História Guerreiras de fênix - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Luta, Magia
Visualizações 2
Palavras 1.581
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Terminando essa parte ai, vou ter que voltar a escrever. Ent vai demorar pra ter mais.

Capítulo 4 - As guerreiras de fênix


Fanfic / Fanfiction Guerreiras de fênix - Capítulo 4 - As guerreiras de fênix

Assim que atravessam o portal, vão para na sala escolar. O que era seu destino anteriormente. Logo reparam que tudo estava revirado, os monstros passaram por ali.

Dragão- caramba! Parece até que teve um terremoto.

Pégaso- eu achei que você ia falar que “uma manada de elefantes passou aqui”.

Dragão- você já viu o tamanho da porta?

Diz ela apontando para uma das portas, da pequena sala, mas Pégaso tenta mudar o foco.

Pégaso- ok você tem um ponto. Agora vamos temos que achar Fênix.

Dragão- verdade! A voz falou pra acharmos ela!

Logo depois ela para por dois segundos, para depois continuar.

Dragão- eu estou parecendo uma esquizofrênica.

Em quanto encerram o dialogo, começam a caminhar em direção aos corredores. Logo percebendo que não há mais a presença de monstros. Porém, uma nevoa, escura, sobe lentamente. As amigas continuam furtivamente, andando pelas entranhas do lugar, um sentimento claustrofóbico surge em suas mentes. Parece que elas não estão progredindo em sua caminhada.

Dragão- QUE ASSUSTADOR! ESPERO QUE AQUELA GAROTA NOS DE BOAS EXPLICAÇÕES! E TAMBÉM, QUE NOS TIRE DAQUI!

Pégaso- pare de gritar, aquelas coisas podem voltar sabia!

Dragão- EU NÃO CONSIGO CONTROLAR ESSE LUGA TA BIZARRO! Ó OUTRA MANCHA DE SANGUE!

Pégaso segura dragão e tampa sua boca.

Pégaso- se você não parar eu vou tampar sua boca com durex.

Então a baixinha se acalma. Mas quando um estrondo ecoa, repentinamente, uma voz monstruosa, poderosa, desperta a curiosidade e o medo de ambas.

Dragão- mas que por-caria-foi-essa?

Pégaso- tenho algumas ideias, nenhuma amigável.

Responde em quanto inicia uma corrida, em direção ao som. logo sendo seguida pela parceira de aventura, que estava um pouco relutante. Ao se aproximar, o som é novamente emitido, dessa vez mais agudo e irritado, como se lutasse com um inimigo dificil. Logo as duas garotas conseguiram supor, que, quem elas procuravam, estava ali, em plena batalha, então, seguindo o som, elas se aproximam, o chão vibra, a nevoa sobe mais,

Dragão- tem certeza que quer fazer isso?!

Pégaso- JAN... DRAGÃO!

Dragão- TÁ, TÁBOM!

Então, virando o ultimo corredor, elas agora estão bem atraz do monstro, um tipo de dragão diferente dos do ginásio, veias amarelo escuro saltamde sua pele gosmenta, músculos tensos pela batalha, uma cauda forte e veloz como um chicote, e mesmo olhando de traz, era possuvel ver parte de seu crânio, como uma caveira animal, seus olhos vazios, escuros, fundos, um bafo frio como a morte, e dentes mal encaixados, por causa de sua quantidade, além de serem afiadíssimos.

Dragão- a-agente vai lutar contra aquilo?

Ela sussurra para Pégaso, em quanto sua frio. Pégaso- temos que pensar num plano, um jeito de distrai-lo, fazendo o foco dele mudar da fênix para outra...

Ela mal termina de falar, quando dragão se posiciona no meio do corredor, e começa a gritar.

Dragão- EIIII! GELATINA AMBULANTE! OLHA AQUI Ó!

Ela começa a dançar e zombar do monstro, assim conseguindo chamar sua atenção. assim fazendo-o se virar, em quanto destrói vários armários, além de acertar fênix que voa para uma parede. Mas Pégaso vendo uma oportunidade passa para o outro lado chegando até fênix.

Pégaso- você tá bem?

Fênix- finalmente vocês apareceram.

Pégaso- você sabe quem nós somos?

Fênix- sei quem vocês são agora, e isso é o suficiente, por enquanto.

Então se levanta com ajuda de Pégaso.

Fênix- vem cá, agora que vocês estão aqui eu tenho um plano, mas vocês vão precisar usar magia.

Pégaso- magia?

Ela olha para a nova parceira ferida, que a encara seria. Em quanto isso dragão que distrai o monstro, entrando e saindo pelas portas de uma sala, percebe que Pégaso conseguiu chegar até fênix. Mas ao contrario das duas, dragão está em uma situação complicada, não sabe por quanto tempo ainda consegue distrair o monstro.

Assim que fênix conta seu plano, Pégaso vai em direção a sua amiga.

Pégaso- escuta o plano...

Em quanto fênix se levanta e começa a jogar coisas na criatura, assim conseguindo chamar sua atenção. Então Pégaso e dragão ficam em uma área segura para que Pégaso conte seu plano a parceira, Mas elas tem um tempo para se prepararem para entrar em ação. fênix começa a correr assim sendo seguida pelo monstro, para dar tempo as duas novatas, para que se preparem.

Dragão-espero que realmente de pra fazer isso, por que se esse plano nos matar eu mato vocês.

Pégaso- temos que tentar.

