1. Spirit Fanfics >
  2. Hallucinate - Oh sehun, exo. >
  3. Quarterback

História Hallucinate - Oh sehun, exo. - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia né

Sim eu acordo esse horário pra postar cap

Uhul

Espero que gostem

By~blydorinha

Capítulo 17 - Quarterback


Ah sim

Você teve alguma sensação?

Sim, sinta isso, sim, sinta isso

Woah ooooh~ Woah yeah woo

- está tudo incrível - Mika disse a (s/n) por enquanto que entrava na festa de Kai naquela grande casa - vamos beber algo? 

- vamos, realmente preciso aliviar a tensão - (s/n) disse e as duas começam a caminhas pela festa, recebendo diversos olhares, (s/n) e Mika estavam lindas, era como se, a cada passo elas atraiam mais olhares 

- dê sua bebida mais forte, a mocinha está nervosa - Mika disse ao bartender que estava ali, logo apontou a (s/n), a tal "mocinha"  

- achei que não te veria tão cedo - Kai se aproximou das duas, (s/n) começou a tomar o Drink por enquanto que ela e Mika se entre olhavam debochadas - está se divertindo Duck?

- estou ouvindo vozes Mika, acho que tem algum mosquito chato por aqui - (s/n) olhou a amiga - vamos sair, antes que ele nos infernize mais ainda - Mika concordou em deboche e as duas se levantaram da bancada 

- não me ignore (s/n) - Kai pegou do braço de (s/n) e ela o olhou com um sorriso irônico nos lábios 

- Yah, diga o que quer mosquitinho - (s/n) franziu a sombrancelha 

- posso fazer as coisas que você quer - Kai disse com um sorriso malicioso nos labios 

 (s/n) se zangou no exato momento, respirou fundo, olhou Kai com um semblante calmo pois a festa era dele e se surtasse partirsse pra cima de Kai sem dó nem piedade todos a achariam esquisita.

- sabe o que pode fazer por mim? - (s/n) deu um sorriso nos lábios, ela já sabia como se livrar de Kai 

- faço o que você quiser gatinha - Mika riu e (s/n) o abraçou 

- saia da minha frente, seu idiota - (s/n) o empurrou pra longe - e não venha atrás de mim não quero você colando chiclete no meu cabelo - as duas sairam dali e continuaram a andar pela casa 

- as festas de Kai sempre bombaram assim? - (s/n) disse por enquanto que olhava pela sacada da casa 

- claro que não, isso está cheio de universitários e diversos alunos - Mika disse por enquanto que apontava os grupos a (s/n) - vamos dançar, se eu ficar aqui vou passar mal 

O cheiro da casa de Kai estava totalmente desagradável, perto dos quartos sentia-se cheiro de sexo, em diversos lugares tinha um cheiro comum para as meninas, de maconha, tinha cheiro de whisky baratos em alguns cantos, pessoas se beijando, outras brigando, era algo devastador na visão de (s/n), afinal, ela estava tão acostumada com as festas de gala, ser uma adulta de 19 anos ali naquela festa era algo mais ou menos ""novo"". 

Algo me chama até você, o dia está em chamas

 Levante-se, olhe pra mim, olhe pra mim

 É outro dia pra esquecer

 Basta abrir suas asas, estamos subindo

Mika e (s/n) estavam dançando alguns gestos bem sexys que atraia o olhar de vários garotos para si, as duas estavam determinadas a não ficar com ninguém, elas já sabiam que seus amados a esperariam acordados por causa daquela festa. 

- ei Mika, vem comigo - Lay puxou o braço de Mika mas logo (s/n) a puxou de volta 

- eu não vou com você, está louco Yixing? - Mika perguntou e Yixing a olhou zangado 

- agora que está transando com Baekhyun está bem diferente não é? - Yixing disse a Mika e ela logo riu 

- você me rejeitou quando eu mais precisei de você, vai á merda, você é só mais um pra mim - Mika o empurrou, as duas continuaram a farra, elas estavam determinadas a darem um fora em quais quer caras que chegassem nelas 

- me falaram que a (s/n) estava por aqui - uma garota se pronunciou e as duas se entre olharam. (S/n) conhecia muito bem a voz daquela garota e isso soou como um arrepio para (s/n) - onde está a babaquinha Mika? - a garota prensou Mika contra a parade, a música ficou um tanto mais baixa, diversas pessoas estavam observando aquela situação 

