História Gune em Campinas - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Gune, Guto, Malhação
Visualizações 330
Palavras 1.980
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amores...
Primeiramente quero pedir desculpas por ter sumido esses dias, estou numa correria danada, o que não tem dado quase tempo de escrever. Eu não tenho nenhum capitulo pronto, escrevo na hora de posta-lo. Pra vocês terem ideia faz três dias que estou escrevendo esse 😂😂.
Bom... Mas vamos deixar de blábláblá e vamos ao que interessa...

Não esqueçam de ler as notas finais.. tem spoiler 😁
Espero que gostem.
Boa leitura 😉

Capítulo 35 - Feliz Aniversário Guto


Fanfic / Fanfiction Gune em Campinas - Capítulo 35 - Feliz Aniversário Guto


2 semanas depois...


           ( Guto )

  Abri meus olhos percebendo que já era dia, ao terminar de abri-los tive a melhor visão que eu poderia ter, minha Bene estava sentada na beirada da minha cama com uma bandeja na mão.

- Bom dia Guto. - disse ela ao me ver acordar.

- Bom dia Bene, porque está sentada aí? Estava me vendo dormir? - falei sorrindo.

- Não, na verdade eu estava esperando você acordar. Senta aí vai. - disse ela e eu me sentei.

Ela se levantou e caminhou até mim colocando a bandeja cuidadosamente no meu colo.

- O que é isso Bene? - perguntei curioso olhando para a bandeja.

- É o seu café da manhã. Feliz Aniversário Guto. - disse ela.

- Nossa Bene, obrigado. - falei.

- Você gostou? - perguntou ela.

- Eu amei a surpresa meu amor. - falei.

- Que bom. Você sempre faz surpresa pra mim, então como hoje é um dia especial, eu quiz fazer uma surpresa pra você. - disse ela e eu sorri.

- Não vai correr hoje? - perguntei.

- Já fui, acordei mais cedo hoje e corri por menos tempo. Assim eu pude preparar o café e te ve acordar. - disse ela.

- Você é linda. A namorada mais linda e maravilhosa desse mundo. - falei e ela sorriu.

- Agora toma seu café, daqui a pouco vamos pra São Paulo. Falei com a Claudinha e sua mae vai nos esperar para o almoço. - disse ela, eu acenti e tomei o café que ela me preparou com tanto carinho.

Após o café da manhã tomei um banho, quando sai do banheiro bene me esperava sentada na cama, ao me ver ela se levantou e veio até mim com uma caixa na mão.

- Pra você. - disse ela me entregando a caixa.

- Bene, não precisava. - falei.

- Precisa sim. Você sempre me dá presente, agora é a minha vez. Toma, abre. - disse ela com um lindo sorriso. Eu fiquei muito feliz com a atitude de Bene, é a primeira vez que ela me dá um presente.

Eu dei um selinho em Bene, peguei a caixa e abri, é uma camisa cor marsala, do mesmo modelo de uma jeans que eu tenho e gosto tanto.

- E aí? Gostou? - perguntou ela curiosa.

- Eu amei meu amor. Obrigado. Você quem escolheu? - perguntei.

- Sim, foi eu. Comprei ontem quando fui ao shopping com a Luíza. Experimenta, se não servir você pode trocar. - disse ela.

Eu tirei a camiseta que estava vestindo, eu já havia ficado sem camiseta na frente de Bene algumas vezes, mas percebi que dessa vez ela me olhava diferente, mas preferi não comentar nada para não contrange-la, eu sei o motivo dela me olhar assim, mas só tentarei algo mais quando ela tiver a iniciativa.

- Ficou ótima. - falei assim que vesti a camisa. Ela olhou para mim e sorriu. Me aproximei dela e a beijei, um beijo calmo e delicado, sem malícia, apenas envolvendo respeito e muito amor.

- Vamos? - falei assim que paramos de nos beijar.

- Você não vai tirar a camisa? - perguntou ela.

- Não. Eu vou com ela. - respondi.

- Mas Guto, tem que lavar. E também está calor. - disse ela.

- Eu não ligo. No caro tem ar condicionado, e mesmo que não tivesse eu iria com ela, foi meu amor que me deu. - falei e ela sorriu.


           ( Bene )

Chegamos em São Paulo, Théo e Luíza vieram com a gente. Como Alice ia para a casa do Thiago como sempre, chamei Luíza para vir com a gente, assim ela não ficaria sozinha o fim de semana, e claro ela aceitou.

- Nossa São Paulo é enorme. - disse Luíza.

- Você ainda não viu nada... Chegamos. - disse Guto.

Viemos almoçar na casa dele, Simone ligou nos convidando. Descemos do carro e entramos.

