1. Spirit Fanfics >
  2. Happen >
  3. O Fim da Farsa

História Happen - Capítulo 9


Escrita por: DArk_Coral

Capítulo 9 - O Fim da Farsa


Fanfic / Fanfiction Happen - Capítulo 9 - O Fim da Farsa

⎯ E o que aconteceu depois?

⎯ Ele pediu meu número, mas fiquei nervosa e coloquei o seu no lugar.

⎯ O que? 

Hee Ji arregalou os olhos.

Hae-Sun não teve tempo para dizer como foi o segundo encontro para Hee Ji, então quando acabou as últimas aulas, as duas garotas seguiram para a casa de Hee Ji.

⎯ Me desculpe. Não pensei bem nisso.

⎯ Tudo bem. ⎯ Falou Hee Ji, convencida. ⎯ Duvido que ele realmente ligue.

⎯ Não tenha tanta certeza. Aquele garoto não pensa bem. ⎯ Continuou Hae-Sun. ⎯ Segui as regras que você pediu e nada funcionou. Ele é mesmo humano?

Hee Ji fechou os olhos e soltou um suspiro profundo.

⎯ Hoje aconteceu algo muito estranho. ⎯ Contou Hee Ji. ⎯ Ji-Hoon veio até mim na biblioteca, acredita?

⎯ Claro que sim. ⎯ Disse Hae-Sun. A garota andava de um lado para o outro dentro do quarto.

Hae-Sun estava inquieta porque enquanto sua preocupação só aumentava em relação a Taehyung, Hee Ji falava de Ji-Hoon que não tinha nada a ver com o assunto.

⎯ Ele falou com Jae Chan de uma forma que você não vai imaginar. Então tive que ser arrogante também e fazer ele provar um pouco do próprio veneno.

⎯ O que? Teve coragem de ser grossa?  

⎯ Hae-Sun parou. Não acreditava que Hee Ji tinha feito aquilo.

⎯ Claro que sim. Eu faria isso por você também.

Mas o sossego durou pouco. Hae-Sun logo voltar a pensar no que faria em relação a Taehyung. Ela pisava tão forte no chão que com certeza daria para ouvir no andar de baixo.

⎯ Você pode sentar um pouco? ⎯ Falou Hee Ji. ⎯ Você está começando a passar essa aflição para mim.

⎯ Acho que você deve sentir ela também. Afinal, você me fez fazer essa loucura.

⎯ Você tem razão. Enquanto você está aí preocupada. Eu estou pensando em coisas inúteis que só vão me dá dor de cabeça mais tarde.

⎯ Acha que deveríamos dizer a verdade?

⎯ Não confio nesse Taehyung. ⎯ Argumentou Hee Ji. ⎯ Ele vai cooperar se pedimos a ajuda dele?

⎯ Precisamos da ajuda dele para que? Não podemos apenas dizer a verdade e parar com tudo isso?

⎯ Precisamos da ajuda dele para que minha irmã ache que isso está dando certo. Ela não ficou convencida quando eu disse que não tinha gostado dele, embora eu nem tenha o conhecido direito. 

⎯ Está decidido. ⎯ Falou Hae-Sun, com determinação. ⎯ Vamos dizer a verdade.

⎯ Tudo bem. Acho que isso já foi longe de mais de qualquer maneira. ⎯ Concordou Hee Ji. ⎯ Agora tenho que encontrar uma forma de continuar enganando Sohyun.

⎯ Só não envolva Taehyung nisso de novo. ⎯ Pediu Hae-Sun.

⎯ O que acontece nesse encontro? Você se apaixonou por ele?

Hae-Sun hesitou.

⎯ Claro que não. ⎯ Conseguiu dizer. ⎯ Só estou preocupada… com você e comigo.

⎯ Acho que ele não se importaria já que aceitou continuar vendo você.

Mas Hae-Sun se importaria.

⎯ Claro. ⎯ Concordou Hae-Sun, falando baixinho. ⎯ Ele não se importaria.

Hae-Sun ainda se lembrava claramente de como tinha encontrado ele em uma situação um pouco complicada de explicar. Ela estava levando Jae Chan bebedo para casa quando encontrou Taehyung.

⎯ Ah, então era isso. ⎯ Disse ele, cabisbaixo.

⎯ Não é isso. ⎯ Apressou-se a dizer Hae-Sun. ⎯ Jae Chan é meu amigo, e só bebeu um pouco demais hoje.

Taehyung levantou o rosto e sorriu.

De uma maneira que ela não conseguia explicar. Achava que devia dizer o que ela e Jae Chan realmente eram para que ele não ficasse confuso.

A mente de Hae-Sun voltou ao presente.

⎯ Acho que devo ir lara casa agora. ⎯ Falou Hae-Sun.

⎯ Mas ainda não jantamos. ⎯ Argumentou Hee Ji. 

