1. Spirit Fanfics >
  2. Hanada Simulator Love >
  3. Lutando como Nunca, Perdendo como sempre PT 2

História Hanada Simulator Love - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é a parte 2, se n leu a primeira, fds.

Capítulo 2 - Lutando como Nunca, Perdendo como sempre PT 2


Fanfic / Fanfiction Hanada Simulator Love - Capítulo 2 - Lutando como Nunca, Perdendo como sempre PT 2

Depois de algumas horas com aulas sem intervalos onde era preciso de sua total concentração, Julius finalmente coloca o seu canetão já desgastado na mesa, ele soa excessivamente e fala de maneira ofegante.

J- Espero... Que... Vocês... Tenham... Aprendido....

De repente Julius começa a ceder e cai no chão, com seus olhos fechados, com a digna expressão de um herói depois de cumprir sua missão se sacrificando para salvar um reino perdido em meio as trevas, Hanada fica totalmente assustado

H- Alguém Chama uma ambulância!!

Hanada Grita alto para todos.

Ana Weeb se levanta.

Ninguém explicou isso para você? Esse cara fica assim depois de todas as suas aulas.

Nah Cope se debruça em sua carteira pra dizer algo em seu ouvido.

N- Tem gente que diz que ele só fica assim por não dormir à noite, dizem que ele passa as noites lendo uns mangas meio estranhos.

Hanada vira pra ela com um olhar de “O sujo falando do mal lavado”.

N- Eu sei o que você tá pensando, não estou julgando-o, só espalhando a informação.

Ela esboça um pequeno sorriso no canto de sua boca.

Ana Weeb se coloca a frente da Sala.

       A- Bom imagino que a maioria aqui já saiba, porém vou explicar mais uma vez sobre o sistema de Clubes, normalmente após terminar o horário das aulas obrigatórias, temos alguns grupos para todos os tipos de gostos, no quadro geral vocês podem encontrar todos.

       Ana Weeb sai de cena, e a maioria dos alunos também fazem o mesmo, Hanada indaga em sua cabeça em qual grupo ele poderia entrar, Nah Cope chega até você, Ela esboça um sorriso.

N- Oie Hanadinha-Chan!

Você estranha, atrás dela se encontram Sikiro e Deluka.

H- Oie...

N- Bom, nos decidimos que você pode fazer parte do nosso clube

H- Vocês oq?????

N- Eu sei, nós somos boas pessoas.

Sua sobrancelha se levanta, Nah Cope percebe esse movimento de desconfiança, Sikiro Corre até o interruptor, ele desliga a luz da sala, tudo fica escuro, uma luz se ilumina na cara de Nah Cope, ao olhar para o lado, é possível perceber Deluka segurando uma Lanterna, Nah Cope olha diretamente em seus olhos.

N- Sabe Hanada....

Ela junta os dedos de enquanto seu rosto fica vermelho, ela olha pro lado tentando disfarçar, seu coração palpita forte.

N- Eu acho que talvez sinta algo por você, e acredito que talvez precisamos passar mais tempo juntos para eu ter certeza, mas meu coraçãozinho bate de um jeito diferente perto de você.

MAS OQ??? SEU CEREBRO TÁ TOTALMENTE QUEBRADO, ISSO NUNCA ACONTECEU ANTES, OQ VOCÊ FAZ? BEIJA ELA? ABRAÇA? FALA ALGO? BATE COM O EXTINTOR DE INCENDIO NA CABEÇA DELA? Antes que você diga algo ela lhe estende a mão.

N- E para isso, eu achei que seria divertido ter você no nosso clube.

Seu Cérebro começa a emitir um alerta de perigo, não parece ser algo certo, afinal, isso nunca aconteceu antes, mas seu coração quebra essa barreira, de repente sua mão encontra a dela, aquele toque caloroso que causa um arrepio por sua espinha, sua bochechas rosas demonstram descaradamente o quanto você é novo nessa área, ela emite um silencio enquanto seus olhos fechados descansam em um belo sorriso, você quer se entregar de corpo pra aquela garota, você se levanta da cadeira.

N- Mas antes, preciso que você assine isso.

Ela coloca um contrato na mesa, você consegue sair um pouco da Hipnose.

H- O que é isso?

N- O que é? Não confia em mim?

Deluka sussurra no fundo

D- E eu achando que ele poderia ser seu namorado Nah Cope

Sikiro Concorda com ele

S- Acho que a base de um relacionamento é a confiança.

