de chamas tão quentes que o ambiente ao redor, o qual era de pastos verdes, se transformara em um verdadeiro inferno, pois o calor era tal que todas as plantas pegavam fogo ou secavam.

Lucius: THORBJORN!!!- grita, seriamente.

Thorbjorn: sim!- exclama, criando uma barreira de almas na forma de um cubo com 10 vezes o tamanho do ultimo feito por ele, aprisionando todos ali dentro.

Valentina (pensando): a mamãe nunca me disse que ele podia se transformar, será que é algo novo?- pensa, surpresa com tamanho poder.

Lucius: TIREM SUAS ARMADURAS!!!- grita, seriamente.

Luciano, Salomé e Uriel: AAARRGGHH!!!- gritam, enquanto suas armaduras derretiam e assim estes eram cremados vivos.

Ao verem isso, os demais imediatamente tiram suas armaduras enquanto as viam derreter junto com suas armas.

Farbant: o calor gerado por ele é muito grande, tão grande que nenhum metal mortal pode resistir.- diz, dando um sorriso sarcástico.

Lucius: seu bastardo!!!- exclama, furioso.

Astaroth: hehehehehe!! MORRA!!!- grita, pulando na direção dele lhe dando um soco flamejante com força, mas Lucius rapidamente se defende com o escudo e absorve o impacto devolvendo com um soco 1000 vezes mais forte, porém o demônio defende e é jogado pra longe não sem antes ferir a mão de Lucius com o fogo, mas por estar de luvas este apenas se queima levemente.

Então Astaroth novamente se levanta e limpa sangue de sua boca, e a uma velocidade imensa arremessa milhares de esferas de fogo do tamanho de punhos na direção dele, mas Lucius se defende com o escudo e a cada ataque absorvia mais e mais impactos até que Astaroth deixa de arremessar esferas e reaparece do lado dele lhe dando um chute lateral que Lucius desvia e por estarem próximos ele devolve com um golpe com o escudo causando um impacto equivalente a 1000 vezes o poder de todas as esferas de fogo juntas, causando uma explosão tão forte que Astaroth quica várias vezes nas paredes da barreira, e finalmente cai no chão muito ferido.

Lucius: Sigrid me dizia que você era muito poderoso, mas vendo assim não parece ser tudo isso.- diz, cuspindo no chão.

Farbant: Astaroth! Chega de brincar!- exclama, furioso.

Astaroth: mas eu nem recebi um soco verdadeiro dele pra prová-lo, por que acabar tão rápido?- pergunta, curioso.

Farbant: se não acabar com ele rápido esses contra ataques poderão te matar, então mate-o antes do contrário.- exclama, com um pouco de raiva.

Astaroth: bem, vamos lá então.- diz, reaparecendo atrás de Lucius lhe dando uma cotovelada nas costas sem que este pudesse reagir, lançando-o pra longe.

Lucius: AAARRGGHHH!!!- grita, se levantando com muitas dificuldades.

Félix: PAPAI!!!- grita, correndo até ele, mas Valentina o pega para impedi-lo de se aproximar da zona de confronto.

Astaroth: um deus só pode fazer isso? Que triste, eu esperava mais de alguém como você. Conseguiu o amor de uma Nephilim, teve um filho com ela e mesmo assim não consegue derrotar um demônio. Você não merece ser um deus.- diz, colocando um pé sobre as costas dele.

Lucius: ARRGGHH!!- exclama, cuspindo sangue enquanto era pego pelos cabelos e sem poder reagir é levantado até estar à altura de Astaroth.

Astaroth: é uma pena, você vai se reunir em breve com minha neta. Ou quem sabe não mandam sua alma pro inferno, onde ficaremos juntinhos pela eternidade. HAHAHAHAHA!!!!- ri, soltando-o e logo lhe dando um chute que o arremessa contra as paredes da barreira, fazendo-o quicar várias vezes até que ele cai no chão novamente.

