1. Spirit Fanfics >
  2. Hands of Blood (Kim Taehyung) >
  3. Consequences of love

História Hands of Blood (Kim Taehyung) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 💜

Capítulo 14 - Consequences of love


Fanfic / Fanfiction Hands of Blood (Kim Taehyung) - Capítulo 14 - Consequences of love

[Taehyung POV]

??? - Boa noite madames e monsieur's - pronunciou uma voz feminina pelo salão, todos presentes, inclusive eu e Nam passamos a prestar atenção nela - Sou Genevieve, representante do comitê administrativo da Unicef e gostaria de agradecer a todos por estarem presentes - pronunciou e todos batemos palmas - O fórum de hoje tem como propósito falar sobre as conquistas feitas a partir de investimentos e doações em organizações e projetos humanitários, também contaremos com a presença da embaixadora oficial da Unicef. Por favor recebam, Kim S/n que fará um discurso sobre o projeto ao todo - finaliza o discurso e a aplaudimos, logo S/n sobe ao palanque e se prepara para o discurso.

S/n - Boa noite a todos, como dito anteriormente, sou Kim S/n, embaixadora da Unicef - se apresenta olhando para todos e começa seu discurso -  Por que estou aqui? Por que participo destes projetos? Por que realizo, as ditas boas ações? Por que devo me importar? Tenho certeza que muitos de vocês já se fizeram está pergunta, eu mesma já me fiz e após muito pensar encontrei as resposta e elas são: Por que tem alguém que depende de mim. Por que eu estou levando esperança a alguém. Por que eu estou entregando um futuro à alguém e por que se não tiver ninguém que se importe não há esperança - disse prendendo a atenção de todos - Uma vez uma senhora de 85 anos, no Haiti me disse: " Não importa se o mundo, sua família, seu país derem as costas pra você, o que importa é saber que tem alguém por aí que ainda te apoie e te ajude, isso é a motivação suficiente para lutar pela sobrevivência e buscar um novo amanhã, por que o hoje é uma merda", disse ela. A partir daí eu quis ser esse alguém para as pessoas eu quis ser a pessoa que poderia ser a esperança de um novo amanhã e por isso estou aqui diante de vocês hoje, para que se tornem o amanhã de alguém, para que se tornem o motivo de sobrevivência destas pessoas. Obrigada - concluiu seu discurso agradecendo e todos ficaram de pé para aplaudi-la.

Taehyung - Você foi ótima - comento quando ela se aproxima de nossa mesa, sendo acompanhada de Math e Kang.

Math - Gostei, mana - diz afagando seu cabelo e lhe abraçando de lado.

S/n - Não ficou do jeito que eu queria, mas pelo menos deu certo - desafaba se sentando ao meu lado.

Seul, Coreia do Sul

2 de abril de 2020

19:45 p.m

[S/n POV]

Paris havia sido cansativa e desgastante, mas valeu apena, afinal consegui novos parceiros, novos projetos e novos investidores, além disso eu e Taehyung aproveitamos parte do dia e o resto da noite juntos comendo ou conversando ou trasando - melhor parte por sinal. E exatamente agora eu estou esperando ser anunciada para a luta, exatamente estou prestes a lutar contra minha maior rival, Stardust e praticamente todo mundo veio me ver, Taehyung,  Nam, Jin, Math, Lizzie, Pietro, Jungkook, Jimin, Hoseok e Yoongi, sim eu todo mundo veio, Jungkook não conseguiu manter a boca fechada sobre a luta.

Nam - Você tá pronta? - perguntou entrando no camarim - Estão todos animados lá fora - comentou apontando em direção a porta com a mão.

S/n - Eu tô nervosa Nam - desabafei andando de um lado pro outro no camarim, aquilo era demais pra mim. Eu e Stardust já havíamos lutado antes, no incio da minha carreira e ela foi a única que conseguiu me vencer, com um nocaute, desde aquele dia tenho lutado e treinado o suficiente para não perder mais uma sequer luta - Eu não sei se consigo.

Nam - S/n - me chamou colocando as mãos em meus ombros me fazendo parar de andar - Você treinou por anos para essa luta, eu sei do que você é capaz e tenho certeza que não importa o que aconteça lá fora, siga apenas sua intuição e instinto - aconselhou- me e eu o abracei para lhe agradecer.