Hee ji juntou as duas mãos na frente do próprio corpo e fez uma expressão que Hae-Sun conhecia muito bem. Ela estava fazendo a cabeça dela para ficar até o jantar.

⎯ Hee Ji, desça até aqui. ⎯ Gritou Sohyun do andar inferior.

Hee Ji levantou da cama e fez sinal para que Hae-Sun a seguisse. Isso só podia significar que o jantar estava pronto. As duas meninas desceram rapidamente as escadas, mas tiverem que parar quando viram quem as esperava.

Elas estavam pedidas.

⎯ Taehyung está aqui. ⎯ Falou Sohyun. Ela estava tão sorridente que parecia que seus dentes iriam quebrar se ela sorriso mais um pouco

Taehyung olhava para duas meninas que agora estavam paralisadas. Do jeito que a mulher ao seu lado olhava para a garota que não era quem ele conheceu naquele dia, fez seus pensamentos ficarem uma bagunça.

Quem era a verdadeira Hee Ji?

O garoto olhava de um lado para o outro sem conseguir identificar quem seria Hee Ji. Ele sabia que as garotas tinham mentido e agora o fato de Hee Ji querer que ele desistisse tinha sido explicado. Ele só precisava saber quem realmente era ela.

Hee Ji apertava o braço de Hae-Sun que já ficava vermelho, mas ela parecia não sentir nada já que não estava reclamado. Na verdade, Hae-Sun eatava desconcertada e não tinha ideia do que fazer naquele momento. Ela só conseguia olhar para Taehyung e imaginar no que ele estaria pensando.

Com certeza estava pensando que era uma mentirosa, pensou Hae-Sun. O que na realidade ela era. Uma completa mentirosa.

⎯ Por que estão fazendo essas caras?⎯ Perguntou Sohyun. ⎯ Estão com fome?

⎯ Sim. Estou com muita fome. ⎯ Respondeu Taehyung, desviando o olhar das duas garotas que ainda tentavam recuperar o controle.

Taehyung acompanhou Sohyun até a cozinha.

⎯ O que vamos fazer agora? ⎯ Perguntou Hae-Sun, assustada.

⎯ Apenas vamos agir normalmente para que Sohyun não perceba. ⎯ Respondeu Hee Ji, saindo do transe.

Hae-Sun concordou e as duas seguiram para a cozinha.

⎯ Não estávamos esperando sua visita Taehyung. ⎯ Contou Sohyun, colocando os talheres na mesa. ⎯ Hee Ji não me contou nada.

⎯ Aposto que ela está bem surpresa com minha visita tão repentina. ⎯ Argumentou Taehyung, ironicamente.

⎯ Ah, estou tão surpresa que queria socar sua cara. ⎯ Sussurrou Hee Ji.

O jantar foi servido. Mas Taehyung não tirava os olhos de Hae-Sun por nenhum segundo. Ele queria uma explicação da parte dela.

⎯ Ouvi dizer que vocês dois estavam se dando bem. ⎯ Falou Sohyun, quebrando o silêncio que já estava presente a algum tempo. ⎯ Hee Ji diz o contrário, mas acho que ela apenas tem vergonha de me contar.

⎯ Sim. Nós estamos indo bem. ⎯ Respondeu Taehyung ainda olhando para o rosto inexpressivo de Hae-Sun .

Por sua vez, Hae-Sun não sabia como reagir, não conseguia comer e nem falar nada. Seu coração estava tão acelerado que ela achava que dava para escutar as batidas. Estava envergonhada também, e por isso mexia a comida no prato de um lado para o outro sem levar nada a boca.

⎯ Não vai comer? ⎯ Perguntou Taehyung para Hae-Sun.

A garota levantou os olhos para ele e por uma fração de segundos o tempo pareceu parar. Os dois se olharam tão intensamente que as batidas dos dois corações se uniram em apenas uma. Mas Hae-Sun teve que voltar a realidade antes que deixasse Sohyun peceber que as coisas estavam muito erradas na realidade.

⎯ Na verdade estou um pouco atrasada. Preciso voltar para casa agora ⎯ Contou Hae-Sun, levantando da mesa. ⎯ Obrigada Sohyun. Sua comida sempre está excelente.

Sohyun sorriu agradecendo o gesto e Hae-Sun deixou o cômodo. Antes que ela deixasse a casa também, Hee Ji se apressou para impedir.

⎯ Por que já está indo? ⎯ Perguntou Hee Ji, segurando o braço da amiga.

⎯ Vocês dois precisam conversar e resolver as coisas.

⎯ Eu preciso que fique aqui.

⎯ Por favor Hee Ji. ⎯ Disse Hae-Sun, suavemente.  Sua voz era calma, o que tranquilizou bastante Hee Ji. ⎯ Explique para ele a verdade.

Então Hae-Sun foi embora e Hee Ji se viu obrigada a voltar para a mesa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...