História Happiness is Not a Destination. It's a Way of Life - Capítulo 3


Escrita por: e Angel_Yang

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hi!
Como estão?

Capítulo 3 - Chapter 3


 Acordo com um baita enjoou, olho para o relógio na pequena cômoda ao lado de minha cama e vejo que são quase 3 am. Levanto correndo pro banheiro que fica no corredor e lá se vai meu jantar,  pelo mesmo lugar que entrou... 

Escovomeus dentes imaginando como seria bom se eu tivesse um estômago resistente e que não me traía toda a vez que provo algo novo. 

- (S/N)?  Você está bem? - escuto logo após baterem na porta. 

-S-sim -gaguejo um pouco por conta da escova que ainda está em minha boca. 

- Tem certeza? Não foi o que eu ouvi. - sinto preocupação na voz e começo a raciocinar e percebo que não é meu tio e sim Taehyung que está do outro lado. 

Abro a porta ainda tentando tirar o gosto de vômito com a escova e a pata de dente. 

- Preocupado comigo,  priminho? - pergunto pra irritar. 

- Não especificamente com você,  mas eu também uso esse banheiro e não seria legal se você morresse nele. - diz como se fosse normal. 

Faço uma cara de tédio e volto a pia, tentando ignorar sua figura que agora se encontra encostada na porta. Lavo a boca e não consigo evitar uma pequena careta que surge em meu rosto por conta da ânsia ainda presente. 

-Olha, se você quiser, posso pegar um remédio pra você. - oferece,  e aceno positivamente com a cabeça,  sem nem considerar a ideia de negar. 

(... )

Segui o mais alto até o vestiário masculino do andar de baixo, já que o mesmo disse que o tal remédio estava na caixinha de primeiros socorros de lá. 

- Desnecessário ficarmos no escuro,  já que já inventaram a lâmpada- reclamo já cansada de esbarrar e tropeçar em umas mil coisas. 

- Eu conheço esse lugar  como a palma da minha mão, não preciso ascender a luz! - diz parecendo frustrado. 

-Sei, conhece tão bem que nem achar o interruptor conseguiu - murmuro baixo 

- Achei!! - exclama orgulhoso. 

- O remédio? - empolgo-me com a ideia de me livrar desse desconforto na barriga. 

-Hã?  Não,  o interruptor.  Diz agora que eu não conheço esse lugar! - diz com a luz já acesa. 

Percorro o lugar com os olhos e percebo o quão bagunçado e até um pouco sujo ele é. 

- Ninguém arruma isso aqui não? - pergunto encarando um par de meias que um dia foram brancas penduradas na porta de um armário aberto.

- Aff aqui não precisa ser arrumado, só precisa que garotas não entrem - deixa no ar enquanto vai em direção a uma das três pequenas pias no ambiente a frente do que julgo ser as cabines dos vasos sanitários.

- Não que eu pretenda entrar aqui de novo...Mas cadê a tal caixa hein?- pergunto impaciente e morta de sono.

Logo vejo o mesmo abrir uma espécie de armário na parede entre duas pias e tirar de lá uma pequena maletinha.

- Aqui seu remédio reclamona .- diz com uma bela pose de criança.

- Valeu, crianção. 

 


Notas Finais


É isso, espero que gostem ^-^
Bjs e tchau ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...