??? - Ladies e Gentleman's, com 23 anos, pesando 62 kg, medindo 1,66, na categoria peso-pena, com vocês Shadow!! - anucia e eu coloco meu capuz, abro a porta do camarim e saio em direção ao octógono. Ao aparecer no corredor que leva até o ringue ouço a multidão gritar eufórica pela minha presença, passo a pular andando para me aquecer e retiro meu capuz e capa, o Juíz se aproxima e começar a passar a vaselina em meu corpo para diminuir os impacto dos golpes que provavelmente irei receber.

Nam - Você sabe o que tem que fazer - disse arrumando minha luva e me dando meu protetor bucal - Quando você sentir que não está tendo o efeito certo, siga seu instinto - disse e sinceramente aquilo não era conselho de um treinador, mas sim de um amigo.

S/n - Pode deixar - o respondi e coloquei o protetor, subi no octógono e me posicionei ao lado do jurado ficando de frente para Stardust.

Juíz - Garotas, as regras são simples, sem cotoveladas, sem dedo no olho, sem morder ou cuspir e sem golpear as partes íntimas, seram três rounds de cada cinco minutos cada, a luta acaba por finalização, nocaute ou desistência. Entendido? - pergunta e nós duas acenamos em concordância. Nos posicionamos e a luta começa, me movimento lateralmente pelo ringues espera do primeiro movimento e a oportunidade de dar meu primeiro ataque.

Stardust realiza o primeiro golpe, levo meus braços até a altura do rosto e me defendo, entretanto ela vê uma brecha e acerta minha costela com um chute e uma joelhada no nariz, o que faz ele sangrar, ignoro ferimento e me recomponho rapidamente e lhe desferi dois japs e um direto, lhe acertando no queixo, ela se desestabiliza e lhe acerto outro soco. Aproveito seu momento vulnerável e lhe dou um chute na costela, ela cai no chão e a imobilizo no chão ao ficar por cima dela, passo desferir múltiplos socos em seu rosto, até o momento em que ela se liberta e fica em cima de mim.

Protejo meu rosto com um dos meus braços e com o outro lhe dou um cotovelada acertando sua orelha, levanto minha perna esquerda passo pelo seu pescoço lhe aplicando uma chave de perna, aumento a pressão ali até o juíz pedir para separar. Me levantou e vou até o Nam e médico.

Médico - Seu nariz teve uma pequena fratura, nada que te impede de continuar a luta - avisa limpando o sangue do local e aplicando pomada.

Nam - Acha que consegue acabar a luta nesse round? - pergunta me dando água e uma toalha - Você ganhou pontos pela finalização.

S/n - Não sei, se ela acertar meu nariz outra vez, talvez eu perca a luta por nocaute técnico, tenho que acabar finalizar ela primeiro - o respondo me  levantando e indo até o centro do octógono. O juíz reinicia a luta e ela vem pra cima de mim novamente, percebo que seu alvo é meu rosto e mudo meu objetivo para nocaute, ao invés de finalização, levanto minhas mãos até a altura do rosto e me aproximo dela, a encurralo na grade e  passo a lhe dar joelhadas, ela escapa, assim que a vejo de costas pra mim e acerto um chute em sua cabeça, levando-a ao nocaute. O Juíz decreta o fim da luta e me declara como a vencedora, saio do ringue e me apoio em Nam, estava ficando tonta.

Voltamos pro camarim e vou direto pro banheiro e coloco tudo pra fora na privada, me sento chão e Nam vem até mim preocupado, apenas aceno para deixa pra lá e volto pro camarim, me deito na marca que havia ali e espero o médico entrar para ver meu nariz, quando ouço batidas na porta.

Nam - Já vai - avisa e vai até a porta a abrindo, logo todo mundo entra junto de Taehyung preocupado.

Taehyung - Como você está? - perguntou olhando meu nariz e segurando minha mão.

S/n - Acho que bem - o respondi. O médico logo entrou e começou a examinar meu ferimento, me deu uma bolsa e pediu para aplica-la por um tempo.

Médico - Bom, não quebrou, é apenas um pequeno inchaço - disse pegando alguns curativos em sua maleta - Você está sentindo mais alguma coisa?

Nam - Ela acabou de vomitar, após sentir tontura - respondeu em meu lugar e eu concordei.

Médico - Vou pedir alguns exames para ver se está tudo bem e depois vemos como prosseguir, ok? - perguntou e concordei. Ele retirou o gelo de meu nariz e fez o curativo, deixou os pedidos de exame e foi embora, após de despedir.

Jungkook - Você foi demais! - comenta feliz ao olhar pra mim - O nocaute foi a melhor parte.

Yoongi - Achou que o nariz machucado ia ser a melhor parte? - perguntou irônico se sentando no sofá. Ri de seu comentário e da cara de Jungkook.

