História Há sua Espera - Imagine Kim JunMyeon - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Casamento Arranjado, Drama, Exo, Imagine, Imagine Junmyeon, Imagine Suho, Romance, Suho, Você
Visualizações 393
Palavras 1.200
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores, tudo bem? <3

Eu estou muito feliz em ver que a fanfic chegou aos 200 favoritos 😍🍓
Obrigada por estarem dando amor a esse enredo. Amo vocês. ❣

Os demais capítulos serão bem tristes, então preparem suas playlist da sofrencia e vamos sibora 💥😗

Boa leitura =

Capítulo 15 - XIV - Chapter Fourteen.


Fanfic / Fanfiction Há sua Espera - Imagine Kim JunMyeon - Capítulo 15 - XIV - Chapter Fourteen.

[Narrado Pela Garota On]

Meus olhos estavam pesados e meu corpo um pouco fraco, nesses últimos dias eu só soube chorar e chorar mais ainda. Nada que eu pudesse fazer, iria mudar a opinião deles em questão de meu amor por Junmyeon. Casamos forçados e nos separamos forçados, simplesmente não mandamos na gente, em nossos corações.

As notícias sobre nosso término circulava rapidamente e ficou entre as coisas mais comentadas na internet por mais ou menos dois dias seguidos. Era uma confusão imensa em todos os lugares e alguns dos repórteres estavam querendo me entrevistar também, mas Marcelo não permitiu isso e no outro dia entramos direto para o avião.

Foi quase dois dias seguidos dentro desse avião que agora pousava em São Paulo. Ele disse que comprou uma casa pra mim e que eu vou trabalhar em sua empresa agora, para não ter que vender as coisas como antes. A empresa de Marcelo é quase a mesma coisa que a sm, a única diferença é que na do Brasil, eles recebem cantores de fora para fazer seus shows.

Ele me puxou para o lado de fora do avião e eu limpei minhas lágrimas para ninguém perceber. Ele também comentou comigo para eu não falar nada sobre o que aconteceu e muito menos para falar com as fãs daqui também, já que se encontra muitas. Seguimos até a outra área para pegar nossas malas, metade eram de minhas roupas. Eu disse que não precisava trazer nada, pois grande parte não fui eu quem comprei, mas quem disse que eles me ouviram? Trouxeram tudo é mais algumas coisas também.

Peguei no máximo dois carrinhos e um dos ajudantes me ajudou a carregar tudo até onde Marcelo ordenou, era um carro um pouco grande que provavelmente seja seu, ele colocou as malas atrás já que era bem espaçoso e me pediu para entrar no veículo.

— Eu sinto muito por te feito isso com você. Te trazer de volta para o país onde não queria pisar, e te obrigar a terminar o relacionamento. — ele comentou e dirigiu pelas ruas movimentadas de São Paulo.

— Agora você se desculpa? Depois de ter me trago para esse país novamente, você se desculpa. — questionei ele que permaneceu calado. — Você não sabe o que é amar uma pessoa de verdade.

— Tive que deixar minha mulher e meu filho para fazer essa viagem é pode ter certeza que eu queria trazer eles comigo, mas não poderia. Eu sei o que é amor e sei como isso machuca às vezes.

— Então me diz porque fez isso? Por que nos obrigou a separarmos? A gente se ama tanto…

— Eu sinto muito.

— Não você não sente muito, e sabe o porque? Por que se sentisse não teria deixado chegar a esse ponto, não teria nos feito se casar a força e não teríamos separados depois que o amor apareceu. — eu já estava eufórica mas precisava falar tudo que estava preso dentro de mim. E ele teria que me escutar ou por bem ou por mal.

— Entenda que não foi só eu quem tomei essa decisão, Lee quem pediu para acabar com o casamento também. — tentou se defender, mas eu não liguei. Ele teria que ouvir tudo que eu teria a falar agora.

