1. Spirit Fanfics >
  2. Hades e Persephone >
  3. A deusa do casamento só grita assim com o marido

História Hades e Persephone - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Bem, acho que Hades começou a ter meio que uns traços de personalidade meus, isso é muito legal, porque sem nem perceber escrevi algo que eu pensaria no cotidiano, enfim, TIREM PROVEITO DO CAPÍTULO!!! <3 :)

Capítulo 5 - A deusa do casamento só grita assim com o marido


Hades, amou a discórdia que ocorreu diante de seus olhos, ele não era aquele tipo de deus, mas não podia negar, aquilo substituia qualquer desculpa que Zeus fosse dar-lhe. 

Poseidon pareceu em choque com a cena, estava com medo de descobrirem sua mentira, mal sabia ele que era um péssimo mentiroso. 

Sem que precisassem ir atrás dela, Hera se dirigiu ao deus do arrependimento, todos presentes no salão sabiam que a relação de irmão entre eles era muito forte, sempre mantinham contato, mesmo que  Aidoneus estivesse no Tártaro eles achavam algum modo de conversarem.

- Irmão, sei bem que não falamo-nos muito hoje, mas gostaria de pedir-lhe um favor. - ela falou baixo, mas não porque tinha medo de fofocas, esse é o tom normal dela, normalmente a deusa do casamento só grita com o próprio marido.

- O que poderia fazer por vosmicê?

- Fique de olho em Zeus, sei que não vai achar-me louca, você é o único que vai fazer sem questionar! Se não puder irmão, ajoelharei a teus pés para que tome conta de meu esposo!

- Não submeta-se a tal, sabe que faria mesmo que não me pedisse, afinal os únicos que sabem o quão puto pode ser ele somos nós dois. - Hera sorriu radiante e seguiu para seu quarto, encerrarando oficialmente a celebração, e, em busca de cumprir o sugerido pela irmã o rei do submundo saiu da casa e foi em direção ao irmão que estava, até o momento, deitado com o rosto enfiado na grama. Poseidon - que até agora acompanhava o deus do arrependimento - olhou para o deus dos raios preocupado, Hades por sua vez teve que conter a risada.

Em meio a onda de preocupação do deus dos mares, Hades pisou fortemente na cabeça do deus dos relâmpagos, tirando do mesmo um gemido (erótico) e fazendo com que ele se levantasse olhando fundo nos olhos dos irmãos.

- Porra, será que nem aqui vosmicês me deixam em paz, cacete! 

- Ignorando seus modos, queremos convidar-te a ir conosco até um bar qualquer, mas... Visto que acabou com sua reputação, poderiamos comprar algo e ir beber em minha casa, desde que o estrago causado já esteja consertado.  - Zeus murmurou algo como sim em reposta, colocando-se ao lado dos irmãos e caminhando a frente, como dizendo: "Vão vir logo ou não?". Os dois deuses logo seguiram. 

Chegando ao Tártaro, ninguém pareceu notar a chegada de Hades, todos estavam preocupados em resolver o problema da salmas que haviam escapado do purgatório. Não que o rei deste estivesse reclamando, ele considera vergonhoso aparecer em frente a seu povo acompanhado do rei dos olimpianos, seria ainda melhor caso houvesse algum tipo de combo, como: não seja visto com varias garrafas de cachaça acompanhado de seu irmão e ganhe de brinde não encontrar com a namorada! Mas é óbvio que algo assim não existe, então, teria que virar-se com Minthe.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :), ultimamente estou escrevendo mais, principalmente porque quarentena é um tédio, mas, acho que estou gostando de ser "forçado" a escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...