S/n - Que bom que gostaram da luta - disse sorrindo ao ver todos ali comigo e saber que haviam vindo me ver e torcer por mim só tornou tudo ainda melhor - Da próxima vez prometo que o nocaute vai acontecer mais cedo.

Lizzie - Ainda não entendo como você está inteira - diz indignada ao me olhar de cima a baixo - Você é doida garota - comenta se sentando ao meu lado na marca abraçando-me de lado.

S/n - Será que devo me inscrever em uma das suas aulas de dança e largar a luta? - sugestiono brincalhona arrancando-lhe risadas.

Jimin - Se você fizer isso, pode ter certeza que o Jungkookie vai ter um treco - comenta olhando pra cara do namorado - Nem fique assim kookie-ah, você sabe que é verdade.

S/n - Tae - o chamo baixinho - Posso falar com você à sós? - peço e ele concorda me seguindo até uma outra sala reservada que havia ali no camarim, abri a porta e lhe dei passagem entre atrás dele e fechei a porta.

Taehyung - O que quer conversar? - pergunta se apoiando na parede e me olhando.

S/n - Eu preciso te contar um coisa - digo nervosa olhando para meus pés - Ontem eu precisei fazer os últimos exames para poder participar do lutaz entre esses exames estava o de sangue, ele deu positivo, positivo para gravidez - contei o que vinha preso dentro da minha garganta e peito. Levantei minha cabeça e vi Taehyung me encarando sem demonstrar qualquer reação - Tae? - o chamo começando a ficar preocupada.

Taehyung - Você tá grávida? - confirmei - Puta que pariu eu vou ser pai. Eu vou ser pai!  - gritou animado com a ideia e me abraçou me erguendo no ar. Ri de sua felicidade e lhe dei múltiplos beijos em seu rosto, que começava a ficar molhado pelas lágrimas. Taehyung me colocou no chão e uniu nossos lábios em um beijo apaixonado, levei minha mãos até sua nuca aprofundando nosso ósculo, assim que nos separamos ele levou suas mãos até minha barriga e beijou o local diversas vezes.

S/n - Eu descobri ontem e como estava em cima da hora não pude cancelar a luta, me desculpa - pedi, sabia qual seria as consequências se tivesse me machucado feio hoje, provavelmente este bebê em minha barriga não sobreviveria.

Taehyung - Ei, eu entendo. Tá tudo bem, baby - me confortou ao me abraçar e depositar um carinho singelo em minhas costas - Você sabe a quanto tempo está grávida?

S/n - Uma semana, exatamente desde a nossa segunda vez - disse sorrindo - Sei que deveria ter tomado a pílula, mas acabei esquecendo - falei ao nos separamos 

Taehyung - Não tem problema, um dos meus sonhos é ser pai - comentou sorridente - Você quer contar para os outros?

S/n - Acho que sim - disse. Taehyung pegou minha mão e entrelaçou nossos dedos, saímos da sala e chamamos a atenção de todos ao voltarmos pro camarim - É...gente eu e o Taehyung temos algo para falar, no caso eu - falei nervosa e senti um aperto em minha mão - Hoje de manhã eu recebi o resultado do meu exame de sangue e nele apresentou uma pequena alteração - falei olhando a reação de todos.

Math - Você está doente? - perguntou ficando preocupado junto a gente todos os outros ali.

S/n - Não, não estou doente - falei acenando negativamente - Na verdade a alteração que deu, foi positivo para gestação de uma semana. Eu estou grávida - falei por fim e vi os olhos de Math e de todos se arregalarem.

Jin - Eu vou ser tio! Nós vamos ser tios - comenta animado pra Namjoon.

Hoseok - Então quer dizer que vamos ter uma mini S/n ou um mini Taehyung, correndo por aí? - perguntou me abraçando forte.

Nam - Por que você não me contou que estava grávida? - me questionou indgnado.

S/n - Porque você né impediria de lutar e nós dois vemos esperando por essa luta a tempos. Preferi manter segredo até agora - o expliquei e ele concordou, nós dois sabíamos que ele não me deixaria entrar naquele ringue  nem fudendo.

Jimin - Tá, a S/n está grávida e acabou de vencer uma luta importante, ou seja, precisamos comemorar - falou animado e ganhando o apoio de todos.