Nah Cope coloca o dedo sobre o papel e se aproxima de seu rosto.

N- Isso se trata de um acordo que te coloca no clube escolar, não tem problema algum.

Você pega a caneta mesmo receoso, porém decide assinar, (em uma digna cena de Kira)

Nah Cope pega o Papel rapidamente.

N- Vamos!

H- Para onde?

N- Onde mais? Iremos para o Clube.

Sikiro novamente liga a luz, você se levanta e vai até o destino que lhe aguarda.

Vocês andam por algum tempo, até finalmente chegar em um corredor, um lugar sinistro e com uma aparência de abandonado, cuja porta tem uma placa em grandes letras onde se pode ler:

デジタルゲームクラブ

 

Você vira para Deluka

H- Por que tem letras japonesas se estamos no Brasil?

Deluka abre os braços em sinal de não sei.

D- Deve ser porque só tem Nerdola nesse lugar

H- Ner..Dola?

Sikiro Entra na conversa.

S- Sim, é tipo um nerd, só que pior.

H- Vocês são isso?

S- Somente o Deluka.

D- Shiu, Trolho.

Nah cope abre as portas do local, dando um grito.

N- ANDDDYY!!!

Uma garota mexendo em um computador levanta a cabeça pra ver o que está acontecendo.

N- CAPTURAMOS UM!

Você pensa consigo mesmo, “Capturaram?”, vocês entram em uma sala cheia de computadores, livros, jogos de tabuleiro e mangas.

H- Como assim capturaram?

D- Bem Vindo ao clube de jogos!

Andy se aproxima.

AN- Vocês não fizeram nada estranho com ele né?

Nah Cope faz sinal de negativo com a mão, Enquanto Deluka e Sikiro assobiam.

Andy anda até você, Ela estende a mão, você a cumprimenta.

AN- Muito obrigado mesmo, se não fosse por você, o clube fecharia em algumas semanas, finalmente temos membros o suficiente.

Você começa a encaixar as peças em sua cabeça, Então tudo aquilo foi somente uma encenação para que você entrasse no grupo?

H- Nah.. Cope, Isso não é o que eu tô pensando né?

N- Se você estiver pensando que vai viver os momentos mais divertidos da sua vida aqui é sim.

Você não consegue sentir raiva, somente um sentimento de ilusão

AN- Você não fez tudo aquilo de novo né?? Primeiro foi o Sikiro e o Deluka, agora ele!

Você decide não causar uma briga.

H- Bom deixa pra lá, esse clube tem algum professor responsável?

Sikiro e Deluka soltam uma risada.

AN-Ahh sou eu.

Sikiro Aponta pra ela rindo

S- ELE NÃO PERCEBEU QUE VOCÊ ERA PROFESSORA POR CAUSA DESSA SUA ALTURA DE ALPINISTA DE MEIO-FIO.

Deluka não consegue se conter

AN- SEUS....... DEMÔNIOS.

Andy começa a correr atrás do dois em volta da mesa, eles gritam provocações, nesse meio tempo, você pensa consigo mesmo, que talvez não seja tão ruim ficar por ai, eles são divertidos, parece que você vai fazer grandes amigos por esse lugar.

Você se levanta e diz.

H- Eu vou comprar algo na maquina de Refri, Daqui a pouco tô de volta.

Eles concordam, você anda até a maquina de refrigerante, ao lado dela é possivel ver Ana Weeb, Kurohige e um outro garoto chamado Bruno, eles conversam ali ao lado, você coloca seu dinheiro na maquina e aperta o botão para tomar seu delicioso Monster (OU GUARANÁ ANTARCTICA, PFV COISA NOSSA PATROCINA A GENTE).

Você ouve Ana Weeb tendo uma discussão com Kurohige, um dos seus maiores pretendentes para namorado. 

A- QUER SABER EU CANSEI DISSO KURO!

Você olha na direção de Ana que sai ao seu lado, de repente você sente um empurrão em suas costas, Você consegue ver que Deluka ou Sikiro acabaram trombando em você enquanto corriam da Andy, seu Monster voa em liquido no ar, e você por força do impulso tem seu corpo jogado para frente, bem em Ana, seu corpo cai por cima do dela, os olhos arregalados e de surpresa dela falam tudo, seu rosto vai chegando perto do rosto de Ana, e seus lábios se encontram, E nesse momento somente uma coisa se passa em sua mente "FUDEU".


Notas Finais


AI PORA HANADA PERDEU O BV.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...