História Half A Heart(SEGUNDA TEMPORADA - FINAL) - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Arianagrande, Bissexual, Elounor, Gay, Harrystyles, Joshdevine, Justinbieber, Larrystylinson, Liampayne, Louistomlinson, Mistério, Niallhoran, Romance, Romancegay, Romanceziall, Suspense, Zaynmalik, Ziall, Ziallhorlik
Visualizações 37
Palavras 2.511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS
TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS
TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS
TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS
TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS

Capítulo 55 - Vou te libertar, mamãe


Fanfic / Fanfiction Half A Heart(SEGUNDA TEMPORADA - FINAL) - Capítulo 55 - Vou te libertar, mamãe

NIALL HORAN

Uma enfermeira levou Tyler para o quarto e disse que ele só poderia receber visitas de familiares.

- Só familiares que podem falar com ele. - Falei.

- E como Jade faz para visita-lo? - Zayn cruzou os braços.

- Acho que ela não o visita. Tyler se referiu a um homem que disse à ele que eu não voltaria aqui.

- Jade deve ter contato com alguém da família. - Justin deduziu.

- É a única explicação. - Taylor concordou.

- Talvez. Escutem, Tyler me disse uma coisa sinistra. Ele disse que é o filho que a Maura rejeitou.

- O quê? - Justin se surpreendeu.

Todos nós ficamos surpresos.

- Como isso é possível? - Zayn botou sua mão direita no meu ombro.

- Eu não sei. Agora faz um pouco de sentido a Jade ter me mandado um livro escrito pelo Tyler, ela queria que eu sentisse pena dele.

- E deve ser por isso que ela está atrás de você. - Taylor concluiu.

- Isso é loucura. Como posso ser culpado pelo que aconteceu com meu primo?

- Niall, a mulher que te criou rejeitou um filho e criou você como se fosse filho dela. É claro que essa criança iria querer vingança. - Disse Justin.

- Vamos sair daqui. - Falei.

A primeira coisa a se fazer é um exame de DNA, se Tyler for mesmo o filho rejeitado da Maura, ela precisa saber sobre o filho.

Zayn deixou Taylor no seu apartamento, em seguida deixou Justin na sua casa e depois me trouxe.

- Eu passo uma borracha no beijo que você deu no Nick, mas você tem que me prometer que não vai se repetir. - Estacionou em frente a casa.

Não parei de pensar nos amassos que dei em Nick. Claro que fiz tudo aquilo na tentativa inútil da Jade me entregar os restos do Louis.

- Zayn, acho que ainda preciso de um tempo.

- Eu te amo e não quero perder mais nenhum segundo sem te beijar.

Me deu um delicioso beijo, me causou arrepios...

- Não posso fazer isso. - Parei o beijo.

- Niall, nós nos amamos...

- Fiquei com o Nick outra vez. - Confessei.

- Como é que é? - Seus olhos encheram-se de lágrimas.

- Não foi bem assim...

- Éramos tão feliz. Agora tudo acabou! - Lamentou.

- A Jade me obrigou.

- Jade não pode te obrigar a fazer nada sem que você queira, ainda mais quando se trata de algo desse tipo.

- Você não está entendendo, Zayn. O jogo recomeçou e agora o prêmio é o corpo do Louis. Eu devo isso a família dele!

- Você nem os conhece.

- Mesmo assim. - Não me arrependi.

- Tudo bem.

Sai do carro e ele acelerou.

 

AUTOR

A noite chegou em grande estilo, é dia das bruxas e a cidade toda está em festa.

Harry estava atento ao relógio e balança a perna impulsivamente enquanto estava sentado na poltrona.

- Filho, tudo bem? Você parece inquieto.

- Estou ansioso para uma festa.

- Vai sair com Zayn?

- Sim. - Mentiu, ele não vai sair com Zayn.

Quando o porteiro adentrou a sala de estar com uma embalagem grande, o cacheado saltou do sofá para pegar.

- É pra mim. - Afirmou.

Sua mãe apenas deu de ombros.

Harry subiu às pressas para o quarto, abriu o pacote e tirou uma fantasia de dentro da sacola.