S/n - Okay, a gente sai pra comemorar, mas antes eu tenho que tomar banho - avisei, antes de pegar a minha bolsa com minhas coisas e adentrar no banheiro. Retirei meu top e o calção, junto das minhas roupas e entrei no chuveiro, liguei o mesmo e comecei a me lavar, ensaboei meu corpo tirando o sangue seco dele e lavei meus cabelos. Termino meu banho e me seco. Abro minha bolsa e retiro minha lingerie branca, meu blusão xadrez flanela amarelo e minha calça jeans, me visto e volto pra sala do camarim - Podemos ir.

[Taehyung POV]

Pego as coisas da S/n e seguimos até o estacionamento da arena, coloco suas coisas no banco de trás e abro a porta pra ela, todos os outros entram em seus carros e partimos para Itaewon a procura de um restaurante onde pudéssemos festejar lá novos acontecimentos.

S/n - Tae - me chama e por estar dirigindo  apenas murmurou "hum" em resposta - Você percebeu que a gente nem completou um mês de namoro e já vamos ter um bebê? - perguntou e eu percebi que ela estava certa, a gente havia se conhecido a pouco tempo e começamos a namorar em menos tempo ainda e, já viajamos juntos e agora estamos esperando um filho.

Taehyung - Eu realmente não me importo com o tempo que estamos junto ou nos  conhecermos - respondi - eu me importo em fazê-la feliz, em fazê-la se sentir amada e especial, em acordar todos os dias ao seu lado e vê-la ainda dormir e em criar um família com você. É só isso com que me importo - respondi e a olhei de lado vendo ela sorrir boba e seus olhos brilharem por estarem lacrimejando.

S/n - Nunca vou me arrepender de ter esbarrado com seu avô no hospital - comenta e um sorriso triste contorna meus lábios. Desde que viajei com S/n, vovô havia piorado consideravelmente e iniciado o tratamento para reduzir pelo menos um pouco os efeitos do câncer - Em falar nele, como ele está?

Taehyung - Ele... - pauso por um momento e suspiro tomando coragem para falar - Ele está com câncer pulmonar, último estágio, no dia em que te conhecemos o médico nos deu a notícia e enquanto estávamos em Paris, ele piorou, é só questão de tempo até ele chegar o momento final - expliquei e senti um aperto em minha coxa, percebi que minha visão estava embaçada, não sabia que havia começado a chorar 

S/n - Eu sinto muito, Tae - disse fazendo carinho em minha nuca - Saiba que eu estou aqui e sou seu porto seguro - sorri em sua direção e agradeci mentalmente aos anjos, por ter colocado S/n em minha vida, ela é a luz e as cores  que faltavam em minha vida. 

Felizmente Itaewon era perto do local onde foi a luta, chegamos em 15 minutinhos, estacionamos em um das ruas livres ali perto e descemos de nossos respectivos carros, para andar pelas calçadas movimentadas do bairro.

Yoongi - O que a gente vai comer? - pergunta, assim que todos paramos na calçada para decidir o rumo da noite.

S/n - Samgyeopsal* - responde ganhando aprovação de Jungkook, Jimin, Namjoon e a minha.

Jin - Cinco sabem o que querem comer os outros cinco, incluindo a mim, não sabemos o que comer - falou olhando nossa situação - Então vamos comer samgyeopsal! - falou por fim e fomos até um restaurante ali perto famoso pela ótima barriga de porco.

S/n - Jungkook, você trabalha com o quê? - perguntou ao ficar do lado dele e acompanhá-lo.

Jungkook - Eu sou gamer profissional, o Jiminnie é detetive, o Yoongi hyung é produtor musical e o Hobi hyung é professor de dança - respondou e deu a ficha técnica de todos. - Falando em games, seu novo jogo é muito daora, mas precisa de algumas alterações - comentou, fazendo a S/n sorrir.

S/n - Quem sabe você possa me ajudar nas mudanças e em outros jogos? - perguntou, fazendo Jungkook parar e encara-la confuso - O que foi? - questionou ao ver o mais novo.

Jungkook - Assim, você tá me chamando para trabalhar com você? Tipo, testar os jogos da Soul? - perguntou gesticulando eufórico as mãos no ar.

S/n - Sim, você parecerm ser  o tipo de pessoa que enxergar a alma do jogo, e eu preciso de alguém assim - explicou e Jungkook pulou soltando gritinhos de felicidade.

Taehyung - Com certeza ele vai se gabar depois pros amigos gamers dele - sussurrei em seu ouvido lhe dando um leve susto.

S/n - E que tal eu me gabar pro mundo, que você é meu namorado? - sussurrou baixinho enquanto dava um tapa em minha bunda - Que bunda, hein!? - gritou ao apertar o passo em minha frente, entrando no restaurante, ri de sua atitude e a segui. Entramos e nos sentamos em uma das salas reservadas do restaurante.