(S/n) sabia quem era, Yoora, Yoora era tão imprudente e ta desgraçada a ponto de fuder com (s/n) em qualquer lugar 

"Mas que porras essa garota está fazendo aqui?", (s/n) estava em frente a Mika que estava sendo prensada por Yoora, Yoora não tinha a visto e ver aquela cena da amiga encurralada por sua inimiga de adolescência deixou (s/n) muito zangada 

- se o assunto é comigo, eu estou aqui Yoora - (s/n) disse e Yoora olhou para trás com um sorriso debochado 

- até que mudou, pra alguém tão feia como você era - Yoora disse e diversas pessoas começaram a rir 

- você está desocupada ou seu namorado anda dormindo com suas amigas? - (s/n) disse provocativa a Yoora, todos daquela festa fizeram um simples "O" por causa das palavras de (s/n). 

Sem hesitar ou fraquejar (s/n) foi pra cima de Yoora e deu alguns socos na mesma

 - isso é pela minha amiga - (s/n) deu um chute em sua barriga - isso é pra você saber que eu não estou de brincadeira enquanto te dou uma surra - (s/n) socou o nariz de Yoora, as amigas de Yoora foram socorrer a mesma por enquanto que, (s/n) foi em direção a Mika 

- você está bem? - (s/n) perguntou a Mika que ascentiu que sim 

- Duck maldita... - Yoora disse com dificuldades, suas amigas a levaram pra longe, Mika e (s/n) sentaram num sofá que tinha ali. A festa continuou e as duas continuaram a beber e conversar

- você acabou com a garota (s/n) - Luhan se pronunciou, ele estava na festa pois era amigo de Kai também - venham, vamos dançar e esquecer tudo isso - as meninas aceitaram o convite de Luhan e voltaram a pista de dança 

"Yoora continua a mesma, não me admiro os motivos que fez ela partir pra cima de Mika", Yoora é uma das melhores amigas de Yoni, Yoora sempre fez todo o mal possível a (s/n) e Mika, mas hoje, hoje (s/n) mostrou que não é mais a mesma que sempre aturava tudo quieta daquelas garotas

- eu amo essa música - Mika disse e (s/n) sorriu, era a música favorita das duas, era diversas danças, conversas, (s/n) estava reencontrando sua antiga turma de escola, bom, alguns estavam na faculdade outros estavam trabalhando por conta própria. (S/n) falava com todos, (s/n) estava feliz que depois de tanto tempo de rejeição agora ela estava realmente socializando com seus colegas, mesmo depois de tanto tempo. 

Se der tudo certo entre a gente

 Se nos apaixonamos

 Se esse beijo selvagem continuar

 Como uma mentira, nós derreteremos um no outro

 A noite toda  

- é uma pena que esteja na cidade apenas de passagem, está incrível desse jeito (s/n) - um de seus colegas disse, (s/n) sorriu fofa, a música parou e as pessoas ficaram se entregando olhando

- A POLÍCIA ESTÁ VINDO - uma garota gritou desesperada, o que fez esse desespero se refletir em muitas pessoas 

- vamos pegar nossos casacos e vazar daqui - Mika disse rápido a (s/n) as duas entraram no quarto que tinham deixado os casacos 

- tem um casal ocupado aqui... - um garoto disse, (s/n) estava prestes a ir embora mas logo se deparou com um rosto familiar

- JINSO? - (s/n) congelou nesse momento, sua irmã estava por debaixo daquele garoto sem camisa 

- (S/N)? - Jinso gritou na mesma intensidade que (s/n) e se levantou rápido da cama. Por muita sorte Jinso estava totalmente vestida, (s/n) estava com muita raiva, Mika estava pasma com toda aquela cena e o garoto estava apenas sentado na cama sem entender nada  

- vamos continuar o que estávamos fazendo Jin - o garoto puxou Jinso e (s/n) a puxou de volta 

- COMO OUSA ESTAR NESSE TIPO DE FESTA COM ESSE TIPO DE GAROTO? - (S/n) gritou mais ainda com Jinso e a mesma estava paralisada, Jinso estava "travada" e numa hora não muito boa pois a policia estava quase no bairro de Kai 

- Jinso...quem é essa mulher que tanto te agarra? - o garoto disse por enquanto que olhava (s/n) de cima a baixo mordendo o lábio - se não está gostando, venha participar também, tenho certeza que tem pras duas