- Que maravilha! - Olhou-se no espelho.

Admirava-se em frente ao espelho, imaginando-se vestido na tal fantasia V de Vingança.

- Não se preocupe, Niall. Essa noite vai acabar todo o seu sofrimento. - Repetiu na frente do espelho.

 

ZAYN MALIK

No fim da tarde Niall recebeu uma mensagem da Jade dizendo que nessa festa ele teria a chance de estar cara a cara com ela. É claro que Eu, Justin e Taylor não vamos deixa-lo ir a tal festa sozinho.

Todos nós compramos fantasias, essa noite Jade não escapa.

Niall se fantasiou de duende, Justin se fantasiou de zumbi, Eleanor decidiu ir de fada, Taylor usava uma mais original, uma feiticeira, me vesti de vampiro. Ariana não respondeu nenhuma de nossas mensagens e decidimos não envolver o Harry nisso.

Quando chegamos no local a festa já estava bastante animada. Luzes por todo lado, abóboras, arranhas, velas e caveiras espalhadas pelo local. A escuridão dificultava a visão de muitos.

- Festa animada. - Justin comentou quando chegou.

- Olhos bem abertos, amigos. Jade está à solta! - Alertei todos.

- A Jade me desafiou e hoje vamos pegá-la. - Niall estava decidido.

- Vamos nos separar. Jade vai ficar de olho você e é melhor que ela não nos veja por perto. - Disse Eleanor olhando para Niall.

Nos misturamos entre as pessoas que estavam presentes na festa de Halloween. Eleanor e Taylor saíram juntas e Justin me convidou para beber algo.

- Aqui. - Me deu um copo de cerveja.

- Valeu.

A música que rolava naquele lugar abafado era de deixar qualquer um surdo. Muito alta!

- Estão se estranhando de novo? - Se referiu ao meu relacionamento com Niall.

- Niall está muito diferente. Eu sei que o amo, mas não sei se ele me ama tanto como eu imaginava.

- Aconteceu alguma coisa?

- Ele ficou com o tal do Nick outra vez.

- Nossa.

- Pois é. - Bufei.

- Veja o que aconteceu comigo! Entreguei todo o meu para uma garota que no fim das contas me deixou simplesmente por não querer se abrir.

- Acabou mesmo? - Perguntei.

- Acabou. Chorei, sofri por um mês e não vou mais fazer isso. Chega!

- Que pena! Eu gostava de vocês dois como casal.

- Só restaram as lembranças. - Forçou um sorriso.

- Ariana está muito distante de nós.

- Fica difícil lembrar de como era a Ariana que eu me apaixonei. - Lamentou.

- Vai ficar tudo bem. Talvez não era pra ser. - Toquei em seu ombro.

- Todo mundo diz isso. - Bufou.

Avistei Josh entre os convidados da festa, ele estava fantasiado de bombeiro.

- Olha ali. - Apontei.

- Josh Devine. O que ele faz aqui?

- Espero que seja apenas coincidência. - Dei um último gole na minha cerveja.

- Ele está vindo pra cá. Disfarça!

- Zayn Malik e o irmãozinho da Eleanor. Qual é o seu nome mesmo? Ah, é Justin.

- Beleza, Josh? - Justin também deu um último gole em sua cerveja.

- Tudo maravilha. Não sabia que manés como vocês dois podiam vir a essas festas maneiras. - Debochou.

- Se eu soubesse que daria de cara com você nem teria vindo. - Falei.

- Cuidado com o que fala, Malik. Pelo visto essa noite promete muitas surpresas. – Riu.

- Odeio profundamente esse cara. - Cruzei os braços.

- O que será que ele quis dizer com "essa noite ainda terá muitas surpresas"?

 

NIALL HORAN

Escolhi usar essa fantasia de duende porque estou decidido a pegar a Jade de uma vez por todas e quero que ela me veja de duende quando eu agarrá-la e chamar a policia. Não é assim que ela me chama, de duende? Então acho justo que eu esteja caracterizado.

Avistei uma fantasia V de vingança, claro que fiquei em pânico, mas não posso alucinar, é Halloween e pode ser qualquer um...