- Bom dia  Senhor Guto, senhorita Bene e senhor Théo. A senhorita eu não conheço. - disse Seu Manoel nos cumprimentando e falando com Luíza.

- Bom dia Seu Manoel. - respondemos eu, Guto e Théo juntos.

- Bom dia eu sou Luíza. - disse ela.

- Bom dia senhorita Luíza. Guto, sua mae pediu para assim que vocês chegassem se dirigir a área da churrasqueira, o almoço será servido lá. - disse Seu Manoel.

- Ok. Obrigado. - disse Guto, e acompanhamo-o.

- SURPRESA!!! - gritaram todos ao chegarmos na área da churrasqueira.

- Você sabia disso Bene? - perguntou ele olhando para mim.

- Claro que não. Eu não sei guardar segredos. - falei e ele riu.

- Oi meu amor, feliz aniversário. - disse Simone vindo até nós e abraçando o Guto.

- Obrigado. Mas pra que isso mãe? - perguntou ele.

- Ah... Você me disse que não queria festa, mas esse é um almoço de aniversário, chamei todos seus amigos. - disse ela.

- Minha mãe também está aqui. E o Roney, o Julinho, a Keyla, o Tonico, o Tato e o Gabriel. - falei.

- Sim, estão todos. Assim como você faz parte da nossa família agora, Guto também faz parte da sua. Não é mesmo? - disse Simone e eu acenti.

Estão todos aqui, menos a Helen, mas o Jota ligou pra ela por vídeo chamada. A barriga de K1 já está grandinha e o bebê deles é um menino. Almoçamos e ficamos conversando por um tempo, depois todos já estavam pulando na piscina.

- Quer entrar na piscina comigo? - perguntou Guto.

- Eu não sei Guto, não sei nadar. - falei.

- Mas você entrou na piscininha da keyla. - disse ele.

- Sim, mas a da Keyla é pequena, essa é bem grande. - falei.

- Mas eu vou estar com você Bene, e não vou deixa que nada te aconteça. Você não confia em mim? - perguntou ele.

- Confio. Tá bom, eu entro com você. Mas eu não trouxe meu maio. - falei.

- Não tem problema Bene,  eu não tenho maio, mas te empresto um biquini. - disse Claudinha.

- Biquíni? Mas eu nunca usei biquini, e se eu não me sentir confortável. - falei.

- Se for pra você se sentir melhor eu te empresto um shortinho também. E aí, aceita? - disse ela.

- Tá bom, vocês me convenceram. - falei e eles sorriam.

Fui com Claudinha ao seu quarto, me troquei e desci para me encontrar com Guto que já estava na beira da piscina de bermuda e sem camisa, me esperando. Assim que me viu, ele sorriu, eu sorri de volta e ele veio em minha direção.


         ( Guto )

Estava na beira da piscina esperando-a, olhei para a porta de casa que dava acaso ao quintal e a vi saindo, a minha Bene com um biquini cor rosa bebe e um shortinho de piscina lilás, o biquíni não contém nada vulgar, mas é o suficiente para me fazer deseja-la ainda mais. A vi sorrindo e andei até ela. 

- Está linda de biquini. - falei e a vi corar, ficando ainda mais linda. - Vamos entrar na piscina? - perguntei e ela acentiu.

Ficamos o restante da tarde na piscina junto com nossos amigos. Ao entardecer foram todos embora e ficaram apenas a minha família e a de Bene.

- Bene, minha querida, eu quero falar com voce. - disse minha mãe, e me deixou curioso. Eu não sabia do que se tratava.

- Quer que eu saia mãe? - perguntei.

- Não meu filho, pode ficar. O assunto também tem a ver com você, e você pode me ajudar a convence-la. - disse minha mãe 

- Me convencer do que? - perguntou Bene confusa. 

- Bom Bene, na verdade eu quero te fazer um convite, é que em menos de 2 meses vocês acabam o primeiro ano da faculdade. E depois do Natal nós iremos viajar para Porto de Galinhas passar uma semana lá, e nós gostariamos que você fosse com a gente, Théo também vai, e já reservamos os quartos em um Resort, só falta comprar as passagens aéreas. Oque  você me diz? Aceita ir viajar com a gente? - perguntou minha mãe, eu fiquei tão surpreso quanto Bene, eles não haviam me falado dessa viajem. Eu olhei para Bene que olhava pra mim e fiz que sim com a cabeça para ela.

- Eu não sei. Tenho que ver com a minha mãe. - disse ela.

- Você pode ir meu amor, estará com pessoas que gostam e cuidam de você, principalmente o Guto, eu confio demais você a ele.  - disse Josefina se aproximando.

- Tá bom, então eu vou. - disse ela sorrindo, e claro, me fazendo sorrir também.