— Foda-se ele, eu estou falando com você agora. Se você não tivesse me obrigado a se casar nada disso estaria assim, se não tivesse me ameaçado também não estaria assim. Mas o que você fez? ARRUMOU UM CASAMENTO QUE EU NEM AO MENOS QUERIA. — eu acho bom ele continuar dirigindo calado mesmo, pois tenho a certeza de que não gostaria de ouvir mais gritos meu no momento. — Se odiávamos no começo, mas depois decidimos fazer tudo dá certo e conseguimos. Ambos tivemos uma recaída e acabamos traindo, mas todo mundo merece uma segunda chance não é? — meus olhos se encheram de lágrimas no momento. — Se resolvemos e prometemos nos amar para o resto de nossas vidas, ficaríamos juntos para sempre. Mas os sonhos nem sempre se realizam não é? E então tudo acabou por causa dessa ambição de vocês dois. Não seria mais fácil ter acabado a parceria é nos deixando juntos?! — passei as mãos pelo rosto, ao qual minhas lágrimas desciam.

— Eu não sei o que falar. A vida nem sempre é como desejamos ser, a sua por exemplo está recomeçando novamente e eu espero que você possa me perdoar um dia. — virei meu rosto para o lado do vidro e prestei atenção na noite que estava chegando.

— Essa é a terceira vez que eu recomeço minha vida, e todas foram sendo obrigadas por mim ou por você. — fechei meus olhos e encostei a cabeça no vidro do carro. — Talvez um dia, ou talvez nunca, você terá o meu perdão. — suspirei fundo e percebi quando ele parou seu carro.

— Eu te entendo bem. — suspirou e olhou para seu lado. — Você vai morar nessa casa agora. Já deixei tudo arrumado na empresa e você vai começar na segunda-feira, você merece passar esses dias em casa e descansar um pouco. O endereço de onde ficar eu mando por e-mail e pode ‘ir com calças jeans e tênis, a camisa eu irei te entregar na hora.

Apenas deixei seu carro e segui até a parte de trás do seu carro, peguei duas das malas e arrastei até a frente da casa, ele me ajudou também é entregou as chaves da residência pra mim. Assim que peguei abri a porta e prestei atenção que a casa já estava mobiliada, sinal de que eu não precisava comprar mais nada. Levei as outras duas malas para dentro e as deixei o recanto da parede vendo ele fazer a mesma coisa com as demais que faltavam.

— Até segunda-feira _______. — Ele disse e eu apenas sorri forçado para o homem antes de fechar a porta e trancá-la.

Meus olhares se rodearam por todos os cantos da pequena casa e no momento meu coração se apertou. Eu queria está com ele agora, queria poder abraça-lo e dizer o quanto o amo, mas agora, eu nunca mais irei poder fazer isso. Nunca mais iremos nos ver e se beijar. Simplesmente estamos separados por um fim que não queremos aceitar.

— Por mais que eu tente, não irei conseguir te esquecer. Essa dor nunca deixará meu coração é seu rosto ficará sempre em minha mente. — sentei no sofá e peguei o celular que estava na bolsa ao qual carregava em meus ombros. Abrir a galeria e observei nossas fotos juntos, essas que foram antes da nossa briga acontecer. Estávamos tão felizes e apaixonados que quem olhasse diria a mesma coisa. Na outra foto, tiramos em casa quando ele havia chegado carente e querendo atenção minha, e depois postamos nas redes sociais. Claro que teve alguns haters, mas quem disse que isso importou para a gente? Só queríamos mostrar para o mundo o quanto estávamos felizes com o casamento. Não aguentava mais ver nossas fotos então fechei o celular e o joguei para o lado. Limpei meu rosto mais uma vez por causa das lágrimas que não parava de descer. — Eu te amo Junmyeon e sempre vou te amar!


Notas Finais


Eai, me digam o que acharam meus baby, estou aqui para responder seus comentários! ❣❤

O que acham de um capítulo narrado pelo Suho? 😱❤

Reescrita com Byun Baekhyun: https://www.spiritfanfiction.com/historia/alem-da-vida--imagine-byun-baekhyun-12981917

Perfil: @Sweetback


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...