WHATSAPP ON

Niall: Acabei de ver alguém fantasiado de V de Vingança.

Zayn: Já vi alguns. É Halloween e é comum.

Niall: Não imaginei que um filme antigo teria tanta importância nos dias de hoje.

Zayn: Fique atento! Talvez tenha sido uma armação da Jade, sei lá, talvez tenha colocado pessoas fantasiadas igual a ela para confundir.

Niall: Vou tomar cuidado!

Zayn: Qualquer coisa você avisa.

WHATSAPP OF

Jade não vai vencer hoje!

Meu celular vibrou antes que eu pudesse guarda-lo no bolso da fantasia.

"No fim de todo labirinto sempre há uma surpresa" - Observador

Imediatamente avisei sobre a mensagem que recebi. Não tive outra saída tive que adentrar o labirinto da festa, não deve ser tão grande assim.

Muita fumaça, escuro e cheio de caveiras. Me dava medo!

Caminhei de um lado para o outro sem saber ao certo para onde eu estava indo.

Fui surpreendido por trás e jogado no chão. Consegui me levantar rapidamente e fiquei cara a cara com Jade vestida naquela fantasia idiota.

- Jade, você não vai sair dessa. A policia está atrás de você!

Tentou me golpear com uma faca fiada mas não conseguiu.

- O que eu fiz pra você? - Perguntei eufórico.

Tentou me golpear mais uma vez e novamente não conseguiu.

Pulou em cima de mim e ficamos lutando no chão, a faca estava apontada para o meu rosto e com a mão direita eu segurava seu braço.

Empurrei com o pé e ela caiu no chão e em seguida correu. Meu coração batia muito forte e um medo desesperador me consumiu naquele momento.

Meu celular vibrou novamente.

"Na próxima vou te degolar como uma galinha." - Observador

LIGAÇÃO ON

Detetive: Detetive Ian Somerhalder. Posso ajudá-lo?

Niall: Detetive, é  Niall Horan, preciso da sua ajuda.

Detetive: O que houve? Quase não te ouço, está numa festa?

Niall: Estou numa festa de Halloween e a Jade acabou de me atacar. Ela tentou me matar! Por favor, isole o local. Vou passar o endereço por mensagem.

Detetive: Claro. Mas você tem certeza de que não é nenhuma pegadinha, afinal é dia das bruxas.

Niall: É real. Quase morri!

LIGAÇÃO OF

Passei o endereço por mensagem.

A situação estava séria e a policia tinha de estar aqui para capturar a Jade.

 

AUTOR

Perrie deixou a filha aos cuidados de seus pais no feriado de dia das bruxas. Por acaso era o aniversário de uma amiga que morava na rua e baixo e a loira resolveu fazer uma visita e dar os parabéns para sua amiga. Quando retornava para sua casa se deparou com uma rua esquisita.

- Ué.

Quando ela passou pela rua mais cedo antes de ir na casa de sua amiga havia crianças brincando e agora estava deserta.

A decoração de assustadora de algumas casas a deixaram com um pouco de medo, porém continuou a caminhar. Descuidada acabou tropeçando com seu salto e caiu.

- Droga. - Reclamou.

Antes de levantar percebeu uma sombra impedindo sua visão.

- Desculpe, eu sou uma desastrada. Pode me ajudar a levantar? - Pediu.

A pessoa apenas balançou a cabeça negando.

- Tudo bem? - Achou aquilo estranho.

Alguém fantasiado de V de Vingança sacou uma arma e apontou para a cabeça da loira.

- Por favor, não faça isso. - Levantou as mãos para cima.

Girou ao redor da loira parecendo estar gostando do desespero dela. Passou a arma entre os fios loiros da sua refém.

Perrie criou coragem e empurrou aquela pessoa que caiu no chão e correu gritando por ajuda.

Três tiros foram disparados mas nenhum acertou Perrie.

Ela não conseguiu correr por muito tempo antes de cair, logo estava na mira do revólver novamente implorando pela vida.

Sua salvação foi graças a algumas pessoas que ouviram os gritos e abriram suas portas e janelas, assustado e com medo, a pessoa fantasiada fugiu.

