História Guilt And Pride - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Choro, Drama, Faculdade, Jovens Adultos, Love, Orgulho, Paixão, Romance, Tristeza
Visualizações 12
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


então começando essa nova fic, espero que gostem desse novo estilo que estão escrevendo!

Capítulo 1 - The Beginning


Fanfic / Fanfiction Guilt And Pride - Capítulo 1 - The Beginning

Estava sentado no banco de frente ao asilo, eu observava a rua. E vi uma garota e um garoto andando de skate, fiquei olhando e pensando sobre quando era eu, quando foi minha vez naquela idade, quanta saudades eu sinto!

Me chamo Jhonny Bass, mas sou conhecido como Jhon, tenho 63 anos de idade, e moro em asilo com vários outros velhos rabugentos que não tiveram a chance de ter uma família, filhos, ou até um companhia... Eu já tive essa chance, e me lembro como foi hoje de quando há vi pela primeira vez! 

- Jhon, está na hora de você pingar o colírio! - A enfermeira Jhoe fala atrapalhando meus profundos sentimentos.

- Sim! O colírio, vamos. - falei acompanhando a mesmo que pingou o colírio e me deixou livre.

Peguei um dinheiro que eu tinha, e resolvi ir tomar um café na lanchonete no final da rua, coloquei meu casaco e fui.

- Olá Meredith! - falei me sentando em uma cadeira perto do balcão.

- Olá Jhon! O de sempre? - Meredith fala.

- Sim, por favor. 

Meredith sai para preparar meu cappucino, e alguns cookies com gotas de chocolates.

Me concentrei em um casal de jovens, não adoslecente, o garoto parecia ter uns 24 anos, por aí. Eles discutiam, e então a garota levantou e saiu.

O menino abaixou a cabeça e fitou a mesa.

- Saindo 3 cookies, e um cappucino. - Meredith falou me entregando. 

Dei um sorriso, e peguei meu cappucino e meus cookies e me aproximei da mesa do garoto.

- Posso me sentar aqui? - falei olhando pro mesmo.

- Éh- é sim! Pode. - o garoto falou.

- Aquela era sua namorada? - perguntei dando um gole no cappucino.

- Era! - falou ele fazendo uma boca torta.

- Vocês brigaram? - perguntei.

- Sim, por ciúmes bobo dela! E parece que dessa vez não tem mais jeito, e bom que volto para minha vida de solteiro. - ele falou se afundando na cadeira.

- Eu era como você! Qual e seu nome? 

- Me chamo Leo Viks! E você? 

- Eu sou Jhon Bass! Então Leo, sei que você tem cara que parece ser um garoto ocupado mas posso te contar uma história? A minha história?! 

- Sim, eu adoraria ouvir! - Leo fala.

Dou um gole no cappucino.

- Eu tinha 23 anos, era um cara "foda" - faço sinal com os dedos - Pegador vamos se dizer, só ia para as melhores festas, era conhecido por todos nessa Los Angeles! Então as coisas começaram a mudar... Eu fazia medicina, na universidade que fica no centro, e todos os dias eu pegava um metrô para chegar lá. Estudava a noite, trabalhava no veterinário da minha mãe de dia. 

Dou outro gole no café, Leo presta atenção em cada palavra que eu falo.

- Eu sempre achei que o amor era uma besteira, uma perca de tempo para gente idiota. Eu simplesmente não acreditava nem um pingo no amor! Até que em um belo dia...

ENTRANDO TOTAL NA HISTÓRIA~

Entro no metrô e me sento, ouvindo uma música nos meus fones eu ia seguindo para faculdade, era Segunda-Feira 18:45 da tarde, estou indo para faculdade.

Com a visão desfocada no chão, sinto o metro parar e entrar algumas pessoas, uma garota com bastantes livro na mão entra no ônibus, ela era linda! Eu diria pegavel. 

Dei meu lugar para ela sentar pois meu ponto de chegada estava próximo, um livro caiu, me abaixei e peguei e entreguei pra mesma. Ela me agradece com um largo sorriso, que garota do sorriso lindo.

Oque e isso Jhon? Está apaixonado? Não, eu apenas gostei do sorriso dela. Pare com essas paranóias.

Passei a aula toda pensando no maldito sorriso daquela garota.

- Hey Bruce! - chamei meu melhor amigo que sentava na minha frente.

Bruce e meu melhor amigo de infância, sempre estivemos juntos, sempre! Desde a quarta série. 

- Fala viado. - Bruce falou se virando para trás.

- Hoje eu vi uma "mina" muito linda mano, pensa em uma garota do sorriso lindo! - falo.

- Uiui, o blindado está se apaixonando? - Bruce fala.

- Sai dessa, eu jamais me apaixonaria! E nunca vou deixar nossa vida de solteiro, festas e garotas! - falo batendo na mão de Bruce.

- Esse e o meu garoto! - Bruce fala correspondendo o tapa.

A aula terminou e minha mãe iria me dar uma carona para casa, eu ainda pensava na tal menina do metrô. 

Conversei um pouco com a minha mãe, e então logo depois disso eu fui dormir. Amanhã teria que acordar cedo para trabalhar com a minha mãe no veterinário.


Notas Finais


eai gostaram?
continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...