Ragnar: não posso mais ficar vendo isso!- exclama, liberando todo o seu poder e correndo a altíssima velocidade contra Astaroth, que mesmo estando distraído percebe a aproximação dele e facilmente desvia de seus ataques finalizando com um soco no meio do rosto de Ragnar que é jogado no chão com muitos ferimentos e sem poder se mover.

Thorbjorn: ESFERA DA MORTE!!!!- grita, arremessando uma esfera de almas na direção dele.

Com sua extrema velocidade o rei dos demônios desvia e reaparece ao lado dele lhe dando um soco tão forte que perfura o peito dele, arremessando-o na parede com força mas logo o mesmo se regenera com as almas, mas já havia usado tanta energia que logo cai desmaiado no chão. 

Então Póllux usa a foice de Thánatos e acerta milhares de cortes de uma energia negra na direção dele, mas o rei demônio desvia facilmente e reaparece ao lado dele, dando um único golpe que o incapacita no chão.

Quando os demais iam tentar algo, o rei demônio simplesmente olha pra eles e a pressão de seu olhar os derruba no chão, ferindo-os de gravidade.

Astaroth: hahahahaha! Lucius, acho que vou começar matando você. Por interferir em assuntos de demônios.- diz, levitando-o e deixando-o com os braços e pernas abertos.

Então lentamente ele cria 5 espinhos de pedra usando Geocinese e perfura o peito esquerdo de Lucius com uma, posteriormente perfurando o ombro esquerdo e a coxa direita para finalizar perfurando o abdômen e o ombro direito, fazendo-o gritar de dor.

Lucius: AAAAARRRGGGHHH!!!!- grita, enquanto cuspia sangue.

Félix: PAPAI!!!- grita, muito preocupado ao vê-lo ser tão machucado.

Astaroth: que tal repetirmos isso mais um pouco?- pergunta, retirando os espinhos enquanto novamente o perfurava em distintos lugares.

Valentina: é....o fim. Ninguém pode lutar contra eles, seus poderes não estão ao nosso alcance.- diz, preocupada com Lucius.

Félix: SOLTE O MEU PAI!!!- grita, pegando seu arco e disparando duas flechas elétricas em Astaroth, que ao estar distraído é pego de surpresa e é arremessado pra longe.

Astaroth: MOLEQUE BASTARDO!!!!- grita, se recuperando sem nenhum arranhão enquanto retirava os espinhos de Lucius e os destruía posteriormente usando telecinese e arremessando o deus contra as paredes do cubo, desmaiando-o.

Félix: PAPAI!!!- grita, vendo-o muito machucado.

Astaroth: garoto, você é meu bisneto, então levarei-te-ei ao inferno para te criar melhor do que esse fracote.- diz, eletrocutando Lucius, o qual estava te recobrando o conhecimento mas ao ser eletrocutado acorda com muita dor.

Félix: NÃO!!! AAAAAAARRRRGGGHHH!!!- grita, enquanto seus olhos ficavam brancos e emitiam energia cósmica assim com suas mãos, as quais estavam rodeadas dessa energia e logo atrás dele 4 asas surgiam, das quais duas eram brancas e angelicais e as outras duas eram de morcego de aspecto demoníaco, e além de tudo isso seu corpo brilhava e seus cabelos agora eram um pouco maiores e brilhavam como fios de ouro, e de seu corpo uma aura dourada era emitida.

Astaroth: E.....e.....esse poder.....

Farbant: Astaroth?- pergunta, surpreso com a reação de terror do demônio.

Astaroth: eu conheço....ESSE PODER!!!- exclama, se lembrando de sua luta contra o arcanjo Natanael, na qual ele fora humilhado pelo braço direito de Milo e poupado por Natanael sentir pena dele.

Valentina: hehehehe, vovô, esse garoto tem o seu poder e o poder do arcanjo dentro dele, além do poder de Lucius, pai dele. É normal....ele ser mais forte que você!- exclama, dando um sorriso satisfeito.

Astaroth: eu sou mais poderoso! EU IREI MATAR ESSE PIRRAL....

Antes de terminar a frase, ele percebe que Félix estava ajoelhado ao lado de seu pai, e em um único movimento cura todos os ferimentos dele, impressionando Astaroth.

