1. Spirit Fanfics >
  2. Guilty (BTS) >
  3. Capítulo 2 Frio?

História Guilty (BTS) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Aproveite C:

Capítulo 2 - Capítulo 2 Frio?


Fanfic / Fanfiction Guilty (BTS) - Capítulo 2 - Capítulo 2 Frio?

-Taehyung acorda- Eu me mexi na cama por causa das ligações da minha tia e do jeito que ele bateu na minha porta -Vai ser tarde filho, levante-se- eu abri meus olhos com peso.

< Não dormi nada>  Pensei desanimado ao olhar para o meu despertador que mostrava que eram 6 da manhã com 15 minutos.

-Taehyung, por favor ... Levante-se, minha tia falou cansada, ela já tinha parado de bater na porta.

-Sou tia ... Estou indo- Suspirei e me sentei na beira da cama.

"Nós estaremos na cozinha", eu aviso, e paro de sentir o barulho.

Olhei pela janela que estava em frente ao meu local de descanso e vi o céu cinzento, o vento bateu no vidro e a atmosfera de outono em si deu um tom amargo à cidade ... Eu podia sentir o frio mesmo quando estava em um lugar quente como minha casa, eu nem queria imaginar o quão frio estava lá fora, e quão horrível deve ter sido na noite anterior ... Isso me fez levantar e minha cabeça estalou de repente; Um deslumbrante sorriso branco veio à minha mente e o maior remorso que eu já senti percorreu meu corpo.

-Hoseok ..- Chamei minha cabeça com culpa e vergonha.

Onde eu estaria? Ele teria tido uma boa noite? 
Sem querer, uma facada no meu peito me afetou mais do que deveria e minhas mãos começaram a tremer de remorso ... Mas o que eu poderia fazer? Afinal, eu era apenas um estranho com um passado desconhecido para mim e um futuro incerto para nós dois ... eu não podia mais fazer nada.
Acordei suspirando com desânimo e resignação, apenas me dedicando a começar o meu dia.

-Bom dia- diga olá assim que você entrar na cozinha.

"Bom, bom Taehyung, como você passou a noite?", Perguntou meu tio cordial, como sempre.

"Ok, obrigada .." Eu deixei uma resposta simples sair da minha garganta esperando que fosse o suficiente.

Seus olhos de meia-lua sorriram e ele assentiu com satisfação, eu apenas o deixei continuar seu café da manhã enquanto eu começava a comer o meu.

-Hoje é o dia em que chegaremos atrasados ​​Taehyung ... Espero que você possa ficar sozinho até voltarmos, tentaremos não demorar muito - minha tia avisou um pouco preocupada -Claro que você não quer que Jimin venha fazer sua companhia? -

Eu balancei minha cabeça e aliviei o assunto sorrindo para ele ... E embora eu saiba que era um sorriso muito sincero, sabia como deixar minha tia sozinha, que assentiu pouco depois.

"Estou saindo ... Tenha uma boa noite", eu disse antes de me levantar da mesa.

Pegue minhas coisas que estavam sobre a mesa ao lado da sala de jantar e caminhe até a porta.

"Te vejo mais tarde, Taehyung", ouvi meu tio do corredor.

Mas quando eu estava prestes a abrir o portão, uma mão delicada segurou a minha, me fazendo virar.

-Não fique sozinho ... E por favor não se atrase, a noite é perigosa filho ...- A preocupação da minha tia com a noite anterior ainda não havia passado.

< outro motivo para se sentir horrível >.

-Eu vou ficar bem ... Não se preocupe- Eu sorri de novo como ela gostava e foi embora.

Como eu suspeitava, o vento cruel de um outono seco me atingiu assim que entrei no mundo do caos e tentei me abrigar o máximo possível para começar meu caminho para o instituto.
O clima não estava bom, eu sabia, mas não queria estar cercado de pessoas ... Naquele dia, simplesmente não me sentia bem, então decidi andar e levar o tempo que meu caminho quisesse.
Vire à direita depois de ter avançado três ruas e entre na principal como de costume, coloque meu cachecol na boca e tente ficar pequeno encolhendo os ombros para economizar calor, apenas meus olhos foram descobertos para me guiar e minhas mãos estavam frias. O gelo estava escondido na minha jaqueta favorita.

-Você deveria ter pegado o transporte, está congelando aqui- esse tom de voz -Você teve uma boa noite ... Taehyung? -

Uma réplica do calafrio que tive na noite anterior me atacou e me pegou de surpresa, sem dúvida foi o assunto que eu havia abandonado na noite passada e sem saber por que meu peito se mexia inquieto.

-Hoseok- Eu endireitei minha postura recebendo em seu grande esplendor o frio do outono nas minhas bochechas, mas isso não importava.

Eu estava de pé ao lado de um banco de madeira que estava na estrada, seus traços desconhecidos da escuridão da noite anterior agora estavam claros da luz do dia óbvia e meu peito arfava novamente.

- Desculpe, eu deveria ter ajudado você ontem à noite - foi a primeira coisa que escapou dos meus lábios assim que trocamos olhares.

Eu sorrio e não pude segurar seus olhos nos meus.

"Você é um bom garoto, seus pais lhe ensinaram bem, não se pode confiar em estranhos ... Você fez a coisa certa." Eu dou de ombros, subestimando-o e me aproximei.

“Você não é confiável?” Eu olhei curioso com o comentário dele e ele me mostrou seus dentes brancos perfeitos novamente.

"Você só pode me dizer que ... eu não sei se você quer confiar em mim", ele se aproximou "devo acompanhá-lo?" Ele sugeriu gentilmente, mas eu pude perceber sua ansiedade, que sem dúvida despertou a minha também.

Eu balancei a cabeça, incapaz de falar devido ao possível desconforto palpável em minha voz, e o homem de cabelos negros soltou um pequeno suspiro que eu atribuí à minha falta de comunicação.

"Desculpe", eu queria me desculpar mais uma vez por minha falta de gentileza.

-Pare de se desculpar, você é uma boa pessoa, você só estava com medo, eu entendo- Eu me acalmo batendo na parte de cima das minhas costas.

E eu não pude controlar novamente aquele tremor em minhas mãos e o nervosismo ao seu toque, algo assim nunca tinha acontecido comigo e eu estava com medo de mim mesma sem saber o que estava acontecendo comigo.
Depois disso, andamos por uma seção em silêncio, muito desconfortável, deve-se dizer, com olhares perdidos e frases curtas que não conseguiram relaxar a atmosfera.

-O que você fez depois que eu fui embora ontem? - perguntei mais preocupado do que qualquer coisa -Eu queria voltar para você, mas você se foi-

- Você virou? - ele se virou surpreso e parecia que seus olhos estavam perdidos em algum lugar - eu apenas andei - ele olhou de volta para a estrada à nossa frente - eu entrei em um bar e fiquei lá até eles fecharem, depois eu andei sem pensar e Encontrei você aqui, que coincidência, certo? - Seus olhos ficaram quentes e eu me senti um pouco intimidada.

Eu balancei a cabeça sem saber o que dizer e Hoseok parou no meio da rua me fazendo virar e olhar para ele.

-Foi bom conhecê-lo, espero vê-lo em breve-

Eu olhei para ele de uma maneira incomum, ele estava se despedindo? Ele estava chateado?

"Não estou chateado ... devo ir para casa", ele respondeu minhas perguntas silenciosas com um sorriso.

Ele andou os dois passos que o separavam de mim e aproximou seu rosto do meu, tornando impossível para mim processar o que estava acontecendo e evitar controlar meus batimentos cardíacos.

-Foi um prazer ... Taehyung- ele provou meu nome em seus lábios e deixou seu hálito quente bater contra meu ouvido.

Fechei os olhos inconscientemente e suspirei com a gratidão que aquela carícia mínima era.
Ele se afastou lentamente, dando toda a atenção aos meus olhos e como sempre eu sorrio, causando pequenos curtos-circuitos em todo o meu corpo.

"Adeus", e pressionou seus lábios na minha bochecha, me deixando em choque.

O toque foi tão inesperado que eu não pude deixar meu corpo reagir, agarrei sua jaqueta forçando-o a se aproximar e senti os cantos de seus lábios ainda subirem contra minha bochecha agora temperada. Eu empurrei.

Olhei para baixo envergonhada e vi ele se afastar um pouco para me deixar recuperar o fôlego.

"Adeus", voltei por simples cortesia e me virei para continuar meu curso.

Não sei para onde ele foi a seguir, ou para onde acabei, só sabia que não queria me virar e encontrá-lo novamente, porque vê-lo seria enfrentar algo desconhecido e, apesar de intrigante e de alguma forma emocionante, eu sabia que era perigoso.

•••


Notas Finais


Obrigado por ler C:
Se você quiser, pode me deixar seus comentários, opiniões e sugestões, vou lê-los com prazer n.n
Saluditos C:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...