Nesse momento já quase na parede, fênix dá um salto flutuando momentaneamente de ponta cabeça no ar, até dando alguns passos no teto. Assim cai atrás do monstro que colide com a parede, assim a quebrando e deixando metade de seu corpo para fora, quase caindo. Fênix o provoca ainda mais, jogando alguns destroços e gritando.

Fênix- HEY COISA FEIA!! VOCÊ QUER ME MATAR?! VEM ME PEGAR ENTÂO!!

Assim o dragão monstruoso se irrita, e se debatendo ele consegue subir, e quase dá uma mordida em fênix. Que mais uma vez começa a correr, mas dessa vez, ela cruza o imenso corredor, em direção as companheiras.

Pégaso- agora! Como a fênix original falou, Nós conseguimos!!

Assim que percebem a aproximação de fênix as duas começam a executar o plano. Com um pouco de esforço elas conseguem utilizar magia. Seus ataques de fogo e gelo se fundem em um vórtice de agua fervente. Fênix começa a bater suas assas, para planar em segurança, em um ponto seguro. Mas o monstro é atingido pelo golpe, a agua derrete sua pele gosmenta, e estacas de gelo dilaceram sua pele, os gritos de ódio dele só se intensificam, mas é perceptível que ele não é capaz de sentir dor, pois continua correndo, furioso.

Depois de alguns segundos, fênix pousa ao lado das novas parceiras e as parabeniza. Em quanto o monstro é totalmente derretido.

Fênix- vocês foram bem pra primeira vez.

Pégaso- você explicou direitinho.

Dragão- ao contrario de você né Pégaso. Não entendi nada do que você me explicou.

Pégaso- então por que ficou concordando?

Dragão- eu tava nervosa.

Fênix- ok ok... vamos deixar essa briga pra depois. Temos que verificar se tem mais monstros, ou se está tudo seguro. Vocês verificam o segundo e terceiro andar e eu verifico o primeiro. Temos que ser rápidas para sair daqui antes da policia entrar, e tem que ser voando, ou os jornalistas lá em baixo vão nos perseguir. Então quando terminarem me encontrem no telhado.

Dragão- espera espera! Voando!?

Fênix- pra que você acha que servem essas assas?

Dragão- 20 de hp ou armadura?

Fênix só coloca a mão sobre o rosto, se recusando a acreditar que ouviu isso. E continua.

Fênix- vamos logo. E aproveitem pra aprenderem a mexer suas assas.

Ela se vira e começa a ir para a escada em direção ao primeiro andar.

Então depois de se assegurarem que não havia mais nenhum monstro, fênix sobe, assim encontrando as duas já no telhado, discutindo sobre como vão fazer para voar. Mas ela corta a conversa.

Fênix- simplesmente pulem e batam as assas, vocês vão saber o que fazer.

Dragão- eu não pulo daqui nem ferrando!

Pégaso- desculpa mas eu tenho que concordar. Isso é perigoso.

Fênix- não se preocupem, é instintivo, nem vão reparar que estão batendo as assas daqui a um tempo.

Dragão- eu não confio nesse instinto.

Fênix: mas eu confio vamos.

Ela pula segurando as duas, que começam a gritar. Mas batendo suas assas ela vai alto.

Fênix- vamos logo, se não conseguirem eu pego vocês!

Pégaso- O QUE!?

Ela as solta, e mais rápido do que pensavam as duas estavam já voando, paradas no ar.

Fênix- vamos logo.

Dragão- aaaaaaaa eu vou me vingar!! Eu morri de medo sua maluca!!!

Pégaso- é-é a-alto.

Fênix- vocês se acostumam, aliaz, eu fiz isso pro nosso bem, vocês iam ter que aprender a voar uma hora ou outra. Agora só precisam praticar pra ficarem mais rápidas e ágeis.

Dragão- hmf

Pégaso- com licença mas, onde nós vamos pousar? Se formos para um prédio seremos vistas.

Fênix- com esse tumulto por causa da escola? Duvido que sejamos vistas por pessoas normais. Me sigam, vamos entre as nuvens, e quando chegarmos lá, vamos destransformar, e nos misturar na multidão.

Assim fazem. Voam até outra parte da cidade, e pousam ,discretamente, em um beco.

Dragão- aaah nunca mais! Nunca mais voo!

Fênix- vai voar de novo sim. Você se acostuma.

Dragão- nem a pau!

Pégaso- até que não foi tão dificil.

Diz ela tremendo. Em quanto dragão irritada se destransforma, assim como as outras logo em seguida.

Jane- agora conta! quem és tu?!

Fênix recém destransformada agora sem suas assas, e com um cabelo dourado e solto, roupas escolares e olhos azuis, olha para Sarah e fala.

?- ela sempre grita assim?

Sarah- sim. É normal.

Jane- para de reclamar e fala logo seu nome.

Marina- meu nome é marina. Então? Vão ficar ai ou vão comigo?

Jane- só vamos te seguir pra você nos explicar direitinho que raios ta acontecendo hoje.

Sarah- tenho que concordar que estou curiosa. Quero saber por que tudo isso aconteceu hoje.

Marina- então vamos pra minha casa, tenho que ensinar mais uns truques pra vocês.

Sarah- seria ótimo praticar nossas novas habilidades.

Jane- seria ótimo ter algo pra comer.

Marina olha novamente para Sarah fazendo mais uma pergunta.

Marina- ela tem algum problema?

Sarah- Não. Ela é assim mesmo, só não leva nada a serio.

Jane- eu to ouvindo isso!!

Marina- depois de hoje é melhor levar as coisas muito a sério. Agora, a aventura começa...




Notas Finais


Até a proxima p-p-pessoal.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...