Farbant (pensando): esse garoto é mesmo incrível, tê-lo ao nosso lado é a escolha certa. Se Astaroth se manter calmo, podemos capturar o moleque sem a necessidade de machucá-lo tanto.- pensa, seriamente.

Astaroth: C...COMO FICOU TÃO RÁPIDO????- grita, muito impressionado com o poder dele.

Félix: CALE-SE!!!- grita, com voz de trovão, assustando o rei demônio e surpreendendo Farbant.

Astaroth: GRRRRR!!!! VOCÊ VAI MORRER!!!- grita, disparando uma rajada de fogo em Félix, que é envolvido por um campo de luz, o qual desvia as chamas as dispersando.

Farbant (pensando): ele dispersou as chamas com facilidade, que poderes mais ele tem?- pensa, surpreso com tamanha habilidade.

Astaroth: MORRAM TODOS!!!- exclama, levantando uma mão para preparar um ataque, mas Félix reaparece ao lado dele segurando sua mão com força dizendo:

Félix: fique longe DE NÓS!!- grita, dando um soco muito forte no abdômen dele, fazendo-o cuspir sangue pela segunda vez enquanto recuava com as mãos na barriga.

Astaroth: BASTARDO!!!!- grita, furioso enquanto corria na direção dele para dar-lhe um soco, mas Félix apenas anda para o lado e com uma extrema facilidade desvia do soco, enquanto com uma simples cotovelada jogava o demônio no chão.

Farbant (pensando): os poderes do pirralho são muito superiores aos do Astaroth, não pensei que ele seria tão forte e a cada segundo seu poder aumenta mais e mais como se não houvesse limites.- pensa, engolindo saliva.

Astaroth: GRRRRR!!!! FÚRIA DE JARNSÁXA!!!- grita, enquanto sua pele ficava azul e acima desta o fogo estava mais intenso.

Então Astaroth reaparece na frente do filho de Lucius e acerta um soco com potência máxima, causando um clarão seguido de uma explosão que faz todos ali dentro com exceção de Farbant se segurarem pra não voarem pela força tremenda do ataque.

Quando a fumaça se dissipa, todos se impressionam ao ver Astaroth com o punho tocando no peito de Félix sem nem sequer causar-lhe um arranhão, enquanto Astaroth estava suando de medo pois nunca antes havia sentido tamanho terror nem enfrentando Natanael.

Farbant: ASTAROTH!!! Lute com tudo o que tiver, ou esse pirralho irá te matar. Os poderes dele superam os seus, e se não lutar com tudo jamais irá vencer.- diz, com muita seriedade.

Astaroth: droga! Não pensei ter de usar isto contra meu bisneto. Mas não tenho escolha. FÚRIA DE MAGNI!!!!- grita, enquanto as chamas ao redor de seu corpo se transformavam em uma aura flamejante rodeada de raios constantes.

Valentina (pensando): que poder é esse? Nunca senti nada assim. A mamãe disse que o meu padrasto Natanael era muito poderoso, mas não sei se ele chega a isso.- pensa, pegando Lucius ainda desacordado entre seus braços.

Astaroth (pensando): tomara que isto seja o suficiente. Não quero ter que recorrer à fúria suprema dos demônios, que é o meu limite. Caso eu use essa fúria, perderei muita energia, e neste meu estado atual eu sou tão forte quanto Natanael, então se isso não for suficiente quer dizer que nem Natanael pode contra o pirralho.- pensa, enquanto ficava em pose de combate e se preparava pra atacá-lo.

Então a uma velocidade imensa ele reaparece ao lado de sua espada e logo corre na direção de Félix, dando um corte horizontal com muita agilidade e força, mas em um movimento ainda mais ágil (como o de Neo desviando de balas em Matrix), ele desvia do corte, o qual cria uma onda de vento tão potente que arremessa a todos nas paredes dos cubos.