 Math - Já querem pedir a comida ou algo antes? - perguntou olhando o cardápio.

S/n - Tangsuyuk e jjajangmyeon - respondeu animada pela possibilidade de escolher algo a mais para comer.

Jimin - Acho que alguém está com fome - riu ao ver S/n acenar frenética - Acho que deve ser os efeitos da gravidez.

Nam - Ela sozinha já comia por dois, agora grávida vai comer por três ou quatro - comentou se encostando na cadeira e passando o braço por detrás do Jin.

Lizzie - Deixem ela, sei como é estar grávida ou no meu caso duplamente grávida - comentou apoiando S/n, que sorriu em sua direção - Vamos fazer assim, pedimos o tangsuyuk e o jjajangmyeon como entrada, depois pedimos o samgyeopsal ois e quiserem pedimos tudo junto, o que acham?

Jimin - Separados.

Jungkook - Separados.

Yoongi - Não faz diferença pra mim.

Nam - Tanto faz também.

Math - Separados.

Jin - Separados.

Hoseok - O que a maioria decidir.

Taehyung - Pode ser separado.

S/n - Separados.

Lizzie - Okay - falou colocando o cardápio na mesa e chamando um garçom para fazer os pedidos, logo um apareceu - Oi, vamos querer três tangsuyuk, três jjajangmyeon, quatro sojus, quatro cervejas e duas Pepsi - finalizou o pedido, enquanto o garçom anotava em tudo, ele recolheu os cardápios e saiu.

Taehyung - Noona, você não dá aula na Universidade Nacional de Artes? - perguntei a Lizzie me lembrando que Hobi Hyung também dava aula lá.

Lizzie - Sim, sou professora da turma adulta, por que? 

Hobi - Porque eu também dou aula lá - respondeu confuso - Como a gente nunca se viu?

Lizzie - Não sei, provavelmente nossos horários não devem se coincidir ou a gente nunca deu a sorte de nos encontrarmos antes - respondeu tentando achar alguma resposta pela situação inusitada, deixo os dois conversando sobre seu emprego e volto minha atenção para S/n, que brincava com seus talheres.

Taehyung - O que você tem? - perguntei apoiando meu rosto em minha mão e a olhando.

S/n - Não sei, só estou pensando em nada ou em algo que não sei exatamente o que é - respondeu passando a brincar com a aliança em meu dedo - sim, eu comprei uma pra mim, após dar uma para S/n - passei a fazer carinho em sua mão.

Taehyung - Sabe, eu acho que você precisa conhecer meus avós - comentei, vendo um brilho aparecer em seus lindos olhos.

S/n - E você deveria conhecer meus pais e padrinhos - ok, agora fiquei nervoso, eu não tenho que conhecer apenas os padrinhos dela, mas seus pais também e seu irmão mais velho, ou seja, tenho grandes chances de ser rejeitado e isso não vai ser bom - Ei, relaxa, meus pais, ambos, não vão te botar pra fora ou qualquer coisa do tipo, eles sempre me apoiaram em tudo me deixasse feliz ou que amasse - disse me acalmando um pouco.

Taehyung - Então eu sou algo que você ama e que te deixa feliz? - perguntei já sabendo da resposta dela.

S/n - Não - respondeu e logo riu em seguida - Você é mais que isso, você é a minha vida Tae, você é a pessoa que  me move, você é a pessoa que me traz cor e saber que no final do dia eu vou poder falar, beijar, abraçar, rir e dormir com você é o que me deixa entusiasmada pra viver - completou, fazendo meu coração palpitar loucamente em meu peito e me apaixonar ainda mais por ela.

Taehyung - Eu te amo, baby - confessei lhe dando um selinho e no exato momento seguinte a comida chegou. Deixamos de lado as conversas em grupos e passamos a comer aquela comida maravilhosa que pedimos.


Next chapter ⏩









Notas Finais


A carne utilizada para fazer o samgyeopsal é carne proveniente da barriga de porco e cortada finas fatias. Estas fatias são normalmente cozinhadas sem serem temperadas e é assado na mesa.

Tangsuyuk é um prato de carne chinês com molho agridoce. Pode ser feito com carne de porco ou pato. 

Jajangmyeon ou jjajangmyeon é um prato de macarrão chinês de estilo coreano, coberto com um molho grosso feito de chunjang, carne de porco em cubos e legumes. Variantes do prato usam frutos do mar ou outras carnes. 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...