- PEGUE SEU CASACO E VAMOS EMBORA AGORA JINSO - Jinso fez o que (s/n) pediu e as três sairam dali rápido - AH, VOCÊ VAI ME EXPLICAR MUITA COISA AGORA MOCINHA - (S/n) gritou por enquanto que as três saiam pelo fundos da casa de Kai 

- (s/.... - (s/n) interrompeu Jinso

- VOCÊ SABE A GRAVIDADE DISSO?, VOCÊ VEIO SOZINHA, SOZINHA NUMA FESTA DESSAS, GARANTO QUE USOU ALGUM TIPO DE COISA, NÃO SABE O QUANTO ME PREOCUPO COM VOCÊ E VOCÊ FAZ ISSO JINSO - (s/n) continuava a gritar com a mais nova na rua, Jinso bufou e logo deu um chute em uma lata 

- se você se importasse comigo não teria ido embora - Jinso disse seca o que irritou mais ainda (s/n), (s/n) e Jinso ficaram paradas uma de frente a outra na calçada - você sempre de acha a dona da razão, mas você não é, quer saber de uma coisa, vá a merda, estava tudo bem e você piorou tudo 

- falou a que estava numa cama, com um quarterback - (s/n) disse zangada 

- na verdade ele é lateral do time - Mika interrompeu (s/n) que a olhou com um olhar mortal - deixa quieto... - Mika desviou o olhar  

- e qual é o problema?, estava entre eu e ele - Jinso empurrou (s/n) - você e Jinhe querem sempre julgar sem conhecer 

- eu não o conheço, dou graças a deus e você deveria dar graças a deus por eu não ter arrebentado aquele garotinho metido a besta 

- DEIXE ELE - Jinso bateu pé - VOCÊ NÃO TEM NADA A VER COM ISSO - Jinso continuou caminhando rapido até que (s/n) segurou seu pulso 

- EU TENHO SIM, SOU SUA IRMÃ E AQUELE CARA NÃO É O CERTO PRA VOCÊ - Mika ficou no meio das duas, ela sabia que (s/n) era explosiva o suficiente pra matar Jinso ali mesmo - QUE CARA QUE DIZ QUE GOSTA DE VOCÊ TE TRÁS NUMA FESTA DESSAS?, VOCÊ VEIO PRA DORMIR COM ELE PRA NO OUTRO DIA ELE NÃO LIGAR PRA VOCÊ? GAROTA O QUE ESTÁ PENSANDO?, ACHA MESMO QUE AQUELE ERA O AMOR DOS SEUS CONTOS DE FADA? - (s/n) parou, respirou e olhou sua Irmã. Jinso estava com muitas lágrimas em seus olhos, (s/n) estava destruída e Mika em choque 

"Me desculpe pela verdade Jin, só queria te proteger do mal que eu passei." 

- Era isso que os garotos faziam com você (s/n)? - Jinso perguntou secando suas lágrimas - você e Jinhe são iguais mesmo - ela deu uma pausa e um riso debochado - duas idiotas que não podem me ver feliz - Jinso se soltou de (s/n) e começou a correr 

- VOLTE AQUI AGORA JINSO - (s/n) gritou por enquanto que Jinso dobrava uma rua, a casa de Kai era super pertinho da casa de sua mãe, Mika e (s/n) foram atrás de Jinso. Jinso estava entrando em casa, Mika segurou Jinso e (s/n) se aproximou - você vai entrar comigo e vai contar tudo a mamãe - (s/n) bateu forte na porta e não demorou muito para alguém atender 

- mas por quais caralhas Jinso está assim e com vocês? - Jinhe disse por enquanto que dava passagem para as três entrarem - não tinha ido dormir, porquê estava com dores Jinso? 

- vá a merda sua ignorante - Jinso revirou os olhos, ela ja iria subir para seu quarto até que (s/n) a puxa de volta 

- chame a mamãe Jinhe - Jinso tentou se soltar de (s/n) o mais rápido possivel 

- pare de me ferrar (s/n)... - Jinso disse a (s/n) por enquanto que a mãe das meninas descia as escadas 

- por que caralhas Jinso estava vestida assim? E o que está fazendo aqui a essa hora da noite (s/n)? - a mãe das meninas disse indo até Jinso e (s/n) 

- conte a ela o que aconteceu Jinso - (s/n) disse soltando a garota em frente a sua mãe 