Logo o rei demônio se recompõe e começa a acertar cortes rápidos e poderosos contra o filho de Lucius, que desvia de todos e quando Astaroth ia dar um corte horizontal, Félix sobe em cima da lâmina da espada, impressionando-o ao ver que não podia nem acertá-lo. Então Félix reaparece atrás de Astaroth e diz:

Félix: se quiser acertar alguém tem que ser assim!- diz, dando um leve soco na bochecha dele, arremessando-o com uma tremenda força em uma parede da barreira, causando um poderoso tremor no interior desta.

Farbant (pensando): não....será que esse garoto? Mas é impossível, neste estado o Astaroth deve ter 1/4 do meu poder, algo semelhante ao Natanael. Será que o moleque chegou ao meu nível? Nesse caso se Astaroth não puder terei de intervir.- pensa, olhando a luta com seriedade.

Então Astaroth se levanta e corre na direção de Félix, dando centenas de socos que o mesmo defende facilmente sem sequer demonstrar muitos problemas, enfurecendo Astaroth muito.

Astaroth: EU NÃO PERMITIREI QUE ME HUMILHE ASSIM!!!!- grita, rodeando seus punhos de chamas negras que por sua vez eram rodeadas pelas chamas de sua aura.

Então ele voa na direção de Félix e lhe acerta um soco, o qual é facilmente desviado pelo mesmo que devolve com uma cotovelada nas costas do demônio, arremessando-o no chão com tanta força que todo o planeta acaba tremendo de forma brutal pelo impacto.

Félix: não irei te perdoar, pois você não é nada além de estrume!- exclama, furioso.

Astaroth: maldição! Terei que usar aquilo.....Mas se usar ficarei sem energia. Só que não tenho escolha, não perderei.....PRA UM PIRRALHO!!!!- grita, se levantando e ficando em pose de liberação de poder, tremendo toda a região fora do cubo.

Farbant (pensando): até que enfim ele decidiu lutar com tudo o que tem, pelo visto se viu encurralado.- pensa, com seriedade.

Astaroth: FÚRIA SUPREMA DOS DEMÔNIOS!!!- grita, enquanto seu corpo explodia e revelava uma figura semelhante a um humano, porém seus cabelos eram longos e brancos além de possuir 8 asas de morcego e de seu corpo uma aura negra era emitida, formando uma pressão gigantesca no ar.

Félix: até que enfim decidiu lutar com tudo, ou essa brincadeira não me satisfaria.- diz, com um tom de voz ameaçador e bruto.

Então ambos correm na direção do outro chocando vários socos a altíssima velocidade, criando tremores tão fortes no exterior do cubo que criavam rachaduras enormes no chão e quanto maior a distância do epicentro maior é a intensidade dos tremores.

Valentina: T...Thorbjorn, por que parece que as explosões dos ataques deles não nos permite nos mover e por que lá fora os tremores são mais fracos que aqui?- pergunta, engolindo saliva. 

Thorbjorn: os impactos dos ataques deles estão sendo absorvidos pela barreira, para que não nos mate, só que a barreira não absorve a pressão exercida pelos ataques e pelo visto também absorve até uma certa quantidade da energia a transformando em calor.- diz, se levantando com dificuldades do chão.

Valentina: então quer dizer que ali fora o calor é insuportável e que devido à enorme pressão os terremotos estão acontecendo?- pergunta, enquanto ainda ajudava Lucius.

Thorbjorn: sim. Como ali fora o ar frio atrita com o ar quente daqui, possivelmente se essa luta não acabar rápido o tempo irá alterar, e talvez com chuvas 10 vezes mais intensas que as da floresta dos Repitilianos.- diz, comparando o clima com o da província Repitiliana, que era um clima como o da Amazônia (chuvas de até 3000 mm).

Depois de algum tempo trocando socos e chutes, Félix e Astaroth se afastam e arremessam várias esferas mágicas sendo as de Félix feitas de energia cósmica e as de Astaroth feitas de fogo, e quando ambas se chocava causavam explosões muito intensas e então os dois se separam, ficando novamente em pose de combate se preparando para um confronto mais intenso.


Notas Finais


Será que Félix poderá ganhar de Astaroth?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...