História Haechan sentia saudades. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Haechan
Tags Angst, Donghyuck, Drabble, Haechan
Visualizações 21
Palavras 276
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu nem sei o que falar sobre, só aproveitem, é isso.

Capítulo 1 - Único: Haechan era confuso.


Haechan sentia-se péssimo, com certeza era um idiota pelas suas decisões passadas. Não adiatava lamentar-se mais de suas escolhas, ou chorar por elas, a verdade é que agora não tinha mais nenhuma solução; a não ser, aceitar que tudo apenas ficou no seu passado.

Passado esse, que voltou a tona como o vento de uma noite de inverno, seu peito apertava e até mesmo deixava que algumas lágrimas caíssem por culpa do não citado. De certa forma, ele se arrependia dos seus atos, mas ao mesmo tempo sentia-se tão tranquilo por ter tomado eles. Haechan era confuso.

Tão confuso que nem mesmo ele se entendia, se odiava por isso. E, dessa forma, acabava se martirizando pelas coisas que aconteciam consigo e que, na maioria das vezes, ele mesmo fazia ou procurava.

Não tinha volta, suas dores voltaram, sua solidão voltou, suas lágrimas estavam ali em suas bochechas magras e morenas. Já não se podia fazer mais nada além de encarar a si mesmo no espelho e deixar que essas caíssem de seus olhos queimando como o inferno. O garoto triste não tinha mais nada para se fazer.

O passado que agora estava pensando, como tantas outras vezes, fora importante para si. Jamais poderia se esquecer dele, mas agora, a única coisa que poderia sentir é uma saudade imensa de tudo aquilo.

Porém, não adiantava de nada. Não tinha qualquer solução para os seus problemas. 

Passado era passado, este deveria ficar enterrado no fundo do baú, assim como o seu amor.

Porque com toda certeza do mundo, aquelas inúmeras lembranças, já mais voltariam em seu presente ou futuro.

A única coisa que deveria sentir agora, era saudade.


Notas Finais


beijos e é isso.

marina, tá aqui a fanfic grrrrrr


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...