- não aconteceu nada, vou dormir - Jinso tentou sair mas logo a sua mãe a prensou 

- conte agora mocinha - a mãe de Jinso a pegou pelo pulso 

- eu...aididinini - Jinso burbulhou algumas palavras e sua mãe a olhou confusa 

- abra o bico Jinso - sua mãe disse séria, Jinso respirou fundo 

- eu disse que não sairia com aquele garoto que Jinhe não gosta, eu sai com ele, fui numa festa na casa dele e ele me levou ao seu quarto - Jinso disse de cabeça baixa 

- e onde (s/n) aparece na história? - a Mãe de Jinso olhou para (s/n) e depois voltou seu olhar a Jinso 

- ela entrou com a amiga dela no quarto, disse que iria pegar um casaco, eu estava deitada na cama junto com ele, (s/n) me trouxe até em casa - Jinso ficou calada e a mãe de (s/n) a levantou 

- você está de castigo, não vai mais ver esse garoto, agora nós três não queremos te ver perto desse garoto - a Mãe disse frustrada com a situação - suba, tome um banho, está uma semana sem sair de casa e já pode ir bloqueando esse garoto em tudo 

- mas mãe, ele é diferente, vocês que o conheceram mal, (s/n) me pegou numa situação não favorecida - Jinso pegou a mão de sua mãe 

- (s/n) encontrou você e esse malandrinho na hora certa - a mãe disse - como ousa, fugir de casa pra estar ir dormir com um Quarterback numa festa Jinso e se ele fosse bem mais velho que você? 

- ele é lateral - Jinso revirou os olhos - ele tem só 16 mãe eu não vejo problema 

- não me interessa, só pelo fato dele ter te convidado pra esse tipo de coisa já mostra o ser de caráter duvidoso que ele é, suba agora antes que eu te leve pela orelha - a Mãe de Jinso disse e Jinso subiu rápido 

- obrigada por trazer sua irmã - a mãe abraçou (s/n) - vocês não querem dormir aqui? 

- melhor não - (s/n) disse - não quero ver você brigando com Jinso, tente conversar com ela - ela disse e a mãe ascentiu - são quase 4:30 da manhã, a policia bateu por isso viemos nessa presa, desculpe te encomodar mamãe 

- trazer sua irmã em segurança pra casa não é me encomodar e sim me dar conforto - (s/n) e Mika se despediram de sua mãe e começaram a andar em direção a casa de (s/n) 

- como sabe que aquele garotinho ridículo era um lateral? - (s/n) perguntou a Mika por enquanto que pegava seu celular 

- Kai era lateral do time, ele é o irmão de Kai, assumiu o posto antigo de lateral logo depois que Kai foi pra faculdade - Mika disse e amarrou seus cabelos - será que Baek está acordado? 

- estão acordados, Sehun disse que eles acabaram de chegar na casa de Xiumin - (s/n) mostrou o celular - caralho, que aventura louca vivemos hoje - (s/n) riu 

- como se sentiu livrando sua irmã do pior erro da vida dela? - Mika olhou (s/n) 

- Bem...bem, não muito bem, aish você sabe - (s/n) amarrou seus cabelos também - Jinso sempre foi a quietinha, aquele babaca seria um péssimo primeiro amor pra ela, ela iria se destruir por completo com aquele garotinho - (s/n) disse - não quero ver minhas irmãs passarem pelo o que eu passei 

- entendo...mas ei, vamos dar uma surra naquele garotinho - Mika disse e (s/n) riu 

- só se ele mexer com Jinso, concerteza vamos - (s/n) disse e as duas chegaram na casa de Mika - seu destino princesa - (s/n) deixou Mika na porta de casa e continuou caminhando em direção a sua, era um pouco longe mas a rua não era perigosa 

- lateral do time...puff, lateral vai ser o soco que eu vou dar na cara daquele garotinho - (s/n) disse baixinho por enquanto que caminhava até sua casa, ela entrou rápido e trancou a porta 

- estava cansado de te ver assim - Sehun rosa a abraçou - se divertiu? 

- Sim, mas agora preciso dormir, amanhã vai ser um grande dia 

Você nem pode imaginar o que te espera amanhã (s/n)...


Notas Finais


Mas o que foi isso brazil?

treta e discórdia

Saborosoooooooo

A música que mencionei no início do cap

Linkzinn: https://youtu.be/urmX0l5aBs8 (é incrível)

Espero que tenham gostado

BYEE~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...