1. Spirit Fanfics >
  2. Hades e Persephone >
  3. Ele tinha o absoluto direito de dormir com quem quisesse.

História Hades e Persephone - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Eu acho que vou me exaltar. Não gosto de Zeus. Então ele vai ser um babaca.
APROVEITEM A LEITURA<3

Capítulo 4 - Ele tinha o absoluto direito de dormir com quem quisesse.


Sim, ele, o mais poderoso, o deus que derrotou Cronos, estava sofrendo mais uma vez pela esposa. Sempre havia o mesmo drama. Dessa vez fora pego na cama com Thetis, sim, a nereida tão amada por Hera. A rainha estava a gritar baixarias, coisas que não eram verdade.

- Me diz então, divertiu-se ao menos com aquela puta?!!! 

- Não refira-se a ela dessa forma!!! E sim, já que perguntas foi incrivelmente maravilhoso! Completamente diferente de entrar em vosmicê!!! - a verdade foi dita. Como sempre. Mas a deusa da maternidade não gostava dessa verdade, ela queria que eles fossem exclusivos, o que não aconteceria, isso sempre foi deixado claro por ele, e não era só porquê ela queria essa exclusividade que ele a daria! Pensando bem, nem casados por vontade própria estavam. Um viúvo em busca de uma nova rainha e a deusa da maternidade sem marido, caso ficassem assim para sempre o pouco status que tinham cairia a zero.

- Cale a porra da sua boca imunda, Zeus! Quer saber!?! - o marido acenou positivamente com a cabeça - Você dorme fora hoje! Não casei com você pra' me encherem o saco.

- Será que você poderia pelo menos falar como uma verdadeira rainha!?

- Vai se fuder!!! Quer saber, vai atrás das suas amiguinhas lá, tenho certeza que vai te alegrar receber um oral de uma delas agora!!! Ah... Esqueci não é? Você obviamente gosta de dar o cu também!! Pois saiba que essa rainha aqui te expulsou de casa!! Vou aproveitar e trepar com Apollo, imagino o tamanho dele!!- e foram com essas palavras que a mulher o pegou pelo braço o levando até fora do Olimpo. - Tenha uma boa transa com a Thetis. - ela havia o trancado do lado de fora, essa era a vigésima vez no mês que ela fazia esse showzinho, e quer saber, ele iria fazer um também. Pagaria o vexame direito pelo menos.

O rei dos deuses correu até uma janela aberta e tornou a entrar na casa novamente.   

 -Quer saber sua vagabunda?! Vou é dar o cu mesmo!!!! -  e se jogou da janela, a altura da mesma em relação ao chão, são trinta centímetros, resumindo: a queda não foi nem um pouco dolorosa. Ele permaneceu ali, por alguns minutos com a cara enterrada na grama. Não arrependido. Entretando se questionava sobre com quem dormiria aquela noite. Qualquer um que visse a situação o consideraria um babaca, porém, ele não via assim. Para o deus dos relâmpagos, ele tinha absoluto direito, de dormir com quem quisesse mesmo casado, e nada, nem mesmo a esposa, mais conhecida como algeama, o empediriam.

Só quem nunca trai é o inimigo.

Notas Finais


Me exaltei até demais.
Espero que tenham aproveitado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...