História Happiness - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Guren, Haku, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ibiki Morino, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Matsuri, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rikudou Sennin, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shizune, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Yamashiro Aoba
Tags Inogaara, Inosai, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema
Visualizações 13
Palavras 1.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, Espero que gostem
:)
A história de vida da Sakura é inspirada na história de uma amiga, mudei bastante coisa, mais tá ai, a sua história Letícia ♥️

Capítulo 1 - Capítulo 1


 

Estou falando com você

Te vejo em pé lá com o seu corpo

Estou com vontade de dançar com seu corpo

E não precisamos pensar em nada 

Estou indo até você

Porque sei que você tem uma reputação ruim

Não importa, porque você é uma tentação

E não precisamos pensar em nada


                            <3

 Uma vida de luxo e feliz? 

Não

Uma vida que começou em um lugar legal? 

Longe disso

A minha história não tem um começo tão legal como a de algumas pessoas, para terceiros a minha vida sempre foi perfeita, é claro, manter as aparências é muito fácil. O problema é quando a máscara cai, e todos aqueles que se diziam seu amigos vão embora e te deixam só, na escuridão apenas com seus pensamentos.


Bom, não vou começar de quando eu nasci, porque ninguém merece, né ?


Meu nome é Sakura Haruno tenho 17 anos e moro com meus pais, Mebuki e Kizashi Haruno, nós até algumas horas nos morávamos em Tokyo, mais agora estamos nos mudando para um lugar chamado Konoha, deixemos isso para depois, agora vou contar a vocês a minha história.


Eu sempre fui uma criança muito quieta dês de que nasci, e isso preocupava meus pais pois eu não conseguia fazer amigos, nessa época morávamos no quintal da até então atual casa da minha avó paterna, a nossa casa tinha apenas um cômodo e o banheiro, não sei se isso torna ela uma casa de dois cômodos ou não... Apesar da falta de espaço nos conseguíamos manter uma vida consideravelmente boa, nós tínhamos até uma cachorrinha, não me lembro da raça dela, e tenho apenas lembranças vagas dela, seu nome era Vitória ela tinha seu pelo completamente preto e era muito amorosa, a última lembrança que eu tenho dela é de quando eu estava em um carro me despedindo dela e dizendo que logo nós voltaríamos para pegá-la, meus pais a pegaram pela coleira e ela se foi para dentro daquele lugar desconhecido por mim, quando meus pais voltaram eles disseram "vai ser melhor para ela assim filha, ela vai ficar bem no céu dos cachorros", eu não entendi de imediato, mais aquela foi a última vez que vi Vitória.


 Minha mãe trabalhava na feira vendendo roupas com a minha avó materna e minha Prima. E meu pai? Ele é mecânico, e eu nunca tive vergonha de assumir isso, porque ele se esforça muito para trazer dinheiro para casa com a minha mãe, é uma pena que mesmo assim passamos por dificuldades muitas vezes, como faltar alguma coisa para jantarmos e termos que recorrer a minha avó, que sempre ajudava, mais com expressões que eu não sei explicar... Pena, desgosto, decepção? Eu não sei, e também não me importo.


Meu pai sempre teve problemas com bebidas, e muitas vezes chegava bêbado em casa, não aconteciam agressões, mais para compenssar a nossa casa sempre acabava toda quebrada, com vidros para todas as partes, eu chorando desesperada, minha mãe colocando ele para fora, e minha avó gritando que a casa era dela e que minha mãe não tinha o direto de expulsar o filho dela de lá, minha mãe já foi muito humilhada enquanto morávamos lá, e sempre aguentou isso porque ama meu pai, tenho orgulho dela por ser tão forte, porém não entendo que amor seria tão forte a ponto de aguentar tudo isso.


Mais tarde quando eu tinha uns 8 ou nove anos nos mudamos para uma casa muito maior, realizando um sonho meu, que meus pais batalharam muito para realizar " ter uma sala", eu sempre questionava minha mãe o porquê de todas as minhas amigas terem uma sala na casa delas e eu não, ela respondia que era porque não tínhamos condição de ter, e eu não entendia, mas pensava muito sobre isso, e então eu tentava de todas as formas ajudar a ganhar dinheiro, vendendo potes, pintando unhas ou vendendo pano de secar louças. Não ajudou em nada, mais eu pelo menos eu tentei, quando chegamos na casa eu me apaixonei logo que entramos, foi uma pena que achamos o nosso primeiro problema, a parte de cima da nossa casa não estava construída, então eu não teria um quarto do para mim por um tempo, sinto muito pai e mãe, dormirei com vocês por mais um tempo.


Depois de uns meses, já com uma condição financeira melhor, adotamos uma cadela, sua raça era pastor alemão e nós a nomeamos como Mila, ela era muito atrapalhada e amorosa, o tempo foi passando e Mila que era só um pequeno filhote  ficou do meu tamanho e até me derrubava tentando brincar comigo, nós a amávamos muito, é algum tempo depois, no ano novo, estávamos indo embora de uma festa na casa de alguns familiares quando ouvimos um barulho estranho no carro, quando chegamos em casa e abrimos a porta, um tipo de rato gigante e preto saiu em uma velocidade impressionante de dentro do carro, estava embaixo do banco do motorista, e o pior de tudo é que entrou dentro da nossa casa, e como a parte de cima da casa era do construção, não tinha luz, nós dividimos o deixar lá e tirar no outro dia, e assim o fizemos, meu pai decidiu me usar de isca para dar ração de cachorro para aquele animal esquisito. Quando ele saiu para comer descobrimos ser um pinscher alemão, fiz carinho nele e logo o adotamos e o nomeamos costelinha, Mila e costelinha se deram muito bem e nunca tiveram filhotes.  
Depois disso, passaram-se dois anos mais ou menos, meus pais brigaram muito,  eu arranjei alguns amigos na escola, o nome das melhores amigas eram Tayuya e Mei, o melhor amigo no qual eu achava que tinha uma quedinha... Utakata, o sonho de todas as meninas da minha escola, mais eu descobri que só "tinha" uma quedinha por ele, porque as minhas amigas falavam que eu tinha... Até aí as coisas estavam melhorando, mais foi só uma pequena pedra, e tudo desmoronou na minha cabeça, Mila e Costelinha pegaram uma doença na qual não posso me lembrar do nome agora, eles não conseguiram andar e nem comer, e essa doença não tinha cura... Costelinha estava sofrendo muito, então minha mãe pediu para a veterinária desse a ele uma injeção para mata-lo, foi o melhor para ele, eu sei, mais fico triste até hoje... Alguns dias depois aconteceu o mesmo com Mila, eu fiquei mais quieta se o normal, e não consegui mais sorrir por um longo período...

E logo depois, a notícia de que as férias de final de ano aviam chegado, e com elas a mudança de escola, pois a minha escola ia apenas até o quinto ano, minha mãe não queira que eu fosse para a mesma escola que meus amigos pois segundo ela era uma escola ruim e cheia de usuários de drogas, eu reclamei até o último minuto, não deu certo, e hoje em dia eu agradeço por isso, minha amigas provavelmente estão no top 10 das mais putas e Utakata virou um Zé droguinha homofóbico, fico feliz por ter me afastado deles, ainda mais que eles nunca puxaram assunto depois que nós separamos, eu até tentei, mais não durou muito. 


Notas Finais


Bom, espero que tenham gostado, essa é a minha primeira fanfic, não sei bem o que estou fazendo...
Estou começando contando a história da Sakura, pretendo começar a contar sobre o presente no cap três.
Aceito dicas, correções de português e críticas construtivas. Bjs e até o próximo ;D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...