Quando atingiu certa distancia e já se sentia segura, Jade Thirwall tirou a máscara do V de Vingança.

- Droga. - Chutou uma lixeira.

Enquanto isso, Niall conseguiu escapar do labirinto e correu para os braços de Zayn.

- Zayn. - Abraçou o moreno.

- Ei, o que houve? - Zayn ficou bem preocupado.

- Ela me atacou, tentou me matar com uma faca. - Chorou. - Liguei para o detetive Ian, ele está a caminho.

- Fez o certo. - Disse Justin.

- Ela tinha uma força que eu nunca vi, conseguiu me jogar no chão e lutou comigo. - O loiro estava muito nervoso.

- Meu Deus, essa louca precisa ser presa o mais rápido possível. - Justin abraçou o amigo.

- Ela deixou cair isso. - Entregou um cartão de visita para Zayn. - Talvez ajude a encontrá-la.

- Ela anda com um cartão de visitas? Que louca! - Comentou Justin.

- Gente, eu conheço esse lugar.

- Conhece? - Niall perguntou ao moreno.

- É o cartão de um salão, óbvio, o problema é que esse salão é masculino.

- O quê? - Justin se surpreendeu.

- Ué, e daí? Jade não é feia e pode estar flertando com alguém de lá.

- Agora isso ficou muito esquisito. - Disse Zayn.

Zayn sentiu seu celular vibrando e era a Perrie.

- Perrie está ligando. - Avisou e foi atender a chamada no banheiro.

- Ei, fica calmo. Jade não vai desistir de te machucar e vamos ganhar tempo pra policia pegar essa assassina. - Tentou consolar o amigo.

Em menos de 2 minutos o moreno retorna do banheiro contando que Jade foi atacada há poucos minutos pelo Observador.

- A Jade passou de todos os limites alguém precisa parar essa louca. - Justin cruzou os braços.

- Como Jade foi atacada pelo Observador há poucos minutos? Jade não teve tempo, ela está aqui na festa planejando minha morte.

- Ela está muito abalada, por sorte ela não estava com a Olivia na hora do ataque. - O moreno ficou mais aliviado.

- Isso seria impossível. - Niall comentou.

- Ela disse que a pessoa que a atacou estava fantasiada de V de Vingança. Quem mais poderia ser? - Zayn deu de ombros.

- Tem alguma coisa errada. - Niall ficou inquieto.

- Ei, não há nenhuma possibilidade de existir dois Observadores? - Justin sugeriu.

O moreno e o loiro se olharam, pois já imaginaram isso.

- Isso é loucura. Quem ajudaria a Jade a fazer isso? - Se perguntou o loiro.

- Alguém que te odeia tanto quanto ela. - Justin opinou.

- Isso não é possível. - Zayn negou.

- Pensem bem, o Observador que te atacou deixou cair um cartão de um salão masculino e Perrie ligou pra avisar que foi atacada há poucos minutos. Jade sempre odiou Perrie, e a pessoa que te atacou é a incógnita.

- Justin, isso é muito louco. - Disse o moreno.

- Não consigo nem pensar nisso. - O loiro estava aflito.

Enquanto isso, no mesmo horário, Maura estava no refeitório da penitenciaria feminina para o jantar.

Purê, salada, arroz e frango, uma maçã. Era o prato da noite!

Mais uma vez, assim que as presas abriram as quentinhas se surpreenderam com um recado em cima da comida:

"Mãe, hoje eu vou te libertar. Quero que esteja preparada para sair desse lugar imundo". - Filho amado

Maura, por sua vez, claro que entendeu que o recado era do seu filho rejeitado. Ela ficou bastante feliz, pois o filho irá libertá-la da prisão.

As mulheres começaram a comer e toparam o garfo num negócio duro no fundo do prato.

- O que é isso? - Perguntou uma delas.

- Tem uma luz piscando. - Comentou outra.

De repente o refeitório inteiro explode matando todos que estavam ali.


Notas Finais


TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS
TENTAREI AO MÁXIMO TERMINAR A FIC ATÉ O FINAL DO MÊS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...