1. Spirit Fanfics >
  2. Hallucinogenics >
  3. Tu é como uma droga; vícia. Machuca. E não é real

História Hallucinogenics - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! A inspiração dessa vez veio da música Hallucinogenics do Matt Maeson (recomendo todas dele).

Capítulo 1 - Tu é como uma droga; vícia. Machuca. E não é real



     Hyung, hoje eu sonhei novamente com você. Dessa vez estávamos em um parque de mãos dadas, havia begônias em algumas das árvores, ao redor crianças brincavam entre si e os casais aproveitavam a brisa do dia.  O vento batia em seus fios negros bagunçando-os de uma forma suave, enquanto de sua boca saia melodias quase inaudíveis.

O rio transmitia muita paz, essa que durou até você se jogar nele...Dessa vez, um pouco menos perturbador do que na vez do prédio, ou a do trem. Foi de uma forma rápida que você correu, seus dedos deslizaram por entre minha palma e o calor de seu toque não se fez mais presente. O barulho de seu corpo se chocando com a água fria, e então por último eu acordei. Como em todas as outras vezes. Eu não pude evitar, evitar você de ir. Evitar você de ter coragem o suficiente para me deixar. Evita- ló de não ser real.
E após acordar eu também não pude evitar de chorar Jin, eu lembrei de você. Lembrei de nós.

Sendo sincero com você eu continuo ultrapassando os limites, estou me arrastando novamente para a vida que eu disse que não voltaria a viver. 
Empurrando minhas vontades, tropeçando nos meus próprios pés.

Há alguns anos atrás se você me ouvisse falar sobre tudo isso provavelmente iria se sentir mal. Agora, eu já não tenho tanta certeza sobre isso. Você está sempre mudando Seokjin, sempre com novas idéias, novas piadas, hobbies e tons de vermelhos e talvez,- só talvez - o vermelho de seus lábios seja o meu ponto mais fraco sobre você.

Eu continuo sendo o filho rebelde, a ovelha negra da família. Mas diferente de antes eu não queimo mais meus dedos com o cigarro. Agora eu me sinto sozinho em casa quando não te vejo no sofá ou na porta do banheiro, me sinto mal acompanhado quando você não aparece no 'rolê com nossos amigos, me sinto vazio quando você se vai. 
Eu me sinto em uma fogueira, e nela eu poderia andar através das chamas até não sentir mais o impacto que você tem sobre mim.

 

No fim, após tudo isso você sempre acaba me dizendo "Você está passando dos limites, tome cuidado com os pés" E então eu respondo "Foda-se amor, eu não sou um iniciante".
Eu finjo que suas palavras não tem efeito sobre mim, mas a verdade é que eu sempre acabo com todos os alucinógenos. Assim, você pode ficar mais tempo, não é?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...