- Bom...  nós já vamos embora. - disse Josefina.

- Já? - perguntou Bene e olhou para mim, eu percebi que ela queria ficar mais aqui.

- Sim filha, o Tonico está bem cansado já. - disse Josefina.

- Dorme aqui em casa Bene? - disse Claudinha que havia chego junto com a mãe de Bene.

- Eu até que queria, mas a Luíza está junto e não posso deixar ela ir sozinha para o Roney. - disse Bene.

- Ela dorme aqui também. Dorme você e ela no quarto de hóspedes. Elas podem dormir aqui? Diz que sim por favor... - disse Claudinha olhando para Josefina.

- Lógico que podem. - disse Josefina e Bene sorriu.

Eles se despediram de nós e foram embora. Nós entramos e enquanto íamos tomar banho meus pais foram no restaurante do Noboru buscar uns combinados para nós jantarmos. Enquanto Luíza tomava banho no outro banheiro, falei para Bene tomar banho no banheiro do meu quarto. Enquanto ela tomava banho fiquei deitado na minha cama enchendo no celular.

- Guto, se eu e Luíza vamos dormi no quarto de hóspedes, onde Théo vai dormir? - perguntou Bene saindo do banheiro e se sentando ao meu lado. Ela veste uma saia rose que vai até o meio de suas coxas e uma blusinha branca.

- Junto com a Claudinha. - respondi.

- Mas seus pais nao acham ruim, deles dormirem juntos? - perguntou ela.

- Não, eles não ligam. - respondi.

- Então se eu dormisse aqui com você eles também não vão ligar? - perguntou ela me deixando surpreso.

- Não. Mas porque a pergunta Bene? Você tá querendo dormir aqui comigo? - perguntei.

- Talvez... é que eu prefiro dormir com você do que com a Luíza. - disse ela me fazendo rir.

- Se quizer dormir aqui, fique avontade. - falei e ela acentiu sorrindo.

- Fiquei muito feliz por meus pais terem te convidado para viajar com a gente. - falei.

- Eu também fiquei muito feliz com o convite. - disse ela.

- Se você não fosse eu também não iria. Não iria conseguir ficar uma semana longe de você. Já me acostumei ter você comigo todos os dias. - falei.

- Eu também já me acostumei ter você comigo todos dos dias. - disse ela.

- Eu te amo Bene. - falei.

- Eu também te amo Guto. - ela disse, se deitando ao meu lado e me beijou.

Um beijo que a princípio era calmo, mas por iniciativa dela começou a ficar mais intenso. Ela estava com as mão em meus braços e senti que ela começou a aperta-los, minhas mãos que estavam em seus cabelos molhados deslizaram pelas suas costas chegando em suas pernas, senti Bene arranhando minhas costas, que já estava sem camiseta. Quando percebi ela já estava em cima de mim, parou de me beijar por um instante e tirou sua blusa,  ela me olhou e voltou a me beijar, mas quando coloquei minhas mãos em suas costas encostando seu peito no meu ela saiu rapidamente de cima de mim, e então percebi que esse toque ainda a afligia.

- Eu... Eu ainda não me acostumei com esse toque. - disse ela ofegante e um pouco triste.

- Tudo bem meu amor, um dia você se acostuma. - falei.

- É... Mas esse dia pode demorar. - disse ela cruzando os braços e fazendo bico.

- Mas eu não ligo, eu espero o tempo que por preciso. Por você Bene, eu sou capaz de qualquer coisa. - falei.

- Tá bom. Mas acho melhor eu dormir com a Luíza mesmo. - disse ela e nós rimos.

 


Notas Finais


Eita que o 🔥só aumenta.
Bene indo viajar com os Sampaios... quem aí ta ansioso por essa viajem? 🙋

Spoiler do próximo capitulo:
"... E ela fez isso repetitivamente, e então eu percebi, ela estava se acostumando a esse toque". EITAAAA..

Spoiler sobre a fic:
Como já avisei, acontecerá algo totalmente inesperado daqui alguns capítulos, aproximadamente daqui uns 3 capítulos, e informando que não é a primeira vez se Gune ok? Pois a primeira vez deles já é algo muito esperado, e o que vai acontecer eu acredito que você nem imaginem. Até o final da fic acontecerá 2 coisas inesperada, essa e mais uma mais pra frente. A segunda acho que será bem mais impactante, pois será uma revira-volta na história. Teremos capítulos tristes, mas também muita emoção e amor. Por falar em amor, tanto Guto quanto Bene passaram por coisa que colocaram esse amor e prova. E aí? Será que o amor vence?
Tudo que comentei agora já estava pensado antes de começar a escrever a fic. O que será que vem por aí?

Espero que vocês tenham gostado desse spoiler gigante 😂😂😂

😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...