História That's so us... (Gumlee e Bubbline) (Orange e Lemon) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura, Ursos sem Curso (We Bare Bears)
Personagens Ash, Cake, Canelinha, Conde de Limãograb, Fionna, Hudson Abadder, Jake, Lady Íris, Lord Monocromicórnio "Lormo", Marceline, Marshall Lee, Princesa Caroço, Princesa Jujuba, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo, Rainha Gelada
Tags Adventure Time, Amigos, Bonnie, Casais, Chiclete, Gumball, Gumlee, Gumshall, Hora De Aventura, Jujuba, Lemon, Marball, Marceline, Marshball Marshall, Orange, Sexo, Yaoi, Yuri
Visualizações 268
Palavras 827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii <3
O próximo capítulo vai ser de Gumlee,e já está sendo escrito.
Por enquanto,fiquem com esse filler da Fionna e do Flame <3
Detalhe:Na família dos três,só o Flame não sabe andar de skate.
Ele tem medo de cair kkkkkkk <3

Capítulo 15 - Como assim positivo?


Fanfic / Fanfiction That's so us... (Gumlee e Bubbline) (Orange e Lemon) - Capítulo 15 - Como assim positivo?

[2011]

Fionna POV's

-Ele vai me matar...Você não entende,Marsh.

-Ele não vai encostar um dedo em você,Fi.Se ele fizer isso,eu juro que quebro ele no meio.

-Mas eu disse pra ele que a gente tinha usado camisinha...

-Fi... -Ele beija a minha testa. -Vocês tavam chapados,meu anjo.Qualquer coisa pode ter acontecido.

-Eu tô com medo... -Seco as minhas lágrimas.

Minha menstruação não veio esse mês.

Estou com Marshall,no banheiro da escola.

Eu acabei de fazer os testes de gravidez que Cake comprou pra mim,e todos deram positivos.

Eu só tenho 18 e...E eu não posso engravidar.

Não agora,com a final do campeonato de skate da escola.

A gente tava bêbado e...E acabamos passando dos limites...

A minha falou tanto pra mim sobre isso...

Falou tanto da bosta de uma camisinha,e aqui estou eu.

Sentada,chorando por causa de uma gravidez.

-Vai comigo? -Pergunto,sorrindo triste.

-Princesa,eu não posso.Ele vai achar que eu sou o pai. -Ele se levanta.

-Mas você e o Gee estão juntos há...Sei lá... -Limpo o meu rosto com um pedaço de papel higiênico.

-Quatro anos. -Ele completa.

-Isso.Ele nunca iria achar que você é o pai.Até porque ele lembra do que a gente fez. -Pelo menos é o que imagino.

Só falta ele ter esquecido que a gente transou.

-Certas coisas você tem que fazer sozinha,baixinha. -Ele sorri fraco,se apoiando na porta.

É agora ou nunca.

-E eu prometo que se ele não cuidar dessa criança,eu e o Gee vamos ser os melhores tios do mundo! -Ele sorri.

-Obrigada,Marsh.Sério mesmo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Continuo a andar pela grama,e o vejo debaixo da árvore,desenhando.

Ele olha para cima,e me vê.

-Oi!Senta aqui... -Ele dá tapinhas na grama.

E nós não somos nem namorados...

Me abaixo,me sentando ao seu lado.

-Flame...A gente precisa conversar.

-Pode falar. -Ele continua a desenhar.

-É sério.Eu preciso que você pare e me ouça. -Retiro o caderno da sua mão,colocando-o no chão.

-Tá,pode falar. -Ele se vira pra mim.

Agora você vai falar,Fionna.

E vai botar ordem na casa.

Mostrar quem manda e chutá-lo se não quiser o filho.

Eu vou ter essa criança e ser uma ótima mãe.

-Você lembra do que aconteceu na minha casa no sábado,né?

-Sim,eu lembro. -Ele sorri,vitorioso.

-Flame... -Sinto lágrimas rolarem pelo meu rosto.

Não dá.

É mais forte que eu.

Eu não consigo pôr pra fora.

-Fi!Meu anjo,ei... -Ele se ajoelha na minha frente,pegando as minhas mãos.

-Desculpa...Desculpa,eu...Eu não sei o que dizer. -Permito-me chorar.

-Calma,calma.Tá tudo bem.Você não tem nada pra se desculpar.Eu já sei o que aconteceu e quero falar sobre isso com você.

COMO É QUE ELE SABE?

EU ACABEI DE SAIR DO BANHEIRO...

-C-Como assim você já sabe?

-O Gee me contou.Ele disse que você tava com medo da minha reação,mas na hora eu comecei a chorar,baixinha.

E não veio me procurar...

-IDIOTA!E POR QUE NÃO VEIO FALAR COMIGO? -Dou socos no seu peito.

Continuo a chorar,e ele me abraça.

-Tá,isso doeu.Você é mais forte que eu e isso doeu.Mas não fica assim,meu amor.

-Flame...

Ele me põe no colo,e acaricia as minhas costas,enquanto choro no seu ombro.

-O que eu sou pra você? -Pergunto,entre soluços.

-Uma amiga...Mas eu queria algo mais.

-Então...Eu posso ser a sua namorada?

-Se vamos ser pais,é bom que a gente se ame.

Ele beija a lateral da minha testa,e começa a me balançar,me acalmando.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

[2017]

Flame POV's

-Ele dormiu. Digo,me deitando ao seu lado.

Ela se vira para mim,me abraçando.

Desligo o abajur,e nos cubro.

O quarto fica escuro,do jeito que nós gostamos.

Eu e ela costumamos conversar antes de dormir.

Sobre literalmente qualquer coisa,só para saber o que se passa na cabeça do outro.

A abraço,ficando no quentinho junto com ela.

Acaricio o seu cabelo,e ela me dá um beijo no peito.

-Eu amo vocês dois mais do que tudo nessa vida. -Ela diz,sorrindo.

-Eu digo o mesmo,meu amor.

Beijo a sua testa,e ela passa a ponta dos dedos pela minha pele,nas costas.

-No que você tá pensando,hein? -Sinto ela encostar a testa no meu peito.

-Nada...Tô vendo que o nosso menininho tá crescendo muito rápido.Daqui a pouco,ele já vai fazer 6 anos...O tempo passa muito rápido,né?

-Independente do quão ele estiver crescendo,ele sempre vai ser o nosso bebê.

-Eu sei,é que...Ele já tá até cortando a carne sozinho... -Ela sorri,triste.

-Meu amor...Um dia o nosso passarinho tinha que voar por conta própria,né não?

-É...

-Então,meu amor.Se isso tá acontecendo,é porque ele tinha uma boa mãe pra cuidar dele.

-E um bom pai também,nunca se esqueça disso. -Ela diz.

-A gente ainda vai ter muito tempo pra curtir o nosso bebê.

-Eu sei...

-Agora...Que tal você dar atenção pra esse bebê aqui? -Sorrio,maliciosamente.

-Safado... 

Abaixo o meu corpo,ficando ao nível do seu,e beijo o seu pescoço,suavemente.

-Mhmm...

Passo uma das suas pernas pela minha cintura,apertando a sua coxa.

Sinto a sua mão puxar o meu cabelo,enviando um calafrio à minha espinha.

Passo a minha mão pela sua cintura,abrindo o seu sutiã.

-Flame...

-Hora de brincar,gatinha. 


Notas Finais


EITA CARAIA
AS COISAS ESTÃO FICANDO CALIENTES AQUI,NÃO É MEXMO?
Espero que tenham gostado <3
Amo vcs <3
Até <3
Beijão <3